Página 2 de 5 PrimeiroPrimeiro 12345 ÚltimoÚltimo
Resultados 13 a 24 de 59
  1. #13
    Usuário Avatar de Cavalcante
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    41
    Posts
    1,159



    All,

    Adaptação dos freios terminada, assim como da embreagem. Resultado: agora tenho de dar uma de bailarino, os pedais ficaram tão macios que tenho de pisar na ponta dos pés

    A embreagem está mais leve que a do meu corsa, e o freio, encostou, pegou. No eixo traseiro continua não muito eficiente, mas tudo bem, já esperava por isso, tanto que já começo a pensar no freio a disco, mas só depois de tomar um fôlego$$$. Pra completar só falta uma direção hidráulica...

    []s

  2. #14
    Usuário Avatar de Rones Jr
    Entrada
    17/03/2006
    Local
    Vila Velha/ES
    Idade
    39
    Posts
    1,364

    Freios

    Colega,
    Foi a melhor explicação sobre adapatção do freio que já vi. O primeiro item mecânico que vou mexer no Shrek após a reforma é o conjunto servo/cilindro.
    A dúvida: por que o do Kadett...jah que não plug and play?
    Pensei em procurar um que já tenha 3 saídas como o original, assim seria só verificar as conexões e pronto!
    No meu caso já tenho boa parte do serviço pronto por que meu conjuto já está afastado por conta da DH.
    Até agora achei o conjunto da Strada/Pálio com estas caracateristicas, q acha?
    Como vc inverteu o estepe?

  3. #15
    Usuário Avatar de Cavalcante
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    41
    Posts
    1,159
    Porque o do Kadett? Porque muita gente já tinha dito que ficava bom, porque é barato, e porque no kadett pelo menos era bom. Agora, que ficou do cacete, ficou.
    O que você tem de analisar é o seguinte: quanto maior o diâmetro do servo-freio, menor a força aplicada no pedal para uma mesma frenagem. O mesmo vale para o cilindro mestre. Uma boa opção é comparar os cilindros de roda do carro original (palio, strada, por exemplo) com os do niva. Se eles forem menores que os do niva, é bastante provável que não fique bom. Quanto às roscas, o melhor a fazer, para evitar um monte de adaptadores, é retirar os três tubos rígidos que saem do cilindro mestre, levar numa loja de conexões, junto com o novo cilindro mestre, e pedir pra fazer novos tubos, nos comprimentos e roscas adequados, preferencialmente em cobre, que é maleável.
    Quanto ao estepe, o meu já está no bagageiro faz tempo, então não tive esse problema...

  4. #16
    Usuário Avatar de MANFREDI
    Entrada
    18/05/2005
    Idade
    50
    Posts
    520
    A minha CURTA estória de freio do Niva:

    Fui até a Motorfort em Atibaia e coloquei um cilindro novo, original. O freio continua com o pedal ficando mais fundo mas agora está eficiente.

    Prefiro manter a "originalidade", certo Cav?

    []s

  5. #17
    Usuário Avatar de Rones Jr
    Entrada
    17/03/2006
    Local
    Vila Velha/ES
    Idade
    39
    Posts
    1,364
    Mais uma dúvida....já que estou planilhando o projeto FREIO. Podemos usar o reservatório de fluido de freio ORIGINAL com o sistema GM? Se sim, como?

  6. #18
    Usuário Avatar de Cavalcante
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    41
    Posts
    1,159
    Bom, o novo cilindro mestre possui reservatório incorporado. O único problema é que a bóia do niva é do tipo N/A (o contato fica aberto quando está tudo ok) e a do novo é NF. Vai precisar de um relé auxiliar para acionar a luz de fluido de freio.

  7. #19
    Usuário Avatar de Rones Jr
    Entrada
    17/03/2006
    Local
    Vila Velha/ES
    Idade
    39
    Posts
    1,364

    Troquei pelo GM ....e não ficou bom.

    Bem, segui a receita:

    Conjunto Kadett – pós 97, VARGA. E mais: troquei flexíveis conforme manda o manual do mecânico.

    Monta tudo, sangra, na hora do teste de pista o hidrovácuo sequer atuava...ainda assobiava e barulho de escape de ar. Troca o hidro, vem outro Varga....mesma coisa. PQP....pensei eu, vamos tentar de outra marca...vem um da Controil....monta, ok, mas ainda assim ta estranho. Sagramos de novo e desmontamos, descobrimos a coifa solta obstruindo o filtro do hidro. Ok. Fase 1 completed.

    Vamos andar, ok, ficou ultra macio, mas.....ficou com um puta curso no pedal. Tipo assim....começa a atuar logo no início, mas de forma leve......vai, vai, vai...até que chega no famoso tapa no pedal....e freia leve, macio....mas com muito curso. Minha esposa vai odiar...

    Como começamos as 10 da manhã....e terminamos as 10 da noite....amanhã mexo de novo, mas fica a dúvida, o que pode estar causando o curso kilométrico?

    Seguem minhas desconfianças:

    1 - regulagem do interruptor do freio, mas logo lembro acima, a frenagem começa logo no primeiro toque....logo está atuando.

    2 – os tubos dos circuitos principais e auxiliares dianteiros ficaram invertidos no cilindro mestre, fazendo com que os auxiliares (mais fracos) atuem inicialmente....e só depois os principais começam a atuar....deixando o curso longo.

    3 – alguém ta me sabotando....


    Galera, é sério....HEEEEELLLLPPPPPPP!!!!!!!!!

  8. #20
    Usuário Avatar de Cavalcante
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    41
    Posts
    1,159
    Acho que a segunda hipótese é a mais provável, já que como você mesmo disse, encostou, começou a frear. O meu está com um curso praticamente igual ao que era antes, se for maior é muito pouca coisa, mas também é um pouco progressivo, coisa que eu gosto.
    A tubulação principal foi ligada às saídas do lado do hidrovácuo e a auxiliar à saída da ponta do cilindro mestre.
    Agora, que é macio, isso não há dúvida, não é?

  9. #21
    Usuário Avatar de Rones Jr
    Entrada
    17/03/2006
    Local
    Vila Velha/ES
    Idade
    39
    Posts
    1,364

    Freios....agora foi"!

    O caso foi o seguinte: não havia falado, mas sim as lonas estavam reguladas...aperta e depois começa a soltar até liberar levemente a roda trazeira.
    Os tubos estavam igual ao esquema hidráulico do Niva.
    Depois muito olha daqui e olha dali, chora, acende uma vela....olha pro servo e cilindro originais....aumentamos a haste de acionamento...aliás já havíamos feito com regulagem, porca , contra-porca, etc. Regulamos por dentro mesmo.
    Pedal subiu e o curso de frenagem ...até o tapa do pedal, diminui...agora tá freiando igual ao Corsa, mas não como no Pálio Fire (sem curso algum).
    Sem comparação e todo mundo feliz"!!!!...Incluso o piloto!
    Resumo: em questão de freios...pra ficar tudo zero,só falta trocar os reparos das pinças dinateiras....mas isso, nós trocamos com vida útil ou espera dar problema?

    Abraços,

  10. #22
    Usuário Avatar de Cavalcante
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    41
    Posts
    1,159
    Freio não é uma coisa muito boa de se esperar dar problema, né? Se está fazendo, já faz tudo de uma vez...

  11. #23
    Usuário Avatar de Peter
    Entrada
    01/10/2005
    Idade
    70
    Posts
    831
    Rones

    Não deixe para depois, o que voce pode(deve)fazer hoje!!!
    [ ] s
    Peter

  12. #24
    Usuário Avatar de Rones Jr
    Entrada
    17/03/2006
    Local
    Vila Velha/ES
    Idade
    39
    Posts
    1,364
    Galera,

    calma ahê!!!...as pinças foram desmontadas, veirificadas e limpas....estão ok. Indo e voltando o tempo todo....só falei sobre os reparos...pois só falta isso pra trocar nos freios....de resto foram, por ondem: equalizadora trazeira, lonas, flexível traz, pastilhas... agora servo, cilindro mestre e flexíveis dianterios.
    ....de qualquer forma...depois dos avisos...vou pedir o kit de reparos de algum fornecedor....e taskar no lugar!rsssss
    Abraços...muito bem freiados!!!

    Rones

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
Topo