x
Convex Datacenter
Página 3 de 3 PrimeiroPrimeiro 123
Resultados 25 a 36 de 36
  1. #25
    Usuário Avatar de Pequeno jr
    Entrada
    07/12/2004
    Local
    Brasília/DF
    Idade
    44
    Posts
    6,602
    Agradecimento: 1



    Citação Postado originalmente por marcelinoDF Ver Post
    valeu, Imperador!
    essa de diferencial longo, eu nao sabia direito em que situacoes faz diferenca.
    Novo na tribo dos carros a diesel, mas to sempre fucando no forum.
    Muito grato, mesmo!

    MArcelino só costumava sair na 2º MArcha em D-10, F-4000 e etc pq eles tinham a primeira marcha extremamente curta. Nas pick-ups medias não necessita isso.
    Ex-Ranger XLT 4x4 1999 - HSd 2.5 Euro I + Kit Super LDA (Deixou saudade)
    Homenagem ao meu ídolo: http://www.youtube.com/watch?v=_v85q0Y8hs8

  2. #26
    Usuário
    Entrada
    27/06/2012
    Local
    RIO NEGRINHO/SC
    Idade
    57
    Posts
    2
    Agradecimentos: 0
    Boa tarde,

    Estou retomando este assunto, pois tenho uma Ranger Limited 3.0 2007 e ultimamente estou com problemas para engatar a 1ª marcha com o veículo parado, andando até que entra normal.
    Pra conseguir engatar eu procuro primeiro engatar uma outra marcha, tipo a 3ª ou 4ª e depois ela entra.
    E agora a ré também tem dificuldade, quanto tento ela fica dando uma espécie de tranco, pra não forçar aí faço a mesma coisa, engato outra marcha e depois ela entra.
    Gostaria da opinião dos integrantes do forum, se alguém já teve este problema.
    Desde já agradeço.

  3. #27
    Usuário Avatar de Daniel.Shimomoto
    Entrada
    30/01/2009
    Local
    Garça/SP
    Idade
    42
    Posts
    1,660
    Agradecimentos: 0
    Citação Postado originalmente por arianton Ver Post
    Boa tarde,

    Estou retomando este assunto, pois tenho uma Ranger Limited 3.0 2007 e ultimamente estou com problemas para engatar a 1ª marcha com o veículo parado, andando até que entra normal.
    Pra conseguir engatar eu procuro primeiro engatar uma outra marcha, tipo a 3ª ou 4ª e depois ela entra.
    E agora a ré também tem dificuldade, quanto tento ela fica dando uma espécie de tranco, pra não forçar aí faço a mesma coisa, engato outra marcha e depois ela entra.
    Gostaria da opinião dos integrantes do forum, se alguém já teve este problema.
    Desde já agradeço.
    Pode ser DUAS coisas: Atuador da embreagem, a embreagem ou os dois juntos.

    A unica vez que tive problemas desse tipo foi quando a minha Ranger estava com 70 mil km. Começou a ficar ruim de engatar a primeira e o resultado foi o atuador da embreagem com problema. Quando aconteceu isso com a minha, o resto (plato+disco) estava ok mas PODE acontecer de estar ruim e requerer troca.

    Uma coisa que eu chamo a atenção é para atentar ao nivel do reservatorio do fluido da embreagem. A primeira coisa é ver se tem oleo nele e se faltar, completar e dar umas bombeadas. Costuma funcionar e MELHORAR (não conserta) o engate. Mas pode ter certeza que se ele estiver vazio, que existe algum vazamento no sistema e o atuador está comprometido.

    Abraços
    Ford F-1000 XLT 4x4 1998/1998 - BF Goodrich A/T 31x10.5 e RL AVM - "Efão"
    VW Fusca 1983 - 1600 - "Galaxie 500"
    Ex. Ford Ranger XLT 3.0 - "Centenária"

  4. #28
    Usuário Avatar de BRAVOECONOVEMBER
    Entrada
    12/03/2011
    Local
    Porto Alegre/RS
    Posts
    842
    Agradecimentos: 4
    ÀS VEZES trocar o fluído da embreagem e sangrar direitinho ajuda bastante, ajudou no meu caso. Mas pra conseguir uma extensão de tempo, porque o atuador da embreagem deve estar com vazamento interno, perdendo eficiência e não acionando como deveria.

  5. #29
    Usuário Avatar de paulorl
    Entrada
    07/08/2012
    Local
    Campinas/SP
    Idade
    44
    Posts
    788
    Agradecimentos: 32
    Sou mais um "felizardo" com problemas de engate de marcha na ranger. A minha é uma 2.3 16V XLT CD 2008. Está com 80mil km e quando ela está fria, a primeira e a ré costuma entrar belezinha. Depois que esquenta, é de lua, tem hora que entra razoavelmente vem, tem hora que entra super difícil, forçando mesmo.

    Muita gente falou nesse tópico e deu sugestões, mas poucas pessoas disseram exatamente qual foi o problema, inclusive quem abriu o tópico nem respondeu falando o resultado... Mais pessoas que tiveram esse problema, como resolveram na prática? Será que vou ter que trocar o kit de embreagem inteiro? Ou pode ser apenas o atuador? Tem uma documentação técnica da ford que dá dicas de como sangrar o sistema de embreagem, vejam trecho desse documento:

    "A Ford Ranger utiliza o eficiente conceito de atuador hidráulico central para o acionamento da embreagem, o qual substitui a construção convencional de cabo, alavanca e garfo. Os circuitos hidráulicos devem ser isentos de ar, pois sua presença, devido à compressibilidade, produz perdas no sistema e diminui o curso do rolamento (rolamento este incorporado ao atuador hidráulico),
    dificultando a introdução das marchas. Normalmente esse problema surge logo após a troca da embreagem, justificando, assim, o fato da primeira suspeita ser de embreagem defeituosa, o que absolutamente não procede. Para evitar esse inconveniente, o sistema deve ser sangrado totalmente após a troca da embreagem. Como se pode observar no esquema ao lado, o cilindro
    mestre desse veículo é instalado numa posição bastante inclinada e, portanto, propenso a reter o ar, que nem sempre é liberado através da sangria convencional."

  6. #30
    Usuário Avatar de paulorl
    Entrada
    07/08/2012
    Local
    Campinas/SP
    Idade
    44
    Posts
    788
    Agradecimentos: 32
    Aproveitando, se alguém souber de algum mecânico especialista em Ranger (ou em embreagem/câmbio) na região de Campinas SP, por favor me passem o contato! Abraço!

  7. #31
    Usuário Avatar de paulorl
    Entrada
    07/08/2012
    Local
    Campinas/SP
    Idade
    44
    Posts
    788
    Agradecimentos: 32
    Estou com uma dúvida. Como faço para verificar o nível do fluído de embreagem da ranger? No reservatório não tem nenhuma marcação... Quando tiro a tampa, tem uma espécie de funil de borracha lá dentro, tem algo a ver com o nível? Eu acabei enchendo esse "funil", ficou faltando um centímetro da tampa para vazar, não sei se fiz certo ou não, o nível anteriormente estava mais ou menos no finalzinho desse "funil".

  8. #32
    Usuário
    Entrada
    22/05/2014
    Local
    Barra do Garças/MT
    Idade
    36
    Posts
    2
    Agradecimentos: 0
    Olá Rogério,

    Estou com o mesmo problema! O carro apresenta grande dificuldade pra sair de ré, trepida e chega a morrer o motor, como se não tivesse força. As demais marchas e engates estão perfeitos.
    Qual foi a tua saída para o problema?!

    Valeu!

  9. #33
    Usuário
    Entrada
    22/05/2014
    Local
    Barra do Garças/MT
    Idade
    36
    Posts
    2
    Agradecimentos: 0
    Alguém ai pode me ajudar?!

  10. #34
    Usuário
    Entrada
    27/01/2017
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    34
    Posts
    1
    Agradecimentos: 0
    Estou como o mesmo problema. Tenho uma Ranger 2007/2007 2.3L XLT Cabine dupla.... apresentava dificuldade pra engatar, trocar e desengatar marchas.... levei em alguns mecânicos e foi constatado o problema na embreagem que era velha...

    Realizei a troca... porém continua apresentando dificuldade pra engatar a 1ª e a Ré... foi trocado kit completo de embreagem + o autuador...

    Se alguém descobrir a solução favor avisar rsrs

  11. #35
    Usuário Avatar de titanium
    Entrada
    16/07/2009
    Local
    ---/DF
    Posts
    3,631
    Agradecimentos: 57
    Citação Postado originalmente por paulorl Ver Post
    Sou mais um "felizardo" com problemas de engate de marcha na ranger. A minha é uma 2.3 16V XLT CD 2008. Está com 80mil km e quando ela está fria, a primeira e a ré costuma entrar belezinha. Depois que esquenta, é de lua, tem hora que entra razoavelmente vem, tem hora que entra super difícil, forçando mesmo.

    Muita gente falou nesse tópico e deu sugestões, mas poucas pessoas disseram exatamente qual foi o problema, inclusive quem abriu o tópico nem respondeu falando o resultado... Mais pessoas que tiveram esse problema, como resolveram na prática? Será que vou ter que trocar o kit de embreagem inteiro? Ou pode ser apenas o atuador? Tem uma documentação técnica da ford que dá dicas de como sangrar o sistema de embreagem, vejam trecho desse documento:

    "A Ford Ranger utiliza o eficiente conceito de atuador hidráulico central para o acionamento da embreagem, o qual substitui a construção convencional de cabo, alavanca e garfo. Os circuitos hidráulicos devem ser isentos de ar, pois sua presença, devido à compressibilidade, produz perdas no sistema e diminui o curso do rolamento (rolamento este incorporado ao atuador hidráulico),
    dificultando a introdução das marchas. Normalmente esse problema surge logo após a troca da embreagem, justificando, assim, o fato da primeira suspeita ser de embreagem defeituosa, o que absolutamente não procede. Para evitar esse inconveniente, o sistema deve ser sangrado totalmente após a troca da embreagem. Como se pode observar no esquema ao lado, o cilindro
    mestre desse veículo é instalado numa posição bastante inclinada e, portanto, propenso a reter o ar, que nem sempre é liberado através da sangria convencional."

    Bom dia a todos!

    Paulo, conseguiu descobrir a solução para a 1ª marcha ruim de entrar???

    Isso parece ser crônico nas Rangers... mas seria bom, como você bem alertou, quem passou por isso voltar para dizer SE conseguiu arrumar (ou se não conseguiu) E COMO??

    Abraço!
    --
    Viajar é bom e necessário!

  12. #36
    Usuário
    Entrada
    13/02/2021
    Local
    Sao Paulo/SP
    Posts
    1
    Agradecimentos: 0

    Ranger 4.0 V6 4x4 98/99 trepida forte em primeira marcha

    Fala pessoal, tudo bem?
    Meu caso é o seguinte, tenho uma Ranger XLT 4.0 V6 98/99 CD.
    A caminhonete tinha uma trepidação de primeira e segunda marcha, bem forte. Eu acabei fazendo a embreagem, porque estava gasta, comprei tudo novo da Luk, troquei o cilindro mestre, retifiquei o volante e troquei o rolamento piloto do volante.
    A caminhonete ficou show de bola com a embreagem nova, pedal leve, mas a trepidação de primeira marcha em torque continua.
    O mecânico que fez toda a manutenção me informou que o cardan esta com uma folga e ele não tem como saber se esta empenado ou não e que isso pode ocasionar a trepidação, sendo que a parte de embreagem esta toda justa.
    Alguém aqui já passou por algo parecido?

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado

Change privacy settings Alterar definições de privacidade