Convex Datacenter
  • Avaliamos o SUV de entrada da Mercedes-Benz, o GLA 250

    Aluminio estilo "chao de onibus"-1.jpg


    Recebemos o Mercedes-Benz GLA 250 na versão Sport para avaliação. Trata-se de seu suv de entrada da marca e é 4x4 integral. Tentei explorar o máximo possível deste carro que é muito bacana, para passar minhas impressões para todos da comunidade 4x4 Brasil. Pude testá-lo na cidade, rodovia, serra, terra e barro. Rodei no total 650km e fiz média geral de consumo de 11 km por litro de gasolina. Confesso que minha maior duvida sobre o GLA 250 era sobre sua capacidade no fora de estrada, porque no asfalto eu já tinha certeza que íria me proporcionar muito prazer de estar ao volante.

    Mercedes-Benz é e sempre será uma estrela que brilha no mundo automotivo, trazendo muito mais charme, glamour, sofisticação e conforto para seus automóveis. Acontece que hoje em dia a concorrência esta acirrada e nós consumidores temos muitas opções de compra, vários prós e contras e assim fica difícil de saber por qual optar, nesta hora eu espero estar entrando na sua leitura como uma ajuda na decisão sobre este suv.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-2.jpeg


    O 4x4brasil é o maior fórum de 4x4 da América Latina, temos mais de 600 mil usuários por mês, ou seja, muita gente contribuindo com suas experiências, duvidas e conhecimentos nas mais diversas áreas do mundo 4x4. Naturalmente, temos um enorme grupo de pessoas exigentes que só dá crédito a um 4x4 que tenha no mínimo pneus 33", lift de 3", guincho, pára-choques de aço e esta lista vai longe, por que? Porque simplesmente amamos nossos brinquedos e queremos deixá-los cada vez mais fortes e poderosos, verdadeiros tanques de guerra. Acontece que os tempos mudaram, a tecnologia foi uma das maiores culpadas nessa revolução do automóvel. Temos cada vez menos participação na condução dos automóveis atuais. Ele já troca de marcha, acelera, freia e estaciona sozinho. O que mais seremos dentro de um veiculo no futuro? Passageiro? Será que nossas viaturas vão nos levar para fazer uma trilha um dia? Vamos só assistindo. Disso eu não gosto, mas não posso negar que aliado a isso, temos mais conforto, luxo e agilidade sem perder a chance de chegar onde se quer chegar, por enquanto ainda dando seta para o lado que eu quero virar e não o que o carro decidiu.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-3.jpeg


    Recebi o GLA 250 Sport com visual AMG, na cor vermelho Júpiter. Equipado com motor 2.0 turbo, que rende 211 cv e 350 Nm de torque perfeitamente distribuído e integrado a transmissão 7G-DCT com dupla embreagem que parece a Orquestra Filarmônica de Berlim. A tecnologia incorporada a este eficiente motor de quatro cilindros engloba inovações apresentadas inicialmente nos motores V6 e V8 da Classe S da Mercedes-Benz. O processo de combustão, por exemplo, é baseado na terceira geração da injeção direta da marca, que utiliza a precisa tecnologia da múltipla injeção piezelétrica.

    Com todos estes argumentos, o pensamento acelerou rápido me levando a subida da serra de Campos do Jordão que seria o caminho em que eu deveria passar e que conheço bem cada curva. Fiquei imediatamente feliz por poder sentir o comportamento do carro naquela serra, mas o melhor de tudo ainda estava por vir com o destino final, uma pequena cidade no sul de Minas Gerais, onde vou enfrentar subidas e descidas enlameadas por fortes chuvas que não cessam há dias. Lá eu saberia se o GLA 250 conseguiria chegar ou se ficaria patinando bobamente sem sair do lugar na primeira subida. Pois bem, chegou a hora tão esperada. Subindo a serra de Campos foi melhor do que eu imaginei, o carro respondeu precisamente a cada curva e torque de aceleração na subida esbanjando fôlego. A estabilidade é digna de um esportivo.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-4.jpg


    Fim do asfalto, garoa moderada, subida íngreme a frente e com marcas de derrapagem por todos os lados. Pensei: "tenho duas opções para subir com este carro: A) acelero para ganhar velocidade e subo um pouco mais rápido para tentar atingir o topo antes de os pneus ficarem muito sujos de barro e perder aderência, pois a roda grande e pneus pequeno (235/45 r19) são lisos demais para o barro; ou B) tento subir com controle devagar e vou analisando o grau de dificuldade, pois desta forma saberei a velocidade ideal de subida caso eu tiver que optar pelo plano A (caso de falha do plano B)." Decidi inteligentemente pelo plano B e lá fui... NENHUMA derrapagem, subi como se estivesse seco, controlado, velocidade baixa, controlando apenas na ponta do acelerador. O controle eletrônico do carro trabalhou de forma silenciosa e perfeitamente eficiente.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-5.jpeg


    Oferecido nas configurações Vision e Sport, o GLA 250 se caracteriza pelo comportamento dinâmico proporcionado pelo conjunto motor e transmissão que leva o SUV da imobilidade a 100 km/h em 7,2 segundos e permite chegar à velocidade máxima de 235 km/h (limitada eletronicamente).

    Outro grande atrativo do GLA 250 é a ampla relação de equipamentos de série presentes no veículo. O GLA 250 traz de fábrica itens como o Active Parking Assist (sistema de assistência ao estacionamento), que estaciona o veículo automaticamente em vagas paralelas ou longitudinais. Outro recurso disponível é o Command Online com navegação GPS e o confortável acionamento elétrico do porta-malas.
    A versão Sport, que se destaca pelo kit visual AMG, oferece também câmera de ré como equipamento de série.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-6.jpg


    Tanto a versão Vision como a Sport são equipadas com teto solar panorâmico com abertura por comando elétrico e ajustes elétricos para o banco do motorista (na Sport, também para o assento do passageiro da frente).

    O acabamento de alta qualidade reflete a atenção aos detalhes característica da Mercedes-Benz. O interior é simultaneamente sofisticado e funcional: o encosto do banco traseiro pode ser rebatido completamente, elevando a capacidade de carga de 421 para 836 litros. A bagagem e outros objetos podem ser carregados sem nenhuma dificuldade, graças à soleira baixa e à larga porta de acesso ao compartimento traseiro.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-7.jpeg


    A jovialidade e modernidade do GLA 250 são claramente visíveis em suas linhas harmônicas. Não podemos descartar os jovens bem sucedidos que passam a maior parte do tempo em eventos sociais da empresa, mas que no final de semana querem se refugiar na montanha ou em uma praia de difícil acesso. Para isso o GLA 250 Sport é uma excelente escolha, pois dá para curtir um carro que carrega status social, esportivo e aventureiro.

    Parte boa de ter um carro como o Mercedes GLA 250 Sport sem duvidas é o conforto e a agilidade. O design arrojado e imponente do exterior que tem continuidade no interior do veículo conta com moldura de painel Silver Wave que tem duas seções sobrepostas, criando estruturas superficiais diferentes na aparência e no tato. Cinco aberturas de ventilação em formato de turbina são integradas ao painel. O display posicionado de forma proeminente tem a face em Black Piano e o contorno fluido em prata escurecido. O volante de três raios, revestido em couro, com 12 teclas funcionais permitindo o controle de vários sistemas, entre eles o piloto automático Tempomat e o limitador de velocidade Speedtronic, sem que o motorista precise retirar as mãos da direção. O volante também inclui as borboletas para trocas de marchas.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-8.jpg


    A alta qualidade dos assentos esportivos é ressaltada pela abertura na parte inferior do apoio de cabeça e nos painéis de revestimento das portas. No GLA 250 Sport, a forração é em couro sintético Ártico. As superfícies foscas e macias se estendem desde a linha de cintura até o bolso da porta. Os apoios de braços das portas têm frisos cromados e o acabamento do teto é preto.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-9.jpeg


    O sistema ECO start/stop, de série, opera com partida direta. Isto significa que, quando o motor é desligado, a posição do virabrequim é registrada por um sensor para que a unidade de controle saiba a posição de cada um dos pistões. No momento de dar novamente a partida, ela seleciona o pistão que está melhor posicionado para receber a primeira ignição. Assim que o motor de partida começa a girar o motor, é possível acionar a injeção e ignição no cilindro selecionado e a combustão se inicia imediatamente.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-10.jpeg


    A suspensão dianteira do Mercedes-Benz GLA 250 é tipo McPherson. O suv tem suspensão traseira com braços múltiplos: três braços de controle e um de arrasto administram as forças atuantes sobre a suspensão em cada roda, permitindo que as movimentações longitudinal e lateral ocorram independentemente. Os cubos de rodas e os braços de controle das molas são de alumínio.
    O sistema multimídia Comand Online, que equipa as versões Vision e Sport, é operado por meio de um comando localizado no console central, quase que ocupando o lugar da alavanca de cambio que neste caso fica na coluna de direção ao lado direito. As informações do sistema são exibidas na tela TFT de 17,8 cm. Além das funções oferecidas pelo Audio 20, o Command Online possui sistema de navegação GPS, permite acesso à Internet por meio de conexão Bluetooth a dispositivos móveis com pacote de dados e tem memória de 10 GB para arquivos de áudio e Linguatronic, dentre outras funções. O GLA 250 Sport traz também câmera traseira.

    Aluminio estilo "chao de onibus"-11.jpeg


    Passando por três filtros, vamos para as considerações finais, que poderão ajudar a saber se o GLA 250 Sport foi feito para você:

    Filtro numero 1: Estar disposto a desembolsar aproximadamente R$ 225.000 para a versão Sport;
    Filtro numero 2: Colocar a esportividade antes do offroad;
    Filtro numero 3: Gostar de caminhos alternativos, como areia, barro e terra.

    Se você passar por estes três filtros, pode comprar sem erro, o GLA 250 Sport sabe ser bom e eficiente. As cores que mais gostei para o modelo foram vermelho Júpiter e marrom Oriente.

    Texto: Flávio Verna