x
Convex Datacenter
  • Meu 4x4

    CADASTRE SEU VEÍCULO AQUI
  • Lexus NX 300h Dynamic AWD - Avaliação

    Cardam traseiro-lexus-nx-300h-4x4-brasil-1-.jpg

    A marca Lexus tem forte posicionamento no segmento de luxo e desde 2015 vem focando na eletrificação de seu line-up. Com o compromisso sério do Desafio Ambiental 2050 trabalham para chegar a poluição igual a zero, visando o compromisso global com o meio ambiente.

    Este modelo híbrido é o suv compacto de entrada da marca e pelos 230k que custa, merecia já ter sido atualizado, o que deve acontecer no próximo ano. Ele também é oferecido nas versões Luxury e F-Sport custando 240k e 260k na mesma ordem.

    Cardam traseiro-lexus-nx-300h-4x4-brasil-2-.jpg

    Se vale a pena o investimento? Sim, para quem preza pelo luxo, conforto, confiança e mais vários outros fatores que o carro x marca oferecem, vale sim a compra.

    E não vale a pena, caso você seja do tipo que gosta, independente da marca ou tradição, estar sentado no melhor que seu dinheiro pode comprar. "E qual seria esta outra opção?" Isso já é pauta para outro dia.

    Como sempre faço minhas avaliações com foco no off road, acabo deixando de lado as fichas técnicas para falar do desempenho 4x4 do modelo. Neste caso, infelizmente não tive a oportunidade de levá-lo ao fora de estrada desta vez, portanto, darei mais ênfase na experiência do uso cotidiano.

    Cardam traseiro-lexus-nx-300h-4x4-brasil-3-.jpg

    O que pude perceber notoriamente é que a posição não só do motorista, quanto de todos a bordo é confortável, porém, entrar e sair do carro não é tarefa que passa despercebido.

    O NX foi o primeiro suv compacto da marca a receber versão híbrida em 2015. Quatro anos se passaram e o motor 2.5L de 4 cilindros e 16 válvulas já poderia dar lugar a um mais moderno e menos poluente, já que esta versão não é plug-in.

    Combinado a este propulsor, o motor elétrico síncrono de imã permanente e bateria híbrida de níquel gera um ruído de dínamo, não sendo tão silencioso quanto outro modelo testado ha poucas semanas. O sistema varia a potência entre os motores, alterando ou combinando os dois juntos, conforme necessário.

    Cardam traseiro-lexus-nx-300h-4x4-brasil-6-.jpg

    O motor a combustão possuí potência isolada de 155cv e 21,4kgfm de torque. O elétrico, por sua vez, gera isoladamente 143cv e 27,53kgfm de torque. Os números parecem assustar, não é mesmo? Só que a soma não é x+y para chegar na potência total.

    A potência combinada de um automóvel híbrido é a máxima que ambos os motores alcançam simultaneamente no limite de giro. Como o limite de rotações normalmente é maior nos motores a combustão do que nas usinas elétricas, e a potência total é dada quando o motor elétrico já esta em perda. Que neste caso chega a 194cv.


    O NX 300h possui ainda sistema de tração All-Wheel Drive. Em resposta às condições de dirigibilidade, a tecnologia AWD direciona automaticamente a força para duas ou quatro rodas conforme necessidade, melhorando a tração em diferentes tipos de terrenos. O sistema AWD inclui a função de Assistência Ativa em Curvas (Active Cornering Assist – ACA), que ajusta a força de direção dianteira e traseira para compensar viradas de curvas com maior ou menor demanda de força, melhorando a estabilidade e controle, além de melhorar a eficiência do veículo uma vez que as rodas recebem a força extra apenas quando necessário.

    Cardam traseiro-lexus-nx-300h-4x4-brasil-4-.jpg

    Para aprimorar ainda mais a experiência de condução, o NX 300h conta com transmissão Hybrid Transaxle. Este tipo de transmissão entrega uma aceleração mais linear, que reduz ou aumenta continuamente as marchas de acordo com a demanda do motor, sem desperdiçar energia, contribuindo para a eficiência e economia de combustível.

    Na motorização híbrida, o motorista tem à disposição mais uma opção de condução com o modo EV, priorizando apenas o motor elétrico, sendo recomendado para curtos trajetos em baixas velocidades, tipo chegar ou sair sem fazer barulho, entende? Além dos modos: Normal, Eco e Sport.

    Cardam traseiro-lexus-nx-300h-4x4-brasil-4-.jpg

    Os pára-choques foram desenhados para destacar a arquitetura agressiva do modelo, causando uma expressão ousada de diamante esculpido. As extremidades do pára-choque dianteiro se fundem à carroceria e acentuam a postura do veículo, enquanto as laterais conferem um visual musculoso, com vincos prolongados até a traseira, em um formato multidimensional.

    Na dianteira, grade do tipo Spindle e linhas fluidas com o capô e portas da frente. Os conjuntos ópticos dianteiros contam com projetores de lâmpadas Full-LED em formato de L. Os faróis de neblina, também em LED, integrados ao pára-choque dianteiro e possuem luzes de curva. Já as luzes de freio também em formato de L, evidenciando de forma dinâmica a assinatura da marca. E para completar o visual, elegantes rodas de liga leve 18".

    Cardam traseiro-lexus-nx-300h-4x4-brasil-2-.jpg

    O design externo é realmente muito atraente e se faz passar por cartão de visitas. Não há manobrista que não o chame de doutor com este modelo. Mas é no design interno que encontro seu ponto fraco, pelo simples fato de ter um aspecto já ultrapassado, que não condiz com todo resto, apesar de muita qualidade e requinte.

    Nesta avaliação fiquei devendo o off road, mas na próxima não faltará!

    Flávio Verna _ Insta: @4x4brasil @Flaviostm
  • Jipe Clube

    Parceiros de estrada