Página 1 de 12 1234567891011 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 12 de 137
  1. #1
    Usuário
    Entrada
    29/09/2008
    Idade
    40
    Posts
    45

    Angry Problema Crônico com Discovery 3 Diesel - "Combustível sujo"




    Sei que o assunto é recorrente, porém achei necessário um tópico exclusivo para tratar deste assunto.
    Quando comprei minha disco 3, sabia do problema, mas como existiam pessoas que nunca tiveram problema até então, juntamente com os ótimos vendedores da marca e um teste drive fenomenal, me convenci a comprar. O carro é demais, diga-se de passagem.
    Sempre abasteci com diesel premium Petrobras básicamente em um único posto. Rodava com filtro de combustivel reserva e aprendi a troca-lo na concessionária por saber da possibilidade de dar m...
    Rodando na cidade de Vitória ES onde moro, deu aquela pane no sistema de injeção. Voltou normalmente e depois troquei o filtro de combustivel. Tudo certo.
    Como o carro estava com 33 mil Km rodados, resolvi antecipar a revisão de 36 mil Km e fui para BH com o carro (Vitória não tem concessionária). Pronto. A viagem foi um tédio. Era só passar dos 2000 giros que o carro parava. Cheguei a ficar na estrada com a família sem o carro querer pegar. Só pegou, depois de insistir uns 20 min. Foi rodando com até 2000 giros até a concessionária.

    Depois da revisão feita, verificou-se que o filtro estava limpo, pois tinha rodado apenas 600km e um bico injetor estava sujo. Feito a limpeza e demais serviços de revisão o carro foi "devidamente" testado no computador e na rua, e então entregue em "perfeito" estado.

    Na estrada voltando para Vitória com menos de 100km rodados o problema voltou. Para não ser guinchado, segui o mesmo procedimento de rodar até 2000 giros para chegar em casa. Era caminhão pesado subindo colado na minha trazeira... Tédio e grande risco com minha familia a bordo.

    O carro voltou para concessionária guinchado pela garantia. E hoje chegou a conta:

    19 25 02 FILTRO DIESEL SUBST A S 0,60 150,00 90,00
    19 50 13 TESTE PRESSAO LINHA A S 0,20 150,00 30,00
    19 55 00 REMOV.TANQUE COMBUST ACESSO A S 1,70 150,00 255,00
    19 55 02 DRENAR O COMBUSTIVEL A S 0,30 150,00 45,00
    DI AG NO ST4 DIAGNOSTICO COM T4 D S 1,00 150,00 150,00
    LI MP EZ A LIMP.TANQUE BICOS ETC F S 3,00 150,00 450,00
    COMBUSTIVEL ABASTECIMENTO DO VEICULO G S 1,00 100,00 100,00
    00 LR009705 FILTRO COMBUSTIVEL PCM S 8 1 233,14 233,14
    00 WGS500120 BOMBA COMBUSTIVEL PCM S 5 1 2794,05 2794,05*
    Total do Reparo 4.147,19


    A Land Rover alega que o combustível está imundo e danificou minha bomba e etc.
    Por que não foi verificado isso na revisão onde já tinha relatado o problema?
    Porque minha hilux SW4 que abastece no mesmo posto não apresenta problemas?

    Será que o problema é do nosso péssimo combustível ou da marca Land Rover que não deveria importar um produto que não pode rodar com o combustível disponibilizado no Brasil?

    Estou afim de perguntar a um Juíz...8)
    4X4 Brasil

  2. #2
    Usuário Avatar de mauromosc
    Entrada
    14/04/2007
    Local
    São Paulo/SP
    Idade
    34
    Posts
    420
    O problema está em nosso díesel que é uma verdadeira porcaria(a Volvo na apresentação do seu caminhão de 700cv não deixou a imprensa realizar testes porque no Brasil não há combustível com qualidade para ser usado nos motores Euro V) e a Land Rover espertamente esqueceu de fazer a tropicalização do motor para os padrões brasileiros.
    Mauro Mosczynski
    Land Rover Defender 110 "Picles": rodas, volante, bancos, velocimetro, diferencial, câmbio, capô, porta

  3. #3
    Usuário Avatar de enymuller
    Entrada
    06/09/2008
    Idade
    47
    Posts
    67
    É... Preocupante mesmo.

    Ontem eu voltava pela BR-040 e estava começando a notar o carro já não com aquela mesma força principalmente em retomadas. O carro estava um pouquinho mais "xôxo" digamos assim.

    Como fui ver o negócio dos pneus eu aproveitei e reportei também essa "xoxância" para o pessoal da concessionária. Eles escanearam o sistema, não acharam nenhum erro. A última troca do filtro de combustível tinha sido aos 20.000 mais ou menos após a volta de Atacama. O carro agora está com 30.000 km. Então trocamos o filtro e o software fez algumas atualizações no módulo do carro. Saímos para testar e a antiga agilidade dele parecia estar de volta, o carro estava mais "esperto" de novo. Tanto eu como minha esposa que tbm pega o carro tanto como eu, on e off road, também sentiu. Em teoria, problema resolvido.

    Agora...
    Ninguém verificou mais nada. O procedimento padrão hoje em dia com esses computadores é "colocar na máquina", ler os códigos de erro e fazer o que o manual recomenda. Até aí tudo bem, mas o problema é quando não foi gerado nenhum código de erro. Ou seja, será que tem algum componente lá prestes a dar um defeito (e aí sim gerar um código de erro) que uma inspeção visual a moda antiga talvez tivesse revelado? Mas aí vc já ficou na estrada, né?

    Não sei, antes que me atirem pedras eu não tenho conhecimento mecânico (e eletrônico...) aprofundado mas é uma situação como a do Leo que nos deixa inseguros. Ainda mais porque ele tinha acabado de fazer uma revisão e nada apareceu.

    Ou será que por um azar danado foi o combustível do posto de BH onde você abasteceu depois da revisão que pode ter um combustível meio mais ou menos?
    Evoque SD4 Prestige "Pequetito"
    Discovery 3 TDV6 "Bicho Buck"
    Toyota Hilux CD SRV D-4D 3.0


  4. #4
    Usuário
    Entrada
    29/08/2010
    Local
    SJRio Preto/SP
    Idade
    46
    Posts
    523
    Amigos,

    Ainda não fui "sorteado" com o problema do diesel, embora já tenha rodado mais de 20 k nesses 5 meses.

    Duas dicas, porém, que me passaram, e, até agora, tem funcionado:
    1 - usar diesel comum, não aditivado nem premium - o risco de problema com sujeira é menor, pois é diesel "novo", que não fica muito tempo armazenado;
    2 - nunca deixar o tanque esvaziar para encher, abastecer sempre com pouco volume, pois se pegar um diesel "bichado", dilui com o diesel bom no tanque, diminuindo o risco de entupimento.

    Ademais, na última revisão que fiz o pessoal do concessionário disse que há uma normativa da fábrica para fazer remoção e limpeza do tanque a cada duas revisões (24 k), ou mesmo antes, se constatada sujeira na peneira do tanque por inspeção visual.

    Abs.

  5. #5
    Usuário
    Entrada
    29/09/2008
    Idade
    40
    Posts
    45
    Marcelo,

    O combustivel de BH foi o mesmo da Petro - Premium. E o problema não começou, persistiu.

    vlw

  6. #6
    Usuário Avatar de enymuller
    Entrada
    06/09/2008
    Idade
    47
    Posts
    67
    E no mínimo você deu um belo de um esporro no pessoal da concessionária que entregou o carro com o problema não resolvido?
    4X4 Brasil
    Evoque SD4 Prestige "Pequetito"
    Discovery 3 TDV6 "Bicho Buck"
    Toyota Hilux CD SRV D-4D 3.0


  7. #7
    Usuário Avatar de neilsonhenriques
    Entrada
    20/04/2008
    Idade
    37
    Posts
    1,739
    A verdade é que o combustível brasileiro é mesmo uma boa bosta e de certo o D3 é muito mais sensível a isso que outros carros como o Pajero Full e a SW4.

    Há dois anos abasteço sempre no mesmo posto com gasolina Pódium porque confio no dono.
    Tempos atrás houve um episódio em que o carro começou a ratear e a tremer imediatamente após o frentista tirar a mangueira de gasolina. Nada que comprometesse demais a potência, até porque, eu não exijo muito do motor.
    Esperei o tanque esvaziar e completei de novo, no mesmo posto, e o problema foi embora. Só aconteceu essa única vez.

    Alguém arrisca um palpite ?

    Mas fiquemos com o paradoxo: se a Land Rover deixasse de vender o Discovery aqui porque ele não gosta do nosso diesel, estaríamos satisfeitos por não ter o modelo disponível para o Brasil e sim para o resto do mundo ?

    Surpresa MESMO foi a peça que foi pro bagaço no D3 do Leo:
    00 WGS500120 BOMBA COMBUSTIVEL PCM S 5 1 2794,05 2794,05

    WTF !!!

    Abraço,
    Neilson
    Discovery 3 V8 HSE | TR4 Flex
    (vivendo a vida com opção de reduzida)

  8. #8
    Usuário
    Entrada
    29/09/2008
    Idade
    40
    Posts
    45
    Eu preferia não ter a disponibilidade do carro, com o argumento que nosso combustivel estraga o motor do carro, a ter o carro e ficar pagando fortunas de concerto por um problema conhecido de incompatibilidade com o combustivel comercializado no Brasil.
    A Land Rover tem que fazer adaptação do carro a realidade brasileira e pronto. Assim como fizeram Toyota, mitsubishi, hyunday, etc...
    4X4 Brasil

  9. #9
    Usuário Avatar de enymuller
    Entrada
    06/09/2008
    Idade
    47
    Posts
    67
    É aí a gente fica naquele dilema mesmo...
    Disponibiliza com combustível ruim ou não coloca o modelo a venda porque sabe que vai dar problema?

    É nesse ponto que entra a confiança que a gente tem na marca. Até que ponto a gente acredita que a empresa de fato valoriza os seus clientes ou não, enfatizando somente os lucros.

    Tem o caso histórico da Ford que nos anos 70 com o modelo Ford Pinto (nome infeliz pra carro mas tudo bem...) e um problema de design do tanque de combustível que no caso de uma colisão traseira corria o sério risco de se romper, resultando em incêndio. A empresa fez os cálculos e chegou a conclusão que sairia mais barato pagar indenizações às eventuais vítimas de queimaduras nos incêndios resultantes do que fazer um redesign e recall dos carros. E deixou por isso mesmo até esses documentos vazarem.

    Trazendo para o nosso caso. O que significa menos lucros para a empresa? Deixar de vender o motor a diesel aqui no Brasil ou substituir as eventuais peças danificadas na garantia? Não falo nem em custos para adaptar o motor a o diesel ruim de mercados emergentes... Vou na opção mais barata que é simplesmente não oferecer o modelo a diesel. Detalhe... Isso SE você tiver que substituir as peças na garantia, pois como no caso do Leo, a empresa simplesmente vai alegar que isso não é problema dela, mas do diesel, e simplesmente apresentar a conta. Ou seja... Apresenta a conta e dane-se, custo para a empresa? Zero. Oferece o modelo a diesel e pronto. Negócio da China.

    Nesse ponto eu vejo o que a Toyota faz. Cadê o novo Land Cruiser Prado? Não pode ser lançado aqui porque o motor original dele não se dá bem com o nosso diesel. A empresa então substitui o problemático pelo motor da SW4, que funciona bem por aqui. Isso quer dizer que a Toyota é boazinha conosco e se preocupa com os clientes? Pode até ser, mas tbm primeiro a Prado nunca vendeu tanto aqui e segundo eles tinham o motor da SW4 já a disposição, coisa que a Land Rover não tem. Isso ajuda o lado deles com certeza. Agora o que eles teriam feito se estivessem no lugar da Land Rover? Já é outro papo mas serve como exemplo de dois casos aqui relacionados ao nosso combustível. De qualquer forma, ele poderiam ter lançado a Prado aqui com esse motor original dela há bastante tempo.

    Não sei, mas a julgar pelo histórico da marca LR no Brasil, eu fico meio cabreiro. A estrutura da LR aqui é minúscula, o atendimento é até piada, amador na melhor das hipóteses e "tô nem aí" na pior delas. Acho difícil acreditar que aqui tenham sido conduzidos esses testes com nosso combustível, e se foram acho que tudo que se constatou é que haveria problemas mas que não acarretaria em custos para a montadora. Infelizmente essa é a imagem que a empresa transmite a mim como consumidor já do segundo carro deles.

    Eu adoraria ter mais confiança na marca aqui no Brasil pois eu gosto muito do carro, do seu desempenho para o que eu quero e das coisas que ele me proporciona. Mas realmente quando a gente vê esse tipo de coisas e compara com os concorrentes, a gente fica muito tentado a considerar outras opções.
    4X4 Brasil
    Evoque SD4 Prestige "Pequetito"
    Discovery 3 TDV6 "Bicho Buck"
    Toyota Hilux CD SRV D-4D 3.0


  10. #10
    Usuário Avatar de _portela
    Entrada
    18/08/2004
    Local
    Rio de Janeiro/RJ
    Idade
    39
    Posts
    1,474
    Marcelo,

    Perfeitas as suas considerações.

    Infelizmente, no caso do combustível, só nos resta mesmo trocar filtros mais amiúde e ter procedimentos de abastecimento como sugere o Renato.

    As conce$$ionárias LR do Brasil são feitas para a gente passar raiva, só isso.

    Renato, quando te contarem uma "estória" destas de normativa, peça para ver o Boletim da fábrica onde isto está escrito...

    Abraços solidários.

    P.S.: A Disco é pré ou pós 2007?
    Jimny 4All

  11. #11
    Usuário
    Entrada
    29/09/2008
    Idade
    40
    Posts
    45
    É uma Disco 3 SE 2009.
    Sou apaixonado pelo carro. Simplesmente o melhor carro que já tive. Mas estou sem a mínima segurança de colocar minha família nele.
    Com certeza vou entrar na justiça para tentar reverter este tipo de atitude. Nós brasileiros, somos muito passivos!

    Quero mudar isso. Quero comprar em breve uma Disco 4 HSE, mas com estes problemas resolvidos.

    Se pudermos levantar uma lista de clientes que já tiveram este tipo de problema seria ótimo! Temos que fazer barulho.

    Muitos clientes simplesmente pagam e pronto.

    PS. Já acionei o posto também, estou apenas esperando o laudo do diesel da concessionária.

  12. #12
    Usuário Avatar de CGAUER
    Entrada
    11/11/2006
    Local
    São Paulo/SP
    Idade
    33
    Posts
    1,721
    Caros,

    apesar de não ter um Diesel eletrônico acompanho este assunto desde o início do Comon Rail aqui. Um dia não terei opção.

    De acordo com a complexidade do sistema temos filtros com maior ou menor trama (mesh). O que acontece no caso dos Comon Rail (D3, e cia) é o fato do filtro ser rapidamente entupido em razão do nosso Diesel.

    Como sou louco pela manutenção do atual Defender, desenvolvi um certo habito de cortar os filtros usados de Diesel e óleo para observar os resíduos. Em resumo, o filtro de Diesel sempre está cheio de areia/lama e borra. Isso em um filtro de mesh grande (Defender 300TDI). O de óleo sempre perfeito.

    Minha sugestão é que vocês montem antes do filtro principal, um filtro de mesh maior, como por ex o do Defender 300TDI, muito comum nos mercados sul-americanos. Pronto, este fica encarregado do grosso e o principal da sujeira fina. Esta prática é muito comum entre os donos de motores Toyota D4D na austrália.

    Se quiserem ir além, existem filtros com suportes equipados com sensor de água (bóia). Uma opção interessante.

    Morro de vontade de um dia partir para um Defender mais silencioso, mas depois do Diesel que minha Defender 2005 bebeu no sul da Argentina sem reclamar, novamente cheguei a conclusão de que eletrônicos fogem do planos das minhas viagens e tampouco do objetivo de um 4x4, ser simples, facilmente reparável e invulnerável aos agentes exteriores, como água e poeira.

    Equanto o LR mecânico me serve, já penso no plano do eventual e futuro LR eletrônico... Nem tudo dura para sempre.

    Abraços

    Clemente
    Land Rover Defender 110 SW 300tdi 2005

    www.cgauer.com.br / vimeo.com/gauer / flickr.com/cgauer / 4explorers

Página 1 de 12 1234567891011 ... ÚltimoÚltimo

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
Topo