x
Convex Datacenter
  • Avaliamos uma ótima opção para longas viagens

    freio de mão-landrover-nomato.jpg

    Muitos estavam nos questionando qual é uma boa opção de carro 0km para quem pretende fazer expedição. Para ajudar a quem precisa decidir, vamos contar como foi nossa avaliação do Land Rover Discovery Sport HSE agora na versão movida a diesel, pois no passado já havíamos avaliado a mesma versão Luxury, movida a gasolina, a qual você ainda poderá ler neste 'link' (http://www.4x4brasil.com.br/forum/co...a-para-a-terra).
    freio de mão-lrds-1-.jpeg

    No visual a diferença entre os dois quase não existe, mas na pilotagem sim e o motor diesel é o responsável por isso.

    Vamos entender qual é a diferença: o motor a gasolina 2.0 Si4 tem 240 cv e o diesel Ingenium 2.0 tem 180 cv de potência. Apesar de menor potência em cavalos, o diesel compensa no torque; são 43mkgf contra 34mkgf em apenas 1750 rpm, o que faz grande diferença principalmente no off road.

    freio de mão-lrds-4-.jpg

    Além de mais torque, a versão diesel tem autonomia satisfatória, o que a torna condizente para uma expedição sem preocupação com combustível. Em nossa avaliação rodamos 1.157 km no total, onde registramos uma média geral de 11,3/kml. Detalhando: Na cidade com transito de final de ano 9/kml. Na estrada, surpreendentes 14/kml e finalmente onde o calo aperta para a maioria, o Discovery Sport diesel também foi bem, registrando 6/kml no off road. Da gosto pisar fundo no acelerador que responde rápido sem alto consumo.

    freio de mão-lrds-7-.jpeg

    Com tantos atributos aliados: espaço, conforto, capacidade off-road e ainda essa bela autonomia, o Discovery Sport Diesel é uma excelente opção para expedições. Sabemos sim que existem outros modelos com valores um pouco abaixo, mas para os amantes da marca, essa é uma das melhores opções. Outro atributo importante é que este modelo pode servir para tudo e não só para expedições. Partindo do principio de que a vida não é feita apenas de viagens expedicionárias, esta versão Sport tem a vantagem e a praticidade do multiuso, atendendo varias demandas do dia a dia, seja ela qual for.

    O som é de primeira qualidade para te acompanhar na viagem, o sistema Meridian de 16 alto-falantes e um subwoofer, gera 825cv de potência, ops, 825W de potência. Alias, tudo nesse carro é potente. As caixas de som estão presentes inclusive na terceira fileira de bancos que contam também com encosto de cabeça, USB e controle individual do ar condicionado. Além da suspensão independente nas quatro rodas. Ele é grande por dentro mas nem tanto por fora, sendo facilmente estacionado com o auxilio da câmera de ré e sensores de estacionamento inclusive na dianteira.

    freio de mão-lrds-8-.jpeg

    Em nossa avaliação, pudemos perceber a facilidade e segurança que o carro transmite em qualquer terreno e velocidade. Na cidade o porta malas automático é um mimo muito pratico e fácil de mal acostumar. Na estrada ele é rápido e silencioso. No off road parece fazer mágica, com o já consagrado sistema Terrain Response® que, ao simples toque em um botão, ajusta em apenas 150 milissegundos todas as configurações de tração, aceleração e torque de acordo com o tipo de terreno em que se trafega. O sistema conta com os modos de condução automático, grama-neve-cascalho, lama-sulcos e areia, além do modo Eco. Todos os ajustes são de fácil configuração, mas para aqueles que não tem facilidade com estes ajustes, podem relaxar, só no modo automático ele já enfrenta muitos obstáculos sozinho. Aproveito para sugerir ao felizardo que for comprar o carro, dedicar um tempo com o consultor técnico da Land Rover para conhecer bem cada recurso que vale muito a pena aproveitar.

    Vale lembrar que para travessia de riacho ou áreas alagadas, o limite de profundidade é ótimo, podendo ser de até 600mm. Altura do solo de 212mm e ângulos de entrada e saída de 25 e 31 graus, suficientes para transpor a maioria dos obstáculos.

    No período da nossa avaliação, enfrentamos chuva e lama argilosa, aquela que escorrega muito. Só para ter uma idéia, tratores 4x4 não estavam arriscando passar pelo mesmo lugar que o Discovery passou varias vezes. Para descida, faltou um pneu com um apelo mais off road. Algumas vezes o sistema HDC não deu conta de controlar a descida em morro ingreme e as rodas mesmo sendo pinçadas pelo controle de descida não foram suficientes para segurar o carro. O sistema permite ajustar a velocidade de descida, mas quando a lama toma conta dos pneus, adeus. Entretanto, se o Discovery estivesse com pneus all terrain ou mud, com certeza sua performance seria aumentada. Portanto fica a dica: se no caminho da sua expedição tiver muita lama, vale a pena investir em pneus mais apropriados que os originais.

    freio de mão-lrds-11-.jpg

    O design é excepcional e cativa um publico mais descolado, cool. Tem presença marcante, mas com discrição. A parte que eu preferia nem comentar é sobre o preço, mas como carro nenhum no Brasil é barato, com o Land Rover Discovery Sport diesel não é diferente e ele custa R$ 301 mil que poderá ser compensado após 2 ou 3 anos de uso. Este é o valor para a versão avaliada Luxury, mas para a opção de entrada com o motor diesel SE parte dos R$ 240 mil que não deixa de ser uma boa opção.

    Obrigado pela leitura e boa viagem!

    Texto e fotos: Flávio Verna