x
Convex Datacenter
Página 4 de 10 PrimeiroPrimeiro 12345678910 ÚltimoÚltimo
Resultados 37 a 48 de 117
  1. #37
    Usuário Avatar de Cláudio Brasília
    Entrada
    10/03/2005
    Local
    Brasília/DF
    Idade
    61
    Posts
    866
    Agradecimentos: 0



    Citação Postado originalmente por GPTroller Ver Post
    Claudio,

    Obrigado pela info, como peguei o carro agora e está com 134.000 rodados quero trocar os fluidos como uma manutenção preventiva. Como li que tem que se tormar um cuidado extra na troca de óleo dos câmbios automáticos vou ver direitinho como vou fazer.
    Não sei se freqüenta, mas quinta estarei com ela no Terraço.

    Abraços,

    Geraldo
    Prezado Geraldo,
    Ok, é uma boa trocar correia (sempertine belt), filtros ar, fluídos transmissão, óleo lubrificante e filtro óleo, dentre outras coisas; verifique as pastilhas e substitua todo o fluído de freio a cada ano; depois velas, cabos, tampa e rotor do distribuidor. Não fui, ainda, aos encontros tradicionais às quintas-feiras no Terraço Shopping, mas qualquer dia passo por lá para conhecer o pessoal, o fato é que um Jeep está na oficina, com problemas no cãmbio e outro está todo desmontado, em reforma que parece eterna, mas qualquer dia estou pronto novamente. Muito obrigado, um grande abraço e saudações.

  2. #38
    Usuário
    Entrada
    30/09/2010
    Local
    Tiete/SP
    Idade
    47
    Posts
    234
    Agradecimentos: 0

    Unhappy ainda nao consegui resolver

    Caros amigos , Hoje eu troquei o óleo da CA na intenção de resolver o problema que relatei a alguns dias , estou indo por eliminatórias, a historia é a seguinte :
    Ao voltar da praia, após percorrer 120km , ouvi um barulho estranho vindo debaixo do carro, hora na frente,hora no meio, hora atrás , levei em um mecânico que me disse que poderia ser as buchas da suspençao e o coxim do cambio, Comprei as peças e trocamos, aproveitamos e trocamos também pastilhas e discos de freios, o barulho continuou,levei ate uma troca de óleos e trocamos o óleo do motor ,diferenciais e apenas trocamos parte do óleo da CA, e o barulho continuou, pensei então que fosse por que não tinha trocado o filtro, lá vai eu comprei o filtro e óleo e trocamos tirando a tampa do carter , saíram apenas cinco litros , completamos e o problema Piorou , agora a VTR não saia nem do lugar, pesquisando em vários tópicos , inclusive gringos, um em especial http://www.aa1car.com/library/atf.htm
    http://www.allpar.com/fix/trans.html

    Disendo que não se deve usar dextron , Hoje troquei todo ou quase todo o óleo, naquela famosa técnica ninja, tirei a grade frontal e no radiador pequeno do lado esquerdo tem uma curva, soltei a abraçadeira e conectei uma mangueira para a saída e outra para a entrada, conforme ia saindo o sujo ia entrando o novo, dose litros saíram e dose entraram , no começo o que saia já estava bastante sujo e nao tinha rodado nenhum quilometro se quer , coloquei o ISAMATIC Mercon V (Recomendado e aprovado nas especificações DEXRON III da GM, Allison C-4, Voith G607, ZF TE ML
    14B, Sperry Vickers, Denison, Sundstrand.) é um lubrificante com formulação sintética,
    Igual ao ATF 4 indicado nos links acima, conclusão continua amesma coisa a VTR nao sai do lugar , parece que esta em ponto morto , com ela engatada em 1 eu consigo empurrala na minha garagem , engata a 4X4 , sinto que a rotação do motor muda, aparece na tela LO , mas so anda para trás e quer me puxar junto , estou desconfiado que o probelma seja na CT a qual será o meu proximo Passo, alguém tem alguma dica , minha mulher já esta quase me largando, pois se não estou mexendo na VTR estou aqui na frente do comp, tentando resolver esta encrenca , valeu .

    Da uma olhada neste vídeo e reflitam sobre Óleos Sintéticos e minerais.

    Abraços a todos

  3. #39
    Usuário Avatar de andretomasi
    Entrada
    16/05/2003
    Local
    Mantova, Itália/RS
    Idade
    36
    Posts
    3,052
    Agradecimentos: 5
    Metendo o bedelho aqui, mas só pra constar; no meu caso é uma XJ, com transmissão AW4, mas passei por alguns apuros quando da troca de óleo e gostaria de deixar registrado minha experiência com a utilização de óleos "alternativos".

    Trocar o óleo na concessionária é um absurdo, consigo comprar um fusca com o preço que cobram pelo serviço.

    Quando comprei a XJ ano passado, ela estava usando o OH-49-TDX da BR, o câmbio funcionava perfeitamente..

    Fiz todas as vezes o procedimento de esvaziar o óleo pelo parafuso do carter, sem máquina, completar com o óleo novo, rodar por alguns dias, esvaziar e completar novamente, por duas semanas seguidas (três trocas)..

    Fiz a primeira troca em uma oficina, quando de uma revisão logo após comprar o carro. Apesar de eu insistir que aquele óleo não era o correto, me teimaram de pés juntos que o certo era usar o ATF da Shell. Chegaram a ficar ofendidos achando que eu queria saber mais do que eles, "entendidos". Além disso, colocaram um absurdo de óleo em excesso, a vareta indicava o dobro do nível praticamente.. O que não fazem pra tentar tirar uns $ da gente, né..

    Resultado: uma bela bosta, o carro saiu patinando horrivelmente.. voltei na oficina e me diziam que o óleo iria se "adaptar" depois de rodar um tempo.. não fiquei uma semana assim, e repeti o procedimento por conta própria, com um ATF da Ipiranga.. mesmo resultado, um lixo.

    Por fim, fiz o procedimento com o Dexron III da BR, OH-49-TDX, ficou uma maravilha. Repeti a troca agora em Janeiro com este mesmo óleo e não tive mais problemas, o câmbio está funcionando como deveria, não aparenta alterações de coloração no óleo ou superaquecimento nem baixa o nível. No próprio manual da XJ recomenda utilizar DEXRON III, e conversando com um pessoal da NAXJA, um fórum gringo só de XJs, me disseram que aqui no BR esse óleo seria o mais compatível.

    Paguei R$ 12 o litro em um posto BR, então o custo do serviço não foi tão alto, comparado com o ATF Shell ou Ipiranga que custavam o dobro e não funcionaram.

    [ ]'s

  4. #40
    Usuário Avatar de andretomasi
    Entrada
    16/05/2003
    Local
    Mantova, Itália/RS
    Idade
    36
    Posts
    3,052
    Agradecimentos: 5
    PS: Wilson, interessantes os links.. no da allpar.com fala sobre a exceção das caixas AW4 nas antigas Grand Cherokee e XJs, e a 42RE que veio depois.

    No caso da AW4, é Dexron III mesmo, imagino que muita gente deve tentar usar ATF3/4 nessas caixas, ou usar Dexron nas 42, e daí vem muitos dos problemas com câmbio automático de Jeeps por aqui.

    [ ]'s

  5. #41
    Usuário Avatar de Glaicon
    Entrada
    22/06/2009
    Local
    Florianópolis/SC
    Idade
    52
    Posts
    4,812
    Agradecimentos: 106
    Citação Postado originalmente por Wilsonaa Ver Post
    Caros amigos , Hoje eu troquei o óleo da CA na intenção de resolver o problema que relatei a alguns dias , estou indo por eliminatórias, a historia é a seguinte :
    Ao voltar da praia, após percorrer 120km , ouvi um barulho estranho vindo debaixo do carro, hora na frente,hora no meio, hora atrás , levei em um mecânico que me disse que poderia ser as buchas da suspençao e o coxim do cambio, Comprei as peças e trocamos, aproveitamos e trocamos também pastilhas e discos de freios, o barulho continuou,levei ate uma troca de óleos e trocamos o óleo do motor ,diferenciais e apenas trocamos parte do óleo da CA, e o barulho continuou, pensei então que fosse por que não tinha trocado o filtro, lá vai eu comprei o filtro e óleo e trocamos tirando a tampa do carter , saíram apenas cinco litros , completamos e o problema Piorou , agora a VTR não saia nem do lugar, pesquisando em vários tópicos , inclusive gringos, um em especial http://www.aa1car.com/library/atf.htm
    http://www.allpar.com/fix/trans.html

    Disendo que não se deve usar dextron , Hoje troquei todo ou quase todo o óleo, naquela famosa técnica ninja, tirei a grade frontal e no radiador pequeno do lado esquerdo tem uma curva, soltei a abraçadeira e conectei uma mangueira para a saída e outra para a entrada, conforme ia saindo o sujo ia entrando o novo, dose litros saíram e dose entraram , no começo o que saia já estava bastante sujo e nao tinha rodado nenhum quilometro se quer , coloquei o ISAMATIC Mercon V (Recomendado e aprovado nas especificações DEXRON III da GM, Allison C-4, Voith G607, ZF TE ML
    14B, Sperry Vickers, Denison, Sundstrand.) é um lubrificante com formulação sintética,
    Igual ao ATF 4 indicado nos links acima, conclusão continua amesma coisa a VTR nao sai do lugar , parece que esta em ponto morto , com ela engatada em 1 eu consigo empurrala na minha garagem , engata a 4X4 , sinto que a rotação do motor muda, aparece na tela LO , mas so anda para trás e quer me puxar junto , estou desconfiado que o probelma seja na CT a qual será o meu proximo Passo, alguém tem alguma dica , minha mulher já esta quase me largando, pois se não estou mexendo na VTR estou aqui na frente do comp, tentando resolver esta encrenca , valeu .

    Da uma olhada neste vídeo e reflitam sobre Óleos Sintéticos e minerais.

    Abraços a todos
    Wilsonaa, dá licença? Posso falar?
    Cara, eu tô quase voltando a freqüentar igreja, só para rezar por ti!
    Tu estás num sofrimento tão grande e sem fim, que dá dó.
    Eu me preocupei em filtrar todas as tuas mensagens postadas e, das 53 escritas até agora, 40 são exclusivamente sobre troca de óleo e problemas com a tua caixa automática.
    Minha Nossa Senhora da Ferramenta!
    Lendo e relendo todas as tuas mensagens, que ora já estão em 5 tópicos e com os mesmos relatos, tu vens nessa luta inglória com o câmbio automático do teu carro.
    Tentas desqualificar tipos e marcas de óleos, como se eles fossem os responsáveis pelos danos em tua caixa.
    Permita-me falar uma coisa simples, clara e objetiva: a tua caixa automática estragou, pifou, acabou!
    E isso já veio quando comprastes o veículo.
    Não é culpa tua nem do óleo, mas dos proprietários anteriores que não fizeram as trocas nas quilometragens indicadas.
    É simples. Só isso!
    A tua caixa já estava no fim da vida. Ao fazeres a troca de óleo, simplesmente removeu material decomposto das peças internas, evidenciando mais ainda os danos.
    Pegue uma barra de ferro cheia de ferrugem e dê um tratamento para remover as partes ferruginosas. Verás o quanto ela afinará.
    É a mesma coisa no teu carro.
    Aquele vídeo do cara colocando óleo mineral e sintético na frigideira, "em temperatura bem acima do uso nos carros", como ele afirmou, apesar de interessante, é inútil!
    Já colocastes a mão no radiador de óleo da CA, que fica na frente do carro, já aquecido? É morno. Não chega nem a 60 graus Célcius.
    Por isso, apesar dele não ter mencionado, sei bem que ele estava vendendo óleo sintético, certo?
    Continuando, vá lá no tópico do "manual para compras de Cherokees", na primeira página, e veja as características ideais da cor e cheiro que devem estar o óleo da CA.
    Se o teu óleo está escuro e opaco, como afirmas, significa fim da vida!
    Outro exemplo: dias atrás o SandroAGIII mencionou que colocar líquido com etilenoglicol no radiador de veículo que só tinha água, sem qualquer aditivo, poderia aparecer vazamento em virtude do desprendimento de metais, certo?
    Então, aconteceu exatamente isto com a minha Sport no ano passado. Comprei o veículo em maio/junho, fiz todas as trocas de óleo, correia e fluído do radiador.
    Seis meses depois meu radiador começou a umedecer no meio da colméia.
    E daí? Troquei o radiador inteiro, mas não fiquei pregando mandingas contra o etilenoglicol!
    Por isso, novamente para ser claro: pare de gastar com detalhes e mande trocar os componentes da caixa automática.
    Temos vendedores aqui no fórum. E acredite: existem mecânicos bons, sim. Não dá para generalizar.
    Sei que isto te custará quase 25% do preço do teu carro, mas pelos te devolverá a paz e eu não precisarei rezar tanto!
    Desculpe pelo longo texto e espero que me entendas.
    E boa sorte.

  6. #42
    Glaicon 10x dez!! Para ti! Eu não queria me meter mas a verdade doi e as vezes tem que ser dita. Chegou a hora do nosso colega de forum ABRIR CA. Gasta 4mil´paciencia eu sei que nao vale mas tenho certeza q o mecanico vai resolver o problema. Tudo que ele podia fazer foi feito a CA do Wrangler foi aberta a 6 anos e daqui a 1 ano vou ter que abrir denovo é assim não adianta

  7. #43
    O oleo correto é o ATF aquele vermelhinho de D. hiraulica. Qual?? Para pelo menos poder andar e teste serve qualquer um! Desde que não tenha agua no sistema e o oleo esteje no nivel. 5litros acho pouco mas deveria funcionar. Pelo menos no plano.

  8. #44
    Usuário
    Entrada
    30/09/2010
    Local
    Tiete/SP
    Idade
    47
    Posts
    234
    Agradecimentos: 0

    Obrigado

    Caro Amigo,Muito obrigado pelas palavras de incentivo, eu só queria algumas opiniões, por isso é que coloquei varias informações sobre os sintomas, tentei levantar algumas duvidas sobre óleos, depois de ter visto uma comparação entre o mesmo veiculo em um site Gringo em que a durabilidade do cambio e as trocas aconteciam com maior quilometragem, diferente das nossas VTRs que o óleo tem que ser trocado com vinte mil, observei também vários relatos que algumas CA s foram abertas sem necessidade e que o problema estava em outras peças ,e em outro caso o modulo estava desregulado, Só estou tentando eliminar todas as causas possíveis antes de abrir o cambio e me informar para não ser enganado ou ter surpresas depois de aberto, tenho consciência de que mais cedo ou mais tarde terei que abri-lo, sou apaixonado pela minha VTR e pretendo deixa-la em dia, inclusive colocando o óleo indicado pela montadora , mas antes eu gostaria de saber mais sobre esta maravilhosa maquina e suas manhas.
    Até agora já descobri muita coisa com vocês aqui do fórum e percebi que grande ou a maioria dos tópicos estão relacionados ao CA por se tratar de um conjunto Complexo todo interligado, enquanto isso vou tentando eliminar as alternativas e aprendendo mais com vocês.
    O que me deixou mais intrigado foi o fato de não aparecer nenhuma mensagem de erro no sistema , mesmo com o scaner e Hoje pela manha eu fiz novamente aquele processo de ligar e desligar a chave três vezes e adivinha , apareceram os erros nesta seqüência 12-37-21-55 pesquisando na tabela

    12 ----- Bateria
    21 P0131 Sonda lambada- acima da faixa - curto-circuito
    21 P0132 Sonda lambda- acima da faixa - curto-circuito
    21 P0133 Sonda lambda- resposta lenta
    21 P0134 Sonda lambda - acima da faixa nenhuma voltagem
    21 P0135 Sonda lambda - acima da faixa - circuito do aquecedor
    21 P0137 Sonda lambda - abaixo da faixa - circuito curto
    21 P0138 Sonda lambda - abaixo da faixa - circuito curto
    21 P0140 Sonda lambda - abaixo da faixa - nenhuma voltagem
    21 P0141 Sonda lambda - abaixo da faixa - circuito do

    37 P0740 Conversor de torque de embreagem
    37 P0743 Solenóide do conversor de torque da embreagem
    37 P1899 Interruptor AT - park/neutral
    55 fim da menssagem

    O que poderia ser ?

    Com relação aquele tópico muito bom mesmo, parabéns

    http://www.4x4brasil.com.br/forum/sh...ad.php?t=85411

    Obrigado a todos

  9. #45
    Usuário Avatar de Glaicon
    Entrada
    22/06/2009
    Local
    Florianópolis/SC
    Idade
    52
    Posts
    4,812
    Agradecimentos: 106
    Que bom que entendestes.
    Consultas eletrônicas ao sistema não te indicarão problemas na qualidade do óleo, pois não existem sensores para isto.
    Quanto aos erros elétricos apontados, apesar da minha ampla falta de conhecimento, posso apostar que é a baixa amperagem da bateria, pela falta de recarga(veículo parado para conserto).
    Quando voltares a rodar normalmente, aí sim faça os testes.
    Se persisitirem, verifique capacidade de carga da bateria e alternador.
    E boa sorte!

  10. #46
    Usuário
    Entrada
    30/09/2010
    Local
    Tiete/SP
    Idade
    47
    Posts
    234
    Agradecimentos: 0

    Talking Ainda Nao

    Citação Postado originalmente por Glaicon Ver Post
    Que bom que entendestes.
    Consultas eletrônicas ao sistema não te indicarão problemas na qualidade do óleo, pois não existem sensores para isto.
    Quanto aos erros elétricos apontados, apesar da minha ampla falta de conhecimento, posso apostar que é a baixa amperagem da bateria, pela falta de recarga(veículo parado para conserto).
    Quando voltares a rodar normalmente, aí sim faça os testes.
    Se persisitirem, verifique capacidade de carga da bateria e alternador.
    E boa sorte!
    Caro amigo, apesar de vários mecânicos me falarem que a transmissão foi pro Saco , eu ainda não estou convencido, sei que sou bastante teimoso e gostaria de eliminar outras possíveis causas antes de abrir , aja visto que ele é muito complexo e talvez uma simples falha em um solenóide possa ter o mesmo sintoma, aproveitando, você ou alguém sabe me dizer o que significa aquela nota na pagina 108 do manual que diz o seguinte :
    Sempre que o fluido for verificado, especialmente quando o veiculo for usado para serviços pesados , o estado do fluido devera ver ( esta escrito VER )observado. Se ele apresentar uma cor escura e cheiro forte , devera ser trocado e as FAIXAS Ajustadas.
    Note que diz faixas , eu queria saber que faixas são estas ,pois da a entender que existem faixas para serem reguladas, não seriam as cintas , outros podem entender que é da vareta do óleo,mas na outra pagina diz nível do fluido e se fosse para regular o nível diria o nível ajustado.
    Conforme já disse antes eu sei que o meu cambio não e novo e já esta bem rodado, mas acho que ainda consigo uns 20.000 quilômetros a mais.
    Outra perguntinha, já estou ate ficando vesgo e não consegui achar o manual de manutenção de ZJ em português, alguém tem alguma pista de onde posso encontrar, se eu não arrumar o cambio pelo menos fico sabendo um pouco mais .
    Abraços a todos e por favor continuem rezando por nós

  11. #47
    Usuário
    Entrada
    30/09/2010
    Local
    Tiete/SP
    Idade
    47
    Posts
    234
    Agradecimentos: 0

    Mais informqaçoes

    Muito bem,meus caros amigos , depois de muitas pesquisas , comecei entender um pouco sobre as CA s de nossas VTRs e percebi que o titulo deste fórum se faz jus , so faltou colocar sem antes buscar informações detalhadas sobre o assunto.
    Aqui vai algumas descobertas que, para mim , fariam muitas diferenças se eu as tivesse antes da troca desastrada que deu inicio a esta novela

    1- Não troque o óleo do cambio se você não tem conhecimento de mecânica ,elétrica, hidráulica e eletrônica
    ( o cambio automatico trabalha em conjunto com o computador central que recebe informações de módulos que recebem informações de válvulas ( solenóides )
    A simples troca de óleo e filtro é mais complexa que imaginamos .
    2- A CA com o passar do tempo se ajusta as condições a que são submetidas – pressão interna ,tipo de condução , clima , condição do óleo, etc
    3- No momento da troca , devido ao novo lubrificante, que possui em sua formula aditivos ,executa uma limpeza nas partes mecânicas e hidráulicas , soltando partículas, entupindo pequenas passagens,solenóides que influenciam no ajuste do conjunto.
    Solenóides e corpo de valvulas file:///C:/Documents%20and%20Settings/Administrador/Meus%20documentos/Downloads/cambio%20ab%20foto%201.pdf
    4- Quando a troca é executada , estes ajustes tarao que ser revistos e é ai que entra o conhecimento técnico, conhecimento este que poucos mecânicos tem.

    (No caso de desmontagem do Cambio.)
    Quem determina esta tal regulagem é o tal solenóide "governador", que por sua vez é vc (o mecânico) que regula. Qdo vc termina a montagem, o CA obrigatóriamente deve passar por uma bancada de testes, para ser acertado este ponto. Vc pode até deixar ele trocando mais cedo ou mais tarde, tipo, esportivamente ou economicamente. Ele possui uma série de ajustes, sendo que nesta bancada tem diversos manômetros c/mangueiras, que são conectados a determinados pontos para medir a pressão interna e do corpo de válvulas em determinada RPM. Feito isso, vc acerta o governador, o cabo do acelerador ou da conexão com a alavanca de marchas. O que muito mecânico de fundo de quintal faz é instalar e rodar. Se trocou muito em alta ou em baixa, só regula o acelerador ou a alavanca de marchas. Pode funcionar..... ou não. O que eu falei é o básico dos CA. Qdo entram em ação os eletrônicos, aí ele passa a levar tb em consideração outros parâmetros e some o "governador", entrando em ação uma centralina (UC) que assume estas funções, porém com as mesmas informações e outras, tipo: o jeito do motorista/piloto dirigir, o que ocasiona um modo econômico ou esportivo de condução, sendo possível até vc informar à esta UC o que vc deseja

    5- Existem também regulagens mecânicas que seriam regular as cintas ( Bandas )
    ( Na troca de oleo e filtro )

    O 42re (No caso) tem dois conjuntos de bandas que devem ser ajustadas quando se trocar o óleo e o filtro
    Se você pode mudar o filtro, pode tambem ajustar as bandas, você só precisa de uma chave de torque que lê em libras polegadas.

    Atenção: Você precisa ter o manual de serviço, que indique o torque especifico para cada CA e das bandas, o ajuste errado fora das especificações de torque,pode levar a quebra do braço de balancim e causar danos maiores.

    6- Tem também a regulagem do tar de Quic –dal
    Que muitas vezes após a troca o modulo recebera informações novas e devera se ajustar ( Reaprender o momento das trocas )
    O cabo devera ser regulado . segue link com foto http://sandu4x4.mi-web.es/board/caja...ios-t6643.html

    7- A mais importante de todas , procure saber que tipo de óleo esta dentro do cambio atualmente ou troque todo.
    Não sei se vai ser útil para todos , mas se eu as tivesse , teria evitado muitos transtornos

    Se alguém tiver mais informações , favor colocar para que possamos aprender mais


    Obrigado.

  12. #48
    Usuário
    Entrada
    08/02/2010
    Local
    Rio Claro/SP
    Idade
    68
    Posts
    46
    Agradecimento: 1
    PessoALL,

    estou acompanhando (e aprendendo) este tópico por interesse em adquirir uma Cheroka 98/2000.
    Achei interessante o comentário sobre a troca de óleo da CA, sob "flushing". Este termo, em sistemas de produção de alimentos, significa uma limpeza por arrasto das partículas residuais e indesejáveis para o próximo lote. Se há um sistema para a troca do óleo, significa que conforme haja a aspiração do óleo antigo, ocorra alimentação com o óleo novo, permitindo que sejam aspiradas estas partículas indesejáveis e preservado a qualidade e conteúdo residual para o novo período de utilização, com o novo óleo.
    Lógico que o ideal será a utilização da mesma especificação do óleo "velho", para menor efeito químico.
    Isto significa que, além da capacidade da caixa, deve-se considerar um volume de 25 a 33% a mais na troca, sendo este excedente o carreador das partículas armazenadas durante a 1a. troca. É certo este raciocínio?

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado