x
Convex Datacenter
Página 55 de 56 PrimeiroPrimeiro ... 5454647484950515253545556 ÚltimoÚltimo
Resultados 649 a 660 de 666
  1. #649
    Equipe de Apoio Avatar de Sergio c
    Entrada
    01/08/2012
    Local
    Flores da Cunha/RS
    Posts
    4,522
    Agradecimentos: 96



    Verdade, a da cidade vizinha de Caxias do Sul, que uns amigos compraram Suzukis por lá, fechou as portas há uns oito meses atrás.
    Citação Postado originalmente por Lúcio Vieira Ver Post
    Mesmo somando as vendas do modelo antigo e novo está vendendo menos que antes. Consequência dos preços altos. E estão fechando muitas concessionárias.
    ​HILUX SRX 2018 BAND 88 motorOM364LA(MB710) turbo interc, LDA flutuante 5M Guincho mecânico 4T DH, pneus 37, bloqueio tras a ar, diant Kayser disco 4R

  2. #650
    Usuário
    Entrada
    22/03/2013
    Local
    Florianopolis/SC
    Idade
    46
    Posts
    299
    Agradecimentos: 11
    Ultimamente só vejo veículos zero Suzuki sendo vendidos mas concessionárias Mitsubishi

  3. #651
    Depois que unificaram as vendas Mitsubishi e Suzuki, a qualidade do pós venda caiu muito. Já fui em algumas concessionárias aqui em SC e a impressão é a mesma, não querem vender os veículos Suzuki. Estão apenas fazendo por obrigação. Vendedores mal olham para você, não ha veículos para teste, vendedores muito mal qualificados. Sempre fui fã da marca, nos últimos 15 anos sempre tive Suzuki. Porém não tenho mais a menor vontade de adquirir um veículo da marca.
    Ex Grand Vitara 2012 original

  4. #652
    Equipe de Apoio Avatar de Sergio c
    Entrada
    01/08/2012
    Local
    Flores da Cunha/RS
    Posts
    4,522
    Agradecimentos: 96
    Verdade, meu primeiro fora de estrada foi um Samurai 1995 canvas, o qual tenho saudades até hj. Tenho um chassi, motor, caixa e outros eixos flutuantes de bandeirante, além de uma lata longa, e vou montar outra band p trilhas de moer mesmo, mas, estou pensando em vender tudo isso, que é pesado, e comprar novamente um Samurai ou Vitara justamente pela leveza de ambos. O dúvida cruel...
    Citação Postado originalmente por tilapia Ver Post
    Depois que unificaram as vendas Mitsubishi e Suzuki, a qualidade do pós venda caiu muito. Já fui em algumas concessionárias aqui em SC e a impressão é a mesma, não querem vender os veículos Suzuki. Estão apenas fazendo por obrigação. Vendedores mal olham para você, não ha veículos para teste, vendedores muito mal qualificados. Sempre fui fã da marca, nos últimos 15 anos sempre tive Suzuki. Porém não tenho mais a menor vontade de adquirir um veículo da marca.
    ​HILUX SRX 2018 BAND 88 motorOM364LA(MB710) turbo interc, LDA flutuante 5M Guincho mecânico 4T DH, pneus 37, bloqueio tras a ar, diant Kayser disco 4R

  5. #653
    Usuário
    Entrada
    06/02/2020
    Local
    Brasília/DF
    Idade
    47
    Posts
    2
    Agradecimento: 1

    Porque comprei um Jimny Sierra

    O meu objetivo de comprar um modelo como esse meio sensacionalista e polarizador é o fato de poder usá-lo na cidade p trabalho (pequeno, fácil de estacionar, manobrar, econômico, confortável e automático) e ainda poder sair nos finais de semana e feriados para curtir o interior. Temos um país tão bonito e milhares de quilômetros de trilhas e trilhas dedicadas.

    Meu Jimny 4style é prata com teto preto. É um carro com pontos fracos, mas é exatamente por isso que é tão cativante. Dentro do carro não há nada excessivamente sofisticado acontecendo, praticamente não tem porta-malas, o apoio do banco p pernas é curto, possui eixos rígidos e muitos podem estranhar isso, não há ajuste telescópico na coluna de direção e sua classificação de colisão NCAP é de apenas três estrelas (pelo menos tem airbags na frente) e p viajar com uma família de 4 pessoas vc vai precisar de um rack de teto se for levar mais q 4 mochilas.

    Tem um estilo retro por dentro e por fora, que já parece pré-envelhecido e eu gosto disso, significa q seu design não ficará ultrapassado por vários anos. Até parece um carrinho de desenho animado, faz sucesso com as crianças.
    As pessoas sempre me perguntam pq eu comprei um, e eu sempre digo a todos que é um carro com um objetivo muito específico e focado - ilógico e caro para a maioria, mas perfeito para apenas alguns.

    Falhas existem, é claro. A central multimídia JBL é ok, nada de mais, carros nacionais do mesmo preço tem centrais melhores. São apenas quatro marchas à frente, então você fica sentado a uma vibração de 3000 rpm a 100 km / h.

    No entanto, é surpreendentemente bom na cidade, tem conforto, é alto, pequeno e leve, não liga p buracos e valetas, enfrenta enchentes rsrs, fácil de manobrar, estaciona em vagas minúsculas (ele é bem mais curto e estreito q um ford Ka) econômico e se abaixar os bancos de trás leva muita compra de supermercado ou malas grandes. O motor de 1,5 litros não é esmagador, mas é suficiente para um carro leve como ele.

    Na estrada senti a necessidade de uma quinta marcha p o câmbio automático. Se fizer uma viagem longa, vc vai passar horas a 110 km / h com o motor de 1,5 litro a 3300 rpm bebendo seu pequeno tanque a cada 350 km. Mas acho q a Susuki optou p este câmbio de 4 marchas por ser leve, pequeno e muito robusto.

    Na terra ele é brilhante, já peguei subidas carregadas com pedras, lama e travessia de córrego (o filtro de ar permaneceu seco, mesmo com uma onda de arco beijando o lábio do capô). O sistema 4x4 provou seu valor. Nas subidas q vc precisa acelerar bem, o motor parece feliz ao cantar a 4000rpm.

    Para baixo, o controle de descida de colinas não é particularmente sutil, mas permite que você fique longe de apuros, simplesmente travando cada roda e mantendo o momento controlado por sua própria vontade.

    Numa trilha, a chave é realmente apenas escolher uma linha, manter o acelerador constante e deixar o Jimny fazer o que quiser, como é leve, vai ser difícil vc conseguir afundar com ele.

    Uma coisa muito importante, sua pequenez e simplicidade significam que é incrivelmente fácil para o motorista: você pode ver onde estão as rodas o tempo todo, sentir os pneus pegando ou escorregando e ouvir a transmissão gemendo quando não está acelerando. Mas fique esperto, a suspensão não absorve tudo, então você será jogado por toda parte no Suzuki, como uma rolha no oceano. Mas é muito divertido, já dei muita risada.

    Não foi tudo tranquilo, é claro. Em subidas muito íngremes e enlameadas os pneus originais do jimmy rapidamente se enchem de material e perdem toda a tração. Se for essa sua pegada em trilhas vai ter q investir em pneus MT.

    Mas para um 4x4 (automático 0km) mais barato do mercado é irrepreensível. É simplesmente perfeito para o que eu pretendia que fosse.

    Além disso, incentivo qualquer pessoa interessada em participar de um clube de 4x4 ou explorar um comboio. Agora, desde esse meu Jimny, acho que o caminho mais lento e mais lamacento é o melhor a ser percorrido.

  6. #654
    Citação Postado originalmente por Paulo Machado Cunha Ver Post
    O meu objetivo de comprar um modelo como esse meio sensacionalista e polarizador é o fato de poder usá-lo na cidade p trabalho (pequeno, fácil de estacionar, manobrar, econômico, confortável e automático) e ainda poder sair nos finais de semana e feriados para curtir o interior. Temos um país tão bonito e milhares de quilômetros de trilhas e trilhas dedicadas.

    Meu Jimny 4style é prata com teto preto. É um carro com pontos fracos, mas é exatamente por isso que é tão cativante. Dentro do carro não há nada excessivamente sofisticado acontecendo, praticamente não tem porta-malas, o apoio do banco p pernas é curto, possui eixos rígidos e muitos podem estranhar isso, não há ajuste telescópico na coluna de direção e sua classificação de colisão NCAP é de apenas três estrelas (pelo menos tem airbags na frente) e p viajar com uma família de 4 pessoas vc vai precisar de um rack de teto se for levar mais q 4 mochilas.

    Tem um estilo retro por dentro e por fora, que já parece pré-envelhecido e eu gosto disso, significa q seu design não ficará ultrapassado por vários anos. Até parece um carrinho de desenho animado, faz sucesso com as crianças.
    As pessoas sempre me perguntam pq eu comprei um, e eu sempre digo a todos que é um carro com um objetivo muito específico e focado - ilógico e caro para a maioria, mas perfeito para apenas alguns.

    Falhas existem, é claro. A central multimídia JBL é ok, nada de mais, carros nacionais do mesmo preço tem centrais melhores. São apenas quatro marchas à frente, então você fica sentado a uma vibração de 3000 rpm a 100 km / h.

    No entanto, é surpreendentemente bom na cidade, tem conforto, é alto, pequeno e leve, não liga p buracos e valetas, enfrenta enchentes rsrs, fácil de manobrar, estaciona em vagas minúsculas (ele é bem mais curto e estreito q um ford Ka) econômico e se abaixar os bancos de trás leva muita compra de supermercado ou malas grandes. O motor de 1,5 litros não é esmagador, mas é suficiente para um carro leve como ele.

    Na estrada senti a necessidade de uma quinta marcha p o câmbio automático. Se fizer uma viagem longa, vc vai passar horas a 110 km / h com o motor de 1,5 litro a 3300 rpm bebendo seu pequeno tanque a cada 350 km. Mas acho q a Susuki optou p este câmbio de 4 marchas por ser leve, pequeno e muito robusto.

    Na terra ele é brilhante, já peguei subidas carregadas com pedras, lama e travessia de córrego (o filtro de ar permaneceu seco, mesmo com uma onda de arco beijando o lábio do capô). O sistema 4x4 provou seu valor. Nas subidas q vc precisa acelerar bem, o motor parece feliz ao cantar a 4000rpm.

    Para baixo, o controle de descida de colinas não é particularmente sutil, mas permite que você fique longe de apuros, simplesmente travando cada roda e mantendo o momento controlado por sua própria vontade.

    Numa trilha, a chave é realmente apenas escolher uma linha, manter o acelerador constante e deixar o Jimny fazer o que quiser, como é leve, vai ser difícil vc conseguir afundar com ele.

    Uma coisa muito importante, sua pequenez e simplicidade significam que é incrivelmente fácil para o motorista: você pode ver onde estão as rodas o tempo todo, sentir os pneus pegando ou escorregando e ouvir a transmissão gemendo quando não está acelerando. Mas fique esperto, a suspensão não absorve tudo, então você será jogado por toda parte no Suzuki, como uma rolha no oceano. Mas é muito divertido, já dei muita risada.

    Não foi tudo tranquilo, é claro. Em subidas muito íngremes e enlameadas os pneus originais do jimmy rapidamente se enchem de material e perdem toda a tração. Se for essa sua pegada em trilhas vai ter q investir em pneus MT.

    Mas para um 4x4 (automático 0km) mais barato do mercado é irrepreensível. É simplesmente perfeito para o que eu pretendia que fosse.

    Além disso, incentivo qualquer pessoa interessada em participar de um clube de 4x4 ou explorar um comboio. Agora, desde esse meu Jimny, acho que o caminho mais lento e mais lamacento é o melhor a ser percorrido.
    Legal.....Parabéns pela bela aquisição. Vai colocando aí para nós como anda o consumo, pois a tendência , com o aumento da quilometragem, é ir melhorando. Tá usando que tipo de combustível? Valeu. Abs.

  7. #655
    Usuário Avatar de jorgeffn
    Entrada
    23/06/2008
    Local
    Belo Horizonte/MG
    Idade
    38
    Posts
    1,818
    Agradecimentos: 43
    Citação Postado originalmente por Paulo Machado Cunha Ver Post
    O meu objetivo de comprar um modelo como esse meio sensacionalista e polarizador é o fato de poder usá-lo na cidade p trabalho (pequeno, fácil de estacionar, manobrar, econômico, confortável e automático) e ainda poder sair nos finais de semana e feriados para curtir o interior. Temos um país tão bonito e milhares de quilômetros de trilhas e trilhas dedicadas.

    Meu Jimny 4style é prata com teto preto. É um carro com pontos fracos, mas é exatamente por isso que é tão cativante. Dentro do carro não há nada excessivamente sofisticado acontecendo, praticamente não tem porta-malas, o apoio do banco p pernas é curto, possui eixos rígidos e muitos podem estranhar isso, não há ajuste telescópico na coluna de direção e sua classificação de colisão NCAP é de apenas três estrelas (pelo menos tem airbags na frente) e p viajar com uma família de 4 pessoas vc vai precisar de um rack de teto se for levar mais q 4 mochilas.

    Tem um estilo retro por dentro e por fora, que já parece pré-envelhecido e eu gosto disso, significa q seu design não ficará ultrapassado por vários anos. Até parece um carrinho de desenho animado, faz sucesso com as crianças.
    As pessoas sempre me perguntam pq eu comprei um, e eu sempre digo a todos que é um carro com um objetivo muito específico e focado - ilógico e caro para a maioria, mas perfeito para apenas alguns.

    Falhas existem, é claro. A central multimídia JBL é ok, nada de mais, carros nacionais do mesmo preço tem centrais melhores. São apenas quatro marchas à frente, então você fica sentado a uma vibração de 3000 rpm a 100 km / h.

    No entanto, é surpreendentemente bom na cidade, tem conforto, é alto, pequeno e leve, não liga p buracos e valetas, enfrenta enchentes rsrs, fácil de manobrar, estaciona em vagas minúsculas (ele é bem mais curto e estreito q um ford Ka) econômico e se abaixar os bancos de trás leva muita compra de supermercado ou malas grandes. O motor de 1,5 litros não é esmagador, mas é suficiente para um carro leve como ele.

    Na estrada senti a necessidade de uma quinta marcha p o câmbio automático. Se fizer uma viagem longa, vc vai passar horas a 110 km / h com o motor de 1,5 litro a 3300 rpm bebendo seu pequeno tanque a cada 350 km. Mas acho q a Susuki optou p este câmbio de 4 marchas por ser leve, pequeno e muito robusto.

    Na terra ele é brilhante, já peguei subidas carregadas com pedras, lama e travessia de córrego (o filtro de ar permaneceu seco, mesmo com uma onda de arco beijando o lábio do capô). O sistema 4x4 provou seu valor. Nas subidas q vc precisa acelerar bem, o motor parece feliz ao cantar a 4000rpm.

    Para baixo, o controle de descida de colinas não é particularmente sutil, mas permite que você fique longe de apuros, simplesmente travando cada roda e mantendo o momento controlado por sua própria vontade.

    Numa trilha, a chave é realmente apenas escolher uma linha, manter o acelerador constante e deixar o Jimny fazer o que quiser, como é leve, vai ser difícil vc conseguir afundar com ele.

    Uma coisa muito importante, sua pequenez e simplicidade significam que é incrivelmente fácil para o motorista: você pode ver onde estão as rodas o tempo todo, sentir os pneus pegando ou escorregando e ouvir a transmissão gemendo quando não está acelerando. Mas fique esperto, a suspensão não absorve tudo, então você será jogado por toda parte no Suzuki, como uma rolha no oceano. Mas é muito divertido, já dei muita risada.

    Não foi tudo tranquilo, é claro. Em subidas muito íngremes e enlameadas os pneus originais do jimmy rapidamente se enchem de material e perdem toda a tração. Se for essa sua pegada em trilhas vai ter q investir em pneus MT.

    Mas para um 4x4 (automático 0km) mais barato do mercado é irrepreensível. É simplesmente perfeito para o que eu pretendia que fosse.

    Além disso, incentivo qualquer pessoa interessada em participar de um clube de 4x4 ou explorar um comboio. Agora, desde esse meu Jimny, acho que o caminho mais lento e mais lamacento é o melhor a ser percorrido.
    Ótimo relato!

    Obrigado por compartilhas as impressões do Sierra!

    abs!
    "Viajar! - mas de outras maneiras: transportar o sim desses horizontes!.." J.G.R
    Mit L200! Já passaram: Niva, Vitara(s), Pajero, Jimny, Troller...

  8. #656
    Usuário Avatar de pequijeep
    Entrada
    04/01/2020
    Local
    capital/TO
    Posts
    49
    Agradecimentos: 0
    É isso aí! Acho que essa sua resposta é a resposta adequada. É um carro para fim específico, e que, com suas especificidades, faz super feliz seu dono passeando por estradas esquecidas...
    Zuki GV 3p 2.0 2000
    eterno conflito, manter relíquia ou criar monstrinho?

  9. #657
    Usuário Avatar de pequijeep
    Entrada
    04/01/2020
    Local
    capital/TO
    Posts
    49
    Agradecimentos: 0
    .... e veja só que coisa.... em 2018 eu consegui uma entorse no pulso direito com um simples totó no meio-fio quanto manobrava minha Ranger....fazer o Jalapão de punho inchado e dolorido numa picape com câmbio manual MAS QUE BELEZA!
    Quando uma pancadinha bate do jeito certo, pode ser bobinha que ainda assim dá um belo prejú....

    Citação Postado originalmente por DiasMG Ver Post
    Um detalhe que deve sempre ser levado em consideração é que o jimny tem a direção desmultiplicada, com o objetivo de não transmitir contragolpes ao transpor buracos e terrenos acidentados. Mas nas mudancas bruscas de direção, a resposta é um pouco lenta, assim como em caminhonetes em geral.
    Zuki GV 3p 2.0 2000
    eterno conflito, manter relíquia ou criar monstrinho?

  10. #658
    Equipe de Apoio Avatar de Sergio c
    Entrada
    01/08/2012
    Local
    Flores da Cunha/RS
    Posts
    4,522
    Agradecimentos: 96
    Verdade, tinha um amigo que andava de Lada Niva em passeios médios e se estivesse andando e entrasse em pedras, raízes e valos, ele largava a mão do volante e parava, depois ia saindo devagar. Dizia que era perigoso quebrar o pulso por causa das viradas abruptas do volante.
    Citação Postado originalmente por pequijeep Ver Post
    .... e veja só que coisa.... em 2018 eu consegui uma entorse no pulso direito com um simples totó no meio-fio quanto manobrava minha Ranger....fazer o Jalapão de punho inchado e dolorido numa picape com câmbio manual MAS QUE BELEZA!
    Quando uma pancadinha bate do jeito certo, pode ser bobinha que ainda assim dá um belo prejú....
    ​HILUX SRX 2018 BAND 88 motorOM364LA(MB710) turbo interc, LDA flutuante 5M Guincho mecânico 4T DH, pneus 37, bloqueio tras a ar, diant Kayser disco 4R

  11. #659
    Usuário Avatar de Lucas Kta
    Entrada
    04/10/2010
    Local
    Belo Horizonte/MG
    Idade
    39
    Posts
    540
    Agradecimentos: 2
    é por essa e outras que eu disse, como ex-proprietário de Samurai, que as deficiências do mesmo foram pensadas e evoluídas nesse novo projeto. Não é o veículo perfeito (até porque não existe tal veículo), mas para o propósito em que foi pensado achei as evoluções sensacionais. São estes pequenos detalhes aí que estão me fazendo reconsiderar ter outro em breve.



    Citação Postado originalmente por pequijeep Ver Post
    .... e veja só que coisa.... em 2018 eu consegui uma entorse no pulso direito com um simples totó no meio-fio quanto manobrava minha Ranger....fazer o Jalapão de punho inchado e dolorido numa picape com câmbio manual MAS QUE BELEZA!
    Quando uma pancadinha bate do jeito certo, pode ser bobinha que ainda assim dá um belo prejú....
    Lucas Kta
    L200 Triton HPE Cabrito ;
    ex-Suzuki Grand Vitara Eustácio; ex-Suzuki Samurai Bastião

  12. #660

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tópicos Similares

  1. De Suzuki de novo Ufa ! Feliz de Jimny !
    Por wagner4wd no fórum Suzuki
    Respostas: 12
    Última resposta: 27/12/2016, 15:27
  2. Novo Suzuki Jimny em 2017?
    Por homerohermida no fórum Suzuki
    Respostas: 1
    Última resposta: 02/12/2014, 11:31
  3. Novo Suzuki Jimny no salão de BOLONHA 2008
    Por rbrunato no fórum Suzuki
    Respostas: 6
    Última resposta: 08/12/2008, 01:34
  4. Suzuki Jimny 2002 - NOVO!!!
    Por vitorjr no fórum Vendem-se Veículos
    Respostas: 4
    Última resposta: 22/09/2008, 03:13

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado