x
Convex Datacenter
Página 3 de 3 PrimeiroPrimeiro 123
Resultados 25 a 32 de 32
  1. #25
    Usuário Avatar de Siqueira fsac
    Entrada
    31/01/2016
    Local
    Fortaleza/CE
    Idade
    41
    Posts
    35
    Agradecimentos: 0

    Cool




    Citação Postado originalmente por marcioth81 Ver Post
    Que pena que ele sumiu...
    Iremos em dez viaturas 4x4 para o Atacama e Uyuni no final deste ano e queria mais informações sobre a burocracia para dirigir carros brasileiros na Bolívia e se existem postos entre S. P. de Atacama e Uyuni. Alguém sabe?
    Desse jeito também acontece, mas não é garantido, policiais da fronteira lhe deixam entrar para vc fazer a declaração na próxima cidade, se nçao me engano esse tópico tem boas dicas, faz uns quatro meses que dei uma boa pesquisada e agora não me lembro quais eram os melhores: Bolivia de Carro: tudo o que voce precisa saber


    Opa tem oficial: http://santacruz.itamaraty.gov.br/pt...na_bolivia.xml
    4X4 Brasil

  2. #26
    Usuário Avatar de marcioth81
    Entrada
    18/12/2006
    Local
    São Paulo/SP
    Idade
    37
    Posts
    38
    Agradecimentos: 0
    Citação Postado originalmente por Siqueira fsac Ver Post
    Já li alguns relatos que vc tem que pegar autorização, na verdade é um aviso de entrada de veículo na Bolívia se não o veículo provavelmente será confiscado, parece que aqui no Brasil só em Barsília, mas vi um relato faz um tempo que uma cidade próxima a reserva de Avaroa vc consegue preencher/declarar o ruim é ser parado antes por uma patrulha e dar zebra.
    Exato, Siqueira. No site do Consulado Brasileiro na Bolívia, eles dizem que se você estiver sem a Declaracion jurada de ingreso y salida de vehiculos de uso privado para turismo, o carro pode ser confiscado pelo governo boliviano. Minha esperança é conseguir esse tal documento na aduana, próximo à Eduardo Avaroa. Alguém entrou no país por lá?

  3. #27
    Usuário Avatar de Siqueira fsac
    Entrada
    31/01/2016
    Local
    Fortaleza/CE
    Idade
    41
    Posts
    35
    Agradecimentos: 0
    Citação Postado originalmente por marcioth81 Ver Post
    Exato, Siqueira. No site do Consulado Brasileiro na Bolívia, eles dizem que se você estiver sem a Declaracion jurada de ingreso y salida de vehiculos de uso privado para turismo, o carro pode ser confiscado pelo governo boliviano. Minha esperança é conseguir esse tal documento na aduana, próximo à Eduardo Avaroa. Alguém entrou no país por lá?
    Rapaz vi em relato a 4 meses atrás que tem uma cidade logo depois da Reserva (uns 80km, não me lembro) que vc faz a declaração, mas fica naquele pindura se vai ser parado ou não, no lado da Argentina acredito que não tenha nada que vc possa fazer, outra opção um pouco mais segura é vc ficar hospedado na reserva ou campings e tentar ir na cidade mais próxima sem o veículo (de ônibus ou carro alugado) fazer a declaração (se é que pode ser feito assim), se não achar nada na net, tente entrar em contato com os hotéis da bolívia que ficam na reserva.
    4X4 Brasil

  4. #28
    Usuário Avatar de GuilhermeAdolf
    Entrada
    27/04/2013
    Local
    Cariacica/ES
    Idade
    26
    Posts
    253
    Agradecimentos: 14
    Citação Postado originalmente por marcioth81 Ver Post
    Exato, Siqueira. No site do Consulado Brasileiro na Bolívia, eles dizem que se você estiver sem a Declaracion jurada de ingreso y salida de vehiculos de uso privado para turismo, o carro pode ser confiscado pelo governo boliviano. Minha esperança é conseguir esse tal documento na aduana, próximo à Eduardo Avaroa. Alguém entrou no país por lá?
    Amigo, leia esse relato meu:

    http://www.4x4brasil.com.br/forum/re...ndeirante.html

    Tem todas as informações necessárias para o Atacama e Bolívia, entrando pelo paso hito cajón.

    Abraços

  5. #29
    Usuário
    Entrada
    29/07/2015
    Local
    Cuiaba/MT
    Idade
    59
    Posts
    14
    Agradecimentos: 0
    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image002.jpg[/IMG]SEGUE O RELATO DA MINHA VIAGEM A COCHABAMBA - BOLIVIA

    Saída do Brasil: a PF de Caceres começa atender para visto de saida as 8 hs - cheguei as 7:45 - portão fechado, fui pegar informações com o segurança, de imediato, com boa vontade pediu a RG e se dispôs a ir pegar p visto antes de abrir. Seguimos 90 km ate a divisa, no caminho o exército nos atacou solicitando os doc - para quem estava voltando, revistavam tudo mas para nos, só os docs. Chegamos na Receita Federal, 3 soldados do exercito olharam os docs - junto a Receita tem umas instalações ao lado fica um posto da Aduana Boliviana, mas não tinha ninguém - fiquei meio que sem saber o q fazer - resolvi seguir, logo a uns 500 m, tem um posto da Policia Brasileira. Expliquei a falta de gente na Aduana e se eu podia seguir viagem? um bombadinho metido q só, no lugar de me dar informações, falou q o problema era meu, se eu quisesse seguir podia ir e que ele nao tinha nada a ver com isso e que nao podia fazer nada pela falta de gente na aduana. Resolvi voltar e pegar melhores informações com alguém q estivesse por la - encontrei um segurança, falou q eu podia seguir e pegar os docs em San Matias - IMPORTANTE: a aduana do posto do lado do Brasil, nao da o PERMISSO, sem estar com o visto de turista da migração de San Matias - de qualquer forma não conseguiria nada no lado do Brasil sem o visto da migração - passei pelo bombadinho metido novamente , liberou minha passagem, como quem diz, "vai se ferrar"!




    Logo mais uns metros, cheguei na cancela do exército boliviano, pediram p aonde ia, abriram o porta -malas - perguntaram o que estava levando e o que ia fazer - expliquei q era passeio de turismo - so apalparam as bagagens e que estava tudo bem - fechei o porta-malas, em dois chegaram mais perto e pediram uma CONTRIBUICION kkkkkkkkk dei 20 reais, ficaram feliz da vida - segui, mais uns 7 km cheguei em San Matias, fui direto no centro da cidade pegar o vista na migracion - rapidinho, resolvido sem custo nenhum - passei numa casa de cambio, troquei por bolivianos (1,8) , e segui na saida da cidade para a aduana - na aduana uma senhora muito simpática, me explicou como eu podia adiantar o processo pela net - olho pela janela o tipo de carro - uma Vagoneta kkkkk - precisa levar copia dos docs, inclusive do visto da PF e da migracion - me entregou num papelzinho o horarios que a aduana funciona, e que para na volta nao sair sem pegar o visto de saida - me desejou boa viagem, pronto, podia seguir sossegado ..........

    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image003.jpg[/IMG]Iniciando o primeiro trecho de estrada que em primeira vista seria ótima kkkkkk , de San Matias a San Ignacio de Velasco - 312 km.









    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image004.jpg[/IMG]Segundo informações os primeiros 80 km seria estrada cascalhada e depois continuaria em estrada arenosa - uns trechos conseguia andar a 50 km/h e outros a 10 ou 20, raras a vezes andava a 60 - apos andar 130 km, cheguei num vilarejo chamado Ascencion,










    Mais uma cancela do exército, logo pensei, CONTRIBUICION outra vez, mas que nada, somente perguntou qual o destino? Passei, segui uns 10 km, passei algo que parecia um mercado, resolvi parar para perguntar sobre a estrada, encontrei um brasileiro cheio de boa vontade, me explicou que esse caminho que eu estava fazendo era igual o que eu tinha passado, mas se topasse pegar uma estrada de fazendas, seria a estrada com menos cascalho e menos movimentada e encurtaria o meu destino em 60 km - como se essa que eu estava andando tinha muito movimento kkkkkkkk - voltei ate Ascencion - no lugar de passar em San Ignacio, mudei o destino para San Rafael ( a 190 km)- pois o meu destino final era San Jose dos Chiquitos (a 315 km) isso nao alterou, so mudei o trajeto - entrei nesse estradão estreito e arenoso

    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image006.jpg[/IMG][IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image008.jpg[/IMG]








    - nunca vi tanta Hilux sem placa, nem sei por que? Kkkkkkkkkk - vi por onde andam as que somem do Brasil - é de chorar - me faltou coragem para fotografar muitas e todas novas kkkkkk - ja havia andado uns 70 km, começou chover, o carro se comportou bem ate uma certa altura, aí começou a escorregar na pista a ponto de eu parar achando q tinha pneu furado - nao era pneu - mas notei que quando derrapava muito, acendia a luz no painel do ESP, desliguei o ESP, nao sei se tem alguma coisa a ver mas ajudou muito - outro detalhe, o freio mal eu tocava, parecia que a pastilha estava no rebite ou uma pedra entre o disco e a pastilha - como se entrasse direto no ABS e esse San Rafael nao chegava nunca kkkkkk - ate que enfim cheguei na cidade - cidade bem pequena, a praça e a linda igreja

    e só, nada massssss - cansado, precisava dormir, um hotel, simples, bem simples, mas uma sujeira impressionante ! Precisávamos jantar - perguntei a moça do hotel onde poderíamos comer alguma coisa - no outro lado da praça - la fomos nos procurar o dito restaurante, um monte de gente em volta de um carrinho de espetinho, feio - nao deu coragem de comer - ainda bem que ainda tínhamos os lanches que trouxemos de casa, passamos em um, tipo mercado, compramos 02 cervejas Pacenha a 10 bols cada😩 e fomos dormir - deitei antes das 8 hs 😡 - realmente nao tinha o que fazer!
    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image010.jpg[/IMG][IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image012.jpg[/IMG]

    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image013.gif[/IMG]


    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image013.gif[/IMG]
    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image015.jpg[/IMG]

    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image013.gif[/IMG]


    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image013.gif[/IMG]


    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image013.gif[/IMG]


    Ultimo trecho até Cochabamba - café da manha no hotel em San Rafael kkkkkkkkkkk agua quente, nescafé, uma peça de queijo frescal e uma especie de biscoitão açado com queijo dentro e só - ultimos 125 km de chão - uma estrada toda cascalhada em otima conservação - consegui manter uma velocidade tranquila de 80 km/h sem problemas - muito boa mesmo - ufa, fim do chão - ops, mais uma cancela - pagar 10 bols por ter usado a estrada de chão kkkkkk


    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image017.jpg[/IMG] [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image019.jpg[/IMG]







    Chegando em San Jose dos Chiquitos fui procurar um posto para abastecer, pedi informações e me mandaram para um posto na entrada da cidade de quem vem de Corumbá, la chegando a moça logo veio me falando "no ai diesel" - começou o meu martírio kkkkkk olhei no marcador , um pouco mais q 1/4 - perguntei pelo proximo posto - na saida da cidade a uns 5 km - cheguei no proximo posto, uma moça, sem levantar da posição que estava, nem sentado, nem deitado - "no ai sistema" - mas como eu poderia fazer, pois estava ficando sem combustível - no ai sistema - perguntei para um motorista de caminhão, qual o proximo posto - em tres cruzes q fica a 160 km dali - olhei para marcador, fiz uns calculos - vamos adiante para ver ate onde chega - passei num pedágio 12 bols - liguei o piloto a 90 km/h e deixei correr - uma pavimentação que e um espetáculo , muito boa mesmo –



    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image021.jpg[/IMG]




    controlando o marcador de combustivel - entrou na reserva - fiz os calculos, faltavam 41 km ainda - acho q da - chegando num vilarejo, um caminhao encostado na pista, perguntei por diesel , segundo ele no mercado do outro lado da rodovia venderiam combustivel- chegando no mercado, so havia gasolina mas q havia diesel a uns 4 km adiante - mentira, é uma fazenda enorme, me deu a impressão de ser de uma instituição americana, tipo os mormons ou coisa parecida - o q fazer, nao tinha alternativas - segui com o caração na mão, contando os paços - no caminho, ate ha umas placas (posto a 1 km) kkkkk nao achei esses postos - ufa, avistei o tal posto de tres cruzes - la chegando, ponteiro nao marcava mais nada😳 - uma simpática moça me atendeu com um sorriso - no ai sistema para carros internacional - to frito kkkkkk - falei para ela que teria que encostar o carro, pois não tinha combustível para mais nada - depois de muita insistência, falou para eu colocar o carro longe da câmaras de vigilância do posto que ela veria o q poderia fazer - IMPORTANTE - o posto precisa ter uma licença especial para abastecer veículos estrangeiros, e que o proprietario nao tinha essas autorização e que somente posto grandes tinham - por fim, me vendeu 60 l com o preço boliviano ($2,35 reais) - ja tinha combustível p chegar ate Cochabamba - aliviado, segui viagem - chegando em Santa Cruz , um monte de ruas sendo reformadas, GPS entrando em parafuso kkkkk - com muito custo consegui pegar o rumo para seguir - cheguei em mais uma cancela - mandaram encostar o carro e me dirigir a uma casa no outra lado - pediu todos os docs - nesse momento quem estava dirigindo era minha companheira de viagem - pediu habilitação - IMPORTANTE - alegou que eu nao havia incluido ela no PERMISSO e como ela nao tinha permissão para dirigir eu tinha que dar uma CONTRIBUICION kkkkkk dei 20 bols - me liberam com a condição de que eu deveria seguir dirigindo - passamos por diversos pedagios de 10 bols, mas somente paga no primeiro, nos demais so carimba o ticket - passamos por algumas cidades e vilarejos em todas na beira da rodovia, um monte de barracas de venda de tudo um pouco, inclusive gl de gasolina - como eu havia abastecido bem, nao me preocupei com isso- falha minha 😡 - a rodovia do padrão brasileiro - cheio de remendos - trajeto bonito em termos de paisagens naturais - cheguei a serra ja anoitecendo - [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image023.jpg[/IMG]um chuvisqueiro constante









    - um monte da carros e caminhão quebrados no caminho, e nao tomam conhecimento não, onde quebra fica kkkkkk - nas curvas mais acentuada, no lugar de asfalto, revestem a rodovia com pedras de rio - um trecho cansativo e desgastante - o combustível que tinha sobrando ja começou a me preocupar - a uma certa altura, simplesmente travou tudo - mais de hora parado - combustível entra na reserva, e nada de posto - ate que enfim acabou a serra e avistamos as luzes de Cochabamba - pelo GPS, faltavam ainda 35 km - mas me tranquilizou - só descida - cheguei por volta de 10:30 da noite - agora era descansar e se preocupar em conseguir combustível somente no outro dia.


    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image013.gif[/IMG]


    Retorno:
    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image025.jpg[/IMG][IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image027.jpg[/IMG]Depois das dificuldades de abastecimento remediavelmente superados, tanque cheio e com um tambor de 20 l vazio no carro - me preparei para o retorno – fui me despedir de um novo amigo boliviano, rodolfo - chegando, não se encontrava, somente a esposa, mas assimque estava saindo ela nos falou que houvera 8 deslizaamentos na serra e o retorno para santa cruz estava fechado e sem previsão de abrir – qual a opção que eu tinha? Mudar a rota! Segundo informações, uns 90 km a mais, mas a estrada era boa! Bonita sim, mas boa??




    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image029.jpg[/IMG]

    Os primeiros quilometros, estrada boa e lindas paisagens , mas ai começou a estrada de chão – serra em estrada de chão, uma curva dentro da outra – logo depois de Tiraque , até Comarapa-bo - chegamos em Comarapa, por volta de 9 hs da noite e olha que saimos de cochabamba as 12 hs – até que enfim asfalto – no pedagio, perguntei para o sujeito que estava cobrando: qual a distancia até santa cruz? Ele falou que o problema não era a distancia, mas que era uma viagem de no minimo 5 hs – pois a estrada era muito perigosa, cheio de curvas e mal conservada – por volta de uma hora da madruga, um posto policial a frente, manda parar, pede os documentos e a autorização de trafego interno – o que é isso? – mandou descer e me mostra, tipo um recibo onde consta uma autorização para eu me deslocar dentro da bolivia – me cobrou 30 bols (peso boliviano) e me deu a dita autorização – falou que com os documentos que eu tinha agora, ninguem iria mais me perturbar, e foi o que aconteceu – rodei mais uma hora e cheguei em santa cruz de la sierra – na procura do hotel pelo gps, me enfiou no meio de uma feira – graças a um policial , consegui sair da feira mais rapido, pois do contrario ninguem dava passagem – enfim o hotel, eu estava um caco!
    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image031.jpg[/IMG]Passei reveilon em santa cruz, fecham uma avenida e os restaurantes cercam um espaço e vendem as mesas, nem tão caro, mas como sou viajante, aluguei umas cadeiras e fiquei na rua mesmo – dia seguinte visitamos um parque, muito interessante – recomendo –Guembe Biocentro & Resort - entrada para boliviano 80 bols, para estrangeiro 150 bols – kkkkk – essas entradas para estrangeiro, sempre mais caro - dia seguinte, almoçamos no shoping e seguimos viagem, so para variar um pouco o gps me levou novamente para saida a cochabamba, sorte que tem as praças de pedágio em todas as saída, antes de pegar, pergunta para onde esta indo – falei concepcion - a moça rapidamente me falou que estava na direção errada – Voltei e tomei o rumo certo – asfalto remediável mas com pouco movimento – Paisagens, intercalando, lavouras e fazendas – em todas as cidades tinha a dita cancela com soldados do exercito, mas sem problema, só mostrar a documentação e seguir – Paramos um pouco em San Javier para fazer um lanche e apreciar a bela igreja! – Proximo destino, Concepcion. Estrada asfaltada estreita, poucos buracos, nos dois lados da pista, bonitas fazendas, inclusive uma só de criação de búfalos. Chegamos em Concepcion, fomos direto a praça principal. Sempre uma bonita praça e uma igreja espetacular – já avistamos um hotel com boa aparência – Gran Hotel Concepcio – limpo e conchegante.




    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image033.jpg[/IMG]No dia seguinte saímos mais tarde, já que nossa previsão era andar somente até San Ignacio de Velasco, a 170 km dali –
    [IMG]file:///C:/Users/ATILA/AppData/Local/Temp/msohtmlclip1/01/clip_image035.jpg[/IMG]




    somente estrada de chão, boa, mas pegamos muita chuva – andamos tranqüilo, sem pressa – chegamos por volta de 16 hs – Saimos para os últimos 300 km de chão, bem cedo, pois tínhamos que chegar antes das 16 hs, pois horário que a aduana fecha – estrada razoável até Asencion, mas os últimos 120 km foram de soltar as ultimas juntas que ainda persistiam em nosso corpo – chegamos por volta de 15 hs em San Matias – direto na migracion, onde fomos atendidos rapidamente, pois estavam de saída p/o velório de uma colega da migracion que um fdp brasileiro tinha matado por ela não ter concedido o visto a ele – mas nos liberou e enfim a divisa, mas ainda faltava a liberação do veiculo pela aduana – chegando na aduana, também estava fechada pelo mesmo motivo – fiquei sem dar baixa no documento (permisso) do veiculo
    DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:
    CARTEIRA DE IDENTIDADE OU PASSAPORTE ATUALIZADOS
    HABILITAÇÃO – NORMAL (NÃO PEDEM A INTERNACIONAL)
    DOCUMENTO DO CARRO ESTAR NO NOME DE UM DOS PASSAGEIROS
    SELO VERDE(SEGURO) – NÃO EXIGEM
    PARA O CARRO: PRIMEIROS SOCORROS – EXTINTOR – 2 TRIANGULOS – ESTEPE - (TUDO ISSO PRECISA, MAS NÃO FUI COBRADO EM MOMENTO ALGUM)
    AO PASSAR A DIVISA:
    PRIMEIRO PASSAR NA MIGRAÇÃO, PEGAR O VISTO E DEPOIS PASSAR NA ADUANA (COM CÓPIA DE TODOS OS DOCUMENTOS, INCLUSIVE DO VISTO DA MIGRAÇÃO – RETIRAR O PERMISSO - NÃO ESQUECER DE COLOCAR O NOME DE TODOS QUE IRÃO DIRIGIR – TODOS OS MOTORISTAS PRECISAM DE AUTORIZAÇÃO ESCRITA
    OUTRO DOCUMENTO QUE ME COBRARAM NA BARREIRA DE SANTA CRUZ DE LA SIERRA – ORDEM DE TRANSLADO (EMITIDO E PAGO NA PROPRIA BARREIRA) - PAGUEI 30 BOLS – É UM DOCUMENTO QUE TE AUTORIZA FICAR ANDANDO COM O CARRO PELA BOLIVIA – DEPOIS DISSO, NÃO TIVE MAIS PROBLEMA EM NENHUMA BARREIRA, E OLHA QUE TEM UM MONTE
    PEDAGIO ( EM TODAS TEM, ATÉ NAS DE TERRA) – VOCE PAGA SÓ O PRIMEIRO DE CADA TRECHO, NOS DEMAIS VOCE SÓ CARIMBA
    COMBUSTIVEL: OS POSTOS PRECISAM TER UMA AUTORIZAÇÃO ESPECIAL PARA VENDER COMBUSTIVEL PARA CARROS ESTRANGEIROS E POUCOS TEM – MELHOR LEVAR UM GALÃO DE 20 L E DEIXAR O CARRO NO LADO E IR A PÉ ENXER O GALÃO. – QUANDO É GASOLINA, PROXIMOS AS CIDADES, SEMPRE TEM PESSOAS VENDENDO NA BEIRA DAS ESTRADAS
    MEU ROTEIRO: IDA – CUIABA – CACERES(BR) – SAN MATIAS – ACENSION – SAN RAFAEL – SAN JOSÉ DO CHIQUITO – SANTA CRUZ DE LA SIERRA –MONTERO - COCHABAMBA
    VOLTA – COCHABAMBA – COMARAPA – SANTA CRUZ DE LA SIERRA – SAN JULIAN – SAN RAMON – SAN JAVIER – CONCEPCION – SAN IGNACIO DE VELASCO – ACENSION – SAN MATIAS – CACERES – CUIABA
    NÃO ESQUECER DE DAR BAIXA NA SAIDA NO PERMISSO – NÃO SAIA DO PAIS SEM DAR ESSA BAIXO – NÃO TEM COMO CORRIGIR DEPOIS

  6. #30
    Usuário
    Entrada
    04/01/2014
    Local
    Brasília/DF
    Idade
    42
    Posts
    167
    Agradecimento: 1
    Galera, perdão por ter sumido por meses...

    Várias questões pessoais. Mas tá tudo bem

    Perguntaram se há combustível entre SPA e Uyuni. Tem um posto com combustível bem caro logo antes da última fronteira na Argentina, antes de descer pra SPA. Depois, subindo de SPA pra a Reserva Eduardo Avaroa, não tem nada, não.

    E dentro da Reserva até a cidade de Uyuni tbm não tem posto. Mas nos alojamentos o pessoal vende combustível. Mas aconselho levar reserva: vai saber se o combustível tá bom nos barris...

    Eu tive de comprar diesel num alojamento, pq meu ponteiro tinha quebrado e não dei conta que tinha acabado o combustível. Correu tudo bem.

    Sobre documentação, tem de pegar declaração jurada na própria fronteira, aduana, entrando no Paso Cajón (ou Cajones). Bem tranquilo foi conosco.

    Não fiz mais relato algum, pessoal. Realmente não tive tempo algum. Tenho outras viagens iradas, como pra Alter do Chão (PA), passando pela Trans Uruará, mas tbm não tive tempo de fazer relatos, infelizmente. Eu adoraria, mas não estou com tempo Perdão.

    No mais, é isso. Ah... moro em Brasília - perguntaram se alguém me conhece. E fiz 2 trips com amigo que tem Land 110, que tbm é aqui de Brasília.

    abraços!
    Piotrek
    Vendo minha Pajero Full TDI 3.2 HPE 4p BF Goodrich AT 2005
    Brasília-DF

  7. #31
    Usuário
    Entrada
    26/06/2004
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    54
    Posts
    1,888
    Agradecimentos: 9
    Citação Postado originalmente por Piotrek Ver Post
    Galera, perdão por ter sumido por meses...

    Várias questões pessoais. Mas tá tudo bem

    Perguntaram se há combustível entre SPA e Uyuni. Tem um posto com combustível bem caro logo antes da última fronteira na Argentina, antes de descer pra SPA. Depois, subindo de SPA pra a Reserva Eduardo Avaroa, não tem nada, não.

    E dentro da Reserva até a cidade de Uyuni tbm não tem posto. Mas nos alojamentos o pessoal vende combustível. Mas aconselho levar reserva: vai saber se o combustível tá bom nos barris...

    Eu tive de comprar diesel num alojamento, pq meu ponteiro tinha quebrado e não dei conta que tinha acabado o combustível. Correu tudo bem.

    Sobre documentação, tem de pegar declaração jurada na própria fronteira, aduana, entrando no Paso Cajón (ou Cajones). Bem tranquilo foi conosco.

    Não fiz mais relato algum, pessoal. Realmente não tive tempo algum. Tenho outras viagens iradas, como pra Alter do Chão (PA), passando pela Trans Uruará, mas tbm não tive tempo de fazer relatos, infelizmente. Eu adoraria, mas não estou com tempo Perdão.

    No mais, é isso. Ah... moro em Brasília - perguntaram se alguém me conhece. E fiz 2 trips com amigo que tem Land 110, que tbm é aqui de Brasília.

    abraços!
    FAla colega viajante,

    Estava preocupado com vc.
    Espero que as coisas tenham se estabilizado.

    Abraço.
    Marcelo J. Manente
    Ex- SW4 2.7 96

  8. #32
    Usuário
    Entrada
    17/04/2017
    Local
    Goiânia/GO
    Idade
    40
    Posts
    2
    Agradecimentos: 0

    Ainda respondendo sobre sua viagem?

    Boa noite Pirotek.

    Parabéns pelos relatos.

    Sou de BSB mas morando atualmente em Goiânia. Estou querendo trocar meus carros por uma Full 2008 no mínimo. Pelas suas histórias parece que ela é o carro pra esse tipo de viagem.

    Minha pergunta... No início vc foi bem mais abaixo de Foz do Iguaçú. Algum motivo específico? Pq vc não foi por Salta?

    Abs

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tópicos Similares

  1. Respostas: 14
    Última resposta: 11/12/2015, 15:54
  2. Relato de Viagem: norte e noroeste da Argentina 2
    Por iwakura no fórum Relatos de Viagem
    Respostas: 51
    Última resposta: 12/09/2015, 19:30
  3. Respostas: 32
    Última resposta: 20/07/2015, 19:25
  4. Respostas: 962
    Última resposta: 21/12/2011, 01:00
  5. Respostas: 151
    Última resposta: 06/03/2010, 14:27

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado