x
Convex Datacenter
Resultados 1 a 10 de 10
  1. #1
    Usuário Avatar de Boro
    Entrada
    03/08/2007
    Posts
    38
    Agradecimentos: 0

    Cross Lander com eixo de Troller 6 furos




    Troca dos Eixos da Cross Lader-CL244 pelos do Troller:

    Depois de notar que as peças da suspensão da Cross Lander são muito caras e difíceis de adaptar resolvi trocar tudo. A principio queria manter o sistema de bandejas para continuar com a “maciez” do carro mas depois de uma certa pesquisa cheguei a conclusão que seria uma adaptação muito complicada e como a cherokee é um carro bem macio com eixo rígido achei a melhor opção colocar os eixos do Troller.
    Usei as molas do Cross Lander mas a traseira não esta suportando muito peso e mesmo com o carro vazio os feixes de mola estão quase retos. Quebrei uma mola dianteira na BR-163 (Cuiabá-Santarém), nada grave, continuou rodando. Agora troquei pelas da F1000 a gasolina, que tem o mesmo diâmetro, maior comprimento, numero de voltas e o encaixe é diferente, por isso cortei um pouco e já aproveitei par deixar o carro mais alto. Isso também foi bom porque os eixos do Troller tem a bitola um pouco maior do qua a da Cross Lander (+ou- 7cm), desta forma o pneu que pegava no para-lama de vez em quando.
    Não encontrei rodas 15” por um preço ok que não pegassem nas pinças do troller então usei 16” mesmo e encontrei uns pneus 255/75 (como 33”) por um preço bem aceitável. Troquei o velocímetro por um compass-mini trip, mas se quiser dá pra aferir o original.A caixa de direção ficou a do Cross Lander mesmo.
    Enfim a adaptação ficou ótima. Testado e aprovado na BR-163, a pior estrada do Brasil. O Cross Lander tinha muita folga na direção assim como em todas as peças da suspensão, tinha um problema de cambagem que eu nunca conseguia resolver e o diferencial da frente quebrado, acho que ia gastar uns R$15mil pra resolver tudo com os originais, isso sem falar no freio que já estava quase na hora. Gastei menos que isso, tenho um carro novo e muito melhor. O carro esta mais forte com a relação mais curta do Troller mas atinge velocidade final de + ou – 125km/h e continua “macio. Quem for fazer esta adaptação em São Paulo aconselho muito fazer com o Jean da Projeto Rally (11) 3785-3292, ele fez a mão de obra no meu carro que ficou perfeito.

    Segue o processo de transformação:

    Fiz primeiro a traseira sem maiores problemas. Fizemos um “calço” para aumentar a distancia entre o eixo e o feixe de mola para que a pinça de freio do troller não pegue na mola. Trocamos também todo os “terminais” do tubos do freio pois o chanfro que encaixa no flexível é diferente.
    Ainda pretendo levantar mais a traseira pra resolver a questão da bitola e para agüentar mais peso. Para isso vou colocar uma mola espiral em cima do feixe de mola.

    A dianteira foi um pouco mais trabalhosa, não tem jeito, tem que desmontar tudo pra ver direito o que e como fazer.
    A fixação do eixo do troller é razoavelmente simples para um bom soldador. Primeiro desenhamos e cortamos todas as peças de ferro do suporte dos braços extensores, soldamos tudo no lugar,

    Depois tem que alterar o ângulo do suporte das molas, fazer o suporte do amortecedor e refazer o prato do eixo do troller para o tamanho da mola do Cross Lander.


    O escapamento também tem que ser alterado para que o cardam, que agora se mexe, não pegue nele. Ele fica com um caminho mais “reto”.
    Muito importante são os reforços, pois com a retirada das bandejas também saíram algumas peças que seguram o chassis no lugar. Tem que por um na frente igual o do troller e um ondo antes tinha o suporte das bandejas, perto da parte de trás do cárter, este tem que ser meio curvo pra não pegar em nada.

    Todas as peças que tirei do Cross Lander ainda estão comigo, se alguém precisar de alguma coisa entre em contato.

    Vale a pena o trampo,
    Boa sorte pros Cross Landeiros.

    Abraços
    b0rÔ

  2. #2
    Usuário Avatar de Boro
    Entrada
    03/08/2007
    Posts
    38
    Agradecimentos: 0
    Primeira foto....
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos Cross Lander com eixo de Troller 6 furos-braco.jpg   Cross Lander com eixo de Troller 6 furos-freiotrs.jpg   Cross Lander com eixo de Troller 6 furos-amortesq.jpg  
    4X4 Brasil Razão: mais fotos

  3. #3
    Usuário Avatar de Boro
    Entrada
    03/08/2007
    Posts
    38
    Agradecimentos: 0
    Mais fotos....
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos Cross Lander com eixo de Troller 6 furos-trasuportre.jpg   Cross Lander com eixo de Troller 6 furos-molaesq.jpg  

  4. #4
    Usuário Avatar de Eliseu
    Entrada
    25/07/2005
    Local
    Santa Maria/RS
    Idade
    54
    Posts
    822
    Agradecimentos: 0
    Muito interessante a sua adaptação. Posta mais algumas fotos, se possível uma com toda a parte inferior do chassis. Abs

  5. #5
    Usuário
    Entrada
    29/08/2007
    Idade
    57
    Posts
    49
    Agradecimentos: 0
    Citação Postado originalmente por Boro Ver Post
    Troca dos Eixos da Cross Lader-CL244 pelos do Troller:

    Depois de notar que as peças da suspensão da Cross Lander são muito caras e difíceis de adaptar resolvi trocar tudo. A principio queria manter o sistema de bandejas para continuar com a “maciez” do carro mas depois de uma certa pesquisa cheguei a conclusão que seria uma adaptação muito complicada e como a cherokee é um carro bem macio com eixo rígido achei a melhor opção colocar os eixos do Troller.
    Usei as molas do Cross Lander mas a traseira não esta suportando muito peso e mesmo com o carro vazio os feixes de mola estão quase retos. Quebrei uma mola dianteira na BR-163 (Cuiabá-Santarém), nada grave, continuou rodando. Agora troquei pelas da F1000 a gasolina, que tem o mesmo diâmetro, maior comprimento, numero de voltas e o encaixe é diferente, por isso cortei um pouco e já aproveitei par deixar o carro mais alto. Isso também foi bom porque os eixos do Troller tem a bitola um pouco maior do qua a da Cross Lander (+ou- 7cm), desta forma o pneu que pegava no para-lama de vez em quando.
    Não encontrei rodas 15” por um preço ok que não pegassem nas pinças do troller então usei 16” mesmo e encontrei uns pneus 255/75 (como 33”) por um preço bem aceitável. Troquei o velocímetro por um compass-mini trip, mas se quiser dá pra aferir o original.A caixa de direção ficou a do Cross Lander mesmo.
    Enfim a adaptação ficou ótima. Testado e aprovado na BR-163, a pior estrada do Brasil. O Cross Lander tinha muita folga na direção assim como em todas as peças da suspensão, tinha um problema de cambagem que eu nunca conseguia resolver e o diferencial da frente quebrado, acho que ia gastar uns R$15mil pra resolver tudo com os originais, isso sem falar no freio que já estava quase na hora. Gastei menos que isso, tenho um carro novo e muito melhor. O carro esta mais forte com a relação mais curta do Troller mas atinge velocidade final de + ou – 125km/h e continua “macio. Quem for fazer esta adaptação em São Paulo aconselho muito fazer com o Jean da Projeto Rally (11) 3785-3292, ele fez a mão de obra no meu carro que ficou perfeito.

    Segue o processo de transformação:

    Fiz primeiro a traseira sem maiores problemas. Fizemos um “calço” para aumentar a distancia entre o eixo e o feixe de mola para que a pinça de freio do troller não pegue na mola. Trocamos também todo os “terminais” do tubos do freio pois o chanfro que encaixa no flexível é diferente.
    Ainda pretendo levantar mais a traseira pra resolver a questão da bitola e para agüentar mais peso. Para isso vou colocar uma mola espiral em cima do feixe de mola.

    A dianteira foi um pouco mais trabalhosa, não tem jeito, tem que desmontar tudo pra ver direito o que e como fazer.
    A fixação do eixo do troller é razoavelmente simples para um bom soldador. Primeiro desenhamos e cortamos todas as peças de ferro do suporte dos braços extensores, soldamos tudo no lugar,

    Depois tem que alterar o ângulo do suporte das molas, fazer o suporte do amortecedor e refazer o prato do eixo do troller para o tamanho da mola do Cross Lander.


    O escapamento também tem que ser alterado para que o cardam, que agora se mexe, não pegue nele. Ele fica com um caminho mais “reto”.
    Muito importante são os reforços, pois com a retirada das bandejas também saíram algumas peças que seguram o chassis no lugar. Tem que por um na frente igual o do troller e um ondo antes tinha o suporte das bandejas, perto da parte de trás do cárter, este tem que ser meio curvo pra não pegar em nada.

    Todas as peças que tirei do Cross Lander ainda estão comigo, se alguém precisar de alguma coisa entre em contato.

    Vale a pena o trampo,
    Boa sorte pros Cross Landeiros.

    Abraços
    b0rÔ


    Crossladeiro Boro Salve Salve! Que maravilha cara meu email é pcbpcbpcb@ig.com.br manda teu telefone pois tenho um Cross Lander e posso precisar de peças ai te ligo.

    Aproveita para mandar fotos de todos os lados dessa maravilha pois se tivesse grana faria a mesma coisa.

    Parabens!

  6. #6
    Usuário
    Entrada
    23/09/2008
    Local
    Brasília/DF
    Idade
    58
    Posts
    3
    Agradecimentos: 0
    Olá Pessoal,

    Fiz a troca dos eixos da minha Cross. Troquei por eixos da Ranger.
    O eixo traseiro precisou apenas de ajustes na base de fixação das molas e das presilhas dos amortecedores.
    O eixo dianteiro foi um pouco mais complicado, pois precisei adaptar as pontas de eixo doriginais à caixa do diferencial e implantar uma haste de fixação para prender o conjunto ao chassis.
    As peças originais estão disponíveis para negócio. O diferencial dianteiro está em perfeito estado. Já do diferencial traseiro, não estão muito cofiáveis a satélite e a planetária. O pinhão, motivo de todo esse trabalho, não existe mais.
    A carcaça do eixo traseiro está zerada, pois estava sendo usinada quando descobrimos que o pinhão não tinha mais jeito.
    Caso as peças interessem a alguém, contato no e-mail charlesuelba@ig.com.br.

    Abraços.

  7. #7
    Citação Postado originalmente por Boro Ver Post
    Troca dos Eixos da Cross Lader-CL244 pelos do Troller:

    Depois de notar que as peças da suspensão da Cross Lander são muito caras e difíceis de adaptar resolvi trocar tudo. A principio queria manter o sistema de bandejas para continuar com a “maciez” do carro mas depois de uma certa pesquisa cheguei a conclusão que seria uma adaptação muito complicada e como a cherokee é um carro bem macio com eixo rígido achei a melhor opção colocar os eixos do Troller.
    Usei as molas do Cross Lander mas a traseira não esta suportando muito peso e mesmo com o carro vazio os feixes de mola estão quase retos. Quebrei uma mola dianteira na BR-163 (Cuiabá-Santarém), nada grave, continuou rodando. Agora troquei pelas da F1000 a gasolina, que tem o mesmo diâmetro, maior comprimento, numero de voltas e o encaixe é diferente, por isso cortei um pouco e já aproveitei par deixar o carro mais alto. Isso também foi bom porque os eixos do Troller tem a bitola um pouco maior do qua a da Cross Lander (+ou- 7cm), desta forma o pneu que pegava no para-lama de vez em quando.
    Não encontrei rodas 15” por um preço ok que não pegassem nas pinças do troller então usei 16” mesmo e encontrei uns pneus 255/75 (como 33”) por um preço bem aceitável. Troquei o velocímetro por um compass-mini trip, mas se quiser dá pra aferir o original.A caixa de direção ficou a do Cross Lander mesmo.
    Enfim a adaptação ficou ótima. Testado e aprovado na BR-163, a pior estrada do Brasil. O Cross Lander tinha muita folga na direção assim como em todas as peças da suspensão, tinha um problema de cambagem que eu nunca conseguia resolver e o diferencial da frente quebrado, acho que ia gastar uns R$15mil pra resolver tudo com os originais, isso sem falar no freio que já estava quase na hora. Gastei menos que isso, tenho um carro novo e muito melhor. O carro esta mais forte com a relação mais curta do Troller mas atinge velocidade final de + ou – 125km/h e continua “macio. Quem for fazer esta adaptação em São Paulo aconselho muito fazer com o Jean da Projeto Rally (11) 3785-3292, ele fez a mão de obra no meu carro que ficou perfeito.

    Segue o processo de transformação:

    Fiz primeiro a traseira sem maiores problemas. Fizemos um “calço” para aumentar a distancia entre o eixo e o feixe de mola para que a pinça de freio do troller não pegue na mola. Trocamos também todo os “terminais” do tubos do freio pois o chanfro que encaixa no flexível é diferente.
    Ainda pretendo levantar mais a traseira pra resolver a questão da bitola e para agüentar mais peso. Para isso vou colocar uma mola espiral em cima do feixe de mola.

    A dianteira foi um pouco mais trabalhosa, não tem jeito, tem que desmontar tudo pra ver direito o que e como fazer.
    A fixação do eixo do troller é razoavelmente simples para um bom soldador. Primeiro desenhamos e cortamos todas as peças de ferro do suporte dos braços extensores, soldamos tudo no lugar,

    Depois tem que alterar o ângulo do suporte das molas, fazer o suporte do amortecedor e refazer o prato do eixo do troller para o tamanho da mola do Cross Lander.


    O escapamento também tem que ser alterado para que o cardam, que agora se mexe, não pegue nele. Ele fica com um caminho mais “reto”.
    Muito importante são os reforços, pois com a retirada das bandejas também saíram algumas peças que seguram o chassis no lugar. Tem que por um na frente igual o do troller e um ondo antes tinha o suporte das bandejas, perto da parte de trás do cárter, este tem que ser meio curvo pra não pegar em nada.

    Todas as peças que tirei do Cross Lander ainda estão comigo, se alguém precisar de alguma coisa entre em contato.

    Vale a pena o trampo,
    Boa sorte pros Cross Landeiros.

    Abraços
    b0rÔ

    Como está rodando a sua Cross com os eixos do Troller.
    Poderia me dizer quanto gastou nessa adaptação???
    Estou pensando em comprar uma Cross, mas já enconstá-la para trocar os eixos.

    []'s
    Pinhal

  8. #8
    Se não der trabalho, me passe umas dicas no que olhar antes de comprar uma Cross!
    Esse problema nos diferencias são percebidos por folgas nos mesmos? Quando damos uma volta na Cross conseguimos perceber???

    Obrigado
    Pinhal

  9. #9
    Usuário Avatar de Boro
    Entrada
    03/08/2007
    Posts
    38
    Agradecimentos: 0
    Olá Pinhal,

    A Cross Lander roda bem até hoje, nunca mais tive problemas de suspenção. Não me lembro bem, mas acho que gastei uns R$10 mil no trampo todo, te aconselho a procurar o Jean, o contato dele está no começo do tópico, fica na Eng. Eiras Garcia aí em São Paulo, próximo a Raposo Tavares.

    Qualquer coisa meu email é boroxis@gmail.com

    Boa sorte,
    Abraços,
    b0rÔ

  10. #10
    Boro,
    Obrigado por responder!
    Eu ainda estou pensando em pegar uma Cross, mas esse negócio dos eixos me preocupa, então se eu comprar mesmo uma vou ver se faço essa adaptação e no lugar que você fez.
    Obrigado pela ajuda e desculpe a demora para responder, mas não recebi a notificação por e-mail.

    []'s

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado

Change privacy settings Alterar definições de privacidade