x
Convex Datacenter
Resultados 1 a 8 de 8
  • #1
    Usuário Avatar de 503!
    Entrada
    25/03/2009
    Local
    Natal/RN
    Idade
    31
    Posts
    233
    Agradecimentos: 3

    Exclamation SUZUKI sairá do Brasil novamente? Vários indícios. Opiniões?




    Fala, pessoal! Tudo em paz?

    Como entusiasta da Suzuki e apaixonado por Jimny há anos, tenho observado com certa preocupação os mais recentes comportamentos da Suzuki Brasil. O grupo HPE, ao que tudo indica, se prepara para deixar o país novamente, ou reduzir drasticamente sua atuação.

    Desde 2019, como vocês devem ter percebido, a rede de concessionárias foi bastante reduzida.

    Aqui em Natal/RN, por exemplo, onde tínhamos a saudosa Ippon Suzuki (que ano após ano era campeã de vendas e de elogios pelo atendimento), vimos o fechamento súbito da concessionária em dezembro de 2019. Ficamos órfãos de Suzuki na cidade. Os carros em garantia passaram a ser atendidos pela concessionária Mitsubishi (somente para manutenção, deixou de ser vendido Suzuki 0km)

    Esta situação se repetiu em MUITOS estados e cidades pelo país, acredito que tenhamos alguns exemplos de próprios membros daqui do fórum.

    De lá pra cá, apesar da redução do número de concessionárias, continuamos vendo à venda a linha "completa", com S-CROSS, NEW VITARA, JIMNY e SIERRA.

    No final de outubro de 2021, contudo, a Suzuki parou de importar o New Vitara e o S-Cross alegando falta de componentes no Japão (justificativa estranha, considerando que continua sendo vendido na Europa, inclusive tendo sido anunciado o lançamento do all-new S-CROSS).

    Ficamos, a partir de então, somente com o JIMNY e o SIERRA nas concessionárias. Vista a alta do dólar, falta de componentes e demais consequências da pandemia, ambos permanecem à venda hoje a preços astronômicos.

    Ocorre que virou o ano, 2022, e entrou em vigor a nova legislação ambiental para veículos, a PROCONVE em sua fase 7, que trouxe importantes exigências que certamente "matarão" o antigo motor M13A (projeto de 2006, quando lançada a geração "atual" do JB43) que equipa os Jimnys.

    Outro colega entusiasta da marca fez uma observação que confesso que não sabia (tampouco sei se procede). Segundo ele, a Suzuki, sempre que prestes a encerrar a produção de um carro, faz o lançamento de uma cor específica, limitada, para homenagear o modelo que sai de linha. Eis que, de fato, o Jimny acabara de ganhar uma versão limitada com a cor Marrom Laterita.

    Restaria, então, única e exclusivamente o SIERRA para ser vendido. E pior: caso a exigência ambiental da PROCONVE fase 7 seja equivalente às normas atuais europeias, sabemos que também teremos problemas quanto à permanência do carro no mercado, visto que o Sierra teve sua venda interrompida na própria Europa justamente por causa de leis ambientais (sendo mantido à venda no que daria um exemplo de um típico "jeitinho de brasileiro", onde removeram os bancos traseiros para chamar de furgão, mudando de categoria e tornando o motor novamente apto à venda).

    Para completar o contexto apocalíptico da marca no Brasil, já tem se observado nas concessionárias, faz alguns meses, a falta expressiva de peças de reposição, tais quais faróis, lanternas, itens de acabamento e quaisquer itens que não sejam de alta rotatividade nas revisões. Eu mesmo, recentemente, precisei de uma luz de ré para um Jimny 4Sport 2017. Só encontrei UMA NO PAÍS, em outro estado, e mandei buscar.

    Quando um colega meu precisou algumas semanas depois, eis a resposta: não tem em nenhuma concessionária; não tem nem na fábrica; tem que tentar importar, sem previsão de entrega, e sequer quiseram receber o valor antecipado (indicando a incerteza quanto à chegada). Outro conhecido passou o mesmo com uma lanterna de freio do Sierra. Preço alto, sem estoque nem na fábrica, sem previsão de importação.

    E mais: tenho percebido movimentação atípica nos concessionários para terminar de vender os atuais estoques em seus showrooms. Alguns colegas do ramo têm recebido telefonemas para divulgação de preços promocionais da linha 2022, tanto de Jimny quanto de Sierra, conduta incomum para um lojista ou concessionário que não tenha data para encerrar as atividades.

    Eu, pessoalmente, acredito que de fato em poucos meses veremos ou novamente a saída da Suzuki do Brasil, ou a redução expressiva do número de concessionárias, talvez mantendo-se o mínimo viável somente ao fornecimento de peças e eventual manutenção do Sierra à venda (caso haja possibilidade à luz da nova legislação ambiental).

    Hoje em dia, acredito que, para o Jimny e Grand Vitara, o mercado já seja "macaco velho" e saiba se virar sem a presença oficial da montadora no país. Temos um mercado paralelo forte e diversificado, bem como a internet facilitando importações de quaisquer itens mais específicos (já que, convenhamos, se dependêssemos exclusivamente das concessionárias, já estaríamos com problemas independente de saída ou não da marca do país). Me preocupo, contudo, com o "recém chegado" Sierra, bem como o New Vitara e S-Cross, que venderam relativamente pouco e talvez encontrem mais dificuldade na manutenção pelos anos que estão por vir.

    Encerro essa divagação transcrevendo aqui uma matéria noticiada no Jornal Folha de São Paulo, na edição de 06 de abril de 2003, que coincidentemente ou não parece se encaixar perfeitamente ao cenário atual. Todos sabemos o que aconteceu depois.

    Suzuki encerra importações, mas afirma que marca não sai do país.

    A Suzuki do Brasil anunciou, na última semana, o encerramento das atividades de importação e distribuição de automóveis no país. Para tranquilizar proprietários, a empresa afirma que as autorizadas permanecem prestando assistência técnica, serviços em garantia e fornecimento de peças.

    "A marca não sai do país. Paramos com a importação de veículos zero-quilômetro", diz Ricardo Pellegrini, 40, diretor de vendas e marketing. Segundo ele, o número gratuito de atendimento ao cliente continua funcionando normalmente. Pellegrini nega que a concorrência entre Grand Vitara e Chevrolet Tracker tenha contribuído para a decisão. De acordo com o diretor, os fatores determinantes foram a elevada taxa de câmbio e a alíquota de importação. "Não existe indicativo de que a importação possa se tornar viável novamente. Mas também não posso afirmar que não vá acontecer", conta o executivo. De origem japonesa, a marca deixa o Brasil após 12 anos, quando a Suzuki do Brasil Automóveis Importação e Exportação iniciou as atividades. Bem-aceita no país, ficou conhecida pelos jipes, sobretudo o Vitara e o Grand Vitara. Em 1997, por exemplo, foram vendidos mais de 4.000 carros. Em 2000, a linha foi ampliada, com o XL7, utilitário esportivo de maior porte, e o Ignis, voltado ao público mais jovem. A Suzuki faz parte da Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores), bem como BMW, Ferrari, Kia, Jaguar, Maserati, Porsche e SsangYong. De acordo com Luiz Carlos Mello, 61, diretor-executivo da entidade, todas elas sofrem a mesma pressão que a marca de origem japonesa. "O problema do importado não está apenas do câmbio, mas na alíquota de importação de 35%", afirma, citando Daewoo e Daihatsu como exemplos de marcas que deixaram o país há pouco tempo. "Nossa expectativa é que o governo encare a questão de maneira menos dogmática, abrindo mais para a importação." Para o diretor, "o grande ganho de montadoras e mercado locais, que é a pressão dos importados [para o incremento tecnológico no Brasil", pode deixar de existir". "Todos estão aqui com posição firme de continuar", diz, esclarecendo que a queda de vendas de 2001 para 2002 foi de 40%. "Relutamos muito para decidir pelo encerramento de nossos negócios", lamentou o presidente da Suzuki no país, Toshio Ozawa. "Somos gratos a todos os que nos adquiriram nossos automóveis." (LUÍS PEREZ)

    Agora me digam: vocês têm observado algo neste sentido? Estou imaginando coisas ou há plausibilidade nisso tudo?
    Filipe Nóbrega
    Samurai 96 - Jimny 4All 09
    - Jimny 4All 12 - Jimny 4All 13 - Jimny 4Sport 14 - Jimny 4Sport 15 - Jimny 4All 12 - Jimny HR 2011

  • #2
    Não acredito na saída do País. E mesmo que saia são obrigados a manter estoque de peças por pelo menos 5 anos. Essa falta de peças acho que seja escassez mundial mesmo. O problema todo é o Dollar nas alturas, talvez ano que vem com um novo governo essa questão cambial se normalize. Mas acredito que manterão apenas o Sierra para venda, talvez até uma futura montagem no Brasil. O Vitara e o S-Cross já não vendiam bem. Há indícios de projeto para um novo Vitara mais robusto, como a versão anterior. Seria uma boa opção para nosso mercado.
    Suzuki S-Cross
    Ex Suzuki Jimny Sierra
    Ex Suzuki Grand Vitara

  • #3
    Também não creio em uma saída.

    Porém nunca é demais lembrar da Ford . . . e outras empresas de distintas áreas que aqui não viam mais vantagens: Sony e Nikon, por exemplo. Ambas abandonaram o país no último par de anos.

    Em Porto Alegre a revenda Suzuki encolheu e se juntou fisicamente a Mitsubishi.

    Na minha última revisão do Sierra, em dezembro, não tinham filtro de combustível para substituição.

    Câmbio: tá caro esse carrinho! Última vez que pequisei o Sierra chega a 170K no modelo automático .... PQP. E tem gente que acredita nesse governo!
    | Jimny Sierra |
    | Ex: | Ranger 4x4 CS 3.2 Diesel | Ranger 2008 4x2 CS 2.3 | Samurai Canvas 98 | Samurai Metal 98 |

  • #4
    Usuário
    Entrada
    11/04/2010
    Local
    sao paulo/SP
    Posts
    210
    Agradecimento: 1
    O vitara 2020 vende bem na Europa, sera novo híbrido, nao cae no terrorismo do alguém falou.Um fato real, o motor do npvo Sierra ja foi condenado na Europa, ficara so para India, grande mercado da Susuki.

  • #5
    Usuário
    Entrada
    07/01/2022
    Local
    BH/MG
    Posts
    12
    Agradecimento: 1
    A HPE Automotores do Brasil, representante das marcas Mitsubishi Motors e Suzuki Veículos no País, confirmou nesta quarta-feira (2) ao Jornal do Carro que suspendeu temporariamente a produção dos modelos Outlander Sport e Jimny na fábrica de Catalão, em Goiás. O motivo são os novos limites de emissões e parâmetros estabelecidos pelo Proconve L7.

    HPE suspende producao dos SUVs Outlander Sport e Jimny em Catalao

  • #6
    Usuário Avatar de Joao Baeta
    Entrada
    14/03/2005
    Local
    Rio de Janeiro!/RJ
    Idade
    36
    Posts
    6,892
    Agradecimentos: 3
    Não acredito nisso!
    Deve ter fase mundial por causado alto dólar etc!
    Logo normaliza....!
    Sempre tive SZK mesmo a marca saiu do país... Peças abudantes por aqui!
    Baeta's Off Road!
    Samurai 1.3 1993 de trilha
    GV3 prata 2014 4x4 top de linha com aro 18"etc etc!

  • #7
    Usuário Avatar de pmarc
    Entrada
    14/07/2008
    Local
    Santos/SP
    Idade
    44
    Posts
    362
    Agradecimentos: 0
    Eu sabia que esse negócio de mit e suzuki no mesmo grupo ia dar m....

  • #8
    Usuário
    Entrada
    07/01/2022
    Local
    BH/MG
    Posts
    12
    Agradecimento: 1
    Neste caso, deve ser questão do PROCONVE mesmo, só ver a quantidade de motores que saíram de linha esse ano.

  • Classificados ANUNCIE GRÁTIS

    AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

    Informações de Tópico

    Usuários Navegando neste Tópico

    Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

    Tópicos Similares

    1. Suzuki vitara JLXi 1997 automática (Opiniões)
      Por Caio Tessa no fórum Suzuki
      Respostas: 39
      Última resposta: 02/11/2014, 15:08
    2. JIMNY Nacional sairá logo ??
      Por Nobreak no fórum Suzuki
      Respostas: 8
      Última resposta: 19/03/2012, 21:11
    3. suzuki brasil
      Por marceloroberto no fórum Suzuki
      Respostas: 18
      Última resposta: 25/06/2008, 23:46
    4. Suzuki de volta ao Brasil
      Por Eldon no fórum Suzuki
      Respostas: 5
      Última resposta: 05/05/2008, 00:25
    5. Volta da Suzuki ao Brasil?!?
      Por Felypenoob no fórum Suzuki
      Respostas: 50
      Última resposta: 17/06/2007, 23:52

    Tags para este Tópico

    Permissões de Postagem

    • Você não pode iniciar novos tópicos
    • Você não pode enviar respostas
    • Você não pode enviar anexos
    • Você não pode editar suas mensagens
    • BB Code está Ligado
    • Smilies estão Ligados
    • Código [IMG] está Ligado
    • Código HTML está Desligado

    Change privacy settings Alterar definições de privacidade