x
Convex Datacenter
  • #5005
    Usuário
    Entrada
    14/04/2018
    Local
    São Paulo/SP
    Idade
    52
    Posts
    963
    Agradecimentos: 113



    Que exagero... carro funerário não é tão feio assim.... kkkkk.....
    Abraços, meu querido.

  • #5006
    Usuário
    Entrada
    14/04/2018
    Local
    São Paulo/SP
    Idade
    52
    Posts
    963
    Agradecimentos: 113
    Citação Postado originalmente por Bigsd Ver Post
    Bom dia galera.

    Ontem não deu pra entrar mesmo, já sabem que segunda feira pra mim é complicado, normalmente até entro, mas é difícil.

    Vou deixar o link abaixo pra vocês, que mostra claramente o conceito de suspensão multilink usada na Frontier.
    Na verdade este artigo inglês foi uma vez divulgado pelo Cirão que ele viu num fórum que ele participa, mas depois comentamos sobre ele aqui e ninguém lembrava mais do link, e no final de semana fuçando algumas coisas aqui no PC acabei encontrando uma nova publicação deste artigo.
    Esclarece bem o que é multilink independente e multilink de eixo rígido, coisa que alguns "sites especializados" não conseguiram entender ainda. Segue:
    5 Link Rear Suspension (A Complete Insight) - VROOMO
    Parabéns, meu amigo, você encontrou !!!
    Era esse mesmo.
    Mas já saiu bastante material sobre isso, e o que é pior é que alguns sites de auto papo furado ainda insistem no erro... kkkkk..... fui muito explícito? Pode isso aqui? Se não puder, aceito a censura sem reclamar.... kkkkk.....
    Mas já teve até gente que também não entendeu isso na época e fez provocações aqui... lembram-se? Tempos passados....
    Por isso que dizemos... dê tempo ao tempo...
    O pessoal aqui sabe das coisas... kkkkkk..... e eu nem me incluo porque seria covardia para os demais.... kkkkkk..... Estou brincando... vão me chamar de arrogante novamente.... kkkkk....

  • #5007
    Usuário
    Entrada
    14/04/2018
    Local
    São Paulo/SP
    Idade
    52
    Posts
    963
    Agradecimentos: 113
    Convenhamos... tem concorrente aqui? Mas nunca !!!
    Uma pena que o mercado aqui para esse tipo de veículo é muito estranho...

  • #5008
    Usuário
    Entrada
    25/11/2015
    Local
    Jundiai/SP
    Posts
    1,418
    Agradecimentos: 57
    Citação Postado originalmente por Ciro Alencar Ver Post
    Boa tarde, meus queridos amigos!

    Com todo o respeito às opiniões aqui apresentadas sobre a potência/torque da Frontier, eu penso o seguinte.......................................... .................................................. .................................................. ............................................
    .................................................. .................................................. .................................................. ................................................
    .................................................. .................................................. .................................................. .................
    Eu admiro como o Cirão consegue ser tão objetivo e esclarecedor com tão poucas palavras...
    Mal consegui comer dois sacos de pipoca tamanho XXG enquanto eu lia tudo



    Cirão, você que não bota fé... a receita está até pronta:









    4X4 Brasil

  • #5009
    Boa noite
    As postagens do Ciro são sempre equilibradas, inteligentes e corretas, e não é para menos para quem tem a sua bagagem.
    Mas podemos acrescentar ou considerar pelo menos dois pontos:
    1- O aumento de potência das picks é consequência natural dos empos ou do progresso mecânico (por isso temos hoje motores turbo e bi-turbo). Mnha primeira pick no início dos anos noventa, D 20 e logo depois Hilux (minha memória tem poucos cv) se não estou enganado, as duas tinham em torno de 101 cv. Alguns acham mais que suficiente, outros reclamavam mais torque (acho que acertei no termo?), Então a Toyota, S 10, etc, passaram para 132 (época que Frontier começou no Paraná), depois veio eletronic. Não muito tempo após chegaram na casa dos 160/70 cv, e agora estamos na casa dos 200, e o assunto segue o mesmo com as duas categorias de desejos antes referidas. Sinal dos tempos e da modernidade mecânica.
    Tenho minha segunda Frontier que acho excelente, porém para quem trabalha dentro do campo criatório de gado no pampa onde enfrentamos atravessar sangas em campo aberto, barrancos com lama para atravessar de um potreiro para outro, ou canais de arroz, muitas vezes sim, principalmente nas sangas, precisamos sim de potência imediata em espaço curtíssimo para embalar, e nestes casos as vezes sinto falta deste impulso de arrancada.
    No caso não se trata de velocidade, de contagem de 0 a 100, mas confesso que não tenho curso de pilotagem, aprendi a dirigir há 60 anos atrás no tranco mesmo, aliás num DKW Candando de 50 hp
    Saudações a todos colegas.
    Ah, repito, amo minha Frontier, no asfalto, na cidade e também em trilhas de passeios e aventuras. Satisfeitíssimo!!!!
    www.alternet.com.br/users/cll/index.html
    Atualmente Commander 21/22, Compass Long. Diesel 19/20, Frontier Attach 21/21 e Quadriciclo Cforce 520L

  • #5010
    Usuário Avatar de sm4rco
    Entrada
    10/05/2018
    Local
    Santos/SP
    Idade
    46
    Posts
    447
    Agradecimentos: 29
    Eu penso que existem 3 situações para avaliar em relação ao uso da picape além das suas combinações.
    O Edumar fez uma pesquisa no site dele, aliás ele tem feito pesquisas interessantes lá. A pesquisa dele mostrou o uso médio feito pela caminhonete no Brasil. Não lembro os detalhes agora e nem vou ver isso já, porque nem vem muito ao caso as proporções.

    Mas muitas das pessoas compram picapes para uso passeio, aquele que vai trabalhar, levar filhos em escola, passear no final de semana e até encaram uma chácara no final de semana por caminhos não asfaltados.
    A caminhonete tem um projeto para carregar peso, muito peso, e nessas circunstância sobra potência no motor, muita sobra inclusive. E aí estas picapes fazem média em torno de 10 a 12 segundos numa aceleração de 0 a 100. Na prática, nada muda.
    Convenhamos que esse desempenho é melhor que muitos sedãs "esportivos" por aí, ou muitos utilitários esportivos (SUV).
    É aí que abusam e mudam a sua proposta original o que é perigoso já que a maioria não tem sequer estabilidade para um uso mais abusado.

    Aí temos o pessoal que usa para peso, e a vantagem de torque dela com o primeiro turbo em rotações baixas faz muita diferença. Ela anda suave, sem trancos e esforços excessivos, mantendo economia. Como ela não "sente" o peso, ela ganha velocidades altas também. E lembrando que isso causa menor desgaste de motor e cambio.
    E tem o pessoal do fora de estrada, que normalmente faz uso de reduzida quando precisa vencer obstáculos pesados demais, e novamente a vantagem do torque elevado da Frontier.

    Depois vem os grupos mistos, e acho que a Frontier se mantém equilibrada.
    Eu já vi gente lá no grupo reprogramar ela, anular o atraso do pedal, etc. É simples e barato de fazer. O motor da Frontier é novo, projeto muito moderno em relação as opções ultrapassadas que a concorrência usa, e tem muita folga para crescer mantendo essas boas características. Se ela não mexe na potência, é porque tem uma proposta que pode ser economia ou o próprio aproveitamento do torque.
    Eu já vi por exemplo gente comentar em vídeo (os curiosos jornalistas automobilisticos) que ela tem uma falha de não fechar todos os vidros automaticamente, somente o do motorista. Descobri depois que isso não é uma falha, é sim um conceito de segurança que está se ampliando e virando até norma lá fora em razão dos riscos de acidentes. Tem uma expressão em inglês, que não lembro agora, o Ciro deve saber, que é mais o menos traduzida como "O que os olhos vêem", ou seja, o controle daquilo que você realmente domina. Vi que tem inúmeros casos de acidentes com o fechamento automático, mesmo com sistema de evitar esmagamento porque o motorista não tem visão de um pet ou uma criança com a cabeça pra fora ou a mão em lugar inapropriado, teve até mortes.
    Na janela do motorista ele tem o total controle, ele domina, mas nas outras não.
    A nissan adota esse conceito de "visual", tanto que foi pioneira na visão 360º e agora ampliou ainda mais esse conceito no modelo 2023.
    Então muitas vezes é difícil a gente compreender as opções que as montadoras tomam, porque envolvem mercado, segurança, economia, projeto, etc... Esses motores da Frontier estão ganhando fama de não darem problemas, e sabemos que os motores antigos da concorrência que foram adaptados para oferecer mais potência, ou nem conseguiu esse ganho em relação a frontier, ou mudou pouquíssima coisa, mas isso tornou esses motores bem menos confiáveis e robustos. Como foi citado aqui a S10, que vem deixando donos revoltados com motores com baixa km dando problemas, e mais uma vez ele tentou mexer no projeto de turbina e até diminuiu esse desempenho. A Ranger que sempre teve motores problemáticos. Amarok nem se fala. Muitos dizem que Hilux também perdeu a robustez do motor que vem apresentando problemas que nunca apresentou antes, e que o câmbio também tem tido relatos de problemas constantes por supostamente não ter sido adequado ao motor.
    Enfim, tem muitas coisas que pesam nessa balança, e acho que nem conhecemos os detalhes.
    Caramba! estou parecendo o Ciro e o Edumar com os seus textos longos
    Mas sem críticas, eu pessoalmente gostei da abordagem do Ciro, muito coerente em suas observações. E acho que a boa vontade de escrever é melhor do que o que existe por aí da preguiça de jogar duas linhas e de dizer coisas sem sentido.
    4X4 Brasil

  • #5011
    Usuário Avatar de sm4rco
    Entrada
    10/05/2018
    Local
    Santos/SP
    Idade
    46
    Posts
    447
    Agradecimentos: 29
    As pesquisas que citei do site do Edumar que na verdade ele chama de enquetes, estão publicadas aqui: Enquetes – Clube da Nissan Frontier
    Ali traz um bom retrato do uso das caminhonetes no Brasil. Foi a primeira pesquisa de mercado nesse sentido que vi até hoje.
    O Edumar está de parabéns pelo site, vi agora que fez outros conteudos interessantes.

  • #5012
    Usuário Avatar de sm4rco
    Entrada
    10/05/2018
    Local
    Santos/SP
    Idade
    46
    Posts
    447
    Agradecimentos: 29
    Citação Postado originalmente por Bigsd Ver Post


    E é um motor da própria Nissan usado no esportivo dela. Mas dizem que esses motores de carros esportivos não funcionam bem para caminhonetes e duram pouco, que foi o que aconteceu com a Amarok.
    Com a palavra o nosso especialista em carros esportivos, o Sr. Ciro.
    Falta uma tampa nesse motor, não falta não?

  • #5013
    Usuário
    Entrada
    25/11/2015
    Local
    Jundiai/SP
    Posts
    1,418
    Agradecimentos: 57
    Grande Marcão! Sempre prestigiando o tópico.
    Vocês andam animados para escrever

    O Edu ficou bravo porque insinuaram que a pesquisa dele foi tendenciosa
    A resposta veio na lata nesta madrugada mesmo.

    O mais interessante é que os números da pesquisa bateram com a realidade com uma diferença de apenas 1%, e ainda com o resultado real sendo pior do que o da pesquisa, mesmo quase insignificante.
    O Edu leva bem a sério esse trabalho que ele faz. Não temos nada parecido hoje no mercado, e ele quer mapear o mercado para entendermos melhor como ele funciona.
    Tem mais 3 pesquisas prontas que ele está esperando para publicar. Todas interessantes.

  • #5014
    Usuário
    Entrada
    12/05/2012
    Local
    Itatiba/SP
    Idade
    60
    Posts
    782
    Agradecimentos: 43
    Bom dia
    O amigo Bigsd me mandou um zap para comentar sobre o fato acima, da pesquisa. Agradeço o convite, mas não vou abordar o assunto aqui. Penso que é igual ao whatsapp, cada qual com os seus problemas
    Infelizmente tem umas figurinhas nesse mundo que são tão fanáticas pelas suas marcas que tudo é motivo para desconfiança e crítica, e para variar, estão sempre errados porque o fanatismo cega. Então... deixa isso pra lá. A resposta foi publicada lá, baseada em fatos e números,e ainda mostrando que o resultado da pesquisa, mesmo não agradando aos fanboys da marca por serem realmente preocupantes, ainda foi melhor do que os números fornecidos pelo mercado. Então... reclamem com a Fenabrave...

    Atualizando pra quem pediu, pego a minha Platinum 2023 amanhã
    Dei a minha XE 2019, que foi vendida no mesmo dia que deixei lá e ainda ficou gente na fila por outras. E deixei a minha S10 2015, lembram dela? Comecei no fórum com ela, apesar de alguns malucos dizerem depois que eu era robô da Nissan. Queria ver se tem doido para repetir isso hoje.
    Na época fiquei decepcionado com uma 2014 que comprei, e depois de muita briga a GM ela trocou ela por uma 2015. Devolvi a 2014 depois de um ano com 400km rodados, se não me engano.
    Mas, eu já tinha entrado na Frontier, e acabei deixando ela com o meu pai que pouco rodou com ela, e na pandemia não saiu mais também. Entrego ela com 22.000km e com todas as revisões feitas em concessionárias, a maioria por tempo porque ele não rodava muito. Nunca teve "mexânico" colocando as mãos nela, toda original sem um risco ou marquinha de pedra sequer. Está como saiu da fábrica, com os BF que coloquei na época novos ainda. Como o meu pai não vai dirigir mais, hora de me livrar dela definitivamente. Eram 4 caminhonetes na garagem (uma Saveiro também já foi), vou finalmente ficar só com duas.

    A nova é prata, Platinum como eu já disse, e só aguarda a instalação dos acessórios e película nos vidros.
    Como sempre faço, mandei trocar aqueles pneus Dueler HT safadinhos que vem original com ela (e a maioria das picapes hoje). A concessionária só tinha Bridgestone, e conseguia sob encomenda o Dunlop e o Pirelli. O Dunlop quero distância, pneu problemático e de má qualidade. Pirelli é bom, nada especial, mas eu sempre coloco o LTX Force da Michelin ou o All Terrain da BF Goodrich, dois que considero os melhores, sendo o primeiro muito confortável e silencioso, bom pra chuva, e o segundo bom de lama.
    Já vai sair com os Michelin.

    Já importei e recebi os acabamentos em inox que gosto de instalar nela. Preferi não retirar os instalados, e comprei novos. O bom é que o da maçaneta da tampa veio em inox também. O anterior era em ABS cromado. Os das laterais do vidro traseiro manteve em inox.
    Como adoro cromados, por isso somente não escolhi a Pro-4X, não gostei do fato das capas dos espelhos externos não virem mais cromadas. O parachoque traseiro na cor da caminhonete até gostei, mas os espelhos fazem linha com os demais cromados laterais, e já comprei as capas originais, nada daquelas de sobrepor que são feias demais. Quando chegar, vou trocá-las.
    Questão de gosto somente, um amigo que tem uma Attack achou mais bonito os espelhos na cor do carro.

    Tentaram me vender um Santo Antonio feio, me dizendo que ainda não haviam outras opções no mercado. Mentira. Por falta de mais uma opção, eu achei duas, inclusive a que gosto que vem com acabamentos de inox espelhado nas laterais. Comprei e quando chegar eles instalam pra mim junto com a capota marítima. Com pneus, acabamentos, Santo Antonio, filme dos vidros, vitrificação de pintura, etc... a brincadeira ficou cara, mas sei que vai valer a pena. A Frontier está muito boa, cada vez melhor.
    Não me arrependo de ter migrado da S10 (já tive uma dúzia) para a Frontier, a minha 5ª agora desde que entrei no modelo em 2014, aliás, essa 2014/15 ainda está comigo, com a minha esposa. Estado de zero também, nem pastilhas foram trocadas ainda. Não queimou uma lâmpada. Zero manutenção corretiva.
    A Frontier é outro mundo.

    Logo que pegar a minha, coloco fotos aqui.

  • #5015
    Usuário
    Entrada
    12/05/2012
    Local
    Itatiba/SP
    Idade
    60
    Posts
    782
    Agradecimentos: 43
    Sobre o comentário da potência da Frontier, é exatamente isso que o Ciro comentou. A diferença na prática de 190 cavalos para 200 cavalos é pouco significativa. O torque e o bom casamento do conjunto do câmbio é mais impactante, e é onde pecam as outras. Por isso aumentam a potência sem resultado animador e ainda reduzindo a vida útil do conjunto e aumentando o consumo e o ruído, que é o que está acontecendo hoje.
    A Frontier vai em outra direção, equilibrando o conjunto. Com a crise do petróleo e a disparada de preços dos combustíveis, acho que ela certou na decisão.

    De qualquer forma, quem quer mais agilidade, já dei a dica, vai na troca de marchas manual. Só o fato de mudar o câmbio de automático para manual ela já reduz uma marcha.
    Mas, fica aqui outra dica, a Frontier agora tem modos de condução, e o modo Sport oferece mais agilidade pra ela. Vou fazer comparações depois e compartilhar com vocês.

  • #5016
    Usuário
    Entrada
    25/11/2015
    Local
    Jundiai/SP
    Posts
    1,418
    Agradecimentos: 57
    Edu, 2015 com 22 mil rodados, tava nova. Até o óleo "tava novo" ainda
    Tivesse divulgado aqui, acho que venderia na hora e por um preço melhor. Do jeito que você ainda equipa e cuida.

    Parabéns pela nova caminhonete. Tem alguém aqui no grupo que vai esperar uma eternidade pelas dele

  • Classificados ANUNCIE GRÁTIS

    AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

    Informações de Tópico

    Usuários Navegando neste Tópico

    Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

    Tópicos Similares

    1. Nova TRAILBLAZER 2017
      Por Lopes Fernando no fórum Chevrolet - GM
      Respostas: 514
      Última resposta: 14/06/2022, 19:38
    2. Nova Ranger 2017
      Por avenger no fórum Ford
      Respostas: 8
      Última resposta: 27/05/2020, 17:20
    3. nova hilux flex 4x2 2017
      Por AloxAlox no fórum Toyota
      Respostas: 54
      Última resposta: 19/01/2020, 12:15
    4. Chave nova ranger XLT 2017
      Por GiovanniP no fórum Ford
      Respostas: 2
      Última resposta: 16/11/2018, 15:11

    Tags para este Tópico

    Permissões de Postagem

    • Você não pode iniciar novos tópicos
    • Você não pode enviar respostas
    • Você não pode enviar anexos
    • Você não pode editar suas mensagens
    • BB Code está Ligado
    • Smilies estão Ligados
    • Código [IMG] está Ligado
    • Código HTML está Desligado

    Change privacy settings Alterar definições de privacidade