Resultados 1 a 12 de 12
  1. #1
    Usuário
    Entrada
    14/03/2011
    Posts
    14

    É possível saber se vai dar retífica do motor apenas abrindo o cabeçote?




    Olá amigos. Alguém poderia me ajudar pra saber se o mecânico ou a retífica não estão me "engambelando"?
    Situação: velas pretas. Algumas molhando. Fumaça nas aceleradas mais fortes. Cheiro de gasolina queimando.

    Ok. O meca diz que basta a troca dos anéis e bronzinas de biela.

    Os caras da retífica falam que dá pra medir as paredes das camisas sem tirar os pistões. Se as camisas estiverem nas medidas, bastará a troca dos anéis.
    Pergunto: isso procede?

    Já o mecânico diz que não dá pra ver tudo sem que tire os pistões.
    O que eu quero com isso? Caso dê pra saber que vai dar ou não retífica, quero primeiro saber, porque aí, não faço nada. Mando fechar tudo e coloco os tucho nas velas. Vou seguindo em frente.
    Se o diagnóstico for apenas para troca dos anéis, faço o serviço.

    Os mestres que se apresentem !!!

    Abrçs

  2. #2
    Usuário
    Entrada
    28/02/2005
    Local
    São Paulo/SP
    Posts
    3,897
    bom, meus 2 cents

    se o motor tá ruim, vai abrir, abre e faz inteiro, esse papo de "só anel" "só isso" ou "só aquilo" é o seguinte...

    diagmos que seu motor rodou 300 mil e começou a queimar oleo quando liga o motor ou está fraco e te falam pra "fazer a parte de cima"... se vc fizer a tal parte de cima, vc tem uma parte de cima nova e a parte debaixo com 300 mil e terá logo mais de parar para fazer e asism sucessivamente com tudo o que fizer, o motor funciona como um conjunto, dificilmente algo está estragado por desgaste que quase todo o resto não esteja tb...

    Logo, se a idéia é abrir por queima de oleo, potencia, falta de compressão, velas cheias de oleo, abre e faz o motor porque pelo menos dai vc sabe o que tá feito e te dão garantia nesse motor...

    Senão nem abre e vai até aele rebentar tudo de vez e troca no final...

    "Meca" que diz pra fazer pela metade é um "ótimo" mexânico, quem dirá fazer só bronzina e anel...

    ótimo jeito de ficar na mão cedo

  3. #3
    Usuário Avatar de homerohermida
    Entrada
    07/03/2008
    Local
    Rio de Janeiro/RJ
    Idade
    41
    Posts
    1,399
    Falou tudo...
    Homero Hermida
    Troller 2008 BF Mud 32, filtro K&N, Rancho 9000/myRIDE™ e guincho Warn/Amsteel Blue
    Ex-Jeep Ford CJ-5 1978; Ex-Jeep Ford GPW 1942

  4. #4
    Usuário Avatar de GBarros
    Entrada
    10/11/2006
    Local
    Brasilia/DF
    Posts
    601
    É a chamada "meia sola". Vc anda depois, mas logo logo a "sola" do sapato acaba, na metade do tempo previsto. Motor sem garantia, e ainda ter que fazer todo o serviço novamente depois.

  5. #5
    Usuário
    Entrada
    14/03/2011
    Posts
    14

    Percebi, pela opinião dos colegas, que não é razoável a hipótese de meia-boca.

    Mas o fundo da pergunta é pra saber se vcs vêm lógica nas duas declarações: uma da retífica e outra do mecânico. Duas empresas renomadas de retífica de motores da minha cidade disseram que é possível medir as coisas sem o bota-fora. Caso eu desencoraje com a simples troca dos anéis posso desistir antes de começar o jogo. Afinal a brincadeira leva aproximadamente 2.600 pontos da carteira.

    Mas valeu pela franqueza. Obrigado
    4X4 Brasil

  6. #6
    Usuário Avatar de homerohermida
    Entrada
    07/03/2008
    Local
    Rio de Janeiro/RJ
    Idade
    41
    Posts
    1,399
    Meu amigo,
    Apesar de ser possível medir o diâmetro dos cilindros retirando apenas o cabeçote, esta informacão é de utilidade duvidosa pois não há como medir os pistões, buchas de biela, mancais, bielas, buchas de comando, guias de válvulas, etc... A desmontagem total é obrigatória, mesmo sendo possível não retificar alguma, ou algumas, partes do motor
    Homero Hermida
    Troller 2008 BF Mud 32, filtro K&N, Rancho 9000/myRIDE™ e guincho Warn/Amsteel Blue
    Ex-Jeep Ford CJ-5 1978; Ex-Jeep Ford GPW 1942

  7. #7
    Usuário Avatar de Robertux
    Entrada
    16/12/2008
    Local
    Piracicaba/SP
    Idade
    56
    Posts
    1,187
    Minha experiência com meia sola.

    Eu tive uma pick-up Chevrolet modelo C14, ano 1967 motor GM 161, também conhecido como Chevrolet Brasil, que rodou apxoximadamente 350.000 Km sem abrir o motor. Começou a queimar óleo e bater quando dava partida de manhã. Tiramos o carter e o cabeçote e demos uma olhada, aparentemente estava tudo em boas condições, trocamos as bronzinas (mancal e biela) e os aneis. O motor ficou ótimo, rodou mais 150.000 Km, com 500.000 Km a bomba de óleo pifou e o motor fundiu. Se tivesse trocado a bomba de óleo quando abri acho que tinha ido bem mais

    Meu Jeep estava sem pressão de óleo, quando dava a partida de manhã a pressão do óleo chegava a 4 Kg, quando chegava à temperatura normal de funcionamento caia a zero e na marcha lenta acendia a luz do óleo. Tentei fazer a mesma coisa, tirei o carter e troquei as bronzinas (já havia instalado uma bomba de óleo nova), continuou a mesma coisa, depois de uns 500 Km a luz do óleo acendia direto quando a temperatura chegava ao normal. Resolvi retificar o virabrequim, dar uma lixada nas camisas, trocar os aneis e dar um tapa no cabeçote. Desmontei o motor e levei na retífica, o vira tava 0.020 e ia para 0.030, beleza, mandei dar uma mandrilhadinha de leve nos cilindros só para tirar a leve marquinha que tinha e ia ajustar os aneis na mão mas depois de dois dias que o motor tava lá o pessoal da retífica me ligou passando o diagnóstico: Os cilindros estão muito ovalizados, tava .75 e ia para 1.25, nem dava pra ir pra 1.00, ele indicava encamisar e trocar os pistões voltando para standard. O comando de válvulas estava gasto e precisava ser trocado, uma sede de valvula de escape estava trincada e o bloco também, resultado, as únicas coisas que ainda podiam ser aproveitadas do meu motor eram o virabrequim e o cabeçote. Desisti do motor, comprei um OHC e estou retificando todo. Liguei na retífica de cabeçote para ele não fazer a retífica que o restante do motor estava condenado, mas o cabeçote já estava pronto, zeradinho.

    Recomendação: Se for fazer faça completo, mas não compre nada antes da retífica dar o OK no bloco.
    4X4 Brasil
    Abraços Roberto
    \º||||º/ Lasanha - Jeep CJ5 Ford 1976 - Vermelho (Diversas camadas de massa sobrepostas)
    Dona Esmeralda - Pajero TR4 AT 2010 - Verde

  8. #8
    Usuário
    Entrada
    14/03/2011
    Posts
    14
    O negócio é abrir a barriga e ver o que vai dar. Agradeço pelas respostas e orientações.
    Valeu

  9. #9
    Usuário Avatar de Elison
    Entrada
    05/07/2009
    Local
    Curitiba/PR
    Idade
    41
    Posts
    518
    Amigo, é um tanto complicado dar um parecer sem ver de perto a "criança", mas vou dar meu palpite.
    È possivel sim medir o desgaste do cilindro retirando apenas o cabeçote, basta colocar o pistao na posição mais baixa e colocar o relogio comparador por cima.
    Vou te dar um exemplo de quando apenas troca de aneis é suficiente: imagine que trata-se de um motor em perfeitas condições, e que por algum motivo entra um pouco de agua pelo filtro de ar(numa travessia de alagado, no lava car) a agua fria entra em contato com os aneis, que trabalham numa temperatura extremamente elevada, e isso pode destemperar os aneis ocasionando um desgaste prematuro dos mesmos. Nessa situação a simples troca de anéis resolve sim o problema.
    Mas vc deve avaliar bem o problema antes de gastar $$$ sem precisar ou em coisa errada, vc cita o seguinte "Situação: velas pretas. Algumas molhando. Fumaça nas aceleradas mais fortes. Cheiro de gasolina queimando" Essa situaçao pode ser decorrente apenas de problemas no cabeçote, se as valvulas nao estiverem vedando 100% as velas vao ficar pretas e vai ter cheiro forte de gasolina, pois nao ocorre a queima perfeita na camara de combustão, já a fumaça e as velas enxarcadas podem ser decorrentes de desgaste nas guias e/ou vedadores de valvulas, se seu motor for um BF, o negocio complica um pouco, pois as valvulas de escape ficam bo bloco.
    Sugiro que vc leve seu Jeep em um mecanico de confiança e que tenha experiencia nesse tipo de motor, só um profissional com conhecimento técnico e equipamentos apropriados é que poderá fazer um diagnóstico correto, e te orientar como proceder.
    Ex CJ-5, ex CJ -3A, ex CJ-2A, ex Band 608, ex Band 709, ex Band 14-B, ex Hilux, ex T4 3.0
    T4 2.8 - Ekron 12k BF 32

  10. #10
    Usuário
    Entrada
    14/03/2011
    Posts
    14
    Valeu Elison
    A sua colaboração me ajudou um pouco mais para a hora de encarar um "médico". Vou tentar discutir com ele essas circunstâncias antes de decidir.
    Uma cirurgia menos invasiva é sempre o que mais se espera, né?!
    Ainda estou pra decidir e pegar o "alvará" da madame , hehe
    Valeu pela explicação

  11. #11
    Usuário
    Entrada
    09/01/2007
    Local
    Betim MG/MG
    Idade
    41
    Posts
    877
    Amigo é o seguinte :

    Tirando o cabeçote da para ver perfeitamente o estado das camisas .
    Inclusive não precisa medir nada, visualmente de forma qualitativa
    pode-se verificar o estado de desgaste .

    O pistao trabalha em um curso e atinge alguns milimetros abaixo da interface superior do bloco, então forma-se um degrau , perceptível a olho nu e também ao passar a unha .
    Se esse degrau de desgaste forno sutil , permite a troca de anéis e fica bom. Se o degrau enrroscar um pouquinho na unha , ja era .

  12. #12
    Usuário
    Entrada
    14/03/2011
    Posts
    14
    CARO ROSSETTO

    Obrigado pela dica. Vou levar em consideração quando chegar a hora. Acredito que o mec vai encaminhar a coisa corretamente. Como eu estava apenas colhendo as informações que podia... agradeço demais a colaboração dos companheiros.

    Um abraço

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
Topo