PDA

Ver Versão Completa : Veículo para expedição Jalapão e Lençóis Maranhenses



Daniel1971
27/11/2011, 18:57
Amigos,

Tenho uma Toyota 3.0 Turbo Diesel 96/97, sem modificações outras que um quebra-mato na frente com faróis auxiliares.
Minha viatura utiliza pneus Scorpion AT que já passaram da meia vida. Segundo um borracheiro de confiança, ainda duram mais 25 mil km, aproximadamente.

Estou planejando uma viagem ao Jalapão e a Santo Amaro do Maranhão, para julho do ano que vem.

Assistindo a vídeos do Jalapão, pude ver que o solo é muito arenoso. Já o caminho para Santo Amaro aparentemente atravessa rios e lagoas, às vezes com mais de um metro de profundidade.

Planejo instalar um snorkel e também "snorkelar" os suspiros dos diferenciais e da caixa de marchas.

Pergunto, portanto: é muito arriscado visitar esses lugares sem trocar os pneus, ou sem instalar um bloqueio de diferencial? Ou a Toyota, guiada com cuidado, pode encarar essas situações sem grandes problemas.

Tenho este 4x4 (meu primeiro), desde maio deste ano, e tenho procurado me conscientizar de que todo 4x4 atola, dependendo da sorte ou da perícia / cuidado do motorista. Mas não quero entrar em uma situação muito "suicida". Por isso gostaria de ouvir dos pilotos mais experientes.

Grato antecipadamente,

Daniel - RJ

jeisonk
28/11/2011, 08:46
Daniel, se tem expectativa de durarem mais 25k km e estão bons de carcaça e validade, eu iria assim mesmo.
Mas, verifique estes itens.

No meio do ano agora rodamos pelo Jalapão, a viatura do meu pai estava com um par desses pneus já em fim de vida, foi e voltou tranquilo, só ir com cuidado nas pedras.

Abraços

Daniel1971
28/11/2011, 09:45
Na verdade a viagem terá os dois extremos de terreno: Ouvi dizer que o Jalapão na seca fica mais difícil de transitar, porque, sem umidade, a areia fica mais fofa.

Estou também preocupado com o terreno em Santo Amaro do Maranhão, em alguns pontos até um metro de linha d'água, estou pensando em seguir de Sangue (povoado à beira da estrada) até SAM seguindo uma toyota "de linha" para não correr risco de me perder. Não tenho GPS.

jeisonk
28/11/2011, 10:03
Certeza, sem GPS só seguindo alguém por lá.

Boa sorte no planejamento.

Abs

GMC
28/11/2011, 10:16
Além do GPS eu apostaria em um Guincho e um rádio também, caso esteja indo sozinho, alem de uma boa revisão na viatura que é de lei.

jeisonk
28/11/2011, 10:27
Além do GPS eu apostaria em um Guincho e um rádio também, caso esteja indo sozinho, alem de uma boa revisão na viatura que é de lei.

E, além do rádio, não esquecer de pegar e sintonizar na frequência dos jipes que andam por lá, senão vai falar só com o além :mrgreen:
Parece conselho besta, mas já vi cidadão nessa situação :lol::lol:

TFA

Cesar Machado
03/12/2011, 18:00
Você tem um carro muito bom nas mãos, ainda mais se tiver LSD ( espécie de bloqueio - que equipa algumas Hilux, mas não todas) no diferencial traseiro.
GPS, Guincho, rádios de comunicação e outras traquitanas são muito úteis, mas não são indispensáveis para conhecer o Jalapão.
Leve uma pá, um bom facão, água potável e boa viagem.

A única coisa que não pode faltar é bom senso, e também sabedoria para dar a volta por um caminho mais longo e mais seguro se não se sentir confiante em atravessar determinado trecho, principalmente se estiver sozinho nessa hora.

Um abraço e Boa Viagem.:concordo:

NO - CT Santos/SP
06/12/2011, 15:02
Daniel
Se não conseguir uma Toyotta pra seguir, contrate um guia ... fizemos (estavamos em sete viaturas) isso pra ir pra Caburé-MA e Jeri-CE pela praia.
Valeu o investimento ... Tem lugar que o GPS não é muito confiável kkkkkkk
abs

Neto Bezerra
06/12/2011, 23:04
Daniel,

fiz Lençois Maranhenses com um Grand Vitara 98/99 3p e percebi que mesmo sem colocar o GV nas trilhas onde as toyotas (bandeirantes, hilux antigas e novas) levaram nossos carros podem ir sim, tive um problema na tração e não pude aproveitar por lá.
Aconselho a ir pelo santo amaro do maranhão até barreirinhas-ma como você deve está pensando, mas eu acredito que para sua segurança um guia pode ir com você, o GPS é útil mas tem umas arreias muito estranhas no maranhão, hora você pisa e afunda até o joelho e hora você pisa e nem cobre o pé.

Procure lá em Barreirinhas a Pousada do Porto, fica de frente ao Rio Preguiças e tem preço bacana.

Boa sorte no roteiro e boa viagem.
Favor não esquecer a bagagem do carro!

Mergulhador
16/12/2011, 07:19
px no jalapaomn serve p pn. as distancias s mt grandes... só se for p sr comunicar no
comboio, que NAo e seu caso.

RENAN_XTERRA
01/02/2012, 18:35
Fiz o Jalapão, Chapada do Veadeiros, e terra Ronca em Set/2011, fomos em duas XT, para o Jalapão é bom levar Agua potável, um galão extra de combustível, ferramentas para pequenos reparos, pá......e ir com fé..............

B.H.Rocha
12/02/2012, 11:13
Daniel,

Estou numa situação parecida com a sua. Irei fazer Jalapão e Lençois Maranheses com o meu primeiro 4x4 sem ter feito adaptações no mesmo. Tenho um TR4 2010 e já fiz até Ushuaia com ele, mas estava em comboio. Agora irei sozinho e fico mais apreensivo de cair numa situação perigosa para o carro e ocupantes. Afinal quero um passeio e não uma aventura cheias de contra-tempos.

Estou indo em Abril apenas eu e minha esposa.

Concordo com o Cesar Machado, acho que os itens (guincho, GPS, radio) não são indispensaveis, o que é indispensavel é o bom senso de tomar decisões baseados na segurança.

abs

vinicius10
17/02/2012, 10:16
olá Daniel,
Estou pretendendo ir ao Jalapão em julho próxim o. Criei um tópico, caso queira nos acompanhar entyre em contato.

abs!

E. Mac
24/03/2012, 21:59
Estou planejando em maio agora fazer Jalapão, Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba, Jericoacara e Fortaleza, saindo de Brasília. Vou precisar de muita ajuda com roteiros, cuidados com o meu Troller, combustível, água, etc. Será a primeira vez que saio com um 4x4. SOCORRO!!!!!!!!!

jefim_df
25/05/2012, 15:32
olá Daniel,
Estou pretendendo ir ao Jalapão em julho próxim o. Criei um tópico, caso queira nos acompanhar entyre em contato.

abs!

Opa Vinicius,

Tbm sou novo no mundo 4x4, tenho uma TR4 2004.

Pretendo ir ao Jalapão na última semana de Julho/2012, vc irá quando?

Ainda tenho que providencia algumas coisas(Rádio, Guincho etc...).

Irei acompanhar seu tópico.

Abs

Gmth215
02/07/2012, 15:02
Camarada, fiz essa viagem em janeiro do ano passado com a minha L200 Savana 2010, sem adaptações.
Creio que seja a melhor época, mesmo sendo a estação das chuvas. Vários pontos de visitação, quando o movimento é grande, tem tempo e lotação limitadas. Um bom exemplo são os "fervedouros", nascentes maravilhosas que vc verá por lá. Nessa época o movimento é menor, te possibilitando muito mais liberdade e flexibilidade no planejamento.
Quanto a GPS não há tanta necessidade. Vc encontra nas pousadas croquis simples mas eficientes da região. Não usei guia e acho que não precisa. Seja curioso que dará tudo certo!
Leve água potável, comida, combustível extra e uma barraca. Recomendo o camping do Vicente (63 3534 1195 / 9975 1918), fica perto da cachoeira do formiga.
Vou tentar colocar fotos e ver se acho croqui.
Abraço!

Gmth215
02/07/2012, 15:10
Ta aí o site da pousada.
Pousada guas do Jalapo (http://aguasdojalapao.com.br/)
Lugar simples mas confortável, com uma galera muito massa. Me orientei com esses mapas aí do site mesmo. O cara imprimiu lá pra mim. Boa base de apoio, com refeições, piscina pra descansar a carcaça e bons preços.
Recomendo!
Qualquer coisa estamos aí!

Rubens Linhalis
02/07/2012, 17:28
Daniel , desculpe a pergunta no seu topico.. mas já que temos varios post de pessoas, com experiencia no Jalapão.. vou aproveitar..rs

Pessoal.. qual seria a melhor epoca para visita o Jalapão e Lençois Maranhenses. Pretendo fazer esse percurso em uns 20 dias, provavelmente em dez de 01 a 20-12-2012. O que acham ??
Detalhe: Vou de Tracker, somente com preteção inferior (completa), fora isso nao é original.

Abraços !

Daniel1971
03/08/2012, 17:25
Desculpe a demora na resposta. Creio que a melhor época para ir aos Lençóis Maranhenses seria entre julho e agosto. Em dezembro, as lagoas da região estarão secas, e você não poderá aproveitar tanto esse belíssimo lugar.

Frederico Mendes
15/10/2012, 11:34
Não está proibido a visitação aos Lençóis Maranhenses?
Andei lendo, em algum lugar que nao mais seria aberto ao público.
Alguem aqui confirma, ou desmente esta informação?

Dimasi
15/10/2012, 17:03
Estive lá em setembro. De carro ( 4x4 alto ) vc pode ir de Barreirinhas até Atins. Atravessar o parque só apé em excursões que duram de dois a quatro dias com guia. Do outro lado do rio Preguiças ( pequenos Lençóis ) dá para ir até o Caburé.
Abs

Frederico Mendes
15/10/2012, 19:43
Estive lá em setembro. De carro ( 4x4 alto ) vc pode ir de Barreirinhas até Atins. Atravessar o parque só apé em excursões que duram de dois a quatro dias com guia. Do outro lado do rio Preguiças ( pequenos Lençóis ) dá para ir até o Caburé.
Abs

Dimasi, onde consigo maiores informações a respeito?

Dimasi
15/10/2012, 20:48
Que tipo de informação vc quer ? Aqui tem um breve relato do nosso passeio http://www.4x4brasil.com.br/forum/planejamento/104774-fortaleza-x-lencois-set-12-quem-vai-22.html
Qualquer dúvida estamos aí.
Abs

Frederico Mendes
16/10/2012, 06:24
Que tipo de informação vc quer ? Aqui tem um breve relato do nosso passeio http://www.4x4brasil.com.br/forum/planejamento/104774-fortaleza-x-lencois-set-12-quem-vai-22.html
Qualquer dúvida estamos aí.
Abs
Bom dia!
Tenho a intenção de fazer o passeio Fortaleza/Jeri/Lençoes, ainda nao montei o roteiro, penso tambem em fazer o contrario, subir primeiro aqui do Sudeste, e fazer o percurso contrario Lençoes/Jeri/Fortaleza.
Mas, como surgiu a informação que nao se pode atravessar o parque a possivel expedição tem que ser revista.
De qualquer forma obrigado pelo link, estou a acompanhar os acontecimentos do passeio, que ao que parece, foi incrivel.
Grande abraço;
Frederico.

Daniel1971
12/11/2012, 01:47
Agradeço a todos por terem deixado o tópico tão prolífico. É muito satisfatório criar um tópico e poder integrar diversas pessoas nele, dentre iniciantes como eu e veteranos do offroad.

Acabei optando por dividir o roteiro. Em dezembro irei com a patroa para Serra do Cipó, Diamantina, P.N. Grande Sertão Veredas, Terra Ronca, Jalapão, Brasília e Serra da Capivara. Em julho do ano que vem, se tudo der certo, iremos para Jericoacoara, Lençóis Maranhenses e Chapada das Mesas. Nos Lençóis muito provavelmente irei snorkelar respiros e o duto de ar.

Por enquanto, o que fiz foi preparar um kit para vários tipos de emergência. Comprei um macaco inflável, marca Trekmaster, e estou com cinta, facão, estou levando água potável, barraca, comida, lanternas, ferramentas, pá dobrável da Tramontina (também tem da Nautika). Só não peguei o rádio porque acho que será pouco útil, indo sozinho. Avaliarei cada obstáculo com muito carinho antes de encarar, estou me preparando psicologicamente para a viagem.

Forte abraço a todos!

quintaes
12/11/2012, 10:39
Agradeço a todos por terem deixado o tópico tão prolífico. É muito satisfatório criar um tópico e poder integrar diversas pessoas nele, dentre iniciantes como eu e veteranos do offroad.

Acabei optando por dividir o roteiro. Em dezembro irei com a patroa para Serra do Cipó, Diamantina, P.N. Grande Sertão Veredas, Terra Ronca, Jalapão, Brasília e Serra da Capivara. Em julho do ano que vem, se tudo der certo, iremos para Jericoacoara, Lençóis Maranhenses e Chapada das Mesas. Nos Lençóis muito provavelmente irei snorkelar respiros e o duto de ar.

Por enquanto, o que fiz foi preparar um kit para vários tipos de emergência. Comprei um macaco inflável, marca Trekmaster, e estou com cinta, facão, estou levando água potável, barraca, comida, lanternas, ferramentas, pá dobrável da Tramontina (também tem da Nautika). Só não peguei o rádio porque acho que será pouco útil, indo sozinho. Avaliarei cada obstáculo com muito carinho antes de encarar, estou me preparando psicologicamente para a viagem.

Forte abraço a todos!
Daniel,eu sempre viajo somente com minha esposa;eu uso bastante radio px para me informar com os caminhoneiro a respeito das estradas e qualquer duvida que voçês tiver, e se der qualquer pane na sua viatura eles estão sempre disponivel para ti ajudar.
Abraços,
Marcos Quintaes.

Daniel1971
12/11/2012, 16:45
Daniel,eu sempre viajo somente com minha esposa;eu uso bastante radio px para me informar com os caminhoneiro a respeito das estradas e qualquer duvida que voçês tiver, e se der qualquer pane na sua viatura eles estão sempre disponivel para ti ajudar.
Abraços,
Marcos Quintaes.

Prezado Marcos, o que ouvi falar a respeito do rádio PX é que muitos caminhoneiros utilizam palavras de baixo calão e ofendem outros usuários. Por isso fico com receio de usarmos o rádio. Se ofenderem minha esposa, vou ficar muito p da vida. E se eu tiver que operar o rádio, babou. Vai atrapalhar a direção. O que você, com sua experiência, me aconselha?

quintaes
12/11/2012, 17:20
Prezado Marcos, o que ouvi falar a respeito do rádio PX é que muitos caminhoneiros utilizam palavras de baixo calão e ofendem outros usuários. Por isso fico com receio de usarmos o rádio. Se ofenderem minha esposa, vou ficar muito p da vida. E se eu tiver que operar o rádio, babou. Vai atrapalhar a direção. O que você, com sua experiência, me aconselha?
Daniel,sempre que falei no px fiz otimas amizade e todos foram educados com minha esposa.Palavras de baixo calão é raro ouvir.
Sempre falo que estou com minha esposa e a conversa é sempre agradavel ao ponto de nos pararmos para nos conhecer pessoalmente e almoçar juntos.Já fizemos até comida com eles se suas bravas esposas que viajam na boleia!!.
Pode acreditar viajo com o radio ligado o tempo todo e já contribuir muito para o bem estar do dia a dia dos caminhoneiros;eles são os verdadeiros herois das estradas.
Abraços,
Marcos Quintaes.

GabrielCarapeba
12/11/2012, 20:04
Marcos Quintaes, vc me aconselhou a fazer a minha expedicao de hilux, ta lembrado, em outro topico? Minha duvida, vc acha q para ir pro jalapao, e transamazonica, e lencois maranheses, preciso de kit suspensao, guincho, ou snorkel? Pela experiencia q vc tem com hilux, algum desses kits eh dispensavel? Abraco, Gabriel

Daniel1971
12/11/2012, 21:16
Marcos Quintaes, vc me aconselhou a fazer a minha expedicao de hilux, ta lembrado, em outro topico? Minha duvida, vc acha q para ir pro jalapao, e transamazonica, e lencois maranheses, preciso de kit suspensao, guincho, ou snorkel? Pela experiencia q vc tem com hilux, algum desses kits eh dispensavel? Abraco, Gabriel

Prezado Gabriel, já pesquisei sobre todos esses lugares e eles tem características distintas: O Jalapão tem muita areia, que requer pneus mais lisos e pressão baixa (15 lbs) para rodar melhor. Em julho, na seca, a areia fica mais "solta" e a direção um pouco mais complicada. Mesmo assim, os trechos com areia são mais aqueles que levam para as atrações, sendo que a estrada principal, que circunda o Parque, parece ser boa.

Quanto aos Lençóis Maranhenses, já estive por lá uma vez, fui de Tutóia a Paulino Neves e dali a Barreirinhas de Toyota Bandeirantes "de linha" (fui como passageiro, é tipo uma "lotação"). De Tutóia a Paulino Neves só vi um ou dois trechos onde um carro normal não passaria, com água relativamente alta, em pequenos riachos. De Paulino Neves a Barreirinhas, é que o bicho pega: não existe caminho definido a partir de um determinado ponto, mas não vi trechos com água muito alta, acho o snorkel ali desnecessário. Chegando a Barreirinhas, é preciso passar em um trecho muito complicado, estreito com vegetação rasteira em ambos os lados, e com muita areia fofa, mas as Toyotas de linha tiraram de letra essa parte. Novamente, pneus lisos, com pressão baixa.

Já para ir a Santo Amaro do Maranhão, no outro lado dos Lençóis, é um pouco mais complicado: as Toyotas "de linha" saem do povoado de Sangue, que fica acho que a 70 km´s de Barreirinhas, da rodovia que liga aquela cidade a São Luís do Maranhão. De Sangue a Santo Amaro o caminho é complicado, e se passa por um rio, cujo nome, se não me engano, é "Rio Grande". Ali, se tiver chovido bem, a água vem alta e o snorkelamento tanto da entrada de ar quanto dos respiros dos diferenciais e caixa de marcha seriam recomendados.

Quanto à Transamazônica, é recomendável não ir em época de chuva, e seguir com pneus mud. Lembre-se de que lá a questão não é areia, que exige pneus lisos, mas barro. E barro exige pneus agressivos, com sulcos profundos. Existem vários fabricantes de pneus mud, desde BF Goodrich até fabricantes nacionais. Nem pneus AT irão te salvar por lá, tem que ser MUD. E para lá eu também recomendaria o guincho. Transamazônica é um desafio que faz o Jalapão e os Lençóis parecerem brincadeira de criança.

Aqui um relato que achei no fórum: http://www.4x4brasil.com.br/forum/trilhas/17261-expedicao-transamazonica-eu-fiz.html

Forte abraço!

quintaes
13/11/2012, 08:45
Perfeito Gabriel!!!.
Só para acrescentar o que deve sempre ter é a prudência;se for atravessar um rio ou qualquer agua duvidosa,passe a pé para ver a profundidade e se há algum obstaculo maior no caminho para não ter surpresa.Para quem quer aventurar sem a companhia de outra viatura é melhor prevenir em tudo que for possivel.
Abraços,
Marcos Quintaes.

GabrielCarapeba
13/11/2012, 09:45
Valeu pelas dicas, em relacao ao pneu, como nao quero levar 4 extras, vou mesmo de mud, e encarar a areia com eles meio murchos mesmo, vou atras de um guincho e snorkel, so faltou uma coisa, um lift, eh necessario ou nao? Pq eh caro pra diacho! Hehe
E marcos, eu to comprando uma calça/macacão, para entrar em rios, vou seguir a dica, entrar primeiro a pé depois de carro.... E o mais importante, vou sem pressa....

quintaes
13/11/2012, 10:12
Gabriel,em alguns lugares um lift faz falta, mas eu acho que um veiculo de longas viagens perde o conforto nas estradas de chão,Já andei e achei que não é viavel, mas nada contra.
Só uma duvida:Vai somente voçe?
Se for sem companhia,deve se precaver em tudo que puder investir;lembrando sempre cada vez a viatura vai pesando mais....
Abraços,
Marcos Quintaes

GabrielCarapeba
13/11/2012, 12:14
Gabriel,em alguns lugares um lift faz falta, mas eu acho que um veiculo de longas viagens perde o conforto nas estradas de chão,Já andei e achei que não é viavel, mas nada contra.
Só uma duvida:Vai somente voçe?
Se for sem companhia,deve se precaver em tudo que puder investir;lembrando sempre cada vez a viatura vai pesando mais....
Abraços,
Marcos Quintaes
Sim, por enquanto so eu, mas to conversando com um amigo de porto velho sobre o trecho da transAM, vou atras de um lift tbm, ouvi dizer q acha em pedro juan caballero em preco bem mais em conta...

Daniel1971
13/11/2012, 13:00
Perfeito Gabriel!!!.
Só para acrescentar o que deve sempre ter é a prudência;se for atravessar um rio ou qualquer agua duvidosa,passe a pé para ver a profundidade e se há algum obstaculo maior no caminho para não ter surpresa.Para quem quer aventurar sem a companhia de outra viatura é melhor prevenir em tudo que for possivel.
Abraços,
Marcos Quintaes.

Existe um vídeo no Youtube no qual o cidadão, vindo pela areia da praia em sua possante Ranger, não tomou esse cuidado. Ao chegar em um riachinho com cerca de 4, 5 metros de largo, quis passar direto, sem verificar a profundidade antes. Afundou o motor todo, e teve que ser retirado, a muito custo, por um trator.

Daniel1971
13/11/2012, 13:08
Gabriel,em alguns lugares um lift faz falta, mas eu acho que um veiculo de longas viagens perde o conforto nas estradas de chão,Já andei e achei que não é viavel, mas nada contra.
Só uma duvida:Vai somente voçe?
Se for sem companhia,deve se precaver em tudo que puder investir;lembrando sempre cada vez a viatura vai pesando mais....
Abraços,
Marcos Quintaes

O mal do lift, no meu ponto de vista, é a perda de estabilidade do veículo.
Quanto a ferramentas, não só investi em um macaco inflável da Trekmaster, mas também em um GPS Garmin Nuvi 50, para uso com mapas do projeto tracksource, e nessa semana andei investindo em ferramentas como marreta, facão, silver tape, chaves de biela, lona, etc.

GabrielCarapeba
13/11/2012, 15:13
Daniel, preferiu macaco inflavel ao invés do hi lift, ou optou pelos dois? Abs

Daniel1971
13/11/2012, 16:48
Penso que ambos são interessantes de se ter, e estão na mesma faixa de preço. Comprei o Trekmaster Mi 100 na Autoz.com.br, pagando R$ 750,00 com preço incluso.

O Hi-Lift também faz muitas coisas, porém o macaco inflável me pareceu ser um pouco mais seguro de se usar. Fora que o Hi-Lift necessita da instalação de pontos de ancoragem no veículo, sendo mais indicado para os Land Rovers, que permitem a instalação desses pontos até no para-choque.

Pelo que pesquisei, se comprasse um Hi-Lift precisaria também da base plástica, para uso em terrenos acidentados/enlameados, e ainda necessitaria instalar pontos de ancoragem para ele nas laterais do carro.

Renato Franco
13/11/2012, 21:29
Olá Daniel,

Vi só agora seu tópico, e dou-lhe os parabéns pela previdencia e organização das viagens.

Não sei se ajuda, mas fiz agora em setembro Veadeiros, Jalapão, Serra da Mesa (MA), terminando na rota Lençóis/Jeri.

Veadeiros e Serra da Mesa dá pra ir de Uno. Não se preocupe com nada.

O Jalapão é mais lenda que realidade. O trecho Ponte Alta às cachoeiras do rio do sono dá pra ir de carro comum, sem qualquer dificuldade off-road. O trecho Ponte Alta Mateiros é uma estrada que um dia foi patrolada, mas está sem manutenção. Alguns trechos com pedras soltas e outros trechos com areia. Muitos buracos. Fui na seca, não tinha lama, mas com aquele tanto de areia acho difícil ver lama.

NÃO ANDE COM PNEUS BAIXOS NO JALAPÃO. Alternam-se muitos trechos de areia com trechos de pedras soltas, sendo fácil cortar pneu, ao contrário dos lençóis, onde não tem pedras. Os poucos trechos de areia mais fofa passou fácil em 3a reduzida. Sem emoção.

O Jalapão é muito mais cansativo do que difícil. Basta ter paciência para manter uma velocidade compatível com estrada e não danificar o carro. Dificuldades off-road ZERO.

Embora seja um deserto, há muito movimento de turistas, de modo que dificilmente vc vai ficar em uma enrascada muito grande se tiver algum problema.

Nos Lençóis, o trecho tutóia paulino neves está asfaltado. de paulino até barreirinhas, nesse ano está absurdamente seco. Não chegou a molhar a grade do carro nos poucos lugares que teve travessia de água (já peguei muita água lá, em outra viagem que fiz no mês de julho).

Fui também de Barreirinhas a Atins, e só tive problemas com uma Toyota de linha que o caro conseguiu atolar (estava sem tração dianteira), e tive que puxá-lo para poder passar na trilha. Rodei tudo com pneus MUD, com 20 libras.

Abraços e Boa Viagem.

PS: em Ponte Alta, NÃO FIQUE na pousada perto da ponte, o café da manhã é horrível e o quarto muito quente, o ar não dá conta. Fique na Pousada Águas do Jalapão, uns 3 km antes da cidade. É bem melhor e tem uma piscina legal. Em Mateiros, por incrível que pareça, tem opções melhores de hospedagem. Atente também para um trecho novo asfaltado que passa por Pindorama do Tocantins até Ponte Alta, para quem vem de Brasília, economiza 150 km, não precisando ir até Porto Nacional. Cheque mapa atualizado no site do DERTINS.

Daniel1971
14/11/2012, 11:27
Olá Daniel,

Vi só agora seu tópico, e dou-lhe os parabéns pela previdencia e organização das viagens.

Não sei se ajuda, mas fiz agora em setembro Veadeiros, Jalapão, Serra da Mesa (MA), terminando na rota Lençóis/Jeri.

Veadeiros e Serra da Mesa dá pra ir de Uno. Não se preocupe com nada.

O Jalapão é mais lenda que realidade. O trecho Ponte Alta às cachoeiras do rio do sono dá pra ir de carro comum, sem qualquer dificuldade off-road. O trecho Ponte Alta Mateiros é uma estrada que um dia foi patrolada, mas está sem manutenção. Alguns trechos com pedras soltas e outros trechos com areia. Muitos buracos. Fui na seca, não tinha lama, mas com aquele tanto de areia acho difícil ver lama.

NÃO ANDE COM PNEUS BAIXOS NO JALAPÃO. Alternam-se muitos trechos de areia com trechos de pedras soltas, sendo fácil cortar pneu, ao contrário dos lençóis, onde não tem pedras. Os poucos trechos de areia mais fofa passou fácil em 3a reduzida. Sem emoção.

O Jalapão é muito mais cansativo do que difícil. Basta ter paciência para manter uma velocidade compatível com estrada e não danificar o carro. Dificuldades off-road ZERO.

Embora seja um deserto, há muito movimento de turistas, de modo que dificilmente vc vai ficar em uma enrascada muito grande se tiver algum problema.

Nos Lençóis, o trecho tutóia paulino neves está asfaltado. de paulino até barreirinhas, nesse ano está absurdamente seco. Não chegou a molhar a grade do carro nos poucos lugares que teve travessia de água (já peguei muita água lá, em outra viagem que fiz no mês de julho).

Fui também de Barreirinhas a Atins, e só tive problemas com uma Toyota de linha que o caro conseguiu atolar (estava sem tração dianteira), e tive que puxá-lo para poder passar na trilha. Rodei tudo com pneus MUD, com 20 libras.

Abraços e Boa Viagem.

PS: em Ponte Alta, NÃO FIQUE na pousada perto da ponte, o café da manhã é horrível e o quarto muito quente, o ar não dá conta. Fique na Pousada Águas do Jalapão, uns 3 km antes da cidade. É bem melhor e tem uma piscina legal. Em Mateiros, por incrível que pareça, tem opções melhores de hospedagem. Atente também para um trecho novo asfaltado que passa por Pindorama do Tocantins até Ponte Alta, para quem vem de Brasília, economiza 150 km, não precisando ir até Porto Nacional. Cheque mapa atualizado no site do DERTINS.

Renato, muito obrigado por me corrigir quanto ao Jalapão, então a situação lá é diferente da que eu pensava, principalmente quanto ao terreno. Nos Lençóis, de fato, é pedra zero. Se existem pedras soltas no Jalapão, vou manter meus pneus bem calibrados por lá.

No Jalapão, andei trocando mensagens com o Arilon, da pousada Vereda das Águas. É essa a "pousada perto da ponte", ou é a da "Dona Lázara"? Vou dar preferência à pousada que você indicou, de qualquer maneira.

Achei ótima a notícia do asfaltamento de Pindorama a Ponte Alta, afinal é por lá que chegarei e sairei do Jalapão.

Asfaltaram Paulino Neves a Tutóia? Que bom! Estive lá em 2008 e ainda era estrada de terra. Mas o trecho de Paulino a Barreirinhas, tome areia! Pelo que apurei, em 2012 não choveu muito nos Lençóis, e por isso as lagoas nem chegaram a encher na época costumeira. O pneu mud rodou bem naquele areal próximo a Barreirinhas?

Muito obrigado pelas informações recentes e conselhos!

Daniel1971
14/11/2012, 11:31
Já estive na Chapada dos Veadeiros com a Patroa, em dezembro de 2010, em um Golf. Não tivemos problemas. Nos disseram que o carro 4x4 só seria recomendável para ir às Cataratas dos Couros e para dar a volta ao Parque (visitar os povoados Kalungas, por exemplo). Depois do Jalapão, neste ano devemos visitar essas Cataratas, ao descermos para Brasília.

jeisonk
14/11/2012, 15:39
O Jalapão é muito mais cansativo do que difícil. Basta ter paciência para manter uma velocidade compatível com estrada e não danificar o carro. Dificuldades off-road ZERO.


Vocês foram até as Dunas?

Abs

Renato Franco
14/11/2012, 20:16
Daniel,

A pousada que me referi é a do Arilon mesmo, não me lembrava mais do nome do distinto estalajadeiro. Se vc quiser, tenho todos os tracklogs dos locais que fui (para Garmin). Se quiser pegar guia local, fomos com o Dólar, gente fina, só que cobrou 80/dia. Achei puxado.

Os MUD andaram sem problema no areal depois de Barreirinhas, com pressão de 20 libras.

Jeison, fui sim nas dunas, só que lá não pode andar de carro em cima delas, só à pé. Tem um pouco de areia até chegar lá, mas passei com MUD cheio (36 lb - Discovery 3), em 3a reduzida.

Daniel1971
20/11/2012, 00:11
Daniel,

A pousada que me referi é a do Arilon mesmo, não me lembrava mais do nome do distinto estalajadeiro. Se vc quiser, tenho todos os tracklogs dos locais que fui (para Garmin). Se quiser pegar guia local, fomos com o Dólar, gente fina, só que cobrou 80/dia. Achei puxado.

Os MUD andaram sem problema no areal depois de Barreirinhas, com pressão de 20 libras.

Jeison, fui sim nas dunas, só que lá não pode andar de carro em cima delas, só à pé. Tem um pouco de areia até chegar lá, mas passei com MUD cheio (36 lb - Discovery 3), em 3a reduzida.

Renato,

Alguém do RJ foi mais rápido e reservou Dólar para os dias 15 a 19/12. Estou procurando outro guia. Devo ficar na Águas do Jalapão, com roteiro para 05 dias.

Figueira
25/11/2012, 23:35
Olá Pessoal,

Estou planejando uma viagem ao Jalapão no início de janeiro de 2013. Pelas notícias mais recentes, não haverá tantas dificuldades offroad no trajeto e isso já não mais me preocupa, uma vez que irei sozinho (somente meu veículo). Minha dúvida atual é se levo galão com gasolina extra. Tenho uma tracker com tanque de 66 litros e não espero um consumo pior que 6 km/L. Aos que conhecem o Jalapão, preciso carregar gasolina extra???

Dimasi
26/11/2012, 12:50
Todas as cidades tem posto de combustível. A maior distância é entre Ponte Alta e Mateiros (160 KM ), mas tem que somar o desvios para as atrações e isso depende do roteiro que vc montar, a princípio não e necessário galão extra.

Marcelo-HPE
27/11/2012, 21:21
Para ir com segurança sem medo , é melhor levar pelo menos uns 20 l de combustível reserva. o ideal é contratar um guia , pois dentro do Jalapão vc vai rodar cerca de 1100km lá dentro e os pontos turísticos ficam distantes uns dos outros , Ter cuidado para não atolar no areião para as Dunas e na lama preta de charco na trilha para a cachoeira de prata ,um par de pranchas de desatolagem seria bem vindo, numa situação ruim. o resto é estradão de chão e muita muita poeira !!!!
Boa viagem

Figueira
28/11/2012, 09:31
É, estava pensando em levar um galão de 20L, mas estava preocupado com o eventual risco de transportá-lo dentro do carro. Adoraria levar as pranchas, seriam realmente uma segurança para enfrentar algum trecho mais desafiador. Pelo uso que faço, não sei se compensaria comprá-las, mas irei checar se alguma oficina 4x4 aqui em Campinas alugaria.

Meu percurso no Jalapão será um triângulo: Dianópolis-Ponte Alta, Ponte Alta-Mateiros, Mateiros-Dianópolis (sem passar por Ponte Alta).

Abraço e obrigado pelas dicas


Para ir com segurança sem medo , é melhor levar pelo menos uns 20 l de combustível reserva. o ideal é contratar um guia , pois dentro do Jalapão vc vai rodar cerca de 1100km lá dentro e os pontos turísticos ficam distantes uns dos outros , Ter cuidado para não atolar no areião para as Dunas e na lama preta de charco na trilha para a cachoeira de prata ,um par de pranchas de desatolagem seria bem vindo, numa situação ruim. o resto é estradão de chão e muita muita poeira !!!!
Boa viagem