Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 12 de 37

Tópico: Diesel ou flex?

  1. #1
    Usuário Avatar de carioca10
    Entrada
    26/03/2006
    Local
    Belo Horizonte/MG
    Idade
    54
    Posts
    635

    Post Diesel ou flex?




    Não sou o autor do texto: cada caso é um caso, e, no momento eu prefiro diesel!

    http://oglobo.globo.com/economia/mat...-914383111.asp

    ------------------------------------------------------------------------
    diesel ou flex?


    Após rodar 1.900km com a Ranger e a S10, fizemos as contas e
    analisamos os prós e contra


    RIO - A discussão sobre a venda de carros de passeio movidos a diesel
    voltou à pauta no Brasil. Para saber se compensa gastar mais na compra
    para economizar no posto, rodamos 1.900km com duas picapes e fizemos as
    contas. Primeiro, testamos a Ford Ranger a diesel. Depois, avaliamos a
    Chevrolet S10 Flexpower.

    Medir o consumo deu trabalho. A Ranger trazia computador de bordo; a
    S10, não. A solução foi zerar um tanque de gasolina e outro de álcool
    para fazer o cálculo - e são 80 litros de capacidade...

    A conta considerou o quanto seria necessário rodar com a Ranger para
    compensar a diferença de valores para uma S10 abastecida com álcool ou
    com gasolina. A picape GM é a única flex do segmento, e a Ranger é o
    modelo a diesel com menor preço do mercado.

    Para sermos justos, fizemos os mesmos caminhos com as duas picapes, com
    o cuidado de considerar as variações do tráfego por conta de
    engarrafamentos e trechos de estrada. Na média, rodamos 70% na cidade e
    30% em rodovias.

    Como era de se esperar, a Ranger bebeu pouco. Seu eficiente motor 3.0
    turbodiesel cravou a média de 10,8km/l. Mas a S10 não decepcionou:
    obtivemos as marcas de 7,7km/l com gasolina e 6,2km/l com álcool.

    Calculando apenas as despesas com combustível, na Ranger a diesel, são
    gastos R$ 0,18 por quilômetro rodado, enquanto na S10 são R$ 0,33 (com
    gasolina) ou R$ 0,28 (com álcool)

    A vantagem do diesel cai na comparação de preços. A Ranger custa a
    partir de R$ 77.960 (XLS) e traz de série ar-condicionado, direção
    hidráulica e acionamento elétrico de vidros, travas e retrovisores. Com
    os mesmos itens, a S10 Advantage sai por R$ 63.125.

    Assim, a picape movida a diesel custa R$ 14.835 a mais. Levando em conta
    apenas esta diferença, seria possível rodar 44.954 quilômetros usando só
    gasolina na S10, ou 52.982 quilômetros abastecendo sempre com álcool.

    Para quem gosta de economia, há ainda outra conta: aplicando a diferença
    de preços entre a Ranger a diesel e a S10 flex em um fundo de
    investimentos com retorno de 0,70%, teríamos um rendimento de R$ 103 - o
    que daria para rodar 367 quilômetros ao mês, com álcool "por conta".

    Seguro

    Há outros pontos que não entraram na conta, mas precisam ser
    considerados. O principal é o gasto na contratação do seguro. Simulamos
    o valor das apólices de duas Chevrolet S10 na versão Executive - a topo
    da linha. Uma era movida a diesel (R$ 90.615) e a outra era flex (R$
    69.560). Os valores são um forte argumento a favor da versão bicombustível.

    Para um homem com 40 anos de idade, morador da Zona Sul, casado e com
    garagem em casa, o seguro da Chevrolet S10 Flexpower sairá pelo valor
    médio de R$ 2.360. Já a versão movida a diesel desta picape tem a
    apólice cotada em R$ 6.080.

    A explicação sobre a diferença de preços das apólices está nos índices
    de roubo. Tal comparação entre picapes Ranger a diesel e a gasolina
    segue o mesmo caminho da S10, mas segundo corretores consultados, o
    seguro das Ford custa entre 10% e 15% menos que o das GM.

    Manutenção

    Na opinião de especialistas, os custos com manutenção são equivalentes:

    - Comparando duas picapes do mesmo modelo, uma movida a diesel e outra a
    gasolina, tem-se valores similares de manutenção. Apesar de o preço das
    peças de um carro a diesel ser mais elevado, estes motores são bastante
    robustos e duráveis, o que reduz os gastos com reposição - explica
    Marcos Amorim, proprietário de uma oficina especializada em motores e
    sistemas de injeção eletrônica.

    O diesel oferece vantagens para quem precisa de mais torque para, por
    exemplo, vencer terrenos difíceis com a caçamba carregada - e a
    capacidade de carga costuma ser maior. Quem roda muito e usa o carro
    para o trabalho também terá na diesel uma boa opção.

    - Para o trabalho pesado, optamos por três modelos a diesel: Toyota
    Hilux, Nissan Frontier Mitsubishi L200. Levamos em conta a durabilidade
    e o menor gasto com abastecimento - explica o empresário Luís Minardi,
    sócio da Barbosa Andrade Engenharia. Cada picape da frota roda, em
    média, 60 mil quilômetros por ano, e a empresa só começa a considerar a
    troca dos veículos após um período de cinco anos de uso.

    Na hora da revenda, as picapes a diesel também são mais valorizadas,
    justamente pela economia de combustível e pela comprovada durabilidade.

    Recentemente, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que há
    estudos para a liberação do uso do diesel em carros de passeio - o que
    poderá ocorrer em médio ou longo prazo. Mesmo que o combustível seja
    liberado aos veículos pequenos, suas vantagens serão restritas, ainda
    mais como opção urbana no país dos carros flex. Os cálculos que fizemos
    provam isso.

    /FICHAS TÉCNICAS:/

    1) FORD RANGER

    PREÇO: R$ 77.980

    ORIGEM: Argentina

    MOTOR: Turbodiesel, quatro cilindros, 16v, 2.958cm³, potência de 163cv
    (a 3.800rpm) e torque de 33,7kgfm (a 1.600rpm)

    TRANSMISSÃO: Tração traseira, câmbio manual de cinco marchas

    PNEUS: 235/75 R15 (245/70 R16 a partir da versão XLI)

    DIMENSÕES: Comprimento: 5,14m; largura: 1,79m; peso: 1.680kg

    CAPACIDADE DE CARGA: 1.091 quilos

    DESEMPENHO: De 0 a 100km/h em 12,8s; máxima limitada a 170km/h

    CONSUMO: 10,8km/l

    2) CHEVROLET 2.4 FLEX

    PREÇO: a partir de R$ 57.265

    ORIGEM: Brasil

    MOTOR: Bicombustível, quatro cilindros, oito válvulas, 2.405cm³,
    potência de 141cv (G) e 147cv (A) (a 5.200rpm) e torque de 21,9kgfm (a
    2.800rpm)

    TRANSMISSÃO: Tração traseira, câmbio manual de cinco marchas

    PNEUS: 225/75 R15 (235/70 R16 opcional)

    DIMENSÕES: Comprimento: 5,25m; altura: 1,73m; peso: 1.035kg

    CAPACIDADE DE CARGA: 720 quilos

    DESEMPENHO: de 0 a 100km/h em 12,8s (G) e 11,5s (A); máxima limitada a
    150km/h

    CONSUMO: 6,2km/l (A) e 7,7km/l (G)

  2. #2
    Usuário Avatar de junior braga
    Entrada
    24/08/2007
    Local
    moc/MG
    Idade
    36
    Posts
    1,576
    Se andar acima de 40.000 km/ano vá de diesel.
    Agora no MSJ - Movimento Sem JEEP
    Ex - DeMoLiDoR – CJ5 1967 beefão + 4 marchas

  3. #3
    Usuário Avatar de eduardo1968
    Entrada
    27/09/2009
    Local
    Santo Ângelo/RS
    Idade
    45
    Posts
    635
    Citação Postado originalmente por carioca10 Ver Post
    Não sou o autor do texto: cada caso é um caso, e, no momento eu prefiro diesel!

    http://oglobo.globo.com/economia/mat...-914383111.asp

    ------------------------------------------------------------------------
    diesel ou flex?


    Após rodar 1.900km com a Ranger e a S10, fizemos as contas e
    analisamos os prós e contra


    RIO - A discussão sobre a venda de carros de passeio movidos a diesel
    voltou à pauta no Brasil. Para saber se compensa gastar mais na compra
    para economizar no posto, rodamos 1.900km com duas picapes e fizemos as
    contas. Primeiro, testamos a Ford Ranger a diesel. Depois, avaliamos a
    Chevrolet S10 Flexpower.

    Medir o consumo deu trabalho. A Ranger trazia computador de bordo; a
    S10, não. A solução foi zerar um tanque de gasolina e outro de álcool
    para fazer o cálculo - e são 80 litros de capacidade...

    A conta considerou o quanto seria necessário rodar com a Ranger para
    compensar a diferença de valores para uma S10 abastecida com álcool ou
    com gasolina. A picape GM é a única flex do segmento, e a Ranger é o
    modelo a diesel com menor preço do mercado.

    Para sermos justos, fizemos os mesmos caminhos com as duas picapes, com
    o cuidado de considerar as variações do tráfego por conta de
    engarrafamentos e trechos de estrada. Na média, rodamos 70% na cidade e
    30% em rodovias.

    Como era de se esperar, a Ranger bebeu pouco. Seu eficiente motor 3.0
    turbodiesel cravou a média de 10,8km/l. Mas a S10 não decepcionou:
    obtivemos as marcas de 7,7km/l com gasolina e 6,2km/l com álcool.

    Calculando apenas as despesas com combustível, na Ranger a diesel, são
    gastos R$ 0,18 por quilômetro rodado, enquanto na S10 são R$ 0,33 (com
    gasolina) ou R$ 0,28 (com álcool)

    A vantagem do diesel cai na comparação de preços. A Ranger custa a
    partir de R$ 77.960 (XLS) e traz de série ar-condicionado, direção
    hidráulica e acionamento elétrico de vidros, travas e retrovisores. Com
    os mesmos itens, a S10 Advantage sai por R$ 63.125.

    Assim, a picape movida a diesel custa R$ 14.835 a mais. Levando em conta
    apenas esta diferença, seria possível rodar 44.954 quilômetros usando só
    gasolina na S10, ou 52.982 quilômetros abastecendo sempre com álcool.

    Para quem gosta de economia, há ainda outra conta: aplicando a diferença
    de preços entre a Ranger a diesel e a S10 flex em um fundo de
    investimentos com retorno de 0,70%, teríamos um rendimento de R$ 103 - o
    que daria para rodar 367 quilômetros ao mês, com álcool "por conta".

    Seguro

    Há outros pontos que não entraram na conta, mas precisam ser
    considerados. O principal é o gasto na contratação do seguro. Simulamos
    o valor das apólices de duas Chevrolet S10 na versão Executive - a topo
    da linha. Uma era movida a diesel (R$ 90.615) e a outra era flex (R$
    69.560). Os valores são um forte argumento a favor da versão bicombustível.

    Para um homem com 40 anos de idade, morador da Zona Sul, casado e com
    garagem em casa, o seguro da Chevrolet S10 Flexpower sairá pelo valor
    médio de R$ 2.360. Já a versão movida a diesel desta picape tem a
    apólice cotada em R$ 6.080.

    A explicação sobre a diferença de preços das apólices está nos índices
    de roubo. Tal comparação entre picapes Ranger a diesel e a gasolina
    segue o mesmo caminho da S10, mas segundo corretores consultados, o
    seguro das Ford custa entre 10% e 15% menos que o das GM.

    Manutenção

    Na opinião de especialistas, os custos com manutenção são equivalentes:

    - Comparando duas picapes do mesmo modelo, uma movida a diesel e outra a
    gasolina, tem-se valores similares de manutenção. Apesar de o preço das
    peças de um carro a diesel ser mais elevado, estes motores são bastante
    robustos e duráveis, o que reduz os gastos com reposição - explica
    Marcos Amorim, proprietário de uma oficina especializada em motores e
    sistemas de injeção eletrônica.

    O diesel oferece vantagens para quem precisa de mais torque para, por
    exemplo, vencer terrenos difíceis com a caçamba carregada - e a
    capacidade de carga costuma ser maior. Quem roda muito e usa o carro
    para o trabalho também terá na diesel uma boa opção.

    - Para o trabalho pesado, optamos por três modelos a diesel: Toyota
    Hilux, Nissan Frontier Mitsubishi L200. Levamos em conta a durabilidade
    e o menor gasto com abastecimento - explica o empresário Luís Minardi,
    sócio da Barbosa Andrade Engenharia. Cada picape da frota roda, em
    média, 60 mil quilômetros por ano, e a empresa só começa a considerar a
    troca dos veículos após um período de cinco anos de uso.

    Na hora da revenda, as picapes a diesel também são mais valorizadas,
    justamente pela economia de combustível e pela comprovada durabilidade.

    Recentemente, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que há
    estudos para a liberação do uso do diesel em carros de passeio - o que
    poderá ocorrer em médio ou longo prazo. Mesmo que o combustível seja
    liberado aos veículos pequenos, suas vantagens serão restritas, ainda
    mais como opção urbana no país dos carros flex. Os cálculos que fizemos
    provam isso.

    /FICHAS TÉCNICAS:/

    1) FORD RANGER

    PREÇO: R$ 77.980

    ORIGEM: Argentina

    MOTOR: Turbodiesel, quatro cilindros, 16v, 2.958cm³, potência de 163cv
    (a 3.800rpm) e torque de 33,7kgfm (a 1.600rpm)

    TRANSMISSÃO: Tração traseira, câmbio manual de cinco marchas

    PNEUS: 235/75 R15 (245/70 R16 a partir da versão XLI)

    DIMENSÕES: Comprimento: 5,14m; largura: 1,79m; peso: 1.680kg

    CAPACIDADE DE CARGA: 1.091 quilos

    DESEMPENHO: De 0 a 100km/h em 12,8s; máxima limitada a 170km/h

    CONSUMO: 10,8km/l

    2) CHEVROLET 2.4 FLEX

    PREÇO: a partir de R$ 57.265

    ORIGEM: Brasil

    MOTOR: Bicombustível, quatro cilindros, oito válvulas, 2.405cm³,
    potência de 141cv (G) e 147cv (A) (a 5.200rpm) e torque de 21,9kgfm (a
    2.800rpm)

    TRANSMISSÃO: Tração traseira, câmbio manual de cinco marchas

    PNEUS: 225/75 R15 (235/70 R16 opcional)

    DIMENSÕES: Comprimento: 5,25m; altura: 1,73m; peso: 1.035kg

    CAPACIDADE DE CARGA: 720 quilos

    DESEMPENHO: de 0 a 100km/h em 12,8s (G) e 11,5s (A); máxima limitada a
    150km/h

    CONSUMO: 6,2km/l (A) e 7,7km/l (G)
    Esse papo de investir em fundo de investimento pode te afundar, não é justificativa para comparar uma ranger diesel com uma s10 flex, ainda se fosse com um uno mille fireflex até que dava.

    Quero ver quanto vai pegar por uma s10 flex daqui 3 anos com 100 mil k rodados
    Amarok CD 4x4 SE 2014 180cv
    Ex Ranger XLS CD 4x4 2.8 2005

  4. #4
    Usuário Avatar de Edintruder
    Entrada
    25/12/2004
    Local
    Rio Grande/RS
    Idade
    35
    Posts
    12,397
    Mas é justamente esse ponto que ninguém põe no papel e eu acho que bota qualquer comparação por água abaixo, pois na hora da venda também existe essa diferença entre diesel e flex, dessa maneira o valor do modelo diesel nunca será perdido em 40.000km!

    Dessa forma, se tiver dineiro pra pegar diesel, sempre terá vantagens pois na hora da venda o valor é recuperado. O único ponto a ser comparado pois é um valor perdido, é o seguro.
    FEMIL 97 MWM X10 4x4 - SL 6" - 33" - BW1356 mecânica - Snorkel - Guincho 12000lbs - Movida à dinossauro! Looking for a extended cab in gravyards

  5. #5
    Usuário Avatar de Daniel.Shimomoto
    Entrada
    30/01/2009
    Local
    Garça/SP
    Idade
    35
    Posts
    1,600
    Quero ver agora com o álcool subindo.....

    Paguei hj R$1.67/L....

    PS: Esqueceram de contar que o motor diesel com 100 mil km ainda está com 25% da sua vida util e esses flex podem até chegar nos 400 mil km, mas não sem antes estourar alguma coisa.
    Ford F-1000 XLT 4x4 1998/1998 - BF Goodrich A/T 31x10.5 e RL AVM - "Efão"
    VW Fusca 1983 - 1600 - "Galaxie 500"
    Ex. Ford Ranger XLT 3.0 - "Centenária"

  6. #6
    Usuário Avatar de carioca10
    Entrada
    26/03/2006
    Local
    Belo Horizonte/MG
    Idade
    54
    Posts
    635
    As montadoras querem que o público de O GLOBO leia que veículos flex compensam, e, O GLOBO atende a elas.
    4X4 Brasil

  7. #7
    Usuário
    Entrada
    11/11/2008
    Local
    jataí/GO
    Idade
    42
    Posts
    305
    com a diferença no valor do ipva e do seguro, dá pra rodar bastante também. Não é a toa que a s10 flex vende tanto. Embora pra mim, picape tem que ser diesel, ainda mais 4x4. Mas para quem quer uma picape como carro de passeio (não entendo isso, mas, é o uso principal), uma s10 flex sai mais em conta que uma diesel no final das contas.

  8. #8
    Usuário Avatar de dudu83
    Entrada
    26/11/2007
    Idade
    31
    Posts
    2,864
    no inicio da reportagem foi mencionado que o comparativo tinha sido feito por causa da discursao dos veiculos a diesel, pra quem conhece por exemplo um golf movido a oleo diesel sabe que este faz uns 20 km/l tranquilo e que um corola europeu movido a gasolina "pura" faz uns 18 km/l (experiencia propria) entao a discusao deveria ser focada na obrigatooriedade da mistura gasolina / alcool pq tenho certeza que qualquer veiculo nacional 1.0 nao sendo flex (gambiarra pura) e rodando com gasolina de qualidade tenho certeza que facilmente faria 20 km/l ...

    esse brazil zil zil....

    (imagina o imposto de um automovel movido a diesel????)
    Ranger cs XL 4x4 3,0 07 / Ranger cs XL 4x4 3,0 08
    Band jipe 00 X2 / Band CD 01 e 97 / cs 98
    D60 81 perkins 6358 4x4

  9. #9
    Usuário Avatar de Glaicon
    Entrada
    22/06/2009
    Local
    Florianópolis/SC
    Idade
    46
    Posts
    2,137
    Motor diesel pode mergulhar no rio ou numa enxurrada das ruas de São Paulo. Basta o respiro do motor ficar de fora.
    Veículos à álcool ou gasolina precisam cuidar até das poças d'água.
    Impossível analisar só o custo do combustível num comparativo desses.

  10. #10
    Usuário
    Entrada
    26/05/2009
    Idade
    38
    Posts
    235

    4x4

    Citação Postado originalmente por Glaicon Ver Post
    Motor diesel pode mergulhar no rio ou numa enxurrada das ruas de São Paulo. Basta o respiro do motor ficar de fora.
    Veículos à álcool ou gasolina precisam cuidar até das poças d'água.
    Impossível analisar só o custo do combustível num comparativo desses.
    Principalmente pra quem gosta ou precisa de 4x4...hj em dia somente a triton a gasolina e futuramente flex possui essa opção...aí se inverteriam os preços... a ranger diesel por setenta e poucos mil e a triton por cem\cento e poucos mil...

    valeu
    SUZUKI GRAN VITARA 2010

  11. #11
    Usuário
    Entrada
    28/06/2008
    Idade
    31
    Posts
    1,116
    Acho esse tipo de comparativo uma ilusão, se for colocar na ponta da caneta os custos INCLUINDO A REVENDA a diferença será equiparada...lógio que o modelo gasolina/flex ficará um pouco na frente, mas nada que justifique tanta "conversa mole". Essas matérias são tendenciosas e parciais, só um leigo mesmo pra cair nisso...

    Seguro é uma coisa individual...há muitas variáveis, acho injusto citar o seguro na matéria, principalmente pela diferença (mais q o dobro)...isso mostra o quão tendenciosa é...

    A Pajero Sport é uma exemplo, a Mit já deixou claro que a manutenção da versão V6 Flex será mais salgada que a Diesel....

  12. #12
    Usuário Avatar de leobnaval
    Entrada
    03/06/2007
    Local
    Piracicaba/SP
    Idade
    25
    Posts
    5,604
    Gostei da reportagem.

    Mas isso não muda minha opinião camionete é diesel...


    Citação Postado originalmente por Glaicon Ver Post
    Motor diesel pode mergulhar no rio ou numa enxurrada das ruas de São Paulo. Basta o respiro do motor ficar de fora.
    Veículos à álcool ou gasolina precisam cuidar até das poças d'água.
    Impossível analisar só o custo do combustível num comparativo desses.
    Isso ja foi muito pior ou melhor hehehe
    Porque hoje os motores a gasolina estão bem mais tolerantes a água e os motores a diesel common rail menos tolerantes.

Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Tópicos Similares

  1. O motor Maxion é muito ruim?
    Por Robonson no fórum Chevrolet - GM
    Respostas: 296
    Última resposta: 15/12/2013, 21:02
  2. aditivos p/ diesel adianta alguma coisa?
    Por edwint no fórum Picapes
    Respostas: 109
    Última resposta: 07/06/2011, 22:21

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
Topo