x
Convex Datacenter
Página 1 de 5 12345 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 12 de 53
  1. #1
    Usuário Avatar de Chevalier
    Entrada
    15/12/2007
    Idade
    65
    Posts
    42
    Agradecimentos: 0

    Quadra Trac II não funciona - WJ




    A CT da minha Laredo WJ 2000 está com o óleo correto (Dexron III) mas não aciona a tração dianteira quando a trazeira perde tração (patina). Porém o Part Time (4x4) funciona normalmente quando engatado. E tenho percebido que o óleo da CT, normalmente de cor vermelha, tem ficado muito escuro como se estivesse, por hipótese, queimando algum tipo de disco de acoplamento (se é que existe algum disco desses na CT).
    Há algum tempo a viatura tinha problemas para fazer curvas fechadas (baixa velocidade), pois quando isso ocorria ela acionava sozinha o 4x4 e arrastava as rodas dianteiras como se insistisse em querer andar em linha reta. Esse problema foi resolvido com a simples troca de óleo da CT que, aparentemente, estava como óleo de especificação errada. Foi só colocar o Dexron III.
    Um meca de Itajai, que possui uma oficina especializada em câmbio automático e "Caixa de Tração" como ele diz, disse que a caixa de tração tem que usar óleo de diferencial. No mínimo tem pouco conhecimento dessas Caixas de Transferência com acoplamento automático de 4x4, ou 4x4 full time. Parece óbvio que, por ter esse sistema de acoplamento automático, o óleo tem que ser mais delicado e compatível do que um óleo bruto como é o de diferencial ou de "caixa de tração".
    Eu gostaria de receber a opinião dos experts dese fórum a respeito desse problema atual da CT, que não está acionando o Quadra Trac II. Seria algum problema relacionado ao "acoplamento viscoso"? Afinal, essa Laredo tem esse "acoplamento viscoso"? E se tem esse "acoplamento viscoso" ele fica no interior da CT ou na parte de fora?

  2. #2
    Citação Postado originalmente por Chevalier Ver Post
    A CT da minha Laredo WJ 2000 está com o óleo correto (Dexron III) mas não aciona a tração dianteira quando a trazeira perde tração (patina). Porém o Part Time (4x4) funciona normalmente quando engatado. E tenho percebido que o óleo da CT, normalmente de cor vermelha, tem ficado muito escuro como se estivesse, por hipótese, queimando algum tipo de disco de acoplamento (se é que existe algum disco desses na CT).
    Há algum tempo a viatura tinha problemas para fazer curvas fechadas (baixa velocidade), pois quando isso ocorria ela acionava sozinha o 4x4 e arrastava as rodas dianteiras como se insistisse em querer andar em linha reta. Esse problema foi resolvido com a simples troca de óleo da CT que, aparentemente, estava como óleo de especificação errada. Foi só colocar o Dexron III.
    Um meca de Itajai, que possui uma oficina especializada em câmbio automático e "Caixa de Tração" como ele diz, disse que a caixa de tração tem que usar óleo de diferencial. No mínimo tem pouco conhecimento dessas Caixas de Transferência com acoplamento automático de 4x4, ou 4x4 full time. Parece óbvio que, por ter esse sistema de acoplamento automático, o óleo tem que ser mais delicado e compatível do que um óleo bruto como é o de diferencial ou de "caixa de tração".
    Eu gostaria de receber a opinião dos experts dese fórum a respeito desse problema atual da CT, que não está acionando o Quadra Trac II. Seria algum problema relacionado ao "acoplamento viscoso"? Afinal, essa Laredo tem esse "acoplamento viscoso"? E se tem esse "acoplamento viscoso" ele fica no interior da CT ou na parte de fora?
    Buenas Chevalier,

    Provavelmente a CT de seu WJ é a NV249, que possui sim o acoplamento viscoso, e ele fica dentro da CT.

    Se o fluido da CT está sendo contaminado pode ser que o Acop. Viscoso tenha pifado. Até pelo fato de não estar funcionando o 4x4 high. No 4x4 low o acoplamento viscoso não entra em ação, daí estar funcionando o "low".

    Por este site http://www.masoncomputing.com/np249/ você pode ter uma idéia do que é substituir o AV.

    Outra coisa, quando ao fluido, a maioria das CT usados pelos Cherokees usam o fluido ATF, se colocar o óleo 90..........................sei lá o que pode acontecer.

    Como regra geral:
    sempre verificar os lubrificantes/fluídos recomendados pelo manual do proprietário ou pelo manual de manutenção

    Abraço
    Carllo
    JGC-Laredo Prata 98

  3. #3
    Usuário Avatar de Chevalier
    Entrada
    15/12/2007
    Idade
    65
    Posts
    42
    Agradecimentos: 0
    Grande Carllo, percebo que é de Ponta Grossa... e sou natural de Rio Azul, região de Irati. Muito interessante o link que Vc enviou, assim como o seu entendimento a respeito do problema.
    Acredito, então, que minha Cheroka possa estar com o acoplamento viscoso danificado em função, principalmente, do antigo proprietário ter utilizado óleo inadequado.
    Vc comenta sobre a utilização comum do óleo ATF. Seria o caso de eu colocar esse tipo de óleo na CT para experimentar? Como eu disse, coloquei o Dexron III como indica o manual original da viatura. E fiz isso duas vezes, uma para substituir aquele óleo "fedido" que estava lá e outra algumas centenas de quilometros depois para tentar remover completamente os resquícios de sujeira do óleo antigo.
    Ou Vc acha que o acoplamento viscoso "já foi pro saco!"? Isso poderia explicar o fato do óleo estar ficando escuro, não é mesmo?
    Forte abraço

  4. #4
    Usuário Avatar de Chevalier
    Entrada
    15/12/2007
    Idade
    65
    Posts
    42
    Agradecimentos: 0
    Pelas ilustrações do link que Vc, Carllo, me enviou, percebi que há um speedometer sensor, ou sensor de velocidade. Poderia esse sensor estar com algum tipo de problema que afete o acoplamento viscoso? Afinal, entendo que é em função da diferença de velocidade entre o diferencial trazeiro (maior) e o dianteiro (menor) que o acoplamento visco aciona, com mais transferência de torque ou não de acordo com a diferença de velocidade.
    Abraço

  5. #5
    Citação Postado originalmente por Chevalier Ver Post
    Grande Carllo, percebo que é de Ponta Grossa... e sou natural de Rio Azul, região de Irati. Muito interessante o link que Vc enviou, assim como o seu entendimento a respeito do problema.
    Acredito, então, que minha Cheroka possa estar com o acoplamento viscoso danificado em função, principalmente, do antigo proprietário ter utilizado óleo inadequado.
    Vc comenta sobre a utilização comum do óleo ATF. Seria o caso de eu colocar esse tipo de óleo na CT para experimentar? Como eu disse, coloquei o Dexron III como indica o manual original da viatura. E fiz isso duas vezes, uma para substituir aquele óleo "fedido" que estava lá e outra algumas centenas de quilometros depois para tentar remover completamente os resquícios de sujeira do óleo antigo.
    Ou Vc acha que o acoplamento viscoso "já foi pro saco!"? Isso poderia explicar o fato do óleo estar ficando escuro, não é mesmo?
    Forte abraço
    Olá conterrâneo,

    Quanto ao fluído, o DexIII é superior ao ATF simples e o que você fez também vou fazer, já troquei uma vez o fluido da CT, agora vou rodar uns 1000km pra trocar novamente, o anterior estava bem escuro....
    Quanto ao AV, é bem provável que já tenha pifado mesmo. Você já experimentou fazer um teste com a viatura levantada? Pra ver se as 4 rodas são giram? Se só girarem as de trás.............

    Você comentou sobre o funcionamento do AV. No meu entendimento, por conter um fluído de alta viscosidade e sensível à temperatura, o funcionamento é somente mecânico, quando os eixos dianteiros e traseiros giram na mesma velocidade o acoplamento não é solicitado, é o mesmo que você amarrar uma corda pra reboque entre dois carros e os mesmos andarem na mesma velocidade, a corda estará inativa. Se o veículo de trás perder velocidade aí sim a corda sofrerá tração e puxará este veículo. No AV é mais ou menos a mesma coisa, quando o eixo de trás patina o dianteiro está parado, ou em menor velocidade, aí o AV entra em ação pois sofrerá aquecimento já que sua entrada estará com rotação maior do que a saída. Acredito que isso ocorra com o aquecimento do fluido que tem no seu interior. O pior é que, pelo que li, não tem reparo, só trocando e os americanos preferem até trocar a caixa de transferência inteira por uma sem o AV, como as dos Cherokee Sport, veja aqui: http://jeephorizons.com/tech/tcase.html

    Outra coisa, com o veículo andando em linha reta o AV praticamente não é solicitado, agora se por acaso os pneus estiveram com desgaste irregular ou pior ainda forem de tamanho diferente o AV trabalhará continuamente.

    Um motivo para os americanos falarem mal desse AV, acredito eu, é que lá nos EUA neva bastante e os carros rodam pra caramba e aí já sabe, o AV deve trabalhar o tempo todo.

    Bem, me alonguei, mas faça uns testes antes, pode ser que esteja tudo em ordem. Abraço.
    Carllo
    JGC-Laredo Prata 98

  6. #6

    Talking

    A Quadra Trac II.... tem a CT NP 247 q é corrente.... .. dai tem q ver se é ajuste da alavanca da CT.... ou até algum outro problema interno...

  7. #7
    Citação Postado originalmente por nzardo Ver Post
    A Quadra Trac II.... tem a CT NP 247 q é corrente.... .. dai tem q ver se é ajuste da alavanca da CT.... ou até algum outro problema interno...
    Nilton, a CT 247 não seria a quadra-drive? Salvo engano a quadra-trac I tem somente 4x4 full (NV147) e a quadra-trac II tem a (NV/NP249) 4x4 full e 4x4 low
    Carllo
    JGC-Laredo Prata 98

  8. #8
    Usuário Avatar de Chevalier
    Entrada
    15/12/2007
    Idade
    65
    Posts
    42
    Agradecimentos: 0
    Não Carllo, o Nilton têm toda a razão. Confirmei hoje pessoalmente no sêlo da CT, que ela é 247, com Quadra Trac II e posições "4x4 All Time", "N" e "4x4 Low".
    Levei a viatura hoje num meca aquí de Balneário Camboriú, que resolveu levantar um lado só do brutamontes para fazer os testes. Primeiro ele deu uns trancos na alavanta da CT e em seguida ligou o motor e engatou... achei maluquice dele, pois se a tração dianteira funcionasse e só uma roda dianteira começasse a receber tração (além da trazeira que também estava no ar), certamente o diferencial dianteiro ativaria o bloqueio e mandaria tração para a roda que estava no chão causando um belo desastre.
    Pois é, o fato é que a roda dianteira levantada tracionou assim que a trazeira rodou livre. Mas o bloqueio do diferencial dianteiro não funcionou... (acho que a viatura tem alma e percebeu o desastre que poderia ocorrer!).
    Assim, concluí que ocorreram duas coisas: a primeira é que o "4x4 All Time" só engatou depois dos trancos do meca, o que é mais um sinal de que o cabo da alavanca de engate precisa ser regulado; e segundo, me parece que o bloqueante do diferencial dianteiro não está funcionando. Acho que preciso trocar o óleo do diferencial dianteiro... desde que comprei a viatura não fiz essa troca... estou procurando dor de cabeça!

  9. #9
    Citação Postado originalmente por Chevalier Ver Post
    Não Carllo, o Nilton têm toda a razão. Confirmei hoje pessoalmente no sêlo da CT, que ela é 247, com Quadra Trac II e posições "4x4 All Time", "N" e "4x4 Low".
    Levei a viatura hoje num meca aquí de Balneário Camboriú, que resolveu levantar um lado só do brutamontes para fazer os testes. Primeiro ele deu uns trancos na alavanta da CT e em seguida ligou o motor e engatou... achei maluquice dele, pois se a tração dianteira funcionasse e só uma roda dianteira começasse a receber tração (além da trazeira que também estava no ar), certamente o diferencial dianteiro ativaria o bloqueio e mandaria tração para a roda que estava no chão causando um belo desastre.
    Pois é, o fato é que a roda dianteira levantada tracionou assim que a trazeira rodou livre. Mas o bloqueio do diferencial dianteiro não funcionou... (acho que a viatura tem alma e percebeu o desastre que poderia ocorrer!).
    Assim, concluí que ocorreram duas coisas: a primeira é que o "4x4 All Time" só engatou depois dos trancos do meca, o que é mais um sinal de que o cabo da alavanca de engate precisa ser regulado; e segundo, me parece que o bloqueante do diferencial dianteiro não está funcionando. Acho que preciso trocar o óleo do diferencial dianteiro... desde que comprei a viatura não fiz essa troca... estou procurando dor de cabeça!
    Muito interessante Chevalier..........é uma confusão esse troço......mais agora acho que entendi:
    No ZJ como não tem controle eletrônico dos diferenciais, é usada a NV249 com o acoplamento viscoso e o sistema como um todo é chamado de "Quadra-Trac II". No WJ sem controle eletrônico nos diferenciais (varilock) mas com a CT NV247, o sistema também é chamado "Quadra-Trac II". Agora sim, no WJ com os diferenciais controlados eletronicamente (varilock) e ainda com a CT NV247 o sistema de tração é chamado "Quadra-Drive".
    Em resumo, sua CT não tem o acoplamento viscoso e sim um tal de "Gerotor pump-applied disc clutch with low-range lock".
    E tem mais, o fluído recomendado pelo manual de manutenção da NV247 não é o DexIII não, veja a imagem:



    Antes de me incomodar com outra coisa eu colocaria o fluído correto.

    Só fazendo mais uma colocação, a única diferença entre a 247 e a 249 é justamente o acoplamento, a casca e todo o resto é igual. Falei m... lá tras quando escrevi que o WJ tinha ct 249....sorry

    Abraço
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos Quadra Trac II não funciona - WJ-nv247.jpg  
    4X4 Brasil
    Carllo
    JGC-Laredo Prata 98

  10. #10
    E na trilha? Qual deles é o melhor na pedra e na terra? Qual pneu cada um aguenta sem quebrar? Qual kit de redução tem pra cada um? Qual tamanho de radiador vai precisar pro câmbio quando eu aumentar os pneus? Qual bloqueio de diferencial irá funcionar com esse quadra-drive?

  11. #11
    Citação Postado originalmente por samukanvas Ver Post
    E na trilha? Qual deles é o melhor na pedra e na terra? Qual pneu cada um aguenta sem quebrar? Qual kit de redução tem pra cada um? Qual tamanho de radiador vai precisar pro câmbio quando eu aumentar os pneus? Qual bloqueio de diferencial irá funcionar com esse quadra-drive?
    Eu gosto do 4x4full das 249/247, tenho admiração pela 242 do JCSport e há quem diga que a mais resistente e menos problemática é a 231 que não tem 4x4full/high. O sistema quadra-drive já tem bloqueio nos diferenciais. Tem muitas informações neste link: http://www.4x4review.com/tech/tCase-...de/default.asp
    Carllo
    JGC-Laredo Prata 98

  12. #12
    Usuário Avatar de Chevalier
    Entrada
    15/12/2007
    Idade
    65
    Posts
    42
    Agradecimentos: 0
    xiiiii marquinho.... agora danô!!!! Então porque raios o manual da WJ recomenda o DEXIII para a CT da viatura? Eu não acredito que essa CT tenha sido trocada um dia.
    Mas enfim, se o óleo recomendado é esse MOPAR TRANSFER CASE LUBRIFICANT P/N 05016796 como fundamenta o amigo Carllo, preciso fazer essa experiência para ver no que dá. Mas em que tipo de estabelecimento consigo encontrar esse óleo? Há muita diferença entre esse óleo e o DEXIII?
    A propósito Carllo, Vc sabe onde posso encontrar na web o esquema ou diagrama desse "Gerotor pump-applied disc clutch with low-range lock" na NV247, para que eu possa entender melhor o seu funcionamento?

    Outra coisa: Estou postando o novo tópico "CA assobiando na primeira marcha". Por favor se manifestem.

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado