x
Convex Datacenter
Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 12 de 16
  1. #1
    Usuário
    Entrada
    27/04/2015
    Local
    Campo Bom/RS
    Idade
    29
    Posts
    91
    Agradecimentos: 0

    Thumbs up 1ª Expedição - San Pedro de Atacama




    Buenas pessoal!

    Demorei, mas consegui tirar um tempinho para redigir o relato da Expedição ao Atacama que fiz em Janeiro! Primeiro a história:
    Há cerca de 1 ano, estive conversando com um amigo, sobre uma trip dele ao Ushuaia. Nunca tinha imaginado em fazer uma viagem tão distante de carro, aquilo me deixou fascinado! Comecei a pesquisar sobre o assunto e foi aí que entrei na cachaça do mundo 4x4 hahaha.

    Na época, ainda tinha meu Fox 1.0, tirei 0km da Concessionária, carro valente e econômico, mas não estava mais me acompanhando nos lugares que eu visitava. Comecei a pesquisar entre diversas marcas e veículos e optei pela Grand Vitara 2.0 Manual, 4x4 2011.

    Em Setembro de 2015, já comecei a pesquisar sobre o roteiro aqui no fórum, a partir de relatos de colegas e fui montando o trajeto. No final de Novembro, consegui vender o fox e retirei a Vitara na concessionária. Pensa numa pessoa feliz!

    Fiz uma revisão completa na css antes de ir, comprei algumas coisas extras para viagem, pois não conhecia a viatura ainda, como óleo motor, líquido freio, direção hidráulica, fusíveis, etc. Além destes, comprei os itens obrigatórios: cambão, triângulo adicional e tirei a capa traseira (que acho feia) e aproveitei para pintar as rodas que estavam riscadas.


    31/12/2015 – URUGUAIANA, RIO GRANDE DO SUL – 680 KMs


    Foi dada a largada!
    Importante mencionar, que não reservamos previamente nenhum lugar. Com espírito “aventureiro” e não querendo gastar muito, levei barraca e fogareiro e em último caso até dormiria no carro. A viagem inicial seria de 680kms, saímos às 03h da manhã; minha namorada ainda com receio de não ter reservado nada, mas sabia que daria tudo certo!

    Chegando lá, ficamos no hotel Montecarlo, bem simples, mas aconchegante, com garagem e café da manhã reforçado, recomendo a estadia.




    01/01/2016 – PRESIDENCIA ROQUE SÁENZ PEÑA, CHACO PROVINCE, ARGENTINA – 554 KMs




    Passamos a aduana pela manhã, foi cômico, pois como era dia 1º, tinham dois agentes dormindo no balcão e o que nos atendeu, estava com os olhos bem vermelhos, nem olhou direito os documentos, muito menos o carro.

    A estrada para Saenz Peña estava muito boa, apenas alguns trechos com buracos. Dirigi cerca de 300 KMs e bateu a fome, já estava próximo ao meio dia.

    Curiosidade: na Argentina, em diversos lugares se vê referência ao Gauchito Gil, que é uma espécie de padroeiro/santo deles. Aproveitei uma parada de ônibus para testar o fogareiro que comprei para a viagem; as garrafas de vinho estavam em uma oferenda para ele.


    Aquela polenta com molho!

    Ficamos no hotel Presidente, onde encontramos três motoqueiros de SC, que voltavam justamente do Atacama. Trocamos várias idéias com eles, isto nos deixou tranquilos e ainda mais empolgados para chegar logo lá!


    02/01/2016 – SAN SALVADOR DE JUJUY, ARGENTINA – 680 KMs


    Seguimos na Ruta 16, em direção à Ruta 9. Esta estrada é bem ruim, além disto, é impressionante a quantidade de borboletas que tem, nunca tinha visto algo assim.

    Parei em um posto para completar a Nafta e aproveitar pra tirar um pouco delas, fiquei com medo de bloquear a entrada de ar, visto que estava uns 40ºC neste dia.





    Chegamos em San Salvador de Jujuy, é uma cidade bem grande, aproveitei para completar o tanque e buscar hospedagem. A maioria dos hotéis é muito caro, fui para um bairro afastado do centro e encontrei um Camping, com uma boa estrutura. Optamos por ficar ali.

    Acabou que foi uma péssima idéia, acampamos no único dia que choveu em toda a viagem!
    A barraca aguentou bem, o problema é que colocamos em um local de escoamento, ou seja, toda a água do camping passava por baixo da barraca, tivemos que retirar ela na chuva pela manhã e jogamos dentro do carro.

    Tomamos um banho e seguimos rumo a Purmamarca.


    Nossa Barraca


    03/01/2016 – PURMAMARCA/SUSQUES, ARGENTINA – 200 KMs


    Saindo de San Salvador, você começa a deixar as paisagens verdes, logo encontrando o princípio da subida e desertos. Este foi um dos momentos mais empolgantes da viagem, pois sabíamos que faltava pouco para o nosso destino!




    Subida de Purmamarca

    A cidade de Purmamarca é muito bacana! Possui paisagens diferenciadas, rústicas e aconchegantes.
    Paramos para almoçar e fui procurar gasolina. Nesta cidade não há postos, vendiam somente em galões. Fiquei um pouco desconfiado e deixei assim mesmo, pois os motoqueiros tinham nos dito que em Susques, tinha um posto isolado (e bem caro, mas paciência).

    Almoçamos um prato típico de feijão branco, esta foi a nossa primeira “refeição”, pois as demais foram no fogareiro (arroz, polenta, massa com sardinhas, etc..).


    Finalmente comida

    No centro da cidade, há diversos vendedores ambulantes, minha namorada aproveitou para comprar um poncho e outras coisitas mas.



    Pensamos em ficar uma noite na cidade para aproveitarmos a paisagem, mas eu estava eufórico, queria chegar logo no Atacama.

    Começamos a subida!

    A Grand Vitara é 2.0 Manual, 140cvs, 4x4 All Time, podia ter mais potência, mas foi muito guerreira. Boa parte da subida (até 4.170mts) foram em 3ª/4ª Marcha. No final, mais íngreme, tive que apelar pra 2ª (neste ponto as caminhonetes Turbodiesel te deixam na fumaça, literalmente).




    Marco de Jujuy, 4.170mts

    Compramos as tão faladas folhas de coca, que para mim, foi efeito placebo total. Atrás da foto acima, haviam ciclistas que subiram pedalando e nós estávamos ofegantes! O carro também se percebe notavelmente a perda de potência devido à altitude, até para ligar, demora mais tempo.


    Trecho da Subida de Jujuy


    Chegando às Salinas Grandes

    Esta foto rendeu algumas risadas.
    Saí correndo para tirar uma foto no meio da estrada. Quando voltei, liguei o carro e logo saí andando, mas acabei ficando tonto pela altitude e quando fui falar que estava passando mal, as palavras saíram embaralhadas, só deu tempo de estacionar e apaguei por uns 3 segundos. Fiquei um tempinho parado e seguimos viagem.

    Chegamos às grandes salinas, parada obrigatória.

    Lá você encontra a famosa Lhama de Sal e também pode andar de carro nas Salinas (não tive coragem).
    Há também “piscinas” de sal, onde você pode tomar banho.




    Lhama de Sal

    Seguimos para Susques, onde encontrei o tal posto que os motoqueiros comentaram, aproveitei para abastecer, foi o local mais caro, cerca de 18 pesos/litro (+- 5 reais).

    Ao lado do posto, há um hotel chamado Pastos Chicos, pagamos 250 reais a estadia, mas com uma cama muito confortável, ótimo atendimento e restaurante próprio, comemos papas fritas com milanesas e fomos dormir.

    Uma dica –
    neste dia, andamos cerca de 200 KMs, mas subimos de San Salvador de Jujy (próximo ao nível do mar) até os 4.170 mts em uma tacada. A noite foi bem ruim, frequentemente acordávamos à noite para “buscar o ar”. Pela manhã, acordei um pouco melhor, minha namorada ainda estava com bastante dor de cabeça. O ideal seria ter dormido em Purmamarca que é “metade” da subida.


    Posto de Susques, com 1 bomba com Gasolina/Diesel

    Começamos o trajeto para a Fronteira com o Chile..
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos -1.jpg   -2.jpg   -3.jpg   -4.jpg   -5.jpg   -6.jpg   -7.jpg   -8.jpg   -9.jpg   -10.jpg  

    -11.jpg   -12.jpg   -13.jpg   -14.jpg   -15.jpg   -16.jpg   -17.jpg  
    Jimny 4All 2015 | PU3ETB
    Ex - Grand Vitara 4x4 2011
    Expedição San Pedro de Atacama - Chile

  2. #2
    Usuário
    Entrada
    27/04/2015
    Local
    Campo Bom/RS
    Idade
    29
    Posts
    91
    Agradecimentos: 0
    04/01/2016 – PASO DE JAMA / SAN PEDRO DE ATACAMA, CHILE – 270 KMs

    Saímos de Susques, rumo a Paso de Jama, fronteira com o Chile.

    Estava bastante nervoso neste dia, porque li que na fronteira, tudo que é de origem animal/vegetal, que não for industrializado/processado, eles retiram e podem multá-lo e complicar bastante. O carro estava cheio de massas, arroz, cup noodles, etc, então marquei a opção no formulário de que estava levando alimentos.

    Ficamos 2 horas na fila para conseguirmos estacionar e darmos início ao processo. Na fila, conheci dois casais do PR, conversamos sobre a viagem (também iriam ao Atacama). Chegando na fila, como eles estavam na frente, nos deram a dica de irmos ao guichê correto. Ao total são 5 guichês. A fila do 2, estava tão grande que ia até a rua, sorte que nos avisaram para entrar e ir no guichê 1 primeiro rsrs.

    Após realizar os 5 passos, chegou a hora da vistoria no veículo. O oficial mal olhou dentro da Vitara. Já os amigos, mandaram retirar tudo do porta malas e do bagageiro de teto, um azar mesmo.


    Finalmente Chile

    São Pedro de Atacama estava mais perto do que nunca! Este trecho é estranho, pois você sobe até +- 5.300 metros e depois como dizem há uma “descida anunciada”, em português, uma puta descida direta até San Pedro de Atacama. É tão íngreme que tinha até saídas de emergência nas encostas.






    San Pedro de Atacama


    04/01/2016 – 07/01/2016 - SAN PEDRO DE ATACAMA, CHILE – 0 KMs

    Ficamos no Hostal Hara, tinha um estacionamento dentro, com bom custo benefício.

    No dia 04 mesmo, saímos para procurar as agências de turismo e agendarmos o passeio ao Geyser del Tatio.
    Ficou marcado para o dia 05 às 04h da manhã (eles te buscam no hotel).

    Chegando nos Geyseres, fazia cerca de -10ºC. Vista incrível para começar o dia.


    Geyseres




    Poncho serviu para alguma coisa


    Piscinas Termais

    Na volta, a excursão passa por uma mina abandonada e um vilarejo, onde vendem algumas coisas e também carne de lhama, não resisti e aproveitei para conhecer. É boa, lembra carne de porco.







    Flamingos

    O bacana de uma expedição destas, é a quantidade de locais, paisagens e culturas diferentes que você conhece, também passamos por alguns brasileiros e todos foram muito receptivos. No hotel, fizemos amizade com dois casais e acabamos fazendo os passeios dos outros dias com eles.

    Optamos por não ir ao Salar de Uyuni, pois levaria mais três dias, assim, seriam mais três diárias no hotel para deixar o carro e o dinheiro estava contado rsrsrrs.

    Relaxamos o resto do dia, conhecendo a cidade e comprando lembrancinhas.







    No outro dia, fomos conhecer Pucara de Quitor, é um monte que você paga uma entrada e sobe a pé um pequeno morro, onde tem uma vista panorâmica da cidade.


    Pucara de Quitor



    Conhecemos também o Museo del Meteorito, esta foi uma surpresa agradável.

    O próprio guia do museu, é quem busca os Meteoritos no Atacama. Minha namorada é bióloga e eu sou entusiasta da área, ficamos admirados com o trabalho dele, frente à total falta de recurso do Chile para pesquisas Astrológicas.
    A entrada é super barata e mostra toda a evolução da terra, baseada nos meteoritos.


    Museo del Meteorito



    No último dia em San Pedro de Atacama, aproveitamos para conhecer a famosa Piedra del Coyote...
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos -18.jpg   -19.jpg   -20.jpg   -21.jpg   -22.jpg   -23.jpg   -24.jpg   -25.jpg   -26.jpg   -27.jpg  

    -28.jpg   -29.jpg   -30.jpg   -31.jpg   -32.jpg   -33.jpg   -34.jpg   -35.jpg   -36.jpg   -37.jpg  

    4X4 Brasil
    Jimny 4All 2015 | PU3ETB
    Ex - Grand Vitara 4x4 2011
    Expedição San Pedro de Atacama - Chile

  3. #3
    Usuário
    Entrada
    27/04/2015
    Local
    Campo Bom/RS
    Idade
    29
    Posts
    91
    Agradecimentos: 0
    07/01/2016 - SAN PEDRO DE ATACAMA, CHILE – 0KMs








    Piedra del Coyote


    Bebida de uma fruta típica - esqueci o nome




    08/01/2016 – 09/01/2016 – PURMAMARCA, ARGENTINA – 411KMs

    Nossa idéia inicial, era de irmos para Santiago do Chile, conhecendo a costa, retornando pelo Uruguay. Optamos por deixar este roteiro em um próximo momento (iria ser um Rally).

    Chegando em Purmamarca, ficamos por lá duas noites, desta vez sem pressa, conhecemos toda a cidade e comemos muito bem, foi o descanso merecido, pois o próximo dia seria tenso.


    Noite em Purmamarca




    08/01/2016 – 09/01/2016 – URUGUAIANA – 1.300 KMs

    Como diria o ditado, “esse dia foi louco”.

    Dirigi 1.300 KMs diretos, sem parar. Apenas parando para o banheiro e em uma delas, comprei as Papas Fritas com Milanesa e fomos comendo dentro do carro. Saí às 07h de Purmamarca e cheguei em Uruguaiana às 23h. Demoramos um pouco, pois no meio do caminho, tinha uma procissão do Gauchito Gil, acho que metade da Argentina estava lá.

    Ficamos no mesmo hotel da ida em Uruguaiana e logo fomos dormir para a última viagem de volta.


    Última foto de Jujuy
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos -36.jpg   -37.jpg   -38.jpg   -39.jpg   -40.jpg   -41.jpg   -37.jpg   -42.jpg   -43.jpg   -44.jpg  

    4X4 Brasil
    Jimny 4All 2015 | PU3ETB
    Ex - Grand Vitara 4x4 2011
    Expedição San Pedro de Atacama - Chile

  4. #4
    Usuário
    Entrada
    27/04/2015
    Local
    Campo Bom/RS
    Idade
    29
    Posts
    91
    Agradecimentos: 0
    10/01/2016 – RETORNO PARA O RS – 670 KMs – SALDO FINAL DA VIAGEM – 5.000 KMs



    Sobre a viatura:
    Durante todo o roteiro, foi muito guerreiro. Todo carro a gasolina irá apanhar na subida, pode ser até um V8, mas um turbodiesel faria diferença. Fiquei satisfeito com a média, utilizando a Nafta de lá, sempre abasteci com a de 95 RON (98 fiquei com medo), fez 13,5km/l na estrada (A/C 100% tempo – 40ºC) e 10km/l na cidade. Não baixou uma gota d’água ou óleo em todo o trajeto da ida.

    No dia dos 1.300 kms, baixou mínima coisa de óleo, julgo ser consumo normal do motor pelo manual e também, foi um dia e tanto pro carro kkkkk.

    Sobre barreiras/propinas e itens obrigatórios:
    Fui parado umas 5 vezes na Argentina, em nenhuma delas me pediram sequer o triângulo, somente passaporte e carta verde. Nunca pediram propina.

    Postos de Gasolina: Para esta viagem, julgo ser desnecessário uso de galão, visto que a cada 200-300 KMs (máximo), você encontra um posto, mas cuidado: quase nenhum aceitou cartão, somente en effectivo (pesos), o que deu um certo desespero, já que tínhamos levado cartão para não termos tanto dinheiro vivo no carro.

    Sorte que encontramos um caixa para saque e câmbio em Purmamarca, caso contrário, ficaríamos sem gasolina.

    Sobre os Gastos: O total da viagem, incluindo emissão de carta verde, SOAPEX (carta verde Chilena), gasolina, estadia e comida, deu pouco mais de 5mil reais (2,5 cada), julgo ser um valor relativamente baixo, pois para qualquer viagem no Brasil se gasta isto fácil. Obviamente nos privamos de alguns luxos e refeições rápidas/baratas.

    Sobre a viagem:
    Novamente, isto é uma cachaça. Minha família nunca foi muito “estradeira”, talvez por isto eu não tinha tanto interesse, mas encorajo a todos a fazer uma viagem destas é realmente uma experiência única, que certamente levaremos para o resto da vida!

    O Atacama é de tirar o fôlego.
    Há ainda vários passeios que não fizemos, pelo tempo principalmente, tais como: o Salar de Uyuni na Bolívia, subir os vulcões no Atacama, dentre outros.


    Para este ano, já pretendemos e estamos planejando uma viagem ao Ushuaia.
    Desta vez, estaremos um pouco mais preparados e com mais tempo para aproveitar ao máximo a viagem!

    Forte Abraço!!
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos -45.jpg  
    Jimny 4All 2015 | PU3ETB
    Ex - Grand Vitara 4x4 2011
    Expedição San Pedro de Atacama - Chile

  5. #5
    Usuário Avatar de Newton Guerra
    Entrada
    24/07/2007
    Local
    São Paulo/SP
    Idade
    58
    Posts
    1,744
    Agradecimentos: 18
    Show de bola, Edu. Cuidado que esse negócio de estrada vicia mesmo, rsrsrs. Os Suzukis são bons demais, raramente dão problema. Já fui de GV para Ushuaia e Atacama.

    Abraços
    Newton
    Vitara Canvas 97 Ex LC Prado 09 - Andina
    FZJ-80 1995

  6. #6
    Usuário Avatar de Joao Baeta
    Entrada
    14/03/2005
    Local
    Rio de Janeiro!/RJ
    Idade
    35
    Posts
    6,876
    Agradecimentos: 2
    Meus deus!
    Agora fiquei + a vontade de fazer isso!!!!!!!!!!!
    Vamos marcar com a nossa turma entao?!
    Baeta's Off Road!
    Samurai 1.3 1993 de trilha
    GV3 4x4 2.0 16V 14/15 chumbo

  7. #7
    Usuário
    Entrada
    31/08/2015
    Local
    Joinville/SC
    Posts
    58
    Agradecimentos: 0
    Meus parabéns pela aventura!

    Tenho curiosidade em poder conhecer atacama e ushuaia também, fui a Santiago, retornando pelo sul em Bariloche com uma Tracker, e sem dúvidas, estes carros não deixam a desejar nunca!

    Realmente não gastou muito, neste tipo de viagem luxo é as paisagens, o resto da um jeito!!

    Só fiquei impressionado com o consumo, achei muito bom, a Tracker fez 11~11,5km/L na estrada.

  8. #8
    Usuário
    Entrada
    27/04/2015
    Local
    Campo Bom/RS
    Idade
    29
    Posts
    91
    Agradecimentos: 0
    Citação Postado originalmente por Newton Guerra Ver Post
    Show de bola, Edu. Cuidado que esse negócio de estrada vicia mesmo, rsrsrs. Os Suzukis são bons demais, raramente dão problema. Já fui de GV para Ushuaia e Atacama.

    Abraços
    Obrigado Newton! Realmente a viatura não deu trabalho algum!

    E essa Prado Andina aí, que inveja branca hein rsrsrs.

    Citação Postado originalmente por Joao Baeta Ver Post
    Meus deus!
    Agora fiquei + a vontade de fazer isso!!!!!!!!!!!
    Vamos marcar com a nossa turma entao?!
    Baeta, 2017 é noisssss

    Citação Postado originalmente por Sean_Pablo Ver Post
    Meus parabéns pela aventura!

    Tenho curiosidade em poder conhecer atacama e ushuaia também, fui a Santiago, retornando pelo sul em Bariloche com uma Tracker, e sem dúvidas, estes carros não deixam a desejar nunca!

    Realmente não gastou muito, neste tipo de viagem luxo é as paisagens, o resto da um jeito!!

    Só fiquei impressionado com o consumo, achei muito bom, a Tracker fez 11~11,5km/L na estrada.
    Verdade Pablo, se fosse no luxo, ia o dobro fácil! hahaha
    Vale muito conhecer a região, de Santiago para lá é uma boa opção também. Alguns Brasilieiros foram de avião e alugaram carros para ir até o Atacama.

    Sobre o consumo, me surpreendi também, ainda mais que velocidade de cruzeiro era 100-110 km/h.
    Mas no Brasil, nunca fez mais que 12 na estrada e 10 na cidade. A gasolina realmente faz diferença.
    Jimny 4All 2015 | PU3ETB
    Ex - Grand Vitara 4x4 2011
    Expedição San Pedro de Atacama - Chile

  9. #9
    Usuário Avatar de xexelo
    Entrada
    26/06/2004
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    55
    Posts
    2,005
    Agradecimentos: 12
    Citação Postado originalmente por EduTrierweiler Ver Post

    Sobre os Gastos: O total da viagem, incluindo emissão de carta verde, SOAPEX (carta verde Chilena), gasolina, estadia e comida, deu pouco mais de 5mil reais (2,5 cada), julgo ser um valor relativamente baixo, pois para qualquer viagem no Brasil se gasta isto fácil. Obviamente nos privamos de alguns luxos e refeições rápidas/baratas.
    Ola Edu,

    Queria te perguntar sobre este item dos gastos. Vc disse que conseguiu sacar pesos em Purmamarca. Eu estive por lá em janeiro tbm e não consegui sacar nada no caixa do Macro. Qual é o banco e marca do seu cartão? Master, Visa, American???

    Abraço.
    Marcelo J. Manente
    Ranger 2.5 CD 4x4 Diesel 01

  10. #10
    Usuário Avatar de fraenkel
    Entrada
    16/04/2010
    Local
    Florianópolis/SC
    Posts
    569
    Agradecimentos: 2
    Muito bom!!

    Parabéns!
    Grand Vitara MT 4X4
    Ex-Triton 3.5 Flex 2012 - "Moby Dick" +2"
    Ex-TR4 2006 AT
    De TR4 rumo aos Andes - De TR4 a Ushuaia e Sul do Chile

  11. #11
    Usuário
    Entrada
    27/04/2015
    Local
    Campo Bom/RS
    Idade
    29
    Posts
    91
    Agradecimentos: 0
    Citação Postado originalmente por xexelo Ver Post
    Ola Edu,

    Queria te perguntar sobre este item dos gastos. Vc disse que conseguiu sacar pesos em Purmamarca. Eu estive por lá em janeiro tbm e não consegui sacar nada no caixa do Macro. Qual é o banco e marca do seu cartão? Master, Visa, American???

    Abraço.
    Olá Xexelo,

    Meu cartão é HSBC, bandeira Visa.
    Tinha uma mulher que me ajudou nas opções, mas saquei pouco, 300 pesos (que daria umas 2x abastecidas).

    Em San Pedro, aproveitei as casas de câmbio e troquei o que tinha de reais comigo.

    Citação Postado originalmente por fraenkel Ver Post
    Muito bom!!

    Parabéns!
    Obrigado Amigo!
    Jimny 4All 2015 | PU3ETB
    Ex - Grand Vitara 4x4 2011
    Expedição San Pedro de Atacama - Chile

  12. #12
    Usuário Avatar de xexelo
    Entrada
    26/06/2004
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    55
    Posts
    2,005
    Agradecimentos: 12
    Edu,

    Com meus 2 cartões MasterCard tentei todas as opções e não consegui sacar. Meu amigo com cartão Visa tbm não conseguiu.
    Qual opção vc conseguiu sacar?
    Marcelo J. Manente
    Ranger 2.5 CD 4x4 Diesel 01

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tópicos Similares

  1. São Paulo x Argentina x San Pedro do Atacama
    Por Acpiton no fórum Planejamento
    Respostas: 1
    Última resposta: 28/10/2015, 23:44
  2. Socorro e agência de turismo em San Pedro de Atacama
    Por edusao no fórum Planejamento
    Respostas: 2
    Última resposta: 19/01/2014, 22:33
  3. San Pedro de Atacama e Machu Picchu
    Por anselmopantoja no fórum Relatos de Viagem
    Respostas: 2
    Última resposta: 28/07/2009, 21:35

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado

Change privacy settings Alterar definições de privacidade