Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 12 de 13
  1. #1
    Usuário
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    30
    Posts
    243

    Ranger 2.8 Quebrou Correia Dentada




    Boa Tarde caros colegas, deixe me contar uma infeliz situação que aconteceu comigo dia 26/07/2007 com minha Ranger 2.8.

    Estava andando e de repente escurei um barulho e na hora notei que o carro morreu, tirei para o acostamento já suspeitando do pior. Estava em aproximadamente a 80 km/h numa subida de serra.
    Chamei o Guincho, e realmente tinha ido para o saco a correia dentada.

    Agora um fato estranho, minha caminhonete tem apenas 77 mil km rodados, compramos ela a 3 meses atraz e quando aconteceu o incidente, ja tinha passado 3 meses a garantia, mas estou tentando buscar garantia da loja alegando vicio oculto. Lembrando que a troca é feita a cada 120 mil km.

    Bom a correia não quebrou nenhum dente, simplismente desfiou e partiu no meio.

    Vamos ao prejuízo.

    7 válvulas tortas, todas as varetas, e 2 balancins quebrados.

    Enfim, mandado fazer o serviço, mandei trocar mais umas coisinhas.

    8 válvulas
    8 varetas
    2 balancins
    jogo de juntas (cabeçote, admissão/escape etc)
    já mandei trocar os tencionadores da correia dentada (2)
    aditivo do radiador
    Retifica do cabeçote (sede de válvulas)

    Essas estão sendo colocadas tudo peças originais (INTERNACIONAL)

    Somente a Correia Dentada, não consegui achar internacional, portanto colocamos GOODYEAR, sendo que o mecanico me garantiu da eficiencia dela.

    O preço das peças ficou em R$ 1300,00 e a Mão de Obra em R$ 200,00 sendo que o mecanico certamente ganhou uma boa comissão nas peças o que explica o baixo preço da Mão de Obra.

    Mecanico de Confiança, com 15 anos trabalhando em Concessionaria, e agora com 5 anos com oficina propria muito bem montada.

    Portanto R$ 1,500.00 de despesa (Na verdade daria R$ 1673,00, mas avista consegui por R$ 1500,00)

    Ou seja a parte de cima do motor praticamente completa.

    O que me animou nessa história em ver que o Brunimento esta em estado de zero, e não estragou nada em questão de pistões etc, e cilindros, aneis etc tá tudo novo. Ou seja, dá pra andar uns 200 mil sem se incomodar, a não quer se aconteça algo assim novamente.

    Fica ai a lição

  2. #2
    Usuário Avatar de cbridi
    Entrada
    12/10/2004
    Local
    PORTO ALEGRE/RS
    Idade
    43
    Posts
    1,057
    Ela tem 77mil Kms neste momento, resta saber quantos tinha antes de você comprar... talvez fosse mais do que a Km atual...

    Na minha 2.5, qdo troquei a dentada aos 100mil Kms, aparentemente ela ainda estava em muito bom estado.

    []'s
    4X4 Brasil
    Bridi
    Ranger SuperCab 00/00 BF31" 2002 -> 2010 | L200 GLS Outdoor 07/07 BF265/70R16 2010 -> 2013 | Ranger XL 2.2 CD 13/14 2014 -> ...

  3. #3
    Usuário
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    30
    Posts
    243
    Pois é, pode ser que foi voltado o velocimetro, mas o estado geral dela eh muito bom, ainda tinha o estepe original, tah zerada em todos os aspectos, e tava no segundo jogo de pneus (aparentemente) quando pegamos ela, acabamento interno perfeito, sem riscos esfoloes, sem retoques na pintura, sem marcas de pedras etc esfoloes corriqueiros etc.

    Dificil conseguir se manter uma caminhonete com muita km rodada, impecavel como esta ela.

    Precionei a loja, eles alegaram que era tudo original.

    Só que a tampa da correia dentada já tinha sinais de ter sido aberta.

    Tenho desconfiança que como o valor eh abusivo na FORD (R$ 500,00 da correia e mais outra paulada dos esticadores) acho que talvez ele tenha tirado isso antes de vender, e colocado em outra caminhonete, pois tudo esta 100% zerado, somente a correia e os esticadores não.

    Ou até a propria concessionaria sei lá

    O Jean Carlo conhece a caminhonete, e pode comprovar que dificilmente ela esteja muito rodada, mas os esticadores e a correia aparentam ter muito mais de 100 mil km rodados, ou seja parece que foi trocado só isso.

    As revisões no manual estão em ordem até os 50 mil km, sendo que a de 60 não foi feita, e pegamos ela com uns 65 mil km. a agora esta com 77 mil km. e a revisão de 50 mil km foi feita uns 8 meses antes de comprarmos ela, ou seja dentro do normal.

    Então, ou eles fizeram um serviço muito bem feito, pra apagar o passado da caminhonete, pois até tem relatorio de serviço na concessionaria do que foi feito nas revisões.

    Estranho ter tudo certo menos correias e esticadores.

    Lembrando que a outra ranger que tive que troquei por essa entreguei ela com 230 mil km rodados, e com 120 mil não precisou trocar os esticadores pois estavam novos, ou seja. esses esticadores certamente devem ter uns 200 mil rodados ou mais.

    O jeito eh chamar o Mister M para desvendar esse mistério.

  4. #4
    Usuário Avatar de Edintruder
    Entrada
    25/12/2004
    Local
    Rio Grande/RS
    Idade
    35
    Posts
    12,405
    Tens certeza que empenou as válvulas? Vistes elas ou foi o meca quem disse. Recentemente deu um probleminha técnico na minha Ranger e tirei o cabeçote e notei que não tem como empenar as válvulas nesse motor. Talvez as de escapamento quando estiverem quentes.
    As varetas podem ser desempenadas sem problemas, os balancisns numa distribuidora MWM International é coisa barata.
    A troca da correia na Ranger é com 90.000 km (2.5 HSD). Acredito que na 2.8 PS deve ser igual uma vez que todas as peças são idênticas.
    Na minha eu gastei no serviço:
    Tensionadores Correia dentada - R$ 315,00 - International
    Correia Dentada - R$ 57,00 - International
    Balancim - R$ 24,00 - International
    Junta cabeçote - R$ 77,00 - International
    Desempenamento de 7 hastes - 2 Horas de serviço em torno - R$ 0,00 - MO própria
    Desmontagem e Montagem cabeçote - 9 Horas de serviço - R$ 0,00 - MO própria
    Garantia - Soy Yo...
    FEMIL 97 MWM X10 4x4 - SL 6" - 33" - BW1356 mecânica - Snorkel - Guincho 12000lbs - Movida à dinossauro! Looking for a extended cab in gravyards

  5. #5
    Usuário Avatar de Edintruder
    Entrada
    25/12/2004
    Local
    Rio Grande/RS
    Idade
    35
    Posts
    12,405
    Um detalhe, sempre que se troca a correia dentada tem que trocar o esticador e o parafuso. Com esse esticador acompanha também a polia de sincronismo do virabrequim, que se tiver desgaste excessivo condena a correia dentada antes do período de tempo normal.
    No caso da tua Ranger antiga tivesses mais sorte que juízo. Se o Meca que fez o serviço não fez essa troca, ele com certeza não conhece algumas peculiaridades desse motor.
    Na minha os tensores que tirei parecem novos, mas com certeza não iriam durar mais 90.000km se dar algum problema.
    FEMIL 97 MWM X10 4x4 - SL 6" - 33" - BW1356 mecânica - Snorkel - Guincho 12000lbs - Movida à dinossauro! Looking for a extended cab in gravyards

  6. #6
    Usuário
    Entrada
    14/05/2004
    Posts
    9,962
    Meu irmão conseguiu quebrar a correia da S10 que ele tinha duas vezes e em nenhuma empenou válvulas. O seu é o primeiro caso que ouço falar...
    L200 Triton AT 3.2 2010

  7. #7
    Usuário
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    30
    Posts
    243
    Quanto ao estrago eu estava junto enquanto ele desmontava, e realmente as válvulas parecem um S.

    Quanto aos tensionadores agora foram trocados juntamente com a polia.

    No meu manual tanto da antiga 2.8 (2002) como da nova (2005) dizem que eh na revisão de 120 mil km rodados.

    E já preferi trocar tudo para deixar zerado e não ter que me incomodar nos proximos anos. (Espero).

    Em uma leve marca nos pistões da batida das válvulas, vou providenciar umas fotos e posto aqui.

  8. #8
    Usuário Avatar de João Pedro
    Entrada
    13/04/2005
    Idade
    57
    Posts
    383
    Amigos, para não dizer que não entendo nada de mecânica sei onde fica o motor.
    Portanto, conto com a complascência de todos em fornecerem-me algumas explicações:
    1) porque diabos motores a diesel, geralmente de maior torque que os de gasolina, utilizam este sistema de "correia-dentada"? Tive uma Balzer, motor 4.3l, que um amigo mecânico (infelizmente só para carros a gasolina) não cansava de elogiar a robustez e confiança, principalmente devido ser o sistema de sincronismo por corrente.

    2) No meu caso (S10 2.8l), eu teria que trocar, além da correia, tensionadores e o tal parafuso citado?
    Dei uma verificada e não notei sinais aparentes de maiores desgastes na correia, minha picape está se aproximando dos 60.000Km. Já tenho comprada uma correia nova, devo proceder a troca?

  9. #9
    Usuário Avatar de dalmolin
    Entrada
    20/07/2006
    Idade
    28
    Posts
    1,323
    Citação Postado originalmente por João Pedro Ver Post
    2) No meu caso (S10 2.8l), eu teria que trocar, além da correia, tensionadores e o tal parafuso citado?
    Dei uma verificada e não notei sinais aparentes de maiores desgastes na correia, minha picape está se aproximando dos 60.000Km. Já tenho comprada uma correia nova, devo proceder a troca?
    A s10 eh MWM sprint ,,, eh tudo tocado por engrenagens , aquela correia ali da frente eh pro ar e pro alternador.... espetaculo de motor...
    F250 MWM

  10. #10
    Usuário Avatar de Edintruder
    Entrada
    25/12/2004
    Local
    Rio Grande/RS
    Idade
    35
    Posts
    12,405
    A correia dentada apenas mantém o sincronismo entre comando de válvulas, bomba injetora e virabrequim. O maior torque que ela sofre é o arrasto do comando de válvulas e tocadas da bomba injetora.
    No caso da correia Multi-V, é interessante sempre verificar o estado do rolamento do tensor dinâmico pois ele pode te deixar na mão sem bomba de água.
    FEMIL 97 MWM X10 4x4 - SL 6" - 33" - BW1356 mecânica - Snorkel - Guincho 12000lbs - Movida à dinossauro! Looking for a extended cab in gravyards

  11. #11
    Usuário
    Entrada
    31/01/2005
    Idade
    30
    Posts
    243
    Citação Postado originalmente por Edintruder Ver Post
    A correia dentada apenas mantém o sincronismo entre comando de válvulas, bomba injetora e virabrequim. O maior torque que ela sofre é o arrasto do comando de válvulas e tocadas da bomba injetora.
    No caso da correia Multi-V, é interessante sempre verificar o estado do rolamento do tensor dinâmico pois ele pode te deixar na mão sem bomba de água.
    Lembrando que a Ranger 3.0 não tem mais cas correias, e sim correntes de comando, que parecem uma corrente de bicicleta.

    A S-10 eh por engrenagens como o Dalmolin falou.

  12. #12
    Usuário
    Entrada
    11/02/2007
    Idade
    58
    Posts
    691
    Citação Postado originalmente por emerson_dickel Ver Post
    Lembrando que a Ranger 3.0 não tem mais cas correias, e sim correntes de comando, que parecem uma corrente de bicicleta.

    A S-10 eh por engrenagens como o Dalmolin falou.
    Os antigos motores Ford V8 a gasolina usam estas correntes no comando, e elas tambem dão problema. A unica vantagem em relação as de borracha, é que começam a fazer barulho antes de estourar completamente.

    Estas correias de borracha normalmente duram no minimo o dobro da quilometragem recomendada para troca. O problema normalmente ocorre no esticador ou o desalinhamento das polias dentadas causada por um serviço mau executado. É comum tambem efetuarem a troca da correia sem trocar o esticador ou colocar um marca diabo.

    Nunca execute a troca desta correia num "mexxchanico", pois o problema pode levar 50.000km pra acontecer e o barato pode ficar bem caro.

    abs

Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo

Informações de Tópico

Usuários Navegando neste Tópico

Há 1 usuários navegando neste tópico. (0 registrados e 1 visitantes)

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
Topo