• Bruno Mesquita é o primeiro campeão da Mitsubishi Lancer Cup

    Uma Ideia...-2.jpg
    Última etapa do campeonato exclusivo de Lancer Evo R foi disputada neste sábado no Autódromo Velo Città. Decisão ficou para a última prova do campeonato e os pilotos gentlemen drivers protagonizaram disputas emocionantes

    Mogi Guaçu, 05 de outubro de 2013 - O encerramento da temporada 2013 da Mitsubishi Lancer Cup teve todos os ingredientes de uma verdadeira prova de automobilismo: disputas intensas, muita velocidade e a decisão só na última corrida. Tudo isso debaixo de um céu azul e muito sol em Mogi Guaçu, interior de São Paulo. Após duas provas muito equilibradas, o piloto Bruno Mesquita sagrou-se o primeiro campeão da Lancer Cup 2013.

    "É como um sonho que se torna realidade. Não imaginava, nas minhas primeiras corridas, que eu chegaria ao final como campeão. Agradeço a todos que me apoiaram durante esse ano", comemora Bruno, que chorou muito dentro do carro durante a última volta.

    A última etapa não poderia ser diferente. Durante todo o campeonato, o carioca Elias Jr. e Bruno Mesquita travaram uma briga intensa pelo primeiro lugar e chegaram à última etapa bem próximos na pontuação e com chances de colocar a mão no troféu de campeão. "As provas foram bem disputadas do começo ao fim. Me sentiria um vencedor só por disputar, até a última prova, o título dessa categoria", comenta o campeão.

    Na primeira prova do dia, Elias Jr. largou na pole e venceu de ponta a ponta. "Comecei muito bem e consegui defender a primeira colocação. Depois, o desafio foi manter a concentração e continuar andando em um ritmo forte", conta o piloto carioca. Bruno Mesquita fez uma prova sem erros, largando e terminando no segundo lugar. Fechando o pódio estava Sérgio Alves, que terminou o campeonato na terceira posição.

    Na segunda prova, que é realizada com o grid invertido, Elias Jr. largou na oitava posição, com Bruno na sua frente. A única chance de Elias para vencer a temporada era terminar em primeiro lugar e Bruno a partir da terceira posição. Ele ousou na largada tentando ultrapassar vários adversários já na primeira curva, mas acabou saindo da pista, perdendo um tempo preciso e caindo para a última posição. Ele chegou a fazer uma corrida de recuperação ultrapassando vários pilotos, mas abandonou a poucas voltas do fim.

    Com a saída de Elias Jr., Bruno Mesquita colocou as duas mãos no título, fez uma corrida tranquila, e cruzou a linha de chegada na terceira posição. "Me avisaram que o Elias havia abandonado. Fui cuidadoso nas ultrapassagens para não prejudicar o campeonato. A parte difícil foi controlar a ansiedade", diz Bruno. O vencedor da segunda prova foi José França, que conquistou sua segunda vitória na categoria. "Larguei em terceiro e consegui duas ultrapassagens no começo da prova. Depois disso, foi manter o ritmo para conseguir a vitória", comenta.
Topo