x
Convex Datacenter
Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 12 de 14
  1. #1
    Usuário
    Entrada
    08/05/2013
    Local
    São Carlos/SP
    Idade
    52
    Posts
    170
    Agradecimentos: 2

    F1000 x TRANSMISSÃO x CAPACIDADE DE REBOQUE




    Pessoal:
    Estou aqui numa dúvida cruel... Como alguns sabem, tenho uma F1000 89, câmbio de 4 marchas, turbinada (Garret), diferencial original. Puxo um trailer com até 1600kg e ela vai muito bem. Esses dias, parti numa subida com os 1.600kg e a embreagem queimou um pouco. E isso me fez ficar com algumas pulgas atrás da orelha. Isso porque tenho planos de trocar o trailer e o peso final deve chegar a 2,0 a 2,5tons. Conversando com meu mecânico (que é bom e honesto, mas não entende nada de trailer), ele me disse que acha que a transmissão não aguenta e pode dar pau no câmbio ou diferencial.
    Sendo assim, gostaria de perguntar a vocês:
    1) Vocês acham que a F1000 aguenta tracionar esse peso todo por viagens um pouco mais longas (na média, uns 200 a 300km)?
    2) Se sim, eu precisaria mexer na configuração da transmissão ou do jeito que está dá?

    Grato de antemão!

  2. #2
    Usuário
    Entrada
    28/11/2012
    Local
    Navegantes/SC
    Posts
    31
    Agradecimentos: 0
    Cara, achei esse tópico referente a sua dúvida:

    http://www.4x4brasil.com.br/forum/fo...de-tracao.html (Capacidade de Tração)

    Não sei qual sua motorização, mais mesmo que a sua tenha um motor mais fraco, acho que 2.500 quilos ela deve puxar afinal toda f-1000 é para mil quilos, mais já vi colocarem o dobro, talvez tenha que cuidar um pouco com subidas pra trocar a marcha antes de entrar na subida pra evitar trocas no meio pra não queimar embreagem, mais pra arrancar acho que é meio normal dar uma queimada de leve, pois todo carro que você force um pouco com excesso de peso, pra tirar da inercia vai judiar um pouco da embreagem.

    Outro ponto é que talvez a sua embreagem já não esteja tudo aquilo, ai no forçar ela deu uma fritada, mais questão de cambio e diferencial, acho que não vai ter problema, só cuide para não dar tranco e patinar, pois ai sim é perigoso quebrar algo.
    Nissan Frontier - STRIKE 4X4 CD - 2004 - 2.8
    Ex: Ranger XL 4x4 - 2.8 PS - CS - Ano 2002

    Ex: Fiat Strada Adv Locker CE - 1.8 8v - Ano 2009

  3. #3
    Usuário Avatar de lfschmitz
    Entrada
    07/12/2008
    Local
    Indaial/SC
    Idade
    40
    Posts
    270
    Agradecimentos: 6
    A capacidade de reboque das F-150 americanas dessa época é de 5000-5500lb (2300kg). A transmissão não deve ter problemas de quebra, mas realmente arrancar numa subida será a morte da embreagem: as americanas com essa capacidade de tração são automáticas, e o conversor de torque aguenta muito mais abusos nesse tipo de situação do que uma embreagem. Se quiser evitar isso, só usando uma relação de diferencial mais curta (que trará outras limitações em virtude do motor de baixa rotação e câmbio sem overdrive).

    Atencao ao especial aos freios do reboque e ao engate. Esse peso normalmente excede os limites dos engates mais comuns tipo "munheca", e já começa a entrar na faixa de peso dos trailers gooseneck (acoplamento tipo quinta roda).
    Ex-Tritons 2011 (Jabiraca) e 2015 (Jabiraca II)
    L200 Triton HPE 3.2 AT 2017 (Jabiraca III)
    F100 1978 (Jurema)
    - MWM 229-4 à espera de um milagre

  4. #4
    Usuário Avatar de lfschmitz
    Entrada
    07/12/2008
    Local
    Indaial/SC
    Idade
    40
    Posts
    270
    Agradecimentos: 6
    Um detalhe: se optar por reduzir muito a relação de diferencial, a chance de quebra aumenta: pontas de eixos, caixa satélite e demais partes passam a suportar um estresse Mecanico bem maior.
    Ex-Tritons 2011 (Jabiraca) e 2015 (Jabiraca II)
    L200 Triton HPE 3.2 AT 2017 (Jabiraca III)
    F100 1978 (Jurema)
    - MWM 229-4 à espera de um milagre

  5. #5
    Usuário
    Entrada
    08/05/2013
    Local
    São Carlos/SP
    Idade
    52
    Posts
    170
    Agradecimentos: 2
    Renato:
    Agradeço seu toque do post. Mas essa F100 que o Edintruder cita é com motor X10, bem mais forte que o da minha. Mas o motor MWM 229 é bruto e dele eu não tenho dúvidas. Sei que aguenta o tranco mesmo. Mas no caso de tração, aí tem muita coisa em jogo, né? E o que mais deve pegar mesmo é a transmissão (salvo engano).
    Quanto à embreagem, ela é nova. Troquei a coisa de 10.000km no máximo... Também levei isso em consideração!

    GRato

  6. #6
    Usuário
    Entrada
    08/05/2013
    Local
    São Carlos/SP
    Idade
    52
    Posts
    170
    Agradecimentos: 2
    Lfschmitz:
    Realmente, estou considerando o 5a roda por questões de segurança.
    Já quanto à relação, eu não gostaria muito de mudar, pois hoje tenho uma ótima combinação entre força e velocidade final (que não é muita, mas mais do que suficiente para um veículo deste tipo). Como gosto de passear com ela também, uma relação mais curta a deixaria muito travada na estrada.
    O que me vem à cabeça (sou ignorante em mecânica) é que um câmbio de 5 marchas (atualmente 4) poderia ser a solução pelo fato de ter ouvido que a 1a marcha deste câmbio é bem curta, apresentando muita força. Isso procede ou estou viajando?

  7. #7
    Usuário Avatar de lfschmitz
    Entrada
    07/12/2008
    Local
    Indaial/SC
    Idade
    40
    Posts
    270
    Agradecimentos: 6
    Há diversas opções de câmbio no mercado. Não saberia eu todas as opções de relação de cor; porém uma opção interessante seria encontrar algum dos Clark que equipou picapes na década de 90. Porém nem todos têm a primeira mais reduzida: salvo engano, a primeira marcha do teu 260F tem relação em torno de 4.2:1 e os câmbios da série CL26-- vinham nas F1000 com relação de primeira entre 3,9 e 4,2. Se optares por isso, torna-se obrigatório trocar a relação de diferencial. São duas trocas e dois gastos, mas o resultado fica bom.
    Para trocar apenas o câmbio, terias de encontrar um com a primeira em torno de 5:1; isso melhoraria muito a situação mas não acho que encontrarás uma caixa original de f1000 com essa relação. Outra coisa, lembre que mesmo sem mexer na relação interna de pinhão e coroa, o diferencial sofrerá mais - aquilo que mencionei num post anterior muda muito ao aplicar-se um torque 25-50% maior (relação de 4,2 substituída por 5-6:1) sobre as planetárias e semi-eixos (com o motor turbo o torque já é muito maior que o original). portanto, o uso deve ser cauteloso e sem trancos, principalmente ao sair em piso de asfalto irregular (múltiplos trancos com alta aderência).
    Ex-Tritons 2011 (Jabiraca) e 2015 (Jabiraca II)
    L200 Triton HPE 3.2 AT 2017 (Jabiraca III)
    F100 1978 (Jurema)
    - MWM 229-4 à espera de um milagre

  8. #8
    Usuário Avatar de lfschmitz
    Entrada
    07/12/2008
    Local
    Indaial/SC
    Idade
    40
    Posts
    270
    Agradecimentos: 6
    Refletindo aqui e considerando o custo e a complexidade se tiver de adaptar capa seca... como tua saída será realmente melhorar a capacidade de partida em rampa e a mudança de relações é obrigatória, vale a pena caçar os tópicos que falam sobre isso, pois é uma alteração já feita por muitos e com gente experiente. Pesquise principalmente um participante do fórum chamado Edintruder e leia os posts dele.
    Ex-Tritons 2011 (Jabiraca) e 2015 (Jabiraca II)
    L200 Triton HPE 3.2 AT 2017 (Jabiraca III)
    F100 1978 (Jurema)
    - MWM 229-4 à espera de um milagre

  9. #9
    Usuário
    Entrada
    08/05/2013
    Local
    São Carlos/SP
    Idade
    52
    Posts
    170
    Agradecimentos: 2
    Lfschmitz:
    Muito obrigado pelas dicas. Essa semana vou conversar com o meu mecânico também.
    Quanto ao Edintruder, ele já me ajudou muito direta e indiretamente aqui no fórum. Manja muito mesmo. Mas, embora eu tenha visto alguns posts falando de câmbio e relação de diferencial, eu não achei um tópico específico sobre transmissão X capacidade de tração. E, dentro dos meus planos, essa informação passou a ser a mais importante de todas! Não posso fazer um investimento dessa monta, sem ter certeza que a coisa vai funcionar.
    De qualquer forma, muito obrigado pela atenção.

  10. #10
    Usuário Avatar de lfschmitz
    Entrada
    07/12/2008
    Local
    Indaial/SC
    Idade
    40
    Posts
    270
    Agradecimentos: 6
    O ideal seria calcular a velocidade por marcha de forma a ficar com a primeira semelhante à de um F4000. Se entrares no site da Ford caminhões, verás que muda conforme a relação final. Basta fazer os cálculos para ficar semelhante
    Ex-Tritons 2011 (Jabiraca) e 2015 (Jabiraca II)
    L200 Triton HPE 3.2 AT 2017 (Jabiraca III)
    F100 1978 (Jurema)
    - MWM 229-4 à espera de um milagre

  11. #11
    Usuário Avatar de sallespickup
    Entrada
    23/06/2010
    Local
    sampa capital/SP
    Idade
    45
    Posts
    1,833
    Agradecimentos: 35
    to chegando no final, mais pelo meu conhecimento e o que eu tenho andando vai por de vez um ponto final na sua duvida, se a final lhe atende então é tão somente a troca do seu cambio pelo clack 240v ou 2615, pois ambos com sua primeira extremamente curta resolverão, digo isso pois tenho uma D10 Guincho, e só mexo com picapes, então pra mim é normal levantar a frente de uma D20 e viajar, ja que compra com alguma regularidade fora de sampa, mais ai tenho algo que poderia ser um problema, uso diferencial 15x39, portanto 2.60, e com a primeira trator do 240V saio em qualquer subida sem queimar embreagem, ja na sua como a relação deve ser 13x43, 3.30 ou 13x46, 3.54 a primeira torna-se mais potente e curta ainda, e na ultima marcha como é a chamada presa direta é igual ao seu 260F 1 por 1, ou seja o motor da 1 volta e o cardam 1, ficando assim igual
    lembrando que pra colocar o cambio pesado (240V ou 2615) tera de refurar a caixa seca ou troca-la, como achar melhor e ajustar o cardam, nada muito complicado

  12. #12
    Usuário
    Entrada
    08/05/2013
    Local
    São Carlos/SP
    Idade
    52
    Posts
    170
    Agradecimentos: 2
    Lfschmitz:
    Grato pelas dicas!

Classificados ANUNCIE GRÁTIS

AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tópicos Similares

  1. capacidade reboque jimmy
    Por renato edde no fórum Suzuki
    Respostas: 1
    Última resposta: 18/02/2015, 22:58
  2. Capacidade de reboque Wrangler JK
    Por GabrielCarapeba no fórum Jeep Wrangler/Cherokee
    Respostas: 3
    Última resposta: 30/01/2015, 08:38
  3. Capacidade de reboque
    Por fuoristrada no fórum Picapes
    Respostas: 6
    Última resposta: 19/09/2013, 23:31
  4. capacidade de reboque - SW
    Por marcio lellis de souza no fórum Toyota
    Respostas: 0
    Última resposta: 01/07/2011, 10:17
  5. Capacidade de Reboque
    Por Martin Melcop no fórum JPX
    Respostas: 3
    Última resposta: 14/04/2004, 11:16

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  • BB Code está Ligado
  • Smilies estão Ligados
  • Código [IMG] está Ligado
  • Código HTML está Desligado

Change privacy settings Alterar definições de privacidade