PDA

Ver Versão Completa : Primeira Fábrica da SUZUKI fora do Japão será no Brasil



brandtoffroad
20/04/2011, 11:23
Empresa deve investir R$ 105 milhões na unidade

A Suzuki deve anunciar a instalação de uma fábrica na cidade de Itumbiara, no sul de Goiás, até a próxima semana. Segundo informação veiculada no site oficial do governo do Estado, a montadora japonesa pretende investir R$ 105 milhões em sua nova planta - a primeira fora do Japão - e gerar cerca de 1,5 mil empregos.
A previsão é que a fábrica comece a operar entre o segundo semestre do próximo ano e o início de 2013. Os municípios de Catalão e Anápolis, também localizados no Estado, disputavam o investimento com Itumbiara.
Em entrevista publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta-feira, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Pedro Alves de Oliveira, afirmou que a fábrica "será mesmo em Itumbiara". Já o jornal O Popular afirma que o jipe Jimny, um off-road compacto 4x4, será um dos veículos produzido pela empresa no País.
Procurada, a Suzuki não havia se pronunciado sobre o assunto até o momento da publicação da matéria.

Fonte - Site Terra http://not.economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201104201300_TRR_79621686

nanito
20/04/2011, 11:35
Espero que essa notícia não seja que nem aquela de que iam vender NIVA zero km por R$ 30.000,00

Renatopami
20/04/2011, 12:37
Bem......o ABS e Duplo Air Bag vai ter que ter(lei).....pelo preço do jimny será que vão oferecer o câmbio automático?
E o motor diesel?
Se tivesse esse carrinho com motor diesel....acho que venderia 1000 jimnys mensais fácil....

nanito
20/04/2011, 12:39
Jimny diesel, com abs e duplo air bag no Brasil? Acho que vai ficar mais barato comprar um Troller ou uma Amarok...

brandtoffroad
20/04/2011, 13:11
duvido que venha motor diesel..... mas que é um sonho de consumo é .

Renatopami
20/04/2011, 13:12
Jimny diesel, com abs e duplo air bag no Brasil? Acho que vai ficar mais barato comprar um Troller ou uma Amarok...
O Jimny custa 11 mil dólares lá fora.....tem muita gordura no preço...
ABS!!

Renatopami
20/04/2011, 13:16
duvido que venha motor diesel..... mas que é um sonho de consumo é .
Isso que não entendo....porque duvidamos???
Em carro de passeio,ok....tem que mudar a legislação....mas o jimny é 4x4 e com reduzida......o carro existe em outros países com motor diesel.....porque não podemos tê-lo também.....eu acho que a resposta é:
Trazer sempre a versão mais simples para o Brasil e vender bem caro.....porque o consumidor Brasileiro é crédulo e mau informado...... e tudo compra....e com vontade!!!
ABS!!

Joao Baeta
20/04/2011, 13:24
:arrow:Jimny DDiS pesa pouco + de 1400kg... Tenho materia que faz comparação entre gasosaX diesel dos Jimny´s....
A lei manda ter motor a diesel acima de 1000kg e com a reduzida....
Como tem a Agrale e MB ML 350 CDI... Que nem usa a reduzida... Porem tem como a "1° marcha" low....! :concordo:

Lucas Kta
20/04/2011, 13:52
Isso que não entendo....porque duvidamos???
Em carro de passeio,ok....tem que mudar a legislação....mas o jimny é 4x4 e com reduzida......o carro existe em outros países com motor diesel.....porque não podemos tê-lo também.....eu acho que a resposta é:
Trazer sempre a versão mais simples para o Brasil e vender bem caro.....porque o consumidor Brasileiro é crédulo e mau informado...... e tudo compra....e com vontade!!!
ABS!!

tô na fila pra comprar um Jimny dessa fábrica aí....quero nem saber...

brandtoffroad
20/04/2011, 20:47
Isso que não entendo....porque duvidamos???
Em carro de passeio,ok....tem que mudar a legislação....mas o jimny é 4x4 e com reduzida......o carro existe em outros países com motor diesel.....porque não podemos tê-lo também.....eu acho que a resposta é:
Trazer sempre a versão mais simples para o Brasil e vender bem caro.....porque o consumidor Brasileiro é crédulo e mau informado...... e tudo compra....e com vontade!!!
ABS!!

Eu duvido porque 99% dos utilitários que vêm pra cá não vem mais com motor Diesel simplesmente porque fica inviável. O imposto é mais alto, o carro acaba ficando muito mais caro, ALÉM da péssima qualidade do nosso Diesel comparado com o resto do mundo. Isso assusta as montadoras. Eu tenho um Grand Vitara Diesel com motor eletrônico, excelente carro. mas troco os filtros de Diesel de 5 em 5 mil KM para não ter dor de cabeça, senão é certeiro.

Até Mercedes 1113 tem dificuldade pra rodar com essa porqueira de Diesel que vende aqui..

Joao Baeta
20/04/2011, 20:52
Eu duvido porque 99% dos utilitários que vêm pra cá não vem mais com motor Diesel simplesmente porque fica inviável. O imposto é mais alto, o carro acaba ficando muito mais caro, ALÉM da péssima qualidade do nosso Diesel comparado com o resto do mundo. Isso assusta as montadoras. Eu tenho um Grand Vitara Diesel com motor eletrônico, excelente carro. mas troco os filtros de Diesel de 5 em 5 mil KM para não ter dor de cabeça, senão é certeiro.

Até Mercedes 1113 tem dificuldade pra rodar com essa porqueira de Diesel que vende aqui..
:arrow:Pois é Brandt,
O Zé Edo (zezuki) tem GVTD 03 e mostrou a 3° filtro de combustivel (Logo ao lado da entrada do arrefecimento do radiador)
E resolveu 90% do problema......
O meu GVTD 01 nunca deu problema com o diesel.... Pois sempre abasteço nos msm lugares....
Tô com saudades de rodar... Escutar o barulhinho do motor.... :mrgreen:

danpeig
24/04/2011, 22:13
Acho que o reporter se enganou nesse artigo. A Suzuki monta veículos na Índia e na Espanha. Acho que tem mais um país em que fabricam os carros mas não me lembro qual é.

Joao Baeta
24/04/2011, 22:19
:arrow:Só para lembrar... A Suzuki fabricava em Canadá... E importava o Sid para EUA e Brasil (Ano 91 e 92)
E logo em 1993 e o Suzuki do Japão começou em vender até 2003 (Dividia com a Argentirna em 2001 a 2009(TK/GV)) junto com GM!
:concordo:

MaGao
25/04/2011, 16:44
Suzuki monta carro pela maruti na India até hoje.. o reporter ai ta puxando sardinha!

brandtoffroad
25/04/2011, 21:40
Mas fábrica própria mesmo acho que não mesmo. Na Argentina a fábrica era GM, na India é Marutsi, na Espanha era Santana, e no Canadá realmente sei que teve um Side sim, mas acho que era da GM ( GeoTracker - Aqui no CE até já vi uns modelos GM GeoTracker, iguaizinhos aos Vitarinha, porém com motor 1.6 16V ). Realmente parece fato que Fábrica da SUZUKI mesmo não teve em outros países não.... Se alguém puder certificar dessa reportagem com fatos reais, porque até agora eu também não tenho certeza.

SM-S
25/04/2011, 22:01
No Canadá era uma joint-venture com a GM. Você tem razão.
Geo é uma marca da GM, assim como Chevrolet, Opel etc.
Que venha o Jimny brazuca! Tenho dúvidas sobre o sucesso do modelo a Diesel por aqui. O GV e o Tracker Diesel venderam menos que a gasolina. Uma pena.
Hoje eu seria candidatíssimo a comprar um GVIII Diesel.

Renatopami
25/04/2011, 22:30
Com o diesel a 2,00 e a gasolina a 3,20 acho que iria vender muito,claro ....dependendo do preço.....e capaz da suzuki querer vender um jimny diesel a 80 mil....aí não da....:???:

marcos roth
27/04/2011, 12:02
isto e um bom sinal, montar uma fabrica no brasil com o nome suzuki mesmo, sem utilizar outras marcas para entrada do produto.
eu comprei meu gvIII sem ver detalhes do carro e sem pensar na garantia da marca, eu tinha uma pejero q estava me dando no saco algum tempo e andei no grand vitara e me apaixonei. nem fiz um bom negocio em termos financeiros porq revender mitsubishi a diesel nao e facil, mas estou muito satisfeito com o suzuki, e torço para a marca se fortalecer no brasil como um dia fez a toyota q tbm montou sua primeira fabrica fora do japao aqui, e com o tempo foi se fortalecendo.
adoro carros japoneses, ja tive honda, toyota, mitsubishi e agora apostei no suzuki, estou gostando do carro, so a mitsubishi q realmente nunca mais compraria, os carros sao bonitos tem bastante atrativos mais sua assistencia e o proprio conhecimento do carro daqueles q deveriam saber bem, deixa muito a desejar, vc acaba se sentindo orfao.
vou torcer para a suzuki cair no gosto do brasileiro, o carro e bom so a marca q no passado nao fez um bom trabalho saindo do brasil devido a crise e q muitos criticam esta postura ate hoje. mas vejo q estao fazendo um bom trabalho pelo menos ate o momento.

Joao Baeta
27/04/2011, 12:09
:arrow:Pois é Marcos....
Suzuki sempre teve maior aceitação do mercado brasileiro...
Pois eu sempre tive Suzuki..... Ex-Jimny...Samurai e GVTD...Sendo ultimo está parado na garagem...
Pois uso um 0km... Da VW Tiguan... Show o carro!
A Suzuki está no Brasil desde 1991 até hoje (Sem contar da saida em 2003 até 2008... Quando a TK voltou a ser vendido aqui em 2006)
Suzuki sempre me dá confiança...... Nunca dá pau.... Vai onde quiser... Ele ta junto!
Fiz viagens..... So te dá alegria no meio do caminho.... Ir e voltar! :dance:

marcos roth
27/04/2011, 20:52
e ai Joao,
legal esta informaçao, e bom ter retorno agradavel de quem tem a marca a um bom tempo, sempre fui fa da marca toyota ja tive varios e tenho ate hoje um toyota paseo 95 q fica com a minha esposa, pretendo ser fa da marca suzuki tbm, eu estava pensando em pegar antes de comprar o gvIII um rav4, mas ele nao consegue encarar um offroad mesmo leve, ai apostei no suzuki, acredito q fiz a escolha certa.

J Carlos
04/05/2011, 15:46
Agora é oficial Interpress Motor - Suzuki fabricar jipe Jimny em Itumbiara (GO) (http://www2.uol.com.br/interpressmotor/noticias/item38186.shl)

Renatopami
04/05/2011, 18:14
Pela atual legislação,o Jimny poderia ser fabricado com motor diesel não?
4x4 com reduzida......está correto?

alsafe
04/05/2011, 20:59
É galera... é mais que oficial... é real!!!!!

QUATRO RODAS - Suzuki oficializa fbrica no Brasil, e Jimny ser nacional (http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/suzuki-oficializa-fabrica-brasil-jimny-sera-nacional-288840_p.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social)

nanito
05/05/2011, 07:45
É galera... é mais que oficial... é real!!!!!

QUATRO RODAS - Suzuki oficializa fbrica no Brasil, e Jimny ser nacional (http://quatrorodas.abril.com.br/noticias/suzuki-oficializa-fabrica-brasil-jimny-sera-nacional-288840_p.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social)

Eu só vou acreditar quando começarem a construir a planta. 4 rodas e todas as outras "revistas especializadas" também fizeram o maior alvoroço com a volta da LADA ao Brasil vendendo Niva a 30k. E cadê a LADA?!

VOVÔ DO TROLLER
05/05/2011, 18:37
isto e um bom sinal, montar uma fabrica no brasil com o nome suzuki mesmo, sem utilizar outras marcas para entrada do produto.
eu comprei meu gvIII sem ver detalhes do carro e sem pensar na garantia da marca, eu tinha uma pejero q estava me dando no saco algum tempo e andei no grand vitara e me apaixonei. nem fiz um bom negocio em termos financeiros porq revender mitsubishi a diesel nao e facil, mas estou muito satisfeito com o suzuki, e torço para a marca se fortalecer no brasil como um dia fez a toyota q tbm montou sua primeira fabrica fora do japao aqui, e com o tempo foi se fortalecendo.
adoro carros japoneses, ja tive honda, toyota, mitsubishi e agora apostei no suzuki, estou gostando do carro, so a mitsubishi q realmente nunca mais compraria, os carros sao bonitos tem bastante atrativos mais sua assistencia e o proprio conhecimento do carro daqueles q deveriam saber bem, deixa muito a desejar, vc acaba se sentindo orfao.
vou torcer para a suzuki cair no gosto do brasileiro, o carro e bom so a marca q no passado nao fez um bom trabalho saindo do brasil devido a crise e q muitos criticam esta postura ate hoje. mas vejo q estao fazendo um bom trabalho pelo menos ate o momento.

Boa noite Marcos. Não se esqueça que o Grupo Souza Ramos (dono da Mitsubishi Brasil) é o mesmo que irá fabricar os Suzukis no Brasil. Ainda sou muito mais o legítimo Suzuki "japa" ( "made in Japan"). Abs. Válter.

fguerreiro
05/05/2011, 19:46
Agora é oficial Interpress Motor - Suzuki fabricar jipe Jimny em Itumbiara (GO) (http://www2.uol.com.br/interpressmotor/noticias/item38186.shl)

Suzuki decide instalar sua fábrica em Itumbiara, Goiás

O Estado de S.Paulo

A montadora japonesa Suzuki anunciou na última quarta-feira, 4, que vai instalar a sua fábrica de veículos em Itumbiara, no interior de Goiás. A montadora terá investimentos iniciais de R$ 100 milhões, capacidade de produção de sete mil veículos por ano e entrará em operação no final do ano que vem.

"Para nós, a fábrica representa um marco decisivo na consolidação da Suzuki no Brasil", disse Luiz Rosenfeld, presidente da Suzuki. "E ratifica nossa confiança no potencial do País", afirmou após assinatura de protocolo de intenções com o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

Rosenfeld também anunciou que o utilitário compacto Jimny, um off-road 4x4, será o primeiro veículo a sair da linha de montagem da nova fábrica japonesa, no final de 2012. O jipe tem motor de 85 cavalos de potência e motor 1,3 cm3, 16 válvulas, porta-malas de 113 litros e preço atual de R$ 54.990.

A decisão da Suzuki, de acordo com Rosenfeld, se baseou em critérios técnicos. Pesou, disse ele, garantias dadas pelo Estado e incentivos fiscais concedidos. E prevaleceu a posição geográfica de Itumbiara e facilidades de logística.

Para o governador Marconi Perillo, a Suzuki que agora se junta à Caoa Hyundai e a Mitsubishi, vai impulsionar o crescimento econômico de Goiás pela geração de tecnologia. Do ponto de vista político, a decisão encerrou disputa entre os municípios goianos de Itumbiara e Catalão, e expectativas do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal.

(O Estado de S.Paulo/O Estado de S.Paulo)

Renatopami
05/05/2011, 19:56
Boa noite Marcos. Não se esqueça que o Grupo Souza Ramos (dono da Mitsubishi Brasil) é o mesmo que irá fabricar os Suzukis no Brasil. Ainda sou muito mais o legítimo Suzuki "japa" ( "made in Japan"). Abs. Válter.
X2......não encararia um suzuki made in Souza Ramos.....só se vier com duplo air bag,abs e câmbio automático.....aí é outra estória.....
As tr4 tem muito problema de alinhamento de portas etc....dá a impressão de falta de qualidade...

brandtoffroad
06/05/2011, 07:41
eu acho difícil que a suzuki deixe sair alguma porcaria de itumbiara, mesmo sendo por parte do grupo souza ramos.

Newton Guerra
06/05/2011, 08:12
Eu encararia na boa, encarei um Tracker argentino...Pelo menos por um bom tempo a mecânica deve ser japonesa, o resto, como acabamentos, a gente dá um jeito. Duro vai ser aguentar as lanternas redondas, hehehe.

Abraços

marcos roth
06/05/2011, 11:42
espero q quando começar a montar no brasil nao caia na desgraça de montagens mal feita, porem no caso da mitsubishi q peguei nojo da marca a minha era uma pajero hpe 2004 japonesa e nao a montada no brasil q e a partir de 2007 e q tem um motor mais ze mane ainda.
mas me refiro da importancia da marca se enraizar no paiz, facilita a importaçao das peças dos gvIII e outros.
eu peguei tanta raiva da marca mitsubishi q ate vendi jaqueta e bone original q tinha comprado no salao do automovel, mas acredito q foi um azar meu e nao q a marca nao preste mas eu prefiro nunca mais ter outro.

Annibal
06/05/2011, 22:06
Quem quiser comprar Jimny de qualidade, compre antes que o Grupo Souza Ramos ponha a mão nele. Quando ouvi que a Suzuki/Souza Ramos vão montar viaturas no Brasil, torci para que não fosse o GVIII e, para sorte do GVIII, não se toca no assunto de “fabricá-lo” no Brasil. Já tive TR4 montada pela Souza Ramos, o carro continua robusto porque mantém a essência do projeto original, mas, naquilo que é feito no Brasil a pouca qualidade salta aos olhos. Os defeitos chegam ao ridículo de: lente de farol rachar, cabo de vela abrir o bico com pouca quilometragem, correia do ar condicionado que canta feito um Pavarotti, lanterna traseira entrar umidade, não conseguir alinhar o carro, vazar água no pé do carona que vai no banco dianteiro, enferrujar a quinta porta (porta malas), entre outros absurdos que não são admitidos num carro que custa R$ 75.000,00. Comparei minha TR4 2008 com algumas Pajero IO importadas, a qualidade das japonesas é muito superior.

Renatopami
06/05/2011, 23:07
Quem quiser comprar Jimny de qualidade, compre antes que o Grupo Souza Ramos ponha a mão nele. Quando ouvi que a Suzuki/Souza Ramos vão montar viaturas no Brasil, torci para que não fosse o GVIII e, para sorte do GVIII, não se toca no assunto de “fabricá-lo” no Brasil. Já tive TR4 montada pela Souza Ramos, o carro continua robusto porque mantém a essência do projeto original, mas, naquilo que é feito no Brasil a pouca qualidade salta aos olhos. Os defeitos chegam ao ridículo de: lente de farol rachar, cabo de vela abrir o bico com pouca quilometragem, correia do ar condicionado que canta feito um Pavarotti, lanterna traseira entrar umidade, não conseguir alinhar o carro, vazar água no pé do carona que vai no banco dianteiro, enferrujar a quinta porta (porta malas), entre outros absurdos que não são admitidos num carro que custa R$ 75.000,00. Comparei minha TR4 2008 com algumas Pajero IO importadas, a qualidade das japonesas é muito superior.

Eu já vi l200 outdoor 0km na concessionária,com a caçamba enferrujada....o própio jimny HR,quando começaram a pintar as laterais e para choques parece que quando derramava gasolina(no abastecimento), a tinta saia na hora....existe alguns relatos aqui no fórum....,mas parece que já resolveram....

VOVÔ DO TROLLER
06/05/2011, 23:22
Quem quiser comprar Jimny de qualidade, compre antes que o Grupo Souza Ramos ponha a mão nele. Quando ouvi que a Suzuki/Souza Ramos vão montar viaturas no Brasil, torci para que não fosse o GVIII e, para sorte do GVIII, não se toca no assunto de “fabricá-lo” no Brasil. Já tive TR4 montada pela Souza Ramos, o carro continua robusto porque mantém a essência do projeto original, mas, naquilo que é feito no Brasil a pouca qualidade salta aos olhos. Os defeitos chegam ao ridículo de: lente de farol rachar, cabo de vela abrir o bico com pouca quilometragem, correia do ar condicionado que canta feito um Pavarotti, lanterna traseira entrar umidade, não conseguir alinhar o carro, vazar água no pé do carona que vai no banco dianteiro, enferrujar a quinta porta (porta malas), entre outros absurdos que não são admitidos num carro que custa R$ 75.000,00. Comparei minha TR4 2008 com algumas Pajero IO importadas, a qualidade das japonesas é muito superior.

X 2. Você esqueceu de mencionar a péssima qualidade da correia dentada que a Souza Ramos coloca no TR4,para economizar, pois a de marca boa (que eu não me lembro o nome) é muita cara. Não acredito que a S.R. haja diferente com a Suzuki. Quem "ferrou" Pedro, "ferra" Antonio ......... e o resto. O negócio é economizar e como brasileiro é comprovadamente otário, que se dane. Abs.

VOVÔ DO TROLLER
06/05/2011, 23:27
Eu encararia na boa, encarei um Tracker argentino...Pelo menos por um bom tempo a mecânica deve ser japonesa, o resto, como acabamentos, a gente dá um jeito. Duro vai ser aguentar as lanternas redondas, hehehe.

Abraços


Boa noite Newton. Eu também já tive um Tracker. O carro é ótimo naquilo que é feito no Japão. Os acabamentos, feitos na ARgentina, realmente, são uma lástima (experiência própria). Até os parafusos dos carros montados na Argentina, são de qualidade inferior, bem como a preparação da chapa, que no Japão é bem mais elaborado, sem contar detalhes bobos de acabamento, estofamento, etc. Abs. válter

P.S. esqueci de mencionar. O meu, adquirido zero, veio com vários parafusos soltos e um deles foi apertado na porrada (será que existe torquímetro na Argentina?)

brandtoffroad
08/05/2011, 08:17
Se não nos empurrarem mais um modelo sem ABS e Airbags por mim está tudo OK. Eu sei que o Souza Ramos andou pisando na bola por um tempo, mas acredito que também seja uma falha da própria Mitsubishi por permitir que este tipo de produto que não está no padrão da matriz saia da prateleira. Entendo que a Suzuki tem um rigoroso padrão de qualidade até pelos Suzukis que já tive, e espero que a Suzuki não permita esse tipo de economia porca que fizeram com a correia dentada por exemplo, e mantenha um rigoroso controle de Qualidade nesta nova fábrica no Brasil.

Renatopami
08/05/2011, 19:43
Se não nos empurrarem mais um modelo sem ABS e Airbags por mim está tudo OK. Eu sei que o Souza Ramos andou pisando na bola por um tempo, mas acredito que também seja uma falha da própria Mitsubishi por permitir que este tipo de produto que não está no padrão da matriz saia da prateleira. Entendo que a Suzuki tem um rigoroso padrão de qualidade até pelos Suzukis que já tive, e espero que a Suzuki não permita esse tipo de economia porca que fizeram com a correia dentada por exemplo, e mantenha um rigoroso controle de Qualidade nesta nova fábrica no Brasil.
Brand.....quanto ao abs e ab2..... Eles serão obrigados a colocá-lo.....será obrigatório a partir de 2012/2013...

Voice
09/05/2011, 10:38
Brand.....quanto ao abs e ab2..... Eles serão obrigados a colocá-lo.....será obrigatório a partir de 2012/2013...

A dupla ABS/Airbag só será obrigatória em 100% dos veículos comercializados no Brasil a partir de 2014.

feijojr
11/06/2011, 22:52
Pois meus amigos aqui do forum , queria deixar meu depoimento sobre a Suzuki. Motivado pelos comentários sobre a qualidade da Gran Vitara, comprei uma 2011 em dezembro passado 0 km. Olha, já não estou mais com ela. Não aguentei a barulheira. Que carro frágil!!!! Ela bate o painel, a grade dianteira, acho que até o certificado de propriedade... Achei que fosse a minha, andei em outra e para minha surpresa era tão barilhenta quanto a minha! Francamente não gostei, contrariando tudo o que li neste forum. Já passei adiante, troquei por uma Tiguan. Finalmente silencio a bordo. Viva a VW!!!

Joao Baeta
12/06/2011, 14:47
:arrow:Feijo,
Antes de pegar o Tiguan.... Queria pegar o GV3.... Como nunca saí da marca Suzuki... Pois a marca sempre trouxe a confiança para mim... Nunca liguei para barulheira.... Tive: Jimny 01.... Agora tenho um Samurai 93...GVTD 01... E TIG 2011!
Lembrando que o Suzuki sempre tem um lado off road e sempre utilizei.... Tiguan é exelente... Mas perde bem no lado off road... Já usei em qq tipo e ela vai mesmo.... Mas tem muita eletronica.... Mas gostei muito do sistema Holdex (4x4Motion) que cumpre bem o papel... O melhor de todos é o motor 2.0TSI... Torque baixo e mt força... Parece um pouco do motor diesel...!
O proximo será um dos: GV3 ou new Tiguan....!!!!
Abs

EduTracker
13/06/2011, 20:36
Concordo com as críticas ao grupo que pretende montar os suzukis no Brasil.

Quanto à montagem e confiabilidade mecânica das TR4s, L200 e Pajeros Sports não posso opinar, pois nunca as tive, nem dirigi, embora tenha lido vários posts negativos.

Agora, quanto à estética e acabamento, basta comparar uma Pajero Sport 2001 ou um Pajero Io, por exemplo, com os fabricados em Goiás para se constatar que os japoneses eram muito mais bonitos e bem acabados.

Faróis e lanternas dianteiros e traseiros, por exemplo, foram substituídos por exemplares mais baratos e horrendos, nitidamente para ganhar uns trocados em cima do consumidor brasileiro.

Reparem no vidro traseiro, na grade e nos fárois dianteiros de uma pajero sport japonesa e da atual. Apesar de mais de 10 anos mais velhas, as japonesas parecem mais sofisticadas e mais modernas. Se eu tivesse uma Pajero Sport ou TR4 daria um jeito de trocá-los por similares importados, pois os carros, em si, são legais.

A Mitsubishi deve ter sua parcela de culpa, pois não creio que tenham deixado de consultá-la.

Desejo melhor sorte aos Suzukis brasileiros.

Abraços

Annibal
13/06/2011, 22:30
Pois meus amigos aqui do forum , queria deixar meu depoimento sobre a Suzuki. Motivado pelos comentários sobre a qualidade da Gran Vitara, comprei uma 2011 em dezembro passado 0 km. Olha, já não estou mais com ela. Não aguentei a barulheira. Que carro frágil!!!! Ela bate o painel, a grade dianteira, acho que até o certificado de propriedade... Achei que fosse a minha, andei em outra e para minha surpresa era tão barilhenta quanto a minha! Francamente não gostei, contrariando tudo o que li neste forum. Já passei adiante, troquei por uma Tiguan. Finalmente silencio a bordo. Viva a VW!!!

É este, o barulho interno, também a crítica que tenho ao GVIII (apesar de não achar tão barulhento assim), mas, neste quesito ele não fica muito longe de outros:stop:. Já fiz TD em CRV e Rav4 e o barulho é praticamente o mesmo, pouco menos. Não dirigi o Tiguan, por isso não opino, contudo a VW sempre teve fama de fazer produtos barulhentos. O GVIII, na relação custo benefício e robustez do conjunto, não tem concorrente. Nenhum outro SUV diponível no mercado brasileiro entrega ao consumidor o que o GVIII entrega pelo preço que se paga. Agora, minha espectativa é que se o GVIII vier a ser produzido pelo Grupo Souza Ramos aqui no brasil, aí é que o barulho será insuportável:twisted:

PHMH
13/06/2011, 22:45
Pois meus amigos aqui do forum , queria deixar meu depoimento sobre a Suzuki. Motivado pelos comentários sobre a qualidade da Gran Vitara, comprei uma 2011 em dezembro passado 0 km. Olha, já não estou mais com ela. Não aguentei a barulheira. Que carro frágil!!!! Ela bate o painel, a grade dianteira, acho que até o certificado de propriedade... Achei que fosse a minha, andei em outra e para minha surpresa era tão barilhenta quanto a minha! Francamente não gostei, contrariando tudo o que li neste forum. Já passei adiante, troquei por uma Tiguan. Finalmente silencio a bordo. Viva a VW!!!

Tive problemas com barulho tb, mas depois de duas visitas a concessionária foi resolvido. Você nao chegou a leva-lo?

brandtoffroad
14/06/2011, 22:36
a nova freelander já veio com o motor diesel... cade o GV III td?

Luis Artur - SP
18/06/2011, 12:22
a nova freelander já veio com o motor diesel... cade o GV III td?

Ontem dia 17/06 fiz a inspeção veicular aqui de Sampa e vi uma Pajeto Sport levar pau. Não da pra trazer motor diesel do Japão, Europa, direto pra ca, tem que mudar muita coisa. Adaptar gasolina é mais fácil, acho que a tendência da Suzuki é trazer um gasosa mais potente pra competir com os que ja tem aqui, ja trouxeram ate a aberração do 4x2!! Agora se viesse um TD, trocava o meu amanhã!!:razz:

A Oliveira
26/06/2011, 22:05
Jimny nacional, abaixo dos R$ 50 mil e com produção ainda em 2011, será?

Uma notícia de abril/11 da Auto Diário informou o seguinte:

O Suzuki Jimny vai mesmo ser fabricado no Brasil. O utilitário (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#) está em fase final de preparação das linhas de produção, com últimos fornecedores cotados. Segundo informações, ele terá produção iniciada em no máximo três meses.
Adorado por jipeiros, o Jimny é um pequeno SUV com tração nas quatro rodas (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#), motor (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#) 1.3 a gasolina (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#) e projeto antigo, como mostram seu visual e o pouco aproveitamento de espaço. Ele será montado aqui para reduzir seus preços, que devem cair para uma faixa abaixo dos R$ 50 mil – desconto de pelo menos R$ 6 mil -, graças também ao uso de componentes locais.
O lugar onde ele será produzido não foi anunciado, mas é dada como certa a fabricação em Catalão (GO), na planta da Mitsubishi Motors.
Texto: Matheus Q.Pera
Edição/Revisão: Bruno Vieira

Suzuki Jimny começa a ser feito no Brasil em três meses | AutoDiário (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses)

A Oliveira
26/06/2011, 22:44
A Auto Diário publicou em 06.05.11 a notícia que a Suzuki confirma fábrica em Itumbiara (GO) e o Jimny será o primeiro a ser produzido.

Vale a pena esperar para comprar?

Veja abaixo:

"Já havíamos informado aqui que a Suzuki anunciaria sua fábrica em Itumbiara (GO). Agora, a marca japonesa confirma o investimento para construir a planta no município do Centro-Oeste. A unidade fabril será a primeira da empresa fora do Japão e terá a missão de montar exemplares do jipinho Jimny para o mercado nacional.
O investimento ainda não teve vaor revelado, mas o parque fabril tem previsão para o início das atividades: entre o final de 2012 e o começo de 2013. Ao todo, serão sete mil exemplares anuais do Jimny entregues nas lojas brasileiras. Caso a demanda seja boa, é possível ampliar o volume de produção.

Neste ano, o Jimny emplacou 388 unidades até abril.

Texto: Matheus Q.Pera
Edição/Revisão: Bruno Vieira"

Joao Baeta
27/06/2011, 01:06
:arrow:Pois é.....
O motor a diesel do GV3 é da Renault 1.9 Td de 130cv....
Por falar nisso.. Tenho uma materia do jornal O Globo falando sobre isso..... Esta no topico de GV3....Postei ha booom tempo atras...!
:concordo:

Voice
27/06/2011, 12:03
Jimny nacional, abaixo dos R$ 50 mil e com produção ainda em 2011, será?

Uma notícia de abril/11 da Auto Diário informou o seguinte:

O Suzuki Jimny vai mesmo ser fabricado no Brasil. O utilitário (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#) está em fase final de preparação das linhas de produção, com últimos fornecedores cotados. Segundo informações, ele terá produção iniciada em no máximo três meses.
Adorado por jipeiros, o Jimny é um pequeno SUV com tração nas quatro rodas (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#), motor (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#) 1.3 a gasolina (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses#) e projeto antigo, como mostram seu visual e o pouco aproveitamento de espaço. Ele será montado aqui para reduzir seus preços, que devem cair para uma faixa abaixo dos R$ 50 mil – desconto de pelo menos R$ 6 mil -, graças também ao uso de componentes locais.
O lugar onde ele será produzido não foi anunciado, mas é dada como certa a fabricação em Catalão (GO), na planta da Mitsubishi Motors.
Texto: Matheus Q.Pera
Edição/Revisão: Bruno Vieira

Suzuki Jimny começa a ser feito no Brasil em três meses | AutoDiário (http://www.autodiario.com.br/noticia-carro/suzuki-jimny-comeca-a-ser-feito-no-brasil-em-tres-meses)

Duvido que quando vier a ser fabricado no Brasil o preço diminua. Basta ver o que aconteceu com outros veículos que passaram a ser fabricados aqui, exemplo os modelos Mitsubishi, o preço continuou o mesmo.

SX4 Marcos
28/06/2011, 19:40
Sou proprietário de uma GV e gostei do SX4 para minha esposa. O meu Suzuki sempre correspondeu às expectativas. Gostaria de saber se algum dos colegas conhece o SX4.

Marcos

Salese
28/06/2011, 20:13
Duvido que quando vier a ser fabricado no Brasil o preço diminua. Basta ver o que aconteceu com outros veículos que passaram a ser fabricados aqui, exemplo os modelos Mitsubishi, o preço continuou o mesmo.

Creio que o preço continue o mesmo, o meu medo é acontecer iguak aconteceu com a Mit, o veiculos fabricados no Brasil possuem uma qualidade inferior aos que eram fabricados no japao, acabamentos, etc...

Salese
30/06/2011, 14:18
Segue uma materia retirada do CarrosOnline:

Após deixar o Brasil em 2003 e retomar suas atividades em 2008, a Suzuki promete conquistar vendas consistentes no Brasil. Após a empresa anunciar a construção de uma fábrica em território nacional para manufaturar 3.000 unidades do Jimny por ano, fomos convidados pela própria Suzuki nos últimos dias 26 e 27 para avaliar o 4x4 compacto da marca em Ilhabela (SP).

Medindo 3,64 m de comprimento, 1,60 m de largura, 2,25 m de entre-eixos e 1,70 m de altura (um Ford Ka possui 3,83 m 1,81 m, 2,45 m e 1,42 m, respectivamente) o compacto da Suzuki transporta até quatro pessoas e é oferecido em três versões, todas equipadas com com motor 1.3 16V de 85 cavalos de potência e 11,2 kgfm de torque, câmbio manual de 5 marchas e sistema de tração traseira com seletor para 4x4 e 4x4 com reduzida. Na configuração básica o Jimny custa R$ 54.790 e entre seus principais itens de série se destacam o ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, limpador e lavador do vidro traseiro, além de pneus 205/70 R15 e faróis de neblina.

A configuração HR, intermediária, custa R$ 57.590 e oferece os mesmos itens de série da versão básica, com a adição de novos para-choques, adereços visuais nas laterais, além de novos pneus 215/75 em rodas aro 15”. Com pneus de maior área lateral, o modelo passa a ter 23,5 cm de vão livre em relação ao solo (20 cm na versão básica), além de oferecer ângulos de ataque e saída de 41º e 52º (37º e 56º na configuração de entrada). A altura do jipe também é elevada para 1,75 m na HR.

Já a configuração Jimny by DDS (R$ 75.000) foi desenvolvida em parceria com a preparadora DDS e é voltada para uso off-road severo. Esta versão conta com suspensão elevada, rodas de aro 16” com pneus off road na medida 235/85, novos para-choques, sistema de escape de aço inoxidável, motor “selado” (com proteções para evitar com que água danifique componentes elétricos e mecânicos em travessia de ricahos, por exemplo), snorkel, faróis com máscara, revestimento dos bancos com neoprene, entre outros.

Para a avaliação a Suzuki disponibilizou a configuração top de linha do jipe compacto, e aproveitamos as diversas trilhas disponíveis em Ilhabela para averiguar as capacidade do modelo.

Na trilha

Assim como a maioria dos automóveis preparados para enfrentar situações críticas de off-road, o Jimny não pode ser considerado um veículo confortável, apesar da direção hidráulica, assentos confortáveis e do ar-condicionado que foi eficiente mesmo com o calor escaldante que fazia durante a avaliação. Embora sua suspensão tenha demonstrado firmeza para a superar erosões, depressões profundas e enfrentar aclives e declives, o conjunto mostrou-se muito duro em pavimentos irregulares.

As dimensões do Jimny permitem bom espaço interno para os ocupantes dos assentos dianteiros, embora a área para pernas no assento traseiro, como foi averiguado, seja crítica. Lá, dois adultos só cabem por trajetos curtos. Já o teto alto oferece boa área para cabeça dos ocupantes em qualquer um dos quatro assentos, enquanto a boa área envidraçada permite boa visibilidade para o motorista.

Se por um lado as dimensões compactadas do Jimny o tornem ideal para ser utilizado por apenas duas pessoas, o modelo agradou pelo diâmetro de giro de 9,8 m, o que facilita em manobras tanto em locais apertados em trilhas quanto em uso urbano, na hora de balizar.

Embora o ronco do escape de aço inoxidável do Jimny by DDS sugira alto desempenho, o jipe compacto sofre com baixo rendimento de seu motor 1.3 16V, que ainda é obrigado a lidar com as rodas maiores, que exigem mais força para que possam ser movimentadas. Em aclives com muita inclinação o modelo exibiu a necessidade de ter seu sistema de tração 4x4 com reduzida ativada para evitar sobrecarregar o sistema de embreagem.

Com visual esportivo e imponente, o Jimny provou que possui potencial para enfrentar trilhas que são encaradas somente por automóveis de porte maior. Com custo elevado para sua oferta e motor com rendimento limitado, todavia, o modelo ainda precisa de aprimoramentos para se tornar uma opção mais viável.



Após a realização do test drive e a elaboração desta matéria, o engenheiro da Suzuki, Ricardo Takeo, entrou em contato com a Carro Online para informar que o Jimny by DDS disponibilizado para o teste não contava com a redução do diferencial que é implementada pela preparadora DDS. De acordo com Takeo, a redução na relação do diferencial é de 15%, o que compensa o conjunto de rodas e pneus maiores, elevando o torque do modelo.