x
Convex Datacenter
Página 5 de 20 PrimeiroPrimeiro 123456789101112131415 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 49 a 60 de 238
  1. #49
    Usuário
    Entrada
    09/03/2011
    Idade
    77
    Posts
    2
    Agradecimentos: 0

    Exclamation eu tbem




    Citação Postado originalmente por ric945 Ver Post
    Pessoal,
    Sei que falando de Pajeros Sport/L200 esquentando, já temos vários tópicos, mas como o que aconteceu comigo foi interessante achei legal repartir com vcs.
    Minha Pajero é uma das melhores séries (2002 2.8 diesel AT), e como já vimos em outros tópicos estava esquentando. Só esquentava em alto giro, ou seja, acima de 3k rpm e depois de pelo menos uns 10 minutos nessa situação. Ou seja, precisava andar a uns 120-130 km/h na estrada. Como isso não se faz constantemente, demorei a perceber. Mas aí comecei a perceber que na realidade ela não esquentava, ela jogava água para fora do radiador e por falta de água, esquentava. Todos me disseram a mesma coisa, que tb é comum em carros com cabeçote de alumínio: Junta do cabeçote ou problemas no mesmo .
    Mas como sou chato para aceitar na primeira vez que ouço, ou como dizem por aqui, não emprenho pelos ouvidos, resolvi pesquisar um pouco mais e algo me intrigava: Dentro da cidade ou andando a no máximo 2k-2,5k rpm, nada acontecia. Então, como ser problema no cabeçote? mesmo assim ainda fiquei na dúvida. Viajava e a mesma coisa, acelerava um pouco mais e tome água para fora... até que numa dessas viagens, por puro acaso, depois de ela ter esquentado por falta dágua, voltei com o AC desligado. BINGO!! ZERO de aquecimento!! E olha que abusei da velocidade, cheguei a 160km/h e nada. Então, não podia ser cabeçote . Descobri tb que minha pajero já estava sem a válvula termostática e tb que não estava com a tampa do radiador correta, por isso demorava a jogar água para fora. Mais descobertas, o radiador já não era um original, mas nesse caso, para melhor, pois era maior e de latão, ou seja, mais resistente e mais capacidade refrigerativa. O problema era que como o radiador era grande, a pressão era maior e precisava de uma tampa maior que as comuns em Pajeros. Quando consegui achar a tampa do radiador correta, acabou o problema, pelo menso até agora.

    Bom galera, resumo, a tampa do radiador é uma coisa que trocam com muita facilidade e nem sempre põem o correto e como a pressão nesses motores, quando em alta é grande, ele pode jogar agua para fora, por falta de uma tampa correta e então esquentar, mas por falta dágua!!
    Tenho Pajero Sport 3.0v6 99 e tive o mesmo problema.Na minha cidade (Gramado-RS) só tem "mechanicos", mexem mas não conhecem. Depois de trocar tampa do radiador,valvula termostática e o Gel que aciona o ventilador e gasto "os tubos" varetei o radiador e resolvi o problema
    4X4 Brasil Razão: Resposta

  2. #50
    Usuário
    Entrada
    09/02/2010
    Idade
    48
    Posts
    28
    Agradecimentos: 0

    Hpe 2.8 2004

    Pessoal

    Após trocar a tampa de 1.1 bar para 0.9 o problema de aquecer parecia ter se resolvido.

    No carnaval, rodei bastante e aqueceu novamente, porém descuidei e o aquecimento rompeu uma mangueira ou algo assim!

    Já estou sentindo que o cabeçote foi pro saco!

    Pergunta:

    Os cabeçotes que o pessoal vende, não na Mit (muito caro) são bons?

    Dizem que é Japonês, porém não o original.

  3. #51
    Usuário Avatar de guidojunior
    Entrada
    22/12/2005
    Local
    Cuiabá/MT
    Idade
    41
    Posts
    63
    Agradecimento: 1
    O dono anterior da minha Pajero trocou na Mit, cabeçote, e radiador. Até agora o carro está excelente. Fiz uma viagem de 2 mil km com ela andando bem e não esquentou.
    Pajero Full GLS 2008 v6 3.8
    Ex. Grand Vitara 4x4 2010, Touareg V8 - 2010, TR4 - 2008 - MT, Ranger 3.0 4x4 - 2009, Pajero Sport 2.8 - 2001

  4. #52
    Pessoal DICA QUENTINHA!!!!

    OLha só, como todos vcs, eu também tinha o mesmo porblema, aliás, fui eu quem abriu esse tópico. Mas andando na manha, ela te leva longe!!

    Bom, recentemente, fiz uma viagem para o Jalapão e ela foi show, não esquentou nadinha. Mas batava pegar uma estrada de asfalto, com um giro mais alto, ou uma subida maior pra o ponteiro subir.

    Ao voltar, precisei fazer minha revisão de 100.000km. Troquei a corrente de comando e mais alguns itens. Mas o chefe da oficina onde levo o carro, me chamou a atenção para bomba d'água. Ela estava boa, sem vazamentos, mas com uma aparência horrorosa. Bastante enferrujada por dentro. Por segurança, resolvi trocar. Pronto!! acabou o problema do esquente!!
    Já rodei mais de 5.000km depois da revisão e nada de esquentar. Já rodei com ela carregada, vazia, subida, descida e semprfe lá no meio!!

    Não sei se é isso para todos, mas trarta-se de um item fundamental no equilíbrio térmico do motor e as vezes, externamente não há problemas, mas ela pode estar danificada por dentro, ou comprementendo o sistema de arrefecimento. Não custa nada averiguar. Basta tirar e olhar. Uma nova, me custou R$300,00.

    Espero que sirva para os outros com o mesmo problema!!!

  5. #53

    Pajeto Sport!

    Boa noite pessoal !,
    Li este tópico sobre aquecimentos e comecei a observar o comportamento da minha L200 GLS 2000 onde, com relação ao ponteiro marcador de temperatura, na minha L200 ele não fica indicando no meio do instrumento e sim em mais ou menos em 1/4 e às vezes quando uso o ar condicionado ele sobe um pouquinho. Bom, até então achei normail pois, já fiz trilhas, viagens ao litoral onde subi e desci a serra e ela não aqueceu e nem jogou água para fora do reservatório.
    Adoro minha L200 mas é muito linda a pajero preta diesel 2.8... pena que estão apresentando tantos probleas que fico com muito medo de comprar uma e me arrepender pelo resto de minha vida.
    Outra coisa, com relação a velocidades... na minha L200 o máximo que cheguei foi a 110 km/h e com muita dó pois, creio que é forçar muito o motor mas pelos relatos o pessoal só anda com o pé embaixo!...

    Agora vou contar uma História para vocês...

    Tenho um amigo que tem uma L200 GLS 2006 e está passando o maior sufoco com ela porque ele é um nó cedo de nível avançado. Leiam só... ele estava viajando para Lorena SP e ao cortar um caminhão, ( ele estava acima de 100 km/h ) a mangueira do radiador rompeu e o cabeçote ferveu a ponto de perdê-lo e juntamente com um pistão. Ele levou a um mecânico que se dizia entendido em diesel mas na verdade para mim é um boca de porco ferrado. Ao invés de pagar um guincho de volta para São José dos Campos SP ele deixou a L200 nesse boca de porco. O tal mexanico abriu o motor de verificou que o cabeçote e o pistão havia perdido e então meu amigo comprou um cabeçote novo enquanto que o tal mexanico disse a ele para comprar os pistões de uma tal H100 ou coisa parecida dizendo que era mais barato e era igualzinho o da L200. O fato é que o colega foi na dele e o pistão não era, não servia e o mexanico montou assim mesmo.
    Quando o mexânico liberou a L200 para meu amigo vir para SJCampos ele disse que era só andar e pronto pois já estava tudo regulado... Pois bem , na volta a L-200 ferveu e daí não teve jeito... reboque para uma outra oficina. Já aqui em SJcampos e em um oficina só de motores á diesel e bem mais especializada o colega autorizou o ( dessa vez ) mecânico a abrir o cabeçote e para a surpreza dele os pistões era de uma H da vida e mais, o cabeçote empenou... não estava torqueado. Até agora gastou-se mais de R$ 9000,00 sendo que se ele pagasse um guincho para atrazer a L200 para a casa sairia bem menos.
    Ele quiz vendê-la para mim por R$ 40.000,00 sendo que a minha é certo que vale R$ 35.000,00 pela excelente conservação mas prefiro ficar com a minha a voltar r$ 5.000,00 para ele, ( isso, recomendação do próprio mecânico atual ). Por isso sou do seguinte ditado...." QUEM CUIDA TEM ".

    Obrigado a todos(as) e abraços!

    Bond.

  6. #54
    Citação Postado originalmente por BONDCANA4X4 Ver Post
    Boa noite pessoal !,
    Li este tópico sobre aquecimentos e comecei a observar o comportamento da minha L200 GLS 2000 onde, com relação ao ponteiro marcador de temperatura, na minha L200 ele não fica indicando no meio do instrumento e sim em mais ou menos em 1/4 e às vezes quando uso o ar condicionado ele sobe um pouquinho. Bom, até então achei normail pois, já fiz trilhas, viagens ao litoral onde subi e desci a serra e ela não aqueceu e nem jogou água para fora do reservatório.
    Adoro minha L200 mas é muito linda a pajero preta diesel 2.8... pena que estão apresentando tantos probleas que fico com muito medo de comprar uma e me arrepender pelo resto de minha vida.
    Outra coisa, com relação a velocidades... na minha L200 o máximo que cheguei foi a 110 km/h e com muita dó pois, creio que é forçar muito o motor mas pelos relatos o pessoal só anda com o pé embaixo!...

    Agora vou contar uma História para vocês...

    Tenho um amigo que tem uma L200 GLS 2006 e está passando o maior sufoco com ela porque ele é um nó cedo de nível avançado. Leiam só... ele estava viajando para Lorena SP e ao cortar um caminhão, ( ele estava acima de 100 km/h ) a mangueira do radiador rompeu e o cabeçote ferveu a ponto de perdê-lo e juntamente com um pistão. Ele levou a um mecânico que se dizia entendido em diesel mas na verdade para mim é um boca de porco ferrado. Ao invés de pagar um guincho de volta para São José dos Campos SP ele deixou a L200 nesse boca de porco. O tal mexanico abriu o motor de verificou que o cabeçote e o pistão havia perdido e então meu amigo comprou um cabeçote novo enquanto que o tal mexanico disse a ele para comprar os pistões de uma tal H100 ou coisa parecida dizendo que era mais barato e era igualzinho o da L200. O fato é que o colega foi na dele e o pistão não era, não servia e o mexanico montou assim mesmo.
    Quando o mexânico liberou a L200 para meu amigo vir para SJCampos ele disse que era só andar e pronto pois já estava tudo regulado... Pois bem , na volta a L-200 ferveu e daí não teve jeito... reboque para uma outra oficina. Já aqui em SJcampos e em um oficina só de motores á diesel e bem mais especializada o colega autorizou o ( dessa vez ) mecânico a abrir o cabeçote e para a surpreza dele os pistões era de uma H da vida e mais, o cabeçote empenou... não estava torqueado. Até agora gastou-se mais de R$ 9000,00 sendo que se ele pagasse um guincho para atrazer a L200 para a casa sairia bem menos.
    Ele quiz vendê-la para mim por R$ 40.000,00 sendo que a minha é certo que vale R$ 35.000,00 pela excelente conservação mas prefiro ficar com a minha a voltar r$ 5.000,00 para ele, ( isso, recomendação do próprio mecânico atual ). Por isso sou do seguinte ditado...." QUEM CUIDA TEM ".

    Obrigado a todos(as) e abraços!

    Bond.
    Isso é uma pura verdade, e o que tu ve que de vez em quando chega uns loucos aqui que andar por 20 horas a mais de 5000 rpm em um motor DIESEL e não querem um consumo pior do que 30km/l..
    Mas calma quanto as pajeros, olha o lado bom, elas tem o problema de aquecimento mais facilmente solucionado do que nas L200, na pajero pode ser apenas a tampa, já nas L200 tem que ser o radiador e lá vai porrada..

    Amigo ric 945 ela estava corroida? voce usava aditivo??
    Ex - L200 Sport HPE 2005

  7. #55
    Olha só Bond, é como o Carlos Falou. Não entenda que isso seja um problema crônico nas pajeros não, tá!! Quantas estão rodando por aí e seus donos nem sequer sabem que existe este tipo de problema. Estamos apenas debatendo para sabermos o que fazer caso isso aconteça. Se for por isso, troque logo de carro, mas esteja tento ao estado do motor e sistema de refrigeração, coisas bem básicas para se comprar um carro a diesel. Esse tipo de problema acontece em qualquer carro, se você entrar em fóruns de Honda, Toyota, e até Mercedes, vai perceber isso. Geralmente o principal causador é o usuário. No caso do teu amigo, será que simplesmente por estar a 100km/h a mangueira rompeu? Será que ele fez isso? Como será que estava o estado do líquido dentro do motor? Pode ter sido a "gota d'água", literalmente. Olha só, o fluido do motor Mit deve ser trocado a cada 15mil km ou 1 ano já num honda, a cada 100 mil ou 10 anos. Isso depende de cada concepção de motor. Um honda não foi feito para gerar força e sim desempenho e economia. Um motor diesel foi feito para disponibilizar muita força. Quanto ao processo, é isso mesmo: quem poupa, tem. Parabéns pela sua L200. Ela é realmente um carro para isso e da maneira como você a usa. Aqui no NE, esse modelo é chamado carinhosamente de "jumentinha", pois vai devagar e sempre e carrega o que muitas outras não conseguem.
    A minha Pajero tem mais de 100 mil km e está com motor perfeito, devido a boa manutenção e caldo de galinha na forma de usar.

    Não podemos esquecer que os motores a diesel, pela sua forma de trabalhar (combustão e não explosão, pois não gera centelha), trabalham frios, mas podem aquecer muito rapidamente, também esfriam mais rápido. por isso não deve-se manter uma rotação de giro muito alta por muito tempo. Já parou para olhar por que é que, principalmente caminhões e antigas D-20 e F-1000, quando param para abastecer ou qualquer outra coisa, não desligam o motor? Pura e simplesmente para que eles "esfriem". As vezes eles vem subindo uma serra e os forçam, fazendo com que esquentem. Se desligarem o motor, ao ligarem e este tiver esfriado, pode facilmente "trincar" um cabeçote. Por isso, há aquela máxima que, se for parar por menos de 10-15 min, não vale a pena desligar o motor. Ele trabalhando parado, em 5 minutos resfriará.

    Um abraço!

  8. #56

    Arrefecimento...

    Pessoal, Uma regrinha básica que um mecânico me passou... sempre que for funcionar um motor quer seja ele à diesel, alcool, gás ou gasolina, sempre dê a partida sem pisar no acelerador e deixe que o motor funcione por, pelo menos, três minutos antes de sair com o veículo. O mesmo vale para quando for parar de funcionar o motor... para o veículo, deixe a aceleração estabilizar e sem pisar no acelerador desligue a chave.
    Bom, sempre me lembro disso e faço.. até hoje tem dado certo.
    Mas minha curiosidade se deu quando o meu colega disse sobre o pistão de uma tal H da vida... será que serve mesmo? Tem gente que diz que sim mas somente nas HPE e isso por causa de uma cavidade existente na cabeça do pistão.
    Bom, gosto de minha L200 mas se tivesse a oprtunidade de adquirir uma Pajero Sport 2.8 diesel 4x4 preta e automática... haaaa... aí sim ficaria mais contente ainda! Parabéns para quem tem, pois, ela é muito bonita mesmo!

    Abraços!

    Bond.

  9. #57
    Citação Postado originalmente por BONDCANA4X4 Ver Post
    Pessoal, Uma regrinha básica que um mecânico me passou... sempre que for funcionar um motor quer seja ele à diesel, alcool, gás ou gasolina, sempre dê a partida sem pisar no acelerador e deixe que o motor funcione por, pelo menos, três minutos antes de sair com o veículo. O mesmo vale para quando for parar de funcionar o motor... para o veículo, deixe a aceleração estabilizar e sem pisar no acelerador desligue a chave.
    Bom, sempre me lembro disso e faço.. até hoje tem dado certo.
    Mas minha curiosidade se deu quando o meu colega disse sobre o pistão de uma tal H da vida... será que serve mesmo? Tem gente que diz que sim mas somente nas HPE e isso por causa de uma cavidade existente na cabeça do pistão.
    Bom, gosto de minha L200 mas se tivesse a oprtunidade de adquirir uma Pajero Sport 2.8 diesel 4x4 preta e automática... haaaa... aí sim ficaria mais contente ainda! Parabéns para quem tem, pois, ela é muito bonita mesmo!

    Abraços!

    Bond.
    Fora o proprio motor, tem a questão da turbina, não importa se tu andou o dia inteiro a 1000rpm ou a 5000rpm, tem que esperar no minimo 1 minuto em marcha lenta para equilibrar( diminuir a rotação da) turbina pra poder desligar, claro que dependendo da rotação que tu tava andado,
    Uma das causas de desgaste mais acentuado de motores é ficar ligando e desligando a porra do motor em espaço de tempos muito curtos isso é uma desgraça, mas é um hábito...

    Ex - L200 Sport HPE 2005

  10. #58
    Usuário
    Entrada
    09/02/2010
    Idade
    48
    Posts
    28
    Agradecimentos: 0
    Resumo do aquecimento da minha Pajero:
    Troca do cabeçote, agora sim tá ok!

  11. #59
    Usuário Avatar de SAPO-BOMBA
    Entrada
    02/06/2008
    Local
    Juazeiro do Norte/CE
    Idade
    41
    Posts
    3,398
    Agradecimentos: 4
    Alexandre, quanto saiu a "brincadeira" da tua Pajero? Posta os custos aí pra ficar de referência futura pra galera que um dia venha a precisar... De preferência colocar os lugares onde vc adquiriu as peças.
    GALLOPER 1999 2.5TD | TOYO OPEN COUNTRY AT 31 x 10,5 x R15 | SUPER L.D.A

  12. #60
    Olá meus caros ... sou o novo felizardo a ter que "adquirir um cabeçote novo" para a minha Pajero Sport 2.8 TD 2005 (Série Especial Nelore ... muito chique isso hein ... só foram feitas 50 dessas no país ... rsrsrsrs) ...

    Apenas para deixar registrado meu relato ....

    A minha nunca apresentou maiores problemas de aquecimento ... 90.000Km original, motor lacrado ... do início do ano prá cá começou a baixar a água do radiador ... não tinha vazamento aparente ... a água passou a baixar em intervalos menores de tempo ... até que levei ao mecânico e, retirado o cabeçote, verificou-se que o mesmo estava "rachado", ou seja, vazamento interno de água ...

    Agora estou na correria para comprar um cabeçote novo ... alguém tem uma sugestão???? Marca e Custo do original??? se vale a pena arriscar comprar um paralelo??? Se alguém puder ajudar eu agradeço ...

    Abçs...

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado

Change privacy settings Alterar definições de privacidade