x
Convex Datacenter
Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 12 de 27
  1. #1

    4x4 + SEGUROS PRA TRILHAS,COMO DIFERENCIAR UM SERVIÇO MAL FEITO DE UM BEM FEITO??????




    FORISTAS,COMO PROPRIETARIO DE OFICINA E MECANICO PROFISSIONAL,ABRO ESTE TOPICO PRA PASSARMOS A DISCUTIRMOS O NIVEL E A QUALIDADE TECNICA DOS SERVIÇOS EMPREGADOS ATUALMENTE A NOSSOS 4X4!!!!!!!! COMO PROFISSIONAL DA AREA ACREDITO QUE UMA CERTA PARCELA DE SERVIÇOS MAL EXECUTADOS TEM INFLUENCIA DIRETA A QUESTAO:SOLDA E MATERIAIS ,ENTAO DEIXO EM ABERTO ESTE TOPICO PRA QUE POSSAMOS APRENDER E TAMBEM ENSINAR ALGO DE UTIL, A TODOS VISANDO SEMPRE A QUESTAO SEGURANÇA,E COMO ALTERAÇOES PODEM SER FEITAS UTILIZANDO O MAXIMO DE CRITERIO PRA QUE DAQ A POUCO NAO SEJAMOS OBRIGADOS POR ALGUM (POLITICO) DESINFORMADO A VOLTAR A ANDAR COM PNEUZINHOS 6.50X16,OU MAIS GENTE VENHA A Ç ARREBENTAR POR AI ,POR CAUSA DE " MILAGREIROS"QUE ACHAM QUE TUDO FUNCIONA COM TUDO!!!!!!!

  2. #2
    Usuário Avatar de leopoldo
    Entrada
    13/11/2003
    Local
    Agora em São Carlos/SP
    Idade
    61
    Posts
    4,188
    Agradecimentos: 5
    COMO DIFERENCIAR UM SERVIÇO MAL FEITO DE UM BEM FEITO??????

    A não ser que o serviço tenha resultado em uma aberração, é difícil alguém dispor de olho clínico para determinar se algo está conforme as boas praticas de engenharia.

    Digo engenharia, pois uma série de alterações resultam em um item que assim deva ser analisado por necessidade economica ou de segurança.
    Willys 58 V8 302+cambio C4+Susp. Ar+Esteçamento Total
    http://www.4x4brasil.com.br/forum/ga...500&ppuser=579

  3. #3
    Citação Postado originalmente por leopoldo Ver Post
    COMO DIFERENCIAR UM SERVIÇO MAL FEITO DE UM BEM FEITO??????

    A não ser que o serviço tenha resultado em uma aberração, é difícil alguém dispor de olho clínico para determinar se algo está conforme as boas praticas de engenharia.


    Digo engenharia, pois uma série de alterações resultam em um item que assim deva ser analisado por necessidade economica ou de segurança.
    Ai é que esta o problema mestre,ç o cidadao nao tem recursos ou conhecimento ,pra fazer uma alteraçao em seu veiculo o mais prudente seria deixa-lo original,que sempre sera o mais seguro e eficiente,devido o veiculo ter sido construido por pessoas que estudaram muito ,valendo-se de equipamentos e conhecimento tecnico,+ infelizmente em todo o mundo sempre havera pessoas que acreditam que podem melhorar isto ou aquilo,e ai é que começa o problema,mudar simples parafusos por outros de caracteristicas diferentes pode estar acarretando em uma enorme dor de cabeça a curto prazo,+ como o importante no momento é testar a modificaçao mesmo que sem nenhum criterio ,só pra ver o quanto aquilo aguenta,pode ç estar brincando com a propria vida,imagine o cara que troca a direçao original de um willis por outra,pelo simples fato de achar que ela e´"pesada demais".O cidadao chega no ferro-velho,pede a cx do "santana",um punhado de articulaçoes,umas pontas de fiat ,e sai feliz da vida pro?????"sordador+ proximo ",o criatura pega um eletrodo sabeç la de que e "sorda"as peças ,+pra ficar + bunitinho as sobras da "sorda" ele passa no 'ESMERIL" ai pega um colorgin da vida e esconde tudo,o cliente chega, ve a peça com as caracteristicas "APARENTES",da original e sai montar o seu ultra super sistema de direçao,ai quando quebra a "sorda"e o cara entra dentro de uma escola ,todo mundo diz poxa que sera que aconteceu!!!!!!este é o problema tem que ter criterios!!!!!!!!pneu 35"nao da em eixo de willis,porque vai quebrar devido ao nao dimensionamento das peças pro esforço agora enfrentado,isto sao só exemplos de carros que chegam todo dia aq na oficina ,embora eu nao tenha feito faculdade de engenharia eu tenho irmaos que fizeram e por incrivel que pareça eles nao exercem a funçao e eu sim,mas como nao posso sair por ai matando gente,sim porque carros sem freio, volantes, rodas ,etc,matam pessoas!!!!!!entao o certo seria estudar muito antes de fazer uma "simples" troca de direçao. SOU 100% A FAVOR DO NAO SABE,PERGUNTA?????????

  4. #4
    Usuário Avatar de Sérgio Provisano
    Entrada
    18/04/2007
    Local
    Campos dos Goytacazes/RJ
    Idade
    65
    Posts
    290
    Agradecimentos: 0
    Citação Postado originalmente por carraro Ver Post
    Ai é que esta o problema mestre,ç o cidadao nao tem recursos ou conhecimento ,pra fazer uma alteraçao em seu veiculo o mais prudente seria deixa-lo original,que sempre sera o mais seguro e eficiente,devido o veiculo ter sido construido por pessoas que estudaram muito ,valendo-se de equipamentos e conhecimento tecnico,+ infelizmente em todo o mundo sempre havera pessoas que acreditam que podem melhorar isto ou aquilo,e ai é que começa o problema,mudar simples parafusos por outros de caracteristicas diferentes pode estar acarretando em uma enorme dor de cabeça a curto prazo,+ como o importante no momento é testar a modificaçao mesmo que sem nenhum criterio ,só pra ver o quanto aquilo aguenta,pode ç estar brincando com a propria vida,imagine o cara que troca a direçao original de um willis por outra,pelo simples fato de achar que ela e´"pesada demais".O cidadao chega no ferro-velho,pede a cx do "santana",um punhado de articulaçoes,umas pontas de fiat ,e sai feliz da vida pro?????"sordador+ proximo ",o criatura pega um eletrodo sabeç la de que e "sorda"as peças ,+pra ficar + bunitinho as sobras da "sorda" ele passa no 'ESMERIL" ai pega um colorgin da vida e esconde tudo,o cliente chega, ve a peça com as caracteristicas "APARENTES",da original e sai montar o seu ultra super sistema de direçao,ai quando quebra a "sorda"e o cara entra dentro de uma escola ,todo mundo diz poxa que sera que aconteceu!!!!!!este é o problema tem que ter criterios!!!!!!!!pneu 35"nao da em eixo de willis,porque vai quebrar devido ao nao dimensionamento das peças pro esforço agora enfrentado,isto sao só exemplos de carros que chegam todo dia aq na oficina ,embora eu nao tenha feito faculdade de engenharia eu tenho irmaos que fizeram e por incrivel que pareça eles nao exercem a funçao e eu sim,mas como nao posso sair por ai matando gente,sim porque carros sem freio, volantes, rodas ,etc,matam pessoas!!!!!!entao o certo seria estudar muito antes de fazer uma "simples" troca de direçao. SOU 100% A FAVOR DO NAO SABE,PERGUNTA?????????
    Carraro

    É isso aí meu caro, eu sou formado em Desenho Industrial pela UFRJ e, desde os tempos de faculdade, aprendi o seguinte: "cada macaco no seu galho", nada como respeitar o conhecimento específico de cada um. Gambiarra é sempre arriscada, sempre que tenho uma dúvida, consulto um profissional da área, afinal de contas, sai mais barato e seguro. Forte abraço.

  5. #5
    Carraro, acho a sua idéia plausível, mas não creio que exista uma fórmula pra isso. Como o Leopoldo mencionou, é complexo afirmar em primeiro instante se um serviço é ou não de primeira. Até por que, a maioria de quem solicita o serviço é de leigos em mecânica, ou no mais entusiastas......
    Acho que a melhor maneira disso de afirmar isso, é realmente pela reputação criada por que presta este serviço.
    Quem escolhe é quem deve pesquisar, por outros trabalhos desse mecânico/oficina e apurar a qualidade do trabalho em função de outros que já fizeram o serviço e efetivamente testaram em campo, além disso, o tempo em que foi realizado.....
    O bonito nem sempre é sinônimo de performance !!!

    Por isso em outro tópico, mencionei em se criar um ranking de prestadores de serviço, onde todos poderíamos dar notas em função de vários fatores.....os melhores, ficam no topo, e os piores, no limbo....

    Não tem jeito, o boca-a-boca ainda é a melhor solução pra isso.....

    Abs.

  6. #6
    Pois é como adaptaçao sempre sera uma correçao de algo que nao ficou a contento,seja vindo da fabrica que criou o produto,ou do desgosto com o cliente com certo mecanismo,ficara dificil de criar realmente um padrao de qualidade,+ realmente acredito que deveriamos possuir um "RANKING"OU "CERTIFICAÇAO",pra que pelo menos o cliente (e ate mesmo empresas como a minha) pudessem perceber a quantas anda a qualidade dos nossos serviços ,visto que uma sociedade que sabe exigir por seus direitos sempre sera mais justa,e confiavel,asssim como existe a certificaçao "ASE"pra oficinas aos quais os clientes podem confiar por que ali "existe um profissional" gabaritado pra funçao que ele ç propos a executar,seja simplesmente trocar uma peça por outra identica ou executar um estenso trabalho de adaptaçao em um chassi ,ç percebermos a diferença dos gringoss em trabalhar sera impressionante o abismo que nos separa no item qualidade em prestaçao,+ existe simplesmente porq "lá" ç o cara fizer uma merda ele sera responsabilizado e até preso,por isto que a legislaçao de alguns paises ate permite modificaçoes radicais em seus veiculos,e neste caso envolvera ate mesmo a reconpensa financeira a quem ç profissionalizar pois como vçs comentaram o boca a boca ainda é a melhor propaganda ,agora a questao "valores/$$$$$$$)ainda é muito mal destribuida em relaçao aoq um profisssional poderia estar ganhando e oq um marreta dos infernos tambem ganha, a diferença esta muito proxima pois o cliente de certa forma nao presta muito atençao no requisito qualificaçao tecnica do prestador e sim no $$$$ que o camarada pode pagar ,O PROBLEMA É QUE NA MAIORIA DAS VZS A DIFERENÇA A MENOS ENTRE O SERVIÇO PROFISSIONAL E A DO "SORDADOR" É A VIDA DE ALGUEM. SOU 1000%A FAVOR DE QUALIFICAÇAO TECNICA E "CERTIFICAÇAO ASE".e vamo descutir o assunto aq e no topico do LORAS que estes topicos vao realmente nos levar a jeeps mais bem feitos.fui
    4X4 Brasil

  7. #7
    Nos EUA já existem selos que atestam a qualidade de serviços off-road, mesmo para os casos de adaptações/projetos....aqui no Brasil, vai ser dífícil....a ASE é uma boa, mas na maioria dos casos não se aplica a nossa questão, pois a ASE está voltada apenas para a reparação de veículos de linha e não adaptações, projetos e acréscimo de performance que é o nosso caso e que em quase 100% das vezes recaem em alterações das características originais dos veículos.
    Acho que a idéia do Ranking, seria algo mais informal, contando com as experiências dos próprios clientes.....em função do tempo que já possuem algo instalado no veículo, seu desempenho, durabiliade e $$$ pago. Obviamente quando falo em $$$ não quer dizer o serviço mais barato e sim relação custo-benefício que é o mais importante aqui.
    Se tivéssemos um ranking desse funcionamendo, alguém buscando um serviço (e pq não até peças) entraria na lista (dividida por cidade-estado) e poderia avaliar as notas e comentários.....comparando com a média nacional e o top da lista, assim poderia facilmente optar por alguém que lhe agrada, sem ter que avaliar tecnicamente, pois como disse, são poucos que terão condições disso. Poderia até ser como no Mercado Livre, onde o Vendedor (e até o comprador) possuem um Ranking de avaliação....Quando vc quer comprar algo, dá pra saber de ante mão se quem está vendendo é sério ou não.....É óbvio que este sistema, exclui 100% as chances de dar algo errado, mas que com certeza minimiza as chances, isso com certeza poderá fazer.
    Uma coisa é certa, os "tranqueiras" vão ser estirpados com isso....afinal, quem seria burro o suficiente pra levar o carro em alguém que tem uma "ficha corrida" com dois ou 3 comentários "pesados" ??? Vai obrigar os caras a entrarem na linha ou passar a vender cachorro quente.

    Abs.

  8. #8
    Usuário Avatar de Cavalcante
    Entrada
    31/01/2005
    Local
    Mairiporã/SP
    Idade
    48
    Posts
    1,159
    Agradecimentos: 0
    O problema é que é muito difícil, se não for impossível, pelo menos por enquanto, isso se institucionalizar direito, com órgãos de certificação, normas, etc. O grande nó aí é o próprio Contran, que nos últimos tempos tem capado todas as alterações em quaisquer veículos.
    Se a alteração per si já é ilegal, como é que se vai certificar a ilegalidade?
    E os deuses do Contran vão mais pela linha do proibir do que a do regulamentar.
    Quanto à ASE, concordo com o Leo, não é o foco dela, mas um órgão nos moldes da SAE, ou a própria, pode servir de certificadora.
    Em muitos casos, normas partem de instituições privadas, inclusive associações de competições. E os regulamentos migram para a regulamentação, como a tecnologia de competição migra para a indústria automobilística. Esse pode ser um caminho, mas tem de passar antes pelo Contran.

  9. #9
    Tava descutindo aq com o pessoal da oficina sobre o tema e ,sabe que de certa forma chegamos a algumas conclusoes,o primeiro passo seria a criaçao de um ranking nacional como foi colocado ,+ ai teria alguns problemas como ja vimos em outros topicos ,como por exemplo o do cliente que taca o pau em uma empresa que sabemos que é idonea e seria,sem de repente conhecermos os dois lados da moeda!!!! MAS podemos defender esta empresa justamente porq a "conhecemos"!!!!!!,sabemos quem sao, da onde vem, o que fazem,e principalmente ç o cara é envolvido com o assunto,ou seja ç o cidadao curtir oque faz ja é um otimo começo, pois o conhecimento tecnico vira a base de muita dedicaçao,e pra ç dedicar tem que gostar muito doq ç faz, outra questao é que as vzs,fugimos um pouco da regra de que preçisao é uma otima maneira de ç fazer um otimo trabalho inclusive na questao reduçao dos custos ,exemplo: cortar um tubo,na medida que precisamos,e nao alguns centimetros a mais e depois ter que acertar na lima/esmeril,ç pegarmos e somarmos,pequenos erros que cometemos nos detalhes do dia a dia da pra dizer "no meu caso",que eu estou perdendo um dia de trabalho na semana ,oque traduzindo em $$$$$,seria minha conta de agua/luz/fone.....ai é que entra a questao ç profissionalizar e estruturar ,pra nao acabar perdendo dias da semana por causa de serviço mal feito ,em contra partida o cliente tambem saira satisfeito ,visto que uma solda nao teria muita chance de quebrar,as peças adptadas,nao estariam montadas de forma "esquisita" ou mal posicionadas,os cortes seriam feitos com preçisao,motores seriam mais bem ajustados pra suas reais capacidades,cambios estariam escalonados pra novas potencias,assim como eixos ,rodas, pneus ,enfim assim como as fabricas tem que ç criar um conjunto mais "armonioso",acho que profissionais que consigam acertar estas coisas seja por terem estudados mais ou por terem apenas mais afinidade com o assunto,serao melhor renumerados,e poderao investir em suas carreiras/oficinas,e estarao sempre crescendo,em vista que os do contra,serao chutados do ramo,deixando somente gente seria,e competente atuando no crescimento offf-road nacional,a ponto de tornarçe reconhecido pelas autoridades e passando a contar ate mesmo com orgaos regulamentadores ,que no meu ver seria como no mercado americano,ou seja nao precisamos ficarmos babando nos gringos ,mas precisamos nos organizar.por que ta virando bagunça como diç um representante dos HOMI DA TRANSITO ,ps:que ta aq do meu lado agora.comandante MILLER esquenta nao que é um jeepeiro muito gente boa aq de curitiba.MAS TA PREOCUPADO COM O RUMO QUE AS COISAS TAO TOMANDO!!!!!!
    4X4 Brasil

  10. #10
    o pior carro q existe eh o original....
    portanto nao tem jeito, sempro mudo ou mudei algo.
    sem envolver precos, para instalar algo no meu carro q frequentemente entra minha familia. Uso apenas kits e ou produtos de fabricantes conhecidos.
    Empresas q n sao oficina, sao fabricantes. Oficina eh para instalar e nao fabricar.
    Empresas fabricantes q antes d colocarem no mercado testam em varias versoes do modelo. Ainda se usam de competicoes para desenvolver ou testar os produtos.
    No brasil, acho complicado, soh vejo no forum pessoas adaptando e ateh soldando amortecedor. q absurdo !!! Como vao t fazer um kit "lindo" se o amortecedor eh gambiarra...??? ou pior braco pitman remendado ???
    ia esquecendo.... opniao positiva sobre alguma oficina eh dificil alguem dar, mas qdo alguma dah uma mancada, deslize ou f... mesmo, aparece um monte metendo o pau.... isso n eh se informar ou prevenir de alguma oficina eh acabar com o negocio de alguem enquanto se divertem vendo o circo pegar fogo...(sacanagem)
    minha opiniao...
    abs
    4X4 Brasil

  11. #11

    Talking Alterações Mecanicas

    Oi Carraro
    Em 1990 Eu Comprei Um Jeep Ford Ano 1982 Mod 1983 Todo Original E Resolvi Fazer O Que Muita Gente Está Fazendo Hoje. Troquei O Motor 4cc 2.3 Por Um 6cc 4.1 Ai Com Pneus Argentinos 750/16 E Ai Começou A Quebradeira Foram 3 Caixas De Cambio 4 Marchas E Ai Falaram Põe A De 3 Marchas Que é Mais Forte Foram Mais Duas Pro Saco Ai Falaram Põe Uma Caixa De Toyota Quatro Marchas Deu Certo Mais Ai Quebravam As Cruzetas Põe As Cruzetas De Toyota Resolveu Ai Resolvi Por Os Eixos Por Baixo Dos Feixes De Mola Pra Por Uns Pneus Mikey Tompson 35/13,5/15 Ai Começou Outra Novela Não Foi Mudado O Caster A Direção Que Era Hidraulica Do Galaxi Ficou Uma Merda E Com Os Pneus Maiores Começou A Quebra Uma Eixo Atras Do Outro Se Eu Não Me Engano Foram 3 Dianteiros E 6 Traseiros E Eu Sem Conhecimento Na época Isso Em 1990 Que Comprei Um Jeep Pra Me Divertir E Fazer Trilha Pois Não Tinha Uma Vez Que Eu Fosse Pra Trilha Que Eu Voltava Rebocado E Depois De Muito Dinheiro Gasto E Jogado Fora Eu Cheguei A Conclusão Que Qualquer Modificação Além De Ser Feito Por Gente Que Tem O Conhecimento E Entende Do Assunto E Com Muita Responsabilidade é Deve Fazer Este Tipo De Modificação Pra O Tipo De Uso Que O Veículo Vai Ter Pra Evitar Não Só Acidentes Como Jogar Muito Dinheiro No Lixo. Hoje Tem Bem Mais Gente Capacitada Pra Fazer Adaptações Do Que Em 1990.
    A Minha Conclusão é Que Quando Resolvemos Modificar Um Jeep Velho Todo Mundo Começa Pela Troca Motor Original Por Motorzão E Esqueçe Do Resto Não Lembrando Que Estes Jeeps Que Tem Fama De Robustos No Interiorzão Mais Esquecem Que Eles Foram Projetos Para Usarem Pneuzinhos 600/16 Ai Eles Não Quebravam E As Toyotas Band Com Pneus 650/16 Ou 700/16 Tam Não Quebravam. Então Finalizando.
    Primeiro Modificar Um Veiculo 4x4 Não é Pra Quem Não Quer Gastar Se Quizer Que Fique Bom Tem Ter Não Só Dinheiro Mas Tempo E Noção Do Que Vai Fazer .
    Segundo Dependendo Da Modificação Começe Do Zero Digo Do Chassi.
    Terceiro Tem No Forum Bons Exemplos De Modificação E Preparações.
    Essa Brincadeira Não é Infelizmente Pra Todo Mundo.
    Desculpe Acho Que Me Escrevi Demais Mais é Que Eu Já Sofri Na Pele O Que é Fazer Adaptações E Alterações Num Jeep Gastar Um Monte E O Jeep Ficar Uma Merda.
    Um Abraço A Todos
    Eduardo Valeixo
    Jipira Made In Cwb

  12. #12
    pois é ALEIXO ,ainda bem que pelo menos vç aprendeu com os anos sem ç machucar ,pois com estas quebradeira toda podia ter uns "arranhoes" pelo corpo,mas pelo menos teu carro ta com um "cara" que entende, o "GRILO" tem fama de ser competente no que faz,e possui uma oficina bem estruturada,agora sobre os topicos de adptaçao acho que seria interessante o pessoal começar a eleborar uns com detalhamento tecnico,e ate mesmo condenando/proibindo, algumas adptacoes e outros com passo a passo,ensinando como fazer , a um no site da ENSIMEC sobre revisao num eixo feito pelo FRANCO, que depois que eu o li passei a revisar com mais precisao meus carros ,ai seria bem mais facil das coisas andarem sem ficarem dando dor de cabeça,e podiamos ter um topico ,onde consultores tecnicos dariam uma força aq no forum ,tipo o FRANCO o LEOPOLDO,SUK'S,GENTE GABARITADA ,pra ajudar ,NAO ASSINAR!!!!! ,tipo a gente pergunta e eles tentao resolver da melhor maneira nem que seja dando sujestoes de literatura,onde possamos achar as respostas,agora temos que melhorar e muito a qualidade dos nossos 4x4, adptaçoes terao que ser feitas com mais criterio,e por um grande numero de pessoas pra surtir efeito,senao somente uns poderao ser "preparadores" e os outros infelizmente "matadores."

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado

Change privacy settings Alterar definições de privacidade