x
Convex Datacenter
Página 11 de 11 PrimeiroPrimeiro ... 234567891011
Resultados 121 a 124 de 124
  1. #121
    Usuário Avatar de Barba Ruiva
    Entrada
    02/02/2004
    Local
    Indaiatuba/SP
    Idade
    44
    Posts
    438
    Agradecimentos: 0



    Citação Postado originalmente por hercilio.neto Ver Post
    Olá vizinho.
    Há muitos anos, quem faz os serviços de mecânica no meu jipe são os irmãos Paulo e Antonio.
    Agora é o Paulo que está tocando a oficina.
    O telefone dele é (19) 99261-1369
    Valeu Hercilio! Durante sua viagem eu acabei pegando algum post seu falando sobre o mecânico! Aproveitei p passar lá e falar com ele.

    Parece bom mesmo! Mesmo antes de eu comentar sobre vc ele se adiantou e disse que vc era cliente dele e q estava voltando de viagem!

    Me inspirou muita confiança. Só no dia da minha visita haviam 3 câmbios abertos! Know how ele certamente tem!

    Só estou esperando a vaga p deixar a Filó por lá. Pelo que vimos o vazamento é na caixa de transferência e não é preciso descer o cambio junto p resolver. Fiquei muito feliz com a notícia.

    Semana que vem eu ligo p ele p ver se já tem como deixar lá.

    Sobre sua viagem, ou melhor, aventura, parabéns! Q experiência!

    No final do relato, me ocorreu em uma viagem mais curta, pesada, para avaliar o conjunto! Fazer esse monte de descoberta em uma viagem de 7mil km! Deve ter aumentado a bitola das veias! Hahahaha...

    Espero termos a oportunidade de nos conhecer um dia, já que moramos bem perto.

    Abraço,

    André

  2. #122
    Usuário Avatar de CAPT GOTTLIEB
    Entrada
    05/12/2013
    Local
    AMPARO/SP
    Idade
    75
    Posts
    787
    Agradecimentos: 38
    Parabéns Hercílio!
    Deve ter sido uma viagem maravilhosa, embora tenham tido algumas dificuldades com a suspensão do Mini-Trailer. Agora você além de catedrático em Band já o é também em Mini-Trailer. Com o conhecimento adquirido nesta viagem eu tenho certeza que seu Trailer ficará mais preparado para enfrentar qualquer terreno difícil. Eu estive em Ushuaia, mas fui de navio. Pelos relatos que ouvi de várias pessoas que foram para lá de carro, off-road e moto as estradas não são difíceis. Tem quem faça explorações pela Patagônia Argentina e por vezes é obrigado a rodar em estradas de ripio, um espécie de seixo rolado misturado com terra, areia e pedrisco. Precisa ter cuidado com os vidros, principalmente o para-brisa. Comparado com Jalapão deve ser um tapete.

    No próximo mês completo 75 e ainda dirijo meu ONÇA aqui em Amparo e região. Mas embora eu tenha saúde razoável para idade (com alguns problemas bem controlados) o corpo não aceita mais uma viagem de Amparo para Ushuaia ou Atacama ou Nordeste. Dizem que se conselho fosse bom ninguém dava, vendia. Mas você é meu amigo e vou arriscar. Aproveite enquanto sua saúde e disposição lhe fornecem condições para realizar estas viagens mais longas. Elas costumam ser aventuras bem planejadas, estudadas com detalhes e sempre são experiências de vida muito maravilhosas. São um tanto cansativas, porém divertidas, sempre nos reservam surpresas, imprevistos, às vezes com dificuldades que nos colocam à toda prova, porém esta é a graça. Com seu JIPÃO e agora com seu Mini-Trailer você está bem apetrechado para ir do Estreito de Bering ao Cabo Horn. Não precisa fazer as Três Américas, mas uma ida até Ushuaia ou Nordeste já seria de bom tamanho.
    Desejo a você muitas felicidades e sucesso.
    Mini Trailer Off Road-navy-salute-1c.jpg
    VW-GAIOLA 1600 (8x35); JIPÃO BAND 1983;
    https://www.4x4brasil.com.br/forum/f...ao-o-onca.html

  3. #123
    Usuário
    Entrada
    21/11/2015
    Local
    Brasília/DF
    Idade
    27
    Posts
    93
    Agradecimentos: 2
    Citação Postado originalmente por hercilio.neto Ver Post
    Olá amigos.
    No quesito turismo, nossa viagem foi simplesmente maravilhosa. Mas sobre isso, pretendo escrever um tópico na seção expedições. Aqui vou me ater à performance do equipamento.

    Nessa nossa pequena expedição, fomos eu e minha esposa Helenice (Instagram @sr.sra._h4x4) e o casal Ceccere e Vera, em duas Band rebocando os dois mini trailers.
    Anexo 577541 Anexo 577542

    Em 04/09 seguimos para Lambari/MG onde encontraríamos um grupo de amigos para um encontro 4x4 durante o feriado prolongado, então a expedição com os trailers, começou efetivamente em 08/09.

    Seguimos por Minas Gerais e já no primeiro pernoite percebemos que a suspensão estava cedendo.
    Anexo 577543 Anexo 577544

    Cabe um esclarecimento aqui.
    O trailer que a principio, acreditávamos ter entre 300 e 400 kg, na verdade pesa 600 kg, que com bagagem e água, pode chegar a 700 kg. No nosso caso, nunca viajamos com a caixa d'água cheia.
    O eixo utilizado foi o Famit por torção, para 750 kg.

    Quando chegamos no posto onde iríamos pernoitar a segunda noite, na BR-367, no município de Carbonita/MG, a suspensão do trailer do Ceccere cedeu de vez e a do meu, já estava bem aberto.
    Anexo 577545

    Em contato com o fabricante do trailer, resolvemos enviar os trailers para a fábrica onde foi trocada a suspensão por eixo rígido e feixes de mola para 800 kg.
    Essa decisão não foi acertada, pois tivemos custos com o envio e hospedagem, sendo que poderíamos ter efetuado esse serviço na cidade de Turmalina/MG, com menos custos e em menos tempo.
    Anexo 577546

    Mas enfim, enquanto aguardávamos, aproveitamos algum dos atrativos do Vale do Jequitinhonha e o Ceccere aproveitour para resolver um problema na Band dele.

    Quando nossos trailers chegaram, nos colocamos na estrada rumo à Chapada Diamantina.
    Foram longos trecho de estradas de terra em Minas Gerais já colocando a prova a estrutura dos trailers.
    Anexo 577547

    Seguimos depois por asfalto até Abaíra mas a partir daí, a estrada até Mucugê exigiu bastante das Band e dos trailers. Pegamos uma serrinha bem íngreme e esburacada com curvas fechadas e estreitas
    A parte do chassi que prende o suporte do jumelo simplesmente se rasgou, além do eixo ter se envergado.
    Pretendíamos chegar em Mucugê com o dia claro, mas com a quebra, tivemos que levar o conjunto praticamente se arrastando com o eixo apoiado diretamente no chassi. Chegamos em Mucuge tarde da noite.
    Anexo 577548

    Diogo Vargas me deu a dica que o Camping Mucugê é de propriedade do nosso amigo aqui do fórum Rubens Linhalis.
    Pela manhã nos dirigimos para o camping e, com a ajuda do Rubens, encontramos profissionais que fizeram os reparos necessários, quais sejam, troca do tubo do eixo por outro com parede bem mais grossa e reforço na base da longarina onde ficam os pontos de fixação da suspensão. Isso foi feito nos dois trailers.
    Anexo 577549 Anexo 577550 Anexo 577551

    A viagem seguiu tranquila, o trailer é muito confortável para dormir, ficamos em campings e postos de gasolina sem problemas.
    Fomos para o Vale do São Francisco, Serra da Capivara, Cânion dos Vianas e seguimos para o Jalapão.

    O termo "Jalapão é bruto" dá uma boa ideia do que nos esperava.
    São quilômetros e quilômetros de estrada de terra com costelas de vaca entremeada por trechos de areia fofa. Para dar uma ideia, para chegar na cidade de Mateiros entrando pela divisa dos estados do Piauí, Bahia e Tocantins, foram 100 km que levamos mais de 5 horas para percorrer.

    No Jalapão, deixamos os trailers no camping e fizemos os passeios somente com as Band e olha, as Band sofreram um bocado.
    Para dar um exemplo, o passeio às dunas que fica apenas a 35 km do camping, levamos duas horas para ir e duas horas para voltar. Isso só com a Band, se tivesse o reboque teríamos que ir ainda mais devagar.
    Então já dá pra calcular o trajeto entre Mateiros e São Felix do Tocantins, que tem 80 km.

    A saída do Jalapão cobrou seu preço.
    Saímos rumo a Dianopólis, são 80 km de estrada ruim (praticamente uma trilha) e mais 70 km de terra. para somente a partir daí, mais 70 km de asfalto (trecho conhecido como Garganta) até Dianópolis.
    Nesse primeiro trecho de estrada ruim, era bem difícil poupar o equipamento, pois em muitos pontos tinha areia muito fofa no meio da erosão, com grande risco de atolar se entrasse devagar.
    Pois bem. Faltando 100 km para chegar no asfalto, ou seja, ainda nesse pior trecho, o feixe do lado esquerdo do meu trailer se partiu e novamente o eixo ficou apoiado diretamente no chassi.
    Nessa altura, o outro feixe já estava completamente desarqueado com indício de que podia quebrar e o trailer do Ceccere também estava assim.
    Mais uma vez arrastamos o trailer a menos de 10 km/h até chegar ao asfalto.

    Em Dianópolis foi trocado somente esse feixe e dali até chegar em casa não pegamos mais estrada de terra.
    Anexo 577552

    Por conta do atraso e dos gastos extras, deixamos de fora a Chapada dos Veadeiros e Terra Ronca. Esses destinos entrarão em outro roteiro numa nova expedição.

    A conclusão que chegamos é que, para um trailer off road, mais do que ter suspensão com curso ou ser macia, a suspensão precisa ser robusta.
    Se o trailer pesa 600 kg, a suspensão tem que ser para 1.000 kg no mínimo.

    Eu pretendo usar feixe para 1.200 kg.
    Vai ficar duro, eu sei, mas se andar com cuidado não sacrifica a estrutura do equipamento. Além do mais, a Band por si, já é dura também, então já temos que ser cuidadosos na terra.
    Os pontos frágeis são realmente a suspensão e a base do chassi.

    Sobre o equipamento e sua utilização, tirei algumas conclusões.

    A cozinha foi muito pouco utilizada porque quando estávamos nos campings usávamos a estrutura deles e quando estávamos em postos de combustível, encontramos ótimas opções em restaurante para caminhoneiros.

    Não vi necessidade de colocar um inversor. No trailer tudo funciona com 12v e algum equipamento com voltagem 110v (sobretudo aqueles de muita potência) pode ser usado quando se tem energia externa.

    Desisti de colocar um frigobar. A geladeira de 31 litro da Resfriar supriu nossa necessidade e ficou direto no jipe.

    Placa solar deixou de ser uma prioridade para mim. Nosso trailer carrega a bateria no alternador do jipe e quando temos energia externa, usamos a fonte de 60a. Como a geladeira fica no jipe, a bateria de 100Ah do trailer ficou com bastante autonomia.

    O climatizador é ítem essencial. Muito eficiente. Recomendo.

    O porta potty se mostrou muito útil também, mesmo em camping porque os banheiros nem sempre ficam perto do lugar reservado aos trailers.

    Como não fizemos wild camping, não usamos nosso chuveiro. Para quem não faz wild camping, é um investimento desnecessário, pois tanto os campings como em postos oferecem opções para banho.

    Levamos muito mais roupa do que o necessário. Tem lavanderias em postos e tanques para lavar nos campings.

    Talvez eu retire o toldo do jipe e instale no trailer.

    Preciso melhorar a vedação da cozinha e do baú frontal, não entrou água, mas entrou muita poeira.


    Depois de 41 dias você chega com saudade de casa, mas depois de 3 semanas, já está dando saudade da estrada.
    Por enquanto, farei passeios aqui por perto para aproveitar o equipamento, mas já estamos planejando novas expedições. Estão na mira uma para o Ushuaia, outra para o Atacama, outra para o litoral do Nordeste e quem sabe onde mais...

    Fala mestre!
    Li cada pagina do seu tópico!! parabéns pela empreitada! por ter tido coragem de fazer um trailer do zero! infelizmente houve algumas intercorrências, mas vms ver pelo lado "bom" foi aqui no Brasil! e não na sua viagem para Ushuaia...

    Há um tempo estou querendo montar um trailer off-road! fico coletando ideias na internet e esse seu post foi de grande valia para o meu projeto! espero que um dia eu poste o meu aqui e te use como referencia!!!!

    Parabens!!!!!!
    4X4 Brasil
    Projeto Szk GV3! Pneus 245/70/17 MUD, Proteções RudeBoy! e para-choque de aço!

  4. #124
    Usuário
    Entrada
    21/11/2015
    Local
    Brasília/DF
    Idade
    27
    Posts
    93
    Agradecimentos: 2
    Quando chegar na epoca de fazer uns upgrade no mini trailer eu recomendo você instalar uma munheca offroad da al-ko... acredito que ela possa ajudar bastante em algumas situações

    Mini Trailer Off Road-munheca2.jpg

    Ela possui torção para todos os ângulos que o trailer possa fazer na trilha/estrada de chão
    Projeto Szk GV3! Pneus 245/70/17 MUD, Proteções RudeBoy! e para-choque de aço!

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tópicos Similares

  1. Transformar reboque em mini trailer tem alterar documento?
    Por MRBAraujo no fórum Veículos e Preparação
    Respostas: 15
    Última resposta: 02/01/2022, 23:21
  2. Jimny com Mini Trailer (Teardrop)
    Por guimajc no fórum Suzuki
    Respostas: 84
    Última resposta: 30/05/2018, 08:33
  3. Reboque trailer / uso off road em CA sem opção manual.
    Por Uyrassu no fórum Fórum Geral 4x4 Brasil
    Respostas: 10
    Última resposta: 21/05/2018, 16:42
  4. Respostas: 5
    Última resposta: 28/09/2011, 11:40
  5. Expedição picape + trailer off road.
    Por zoega no fórum Picapes
    Respostas: 3
    Última resposta: 25/02/2011, 08:56

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado

Change privacy settings Alterar definições de privacidade