x
Convex Datacenter
Página 5 de 7 PrimeiroPrimeiro 1234567 ÚltimoÚltimo
Resultados 49 a 60 de 77
  1. #49
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18



    Ademar, o Chile realmente é muito caro, se ficar em hotéis e comer em restaurantes. A melhor alternativa e hospedar-se em cabanas e preparar sua comida. Vinho, pães, queijos e embutidos são baratos, mesmo em locais remotos.

    Você encontra cabanas com acomodação para varias pessoas em quase todas as cidades e vilas. Exemplo é o Cara del Índio, na região do Futaleufu. Não sei o preço hoje, mas a cabana onde ficamos há alguns anos acomodava 7 pessoas e era bem equipada.

    Claro que camping é mais barato ainda. Vai depender do tanto de conforto que quiserem.

    Show a viagem com os Willys. Não deixe de colocar aqui o relato.

  2. #50
    Exatamente assim Luiz,

    como na outra viagem de 2012, ficaremos em cabanas, levaremos uma pequena tralha de cozinha, durante o dia faremos comida leve nos pontos de parada, a noite uma mais completa nas cabanas,acampar foi descartado, visto que em setembro ainda esta muito frio para nossos padrões tupininguis . atravessarmos a Argentina ate junin de los andes o mais rápido possível, pois o objetivo e o chile, mas quando dentro do chile e depois o sul da Argentina, rodaremos no máximo 300 km por dia,para curtir cada km rodado, a volta que vai ser difícil, pelas grandes retas da patagônia argentina, com parada em Barriloche.

  3. #51
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    Seu esquema é o ideal, eu penso. Vai ter conforto, liberdade e baixo custo. Aproveite. E não deixe de colocar seu relato aqui.

    Citação Postado originalmente por Ademar Ferracioli Ver Post
    Exatamente assim Luiz,

    como na outra viagem de 2012, ficaremos em cabanas, levaremos uma pequena tralha de cozinha, durante o dia faremos comida leve nos pontos de parada, a noite uma mais completa nas cabanas,acampar foi descartado, visto que em setembro ainda esta muito frio para nossos padrões tupininguis . atravessarmos a Argentina ate junin de los andes o mais rápido possível, pois o objetivo e o chile, mas quando dentro do chile e depois o sul da Argentina, rodaremos no máximo 300 km por dia,para curtir cada km rodado, a volta que vai ser difícil, pelas grandes retas da patagônia argentina, com parada em Barriloche.
    LR Defender 110 2004

  4. #52
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    Em nosso planejamento, devido ao tempo que tínhamos para fazer a viagem, reservamos um dia e meio para Torres del Paine. O grupo dividiu-se. Dois melhor preparados fisicamente fizeram o trekking até a base das torres, enquanto eu, as duas mulheres e os dois garotos fizemos outra programação. Seguem os relatos. Primeiramente dos dois amigos que fizeram o trekking.
    LR Defender 110 2004

  5. #53
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    Meu nome é Marcos, sou o comandante do Defender 90 e estou junto com o Luiz nesta expedição. Irei tentar passar alguns informação sobre o trekking até o lago na base das Torres.

    Em nosso segundo dia em Torres del Paine o grupo se dividiu em dois, uma equipe foi realizar o passeio de barco no lago Grey e a segunda equipe composta por mim e pelo Fabio foi fazer a caminhada até o lago localizado na base das torres.

    Logo na entrada do parque, para as pessoas que vem de Puerto Natales, está localizado o centro de informações para os visitantes. Após pagar uma taxa o visitante está autorizado a seguir em frente no seu passeio. Pegamos um folheto onde foi possível ter informações sobre as diversas trilhas que parque possui.

    De carro realizamos um deslocamento de uns 30 km até um estacionamento, local de partida para a trilha que leva ao lago. Neste local existem lojas para refeições rápidas.

    A trilha é de dificuldade média para que tem algum preparo físico. A distância total é de 21 km ida e volta, trajeto que conseguimos realizar em 6 horas no total. A principal dificuldade da trilha está no desnível entre o ponto de partida e o lago, são aproximadamente 1100 metros de desnível. Próximo do km 6 tem outro ponto de apoio com uma pequena lanchonete.

    Após uns 2 km quilômetros no plano, inicia-se a subida. Próximo do km 4 já temos as primeiras pessoas paradas para se recuperar da subida, assim fomos seguindo com algumas pausas para descanso. No trecho final de aproximadamente 1 km, temos muitas pedras de grande porte e a inclinação aumenta, sendo necessário se apoiar nas mesmas em vários pontos.

    À medida que avançamos a expectativa vai aumentando, choveu em alguns trechos e o vento forte é uma constante, até que chegamos, finalmente.

    A paisagem é fantástica, o tempo abriu e foi possível realizar belas fotos com o lago com tom de azul e as Torres ao fundo. A presença do gelo nas partes mais altas, finaliza todo o cenário.

    Após uns 40 minutos começamos a descida. Encontramos com algumas pessoas que ultrapassamos na subida, elas ainda estavam realizando o trecho de subida. Algumas pessoas demoram 10 horas para realizar a trilha, portanto a trilha não é indicada para crianças e sedentários. Se o esforço for muito grande para chegar no lago, o passeio perde um pouco do sentido.
    LR Defender 110 2004

  6. #54
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    O final da trilha até a base das Torres
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-tdp1.jpg

    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-tdp3.jpg

    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-tdp2.jpg
    LR Defender 110 2004

  7. #55
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    Décimo terceiro dia – 15/1

    Como nosso grupo era heterogêneo, conforme já comentado, considerando-se as condições físicas de seus integrantes, fizemos dois programas distintos neste dia. Dois de nós melhor preparados fisicamente fizeram o trekking até a base das torres. Eu não estava neste grupo, precisei atender às duas mulheres e aos dois garotos. Fomos fazer a navegação do lago Grey.

    O que os amigos falaram sobre o trekking bate com o que muitos já relataram: é talvez o ponto alto do parque de Torres del Paine. Já a navegação é um bom programa para quem tem mais tempo e já fez outros passeios ali ou para quem tem limitações físicas, como nosso grupinho. Eu pularia a navegação. É legal e tudo mais, mas quem viu Perito Moreno não vai ver nada melhor. E é caro, também, US$ 180,00 por pessoa.

    Saí com minha esposa e meu neto da pousada onde estávamos e acessei o parque de TDP pelo Leste. O tempo estava encoberto, mas víamos ao longe, em meio às nuvens, o maciço de várias cores que dá a identidade ao parque. O clima ali é mutante e severo. No mesmo dia temos vento, sol, chuva, frio, momentos de calor e até neve, mesmo sendo verão.

    A pousada onde eu pegaria a esposa de um dos companheiros e seu filho situava-se fora do parque, próximo à saída Rio Serrano. Levei duas horas para chegar lá, cruzando com calma todo o parque, margeando os lagos Sarmiento, Nordenskjold e Pehoe, além de inúmeros cursos d´água e lagunas. Tudo muito bonito.

    Após coletar os outros dois participantes da navegação fomos para o hotel Lago Grey, de onde parte-se em caminhada até o ponto do lago Grey onde o catamarã atraca e sai em direção ao glaciar Grey. É uma caminhada de uns 30 minutos, tranquila. Embarcamos e saímos.

    No barco há uma boa cantina. Nosso pacote incluía alguns piscosauer, bem recebidos para aquecer os adultos, e lanches para os garotos.

    Como escrevi acima, se o viajante não tiver oportunidade de conhecer o glaciar Perito Moreno navegar próximo ao Grey pode ser interessante. Mas tem coisa melhor para se fazer em TDP do que a navegação, na minha opinião. Como não conheci outros pontos e atrações do parque vou ter que voltar lá mais uma vez.

    O que valeu neste dia foi cruzar todo o parque, apesar do tempo meio encoberto. Paramos em vários pontos muito bonitos, entre eles o Salto Grande. Só trafegar pelas estradas dentro do parque já enche os olhos e a alma. É realmente espetacular.

    Após a navegação deixei o pessoal em sua pousada e atravessei o parque novamente, agora no outro sentido, até onde estava hospedado. Um bom jantar e um bom vinho completaram o dia.
    LR Defender 110 2004

  8. #56
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    O Glaciar Grey
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_5930.jpg

    TDP
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_5981.jpg

    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_5996.jpg


    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_1485.jpg
    LR Defender 110 2004

  9. #57
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    Décimo quarto dia – 16/1

    Deixei minha pousada, que como já comentei ficava a leste do Parque. Neste dia descobri um caminho que cruzava o Rio Negro ou Rio de las Chinas e encurtava o deslocamento até a entrada do parque em mais de 30 km. Rio baixo, sem problema algum para qualquer 4x4 nesta época do ano.

    Atravessei novamente o parque todo para encontrar os demais do grupo na saída para Puerto Natales, perto de onde estavam hospedados. Decidimos dali voltar para o parque e ver mais mirantes e o Salto Grande novamente. Desta vez o dia estava aberto, muito agradável, com pouco vento e pouco frio. Fizemos várias fotos e deixamos Torres del Paine. Plano do dia: dormir em Puerto Natales, fazer umas comprinhas e recarregar as baterias.


    Decidimos rodar trechos mais curtos no período em que as mulheres e crianças estariam no grupo, pois a paciência delas para ficar dentro de um carro por horas é menor, pelo menos no nosso caso. Poderíamos ter ido direto a Punta Arenas neste dia, por exemplo, mas conhecendo nosso público pegamos mais leve.

    A saída do parque é por um trecho bonito da Y-290, beirando o Lago del Toro. Dali em diante não vimos nada especial.

    Chegamos em Puerto Natales e logo achamos as cabanas onde nos hospedaríamos, bem no centro da cidade. Fomos comprar comida e alguns itens básicos que estávamos precisando, como vinhos e queijos. Aproveitei para ir a um borracheiro e fizemos uma geral nos pneus do 110. Montei e coloquei para rodar o novo pneu comprado em El Calafate, arrumei o cortado e deixei-o como estepe e devolvi o estepe do 90. Aquele com dois cortes comprado em Perito Moreno foi para o bagageiro do teto, para uma eventual emergência. Depois, descansar.

    Não vimos nada de muito interessante em Puerto Natales. Esta cidade serve de ponto de apoio para quem vai conhecer Torres del Paine e não quer ou não consegue hospedar-se no parque ou próximo a ele. Há algumas coisas para se ver e fazer, mas se não for dormir em Puerto Natales, dá para passar reto, na minha opinião.
    LR Defender 110 2004

  10. #58
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    Salto Grande, TDP
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_1524.jpg

    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_1544.jpg

    Lago Pehoe
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_1587.jpg

    Mais fotos
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_1262.jpg

    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_6003.jpg

    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_6032.jpg
    LR Defender 110 2004

  11. #59
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    Décimo quinto dia – 17/1

    Objetivo do dia: ir a Punta Arenas, comprar os tickets para atravessar o Estreito de Magalhães pelo ferry até Porvenir e conhecer a cidade.

    Já adianto que não conseguimos os tickets. A procura é alta nesta época de férias de verão. Deveríamos ter comprado dois ou três dias antes pela internet. Isto nos obrigou a rodar uns 200 km a mais no dia seguinte.

    A ideia era cruzar o Estreito de Magalhães na ida por um caminho (travessia Punta Arenas/Porvenir, 2 horas de ferry) e voltar por outro (Punta Delgada). Seria uma boa distração para os garotos conhecer os grandes ferrys da Patagônia, além de conhecermos mais da Terra do Fogo. Infelizmente por falha de planejamento não conseguimos fazer assim.

    A viagem até Punta Arenas não oferece grandes atrativos. Como todas as rodovias no Chile o piso e a sinalização são muito bons, tornando a viagem tranquila e agradável. Os fortes ventos laterais fazem o carro passarinhar um pouco, apenas, não chegando a colocar a viagem em risco.

    Chegamos em Punta Arenas e fomos almoçar. Eu tinha a recomendação de um restaurante chamado La Luna, ótima pedida.

    Punta Arenas é a cidade mais importante do Chile na Patagônia Sul. Teve seus melhores momentos antes da abertura do Canal do Panamá pois até então o Estreito de Magalhães era a melhor rota ligando os oceanos Atlântico e Pacífico, dando segurança ao tráfego marítimo por evitar a navegação pelo Cabo Horn.

    A pousada onde ficamos foi uma surpresa pela simplicidade e bom gosto. Chama-se Tragaluz, recomendo. Após nos acomodarmos fomos caminhar pela orla do Estreito. Mais um dia de sol e pouco frio tornou o passeio agradável. Punta Arenas tem uma boa estrutura e vale ser visitada. Alguns museus são interessantes, bem como as opções de bares e restaurantes.
    LR Defender 110 2004

  12. #60
    Usuário Avatar de LuizPR
    Entrada
    14/01/2014
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    60
    Posts
    170
    Agradecimentos: 18
    O Monumento ao Vento, na Ruta 9 entre Puerto Natales e Punta Arenas
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_1697.jpg

    O Tragaluz. As aparências enganam, é muito bom pelo seu custo.
    Carretera Austral, El Chaltén, El Calafate, Torres del Paine e Ushuaia - Janeiro 19-img_1783.jpg
    LR Defender 110 2004

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tópicos Similares

  1. Respostas: 148
    Última resposta: 04/11/2019, 15:04
  2. Respostas: 215
    Última resposta: 13/09/2019, 18:28
  3. Respostas: 23
    Última resposta: 18/09/2018, 09:12
  4. Ushuaia - Torres del Paine - El Calafate - Carretera Austral
    Por ramalho-vitoria no fórum Relatos de Viagem
    Respostas: 251
    Última resposta: 01/03/2015, 16:16
  5. BH - Ushuaia - Torres del Paine
    Por Dinho_BH no fórum Relatos de Viagem
    Respostas: 91
    Última resposta: 19/08/2013, 14:53

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado